Tag Paula Bellizia

Brasil precisa alcançar novo patamar na competitividade global, afirmam líderes empresariais em Fórum em São Paulo

Lideranças empresariais dos setores público e privado participaram, na manhã desta quarta-feira (25/10), da primeira edição do FÓRUM NACIONAL DE COMPETITIVIDADE, novo projeto do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, em parceria com a Whirlpool, dona das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid. Estiveram presentes na abertura do evento, realizado no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo, Paulo Uebel, secretário Municipal de Planejamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo; João Carlos Brega, presidente da Whirlpool América Latina; Roberto Giannetti da Fonseca, vice-chairman do LIDE; Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil; Nicola Calicchio, presidente da Mckinsey & Company; Gustavo Ene, CEO do LIDE; Decio da Silva, presidente do Conselho de Administração da WEG, e Luiz Fernando Figueiredo, CEO da Mauá Capital.

Para o vice-chairman do LIDE, Roberto Giannetti da Fonseca, o evento acontece em um momento extremamente oportuno para o Brasil. Ele destacou que “o crescimento do País dessa vez virá pela competitividade. O Brasil precisa se tornar um parceiro global”.

Paulo Uebel, secretário Municipal de Planejamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo, enfatizou que “precisamos reduzir os gastos públicos, que são o principal gargalo para os investimentos no Brasil. Enquanto não fizermos isso, com uma reflexão madura, baseada em dados e evidências, infelizmente não vamos ter um País mais competitivo. Esse evento hoje é fundamental e um trabalho que permitirá uma discussão sólida, e tenho certeza que as conclusões serão muito importantes para nós”.

Em sua apresentação, Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, reforçou que a posição do Brasil em relação a competitividade global, por uma série de motivos, vem caindo, ficando à frente apenas da Venezuela e Mongólia. “O momento que vivemos também cria oportunidades e o uso da tecnologia é um caminho possível para reposicionar o País. Precisamos olhar para recursos tecnológicos, como a Inteligência Artificial, para que o Brasil alcance uma posição de competitividade. Ela parece futurista, mas já está presente e vai mudar a forma como pensamos em educação e o mercado de trabalho”.

O FÓRUM NACIONAL DE COMPETITIVIDADE tem patrocínio da BRAGA NASCIMENTO E ZÍLIO ADVOGADOS ASSOCIADOS, D’OR CONSULTORIA, MICROSOFT e SOUZA CRUZ. O apoio é da SORANA / AUDI, AWS INTEL. São fornecedores oficiais GRUPO CDI, PR NEWSWIRE e RODOBENS COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL, SAÚDE A QUALQUER HORA e TRÊS CORAÇÕES. O jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, revista LIDE e TV LIDE e PR NEWSWIRE são mídia partners.

Tags, , , , , , ,

Microsoft Brasil anuncia Fabio Costa como vice-presidente comercial

A Microsoft Brasil anuncia a contratação de Fabio Costa para ocupar a vice-presidência comercial com foco em grandes empresas. Nos últimos cinco anos, Costa foi presidente da VMWare no Brasil, obtendo resultados notáveis como ter feito a operação brasileira ​ser reconhecida como a melhor do mundo em 2014, e levado a empresa à segunda colocação do Great Place to Work em 2017. Em 25 anos de carreira, principalmente na área de tecnologia, ocupou posições de alta liderança no Grupo O Estado de São Paulo, Oracle, IDC Brasil, TNext (Oi) e IBM Consulting. “Fabio traz para a Microsoft uma forte experiência em gestão, vendas e serviços, desenvolvimento de negócios e conhecimento dos novos modelos de tecnologia em nuvem, além do foco em clientes, fatores críticos para a evolução de nosso negócio no Brasil”, diz Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil.

Costa é formado em Processamento de Dados pela PUC/RJ, e possui PhD em Administração de Empresas pela mesma instituição. Além disso, cursou o General Management Program da Harvard Business School. “Estou orgulhoso de me juntar à Microsoft e de ter a oportunidade de trabalhar com o time responsável pelas incríveis mudanças pelas quais a empresa vem passando nos últimos anos”, diz.

O anúncio está em linha com o constante foco na evolução do modelo de negócios, com a nova cultura e com o momento positivo e de grande transformação da empresa, com a missão de empoderar pessoas e organizações a fazerem mais com tecnologia.

