Tag Rafael Miranda

HE:labs muda posicionamento, anuncia holding e lança as empresas Impulso e Ignus

O mercado de tecnologia no Brasil é um dos mais promissores e continua crescendo, mesmo com a crise econômica dos últimos anos. Segundo a empresa de consultoria Gartner, o setor fechará 2017 com um aumento de 1,4% nos investimentos, contabilizando US$ 3,5 trilhões e a perspectiva é que, para o próximo ano, esse número seja ainda maior.

De olho no constante aumento das demandas do segmento, a HE:labs, empresa global de tecnologia, anuncia para o mercado um dos momentos mais importantes de sua trajetória. A partir de agora, a HE:labs torna-se uma holding e lança duas novas marcas: a Ignus, com foco em inovação e transformação digital para grandes empresas; e a Impulso, especializada na alocação de times para desenvolvimento de software, com velocidade e custo-benefício mais competitivos.

Segundo Rafael Miranda, CEO da Impulso, a criação da holding surgiu a partir de uma necessidade de mercado. “A HE:labs já atuava tanto como uma parceira de inovação e transformação digital em grandes grupos quanto na alocação continuada de seu time nos projetos de software pré-existentes em grandes empresas. Para dar mais foco e agilidade a esses serviços distintos, surgiu a necessidade de separar essas verticais de negócio em duas empresas, e, dessa forma, aumentar de maneira exponencial nossa participação no mercado de tecnologia”, explica.

Além de Miranda, Sylvestre Mergulhão também está à frente da Impulso, ocupando a posição de CIO. Os sócios Raphael Ozawa e Roberto Morais serão os responsáveis pela Ignus, como CEO e COO, respectivamente. Os colaboradores da HE:labs também foram realocados, passando a atuar separadamente em cada uma das empresas, de acordo com suas aptidões e soft skills.

Para fortalecer a presença global, o grupo pensa em expandir seus negócios para os Estados Unidos e Europa já no início do próximo ano. “Com esses movimentos, nossa expectativa é de que a holding feche o primeiro semestre de 2018 com um aumento no faturamento de até 50%, atingindo R$ 6 milhões. Além disso, vamos investir 10% do nosso faturamento em Marketing e Vendas para crescer e consolidar a base de clientes”, comenta Raphael Ozawa, CEO da Ignus.

Tags, , , , , , , , , , ,

Startup Studios: uma forma de acelerar a criação de novos negócios

7a33b033-bd48-462d-aa1f-fa689dd51a73

Transformar a ideia em um negócio: esse é o papel das Startup Studios, que nascem a partir do crescimento do número de startups no mundo. Só no Brasil, de acordo com a ABStartups – Associação Brasileira de Startups, uma entidade sem fins lucrativos que aposta nesse ramo desde 2011, existem mais de 4.100 startups.

As Startup Studios surgem no momento em que se percebe que apesar da maioria dessas empresas serem formadas por pessoas jovens, ligadas à tecnologia e com noções de empreendedorismo e programação, existe um grupo de pessoas que têm uma ideia para um negócio digital, mas não possuem todas as habilidades necessárias para tirá-la do papel. Elas são capazes de aprimorar a ideia original para o mercado digital, desenvolver um produto inicial e colocar a empresa no mercado em poucos meses, tudo a partir da ideia inicial do empreendedor.

Estas fábricas de projetos já são mais comuns nos Estados Unidos e Europa, mas vêm ganhando força no Brasil também. Uma das pioneiras no país é a Ultrahaus, que surgiu como uma produtora web há 13 anos e de 2012 pra cá percebeu a necessidade de não só produzir sites, softwares e aplicativos, como também prestar consultoria aos empreendedores. A empresa já desenvolveu projetos para mais de 200 marcas. Hoje, a Ultrahaus atua no desenvolvimento de estratégias, planejamento e gestão baseadas na ideia do empreendedor. Tudo isso é feito em parceria com o cliente, idealizador que constrói a própria empresa com o apoio de uma equipe experiente em negócios digitais.

As empresas que já adotaram esse modelo e surgiram em parceria com a Ultrahaus atuam em diferentes áreas e oferecem soluções como um site que reserva vagas de estacionamento com antecedência, um aplicativo que permite ler centenas de quadrinhos num dispositivo móvel pagando apenas uma mensalidade, e uma plataforma que intermedia a quitação de débitos entre os devedores e credores. “Ajudamos também os empreendedores no relacionamento com possíveis investidores, apresentando contatos, apoiando na defesa do projeto e participando ativamente desse processo de levantamento de capital”, diz Rafael Miranda, fundador da empresa e responsável pela etapa de consultoria dos projetos.

Estima-se que os projetos que a empresa ajudou a lançar já somam um valuation próximo de 30 milhões de reais com uma média de geração de 5 vagas de empregos por negócio criado. Com o aumento do número de startups no país, cada vez mais pessoas estão se interessando pelo desenvolvimento de um negócio digital e as Startup Studios estão preparadas para tornar uma simples ideia em algo real.

Tags, , , , ,