Tag PIX

PIX Internacional ​impulsiona mercado de câmbio mais competitivo e a abertura de novos negócios, avalia especialista

Realizar transações financeiras em diferentes moedas e em apenas 1 minuto para mais de 60 países são alguns benefícios que o PIX Internacional vai possibilitar. O “Nexus” ainda está em desenvolvimento no hub de inovação do Bank Of International Settlements (BIS), mas já mostrou ser uma tendência que  veio  para ficar, assim como a instantaneidade do PIX, que revolucionou os meios de pagamentos digitais trazendo uma nova perspectiva em tempo, segurança e integração.

Para Fernanda Zago, especialista em meios de pagamentos cross-border para o Brasil e pioneira na implantação de pagamentos e metodologias de pagamentos internacionais, a chegada do Nexus no Brasil será um grande ganho para ambos os lados: empresas nacionais e internacionais. “O PIX Internacional vai fomentar um mercado de câmbio mais competitivo e eficiente, reduzindo os custos das transações cross border e viabilizando uma série de novos negócios”, explica.

O modelo estabelecido atualmente já possibilita que empresas facilitem a experiência do PIX para outras empresas, com rapidez de processamento, confirmação, segurança e liquidação dos fundos diferente de qualquer outro método de pagamento. É o caso da WePayOut, especializada em transações cross border e eFX para empresas de todo o mundo que precisam pagar ou receber no Brasil mesmo sem ter presença no país. A fintech espera que o “Pix internacional” garanta maior velocidade e também melhor custo para a movimentação de dinheiro entre países.

“De forma geral, existe ainda muita cautela e muitos desafios ainda precisam ser superados pelos diversos bancos centrais, mas é inegável o otimismo e a grande expectativa de disrupção principalmente para os mercados de varejo e o setor de remessas internacionais”, avalia. Hoje em dia, o PIX é o meio de pagamento utilizado por 71% da população brasileira, com 430 milhões de chaves registradas, segundo dados do Banco Central.

Em relação à segurança e riscos da nova operação, a especialista esclarece que o PIX  já se tornou case de sucesso  para a construção de pagamentos em tempo real mundo afora, inclusive está inspirando a  construção de uma plataforma global de pagamentos instantâneos internacionais, como é o caso do Nexus na Europa e Ásia. “Acredito que haverá a padronização dos protocolos de conexões e os países poderão manter seus processos individuais cumprindo as regulamentações locais ao mesmo tempo que fazem parte de um ecossistema maior”, diz.

Tags,