Fonte: Microsoft Brasil

Tags, ,

Jornada Digital da Fiep: tecnologia deve focar em soluções relevantes para o consumidor

36569251576_7af7192014_o

O consumidor final como protagonista e como alvo de todas as soluções é o que deve nortear os avanços tecnológicos na era da quarta revolução industrial. O tema foi debatido por especialistas nesta quarta-feira (16), em Curitiba, na Jornada para o Mundo Digital, realizada pelo Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). O evento reuniu cerca de 850 pessoas entre industriais, lideranças empresariais e profissionais da área de tecnologia para mostrar os avanços tecnológicos que já aconteceram nas duas últimas décadas e falar sobre o que está por vir na Indústria 4.0.

O evento foi aberto pelo presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, que destacou o papel da entidade no apoio ao setor produtivo na adesão à indústria 4.0. “ Especialmente o Senai sempre foi reconhecido pela alta competência na área de educação profissionalizante. Nos últimos anos investimos também em inovação tecnológica com um reposicionamento de sua marca não só fortalecendo sua atuação como principal interlocutor da sociedade em educação profissional, mas também com capacidade de atender a indústria na área da inovação tecnológica”, destacou.

A presidente da Microsoft, Paula Bellizia, trouxe o dilema entre respeitar o legado das indústrias e buscar novas formas de contato com o consumidor. “A indústria de tecnologia não respeita a tradição, respeita, sim, a inovação. É preciso quebrar paradigmas e sempre fazer o melhor para o cliente e sem atalhos, de forma direta. Isso não tem erro”, disse Paula Bellizia. Segundo ela, a tecnologia deve empoderar as pessoas e as organizações para que elas conquistem cada vez mais. Nesta busca, de acordo com ela, a Microsoft mantém mais de 100 data centers em todo o mundo, onde investe US$ 5 bilhões ao ano.

Fazer e pensar diferente

“A transformação digital não pode ser mais do mesmo. Tem que ser algo diferente e deve acontecer em toda a organização e não mais apenas em um setor”, destacou Cassio Dreyfuss, vice-presidente de pesquisa da Gartner Research, organização de pesquisa na área tecnológica. Segundo ele, a tecnologia está disponível. “O problema é a cultura e isso não se muda do dia para a noite”, disse. Para ele, esta transformação deve estar pautada em quatro pilares: tecnologia, gestão, gente e liderança.

Dreyfus diz que a transformação digital vai acontecer num prazo de quatro a cinco anos e deve começar com o engajamento das pessoas. “É preciso engajar as pessoas, depois criar a visão e o plano. Este plano deve ser executado, monitorado e ajustado sempre que necessário”, disse. “A transformação digital prevê a mudança das organizações que trabalham no sistema de comando e controle para passar a trabalhar com liderança e colaboração”, frisou.

O prazo para implementar a digitalização e conexão dos processos pode variar, mas é algo que em breve será realidade. “A jornada digital é um caminho sem volta e sem fim. É permanente. É preciso falhar cedo e aprender rápido. É preciso ser rápido e sair na frente”, disse Rogério Martins, vice-presidente global da Whirlpool – Inovação e Desenvolvimento de Produtos de Refrigeração. Segundo ele, o tempo é o recurso mais valioso para todas as pessoas. Por isso, todas as empresas devem ter o consumidor no centro de suas atenções para promover soluções que facilitem a sua vida. “É preciso conhecer melhor o consumidor. É para ele que devemos fazer a transformação digital. Se focarmos em qualquer outra coisa que não seja o consumidor vamos nos desviar do nosso propósito. “A tecnologia sem propósito é complexidade”, disse.

No setor onde atua, Martins conta que a transformação digital viabiliza, por exemplo, o monitoramento da performance dos eletrodomésticos remotamente e consegue atuar de forma proativa com a prestação de serviços. “Não é um redesenho. É preciso repensar tudo e tudo tem que estar focado em soluções relevantes para o consumidor”, frisou.

Tecnologia e produtividade

O diretor de educação e tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI) Rafael Lucchesi informou que a indústria brasileira ainda usa a tecnologia de forma incipiente. “Embora 85% dos executivos brasileiros considerem a indústria 4.0 como algo importante, apenas 48% afirmam que fazem uso das modernas tecnologias de digitalização. “Temos que melhorar o uso da tecnologia, adotar plantas industriais inteligentes e customizadas. Segundo ele, a tecnologia pode contribuir para melhor os níveis de produtividade no Brasil. Hoje o rendimento de quatro trabalhadores brasileiros equivale a um trabalhador norte-americano. “Neste quesito estamos atrás de México e Argentina”, disse.

Lucchesi destacou a importância de formar o trabalhador para atuar na Indústria 4.0. “Hoje 78% do emprego no Brasil é desempenhado por pessoas com qualificação técnica e apenas 3% por profissionais com ensino superior”, informou. Ele lembrou que o Senai teve papel decisivo na terceira revolução industrial formando mão de obra e agora terá também papel decisivo na quarta revolução”, disse, acrescentando que cerca de 95% das vagas abertas pelo setor industrial demandam profissionais formados pelo Senai. Segundo Lucchesi, o desafio é grande porque estima-se que 65% das crianças de hoje atuarão no futuro em profissões que ainda não existem.

O diretor da CNI citou o programa Lean Manufacturing (Manufatura Enxuta), do Senai. O programa começou com a meta de buscar um ganho de 20% de produtividade e nas 2.300 indústrias que estão sendo atendidas já conseguimos alcançar um aumento médio de 52% em cerca de dois anos do programa.

Lucchesi falou também das soluções tecnológicas que estão em desenvolvimento na rede de institutos de tecnologia e de inovação do Senai, como robôs autônomos para trabalhos em poços de alta profundidade e tintas automotivas regenerativas.

Fonte: Fiep

Tags, , , , , ,

Parceria com a Microsoft amplia utilização de tecnologia na rede municipal de ensino em São Paulo

Foto: Túlio Vidal

Foto: Túlio Vidal

Uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo e a Microsoft vai ampliar a utilização de tecnologia na rede municipal de ensino. A iniciativa oferecerá a alunos e professores acesso às plataformas educacionais da empresa, além de ofertas de capacitação e doação de software. O trabalho conjunto foi oficializado nesta terça-feira (28). O prefeito João Doria assinou a autorização para que a empresa e a Secretaria Municipal da Educação fechem cooperação técnica. Também participaram do evento o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, o presidente da Microsoft América Latina, César Cernuda, e a presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia.

A iniciativa contribuirá para a implantação, nas escolas de ensino fundamental, dos Laboratórios de Educação Digital (LED), que transformarão os laboratórios de informática em espaços colaborativos e orientados para resolução de problemas, permitindo a criação de um currículo educacional que trabalhe linguagem digital. Outro projeto beneficiado é o CEU21, que transformará os Centros Educacionais Unificados (CEUs) em polos de educação digital e experimentação, abertos aos alunos e à comunidade.

O acordo prevê a capacitação em tecnologia de estudantes da rede municipal, com programas de estímulo à criação de ideias inovadoras e à geração e desenvolvimento de startups. O foco da ação são as crianças e jovens do Ensino Fundamental, com idade a partir de 6 anos. A empresa oferecerá ferramentas para postagem de conteúdos, elaboração de aulas, sites, blogs, fóruns de discussão e avaliações, além de permissão para uso gratuito do Microsoft Imagine, software de desenvolvimento e design de programas.

Conteúdos online gratuitos para capacitação básica em tecnologia da informação também estarão disponíveis por meio da plataforma Microsoft Virtual Academy. Este programa dá acesso a ferramentas de aprendizado e a um currículo completo de cursos, que inclui o desenvolvimento de habilidades fundamentais e treinamentos técnicos avançados para alunos e professores.

Além da inclusão digital, a parceria facilitará trabalhos pedagógicos, como a realização de pesquisas e atividades colaborativas entre os alunos, de projetos de criação, resolução de problemas, autonomia, autoria e construção de protótipos. Serão beneficiados pela parceria os 422.110 estudantes do Ensino Fundamental e 58.991 docentes da rede municipal.

Todas as escolas municipais também terão acesso gratuito à plataforma de produtos Microsoft, incluindo licenças de tecnologias da empresa, como o Office 365 Educacional, com Word (editor de textos), Excel (planilha de cálculos), PowerPoint (apresentação de slides), OneNote (bloco de notas dinâmico) o OneDrive (armazenamento de arquivos).

Outra novidade é a oferta de capacitação de professores pelo programa Professores Embaixadores, em temas relacionados à inserção da tecnologia no processo de aprendizado e no uso das ferramentas disponibilizadas na parceria. Para promover a inovação em sala de aula, os professores e diretores de escolas também serão cadastrados na Comunidade de Educadores Microsoft, portal de colaboração mundial para educadores, em que é possível acessar recursos didáticos, fóruns de discussão, ferramentas e aplicativos gratuitos para download e uso em sala de aula.

Softwares da empresa serão doados para ONGs parceiras do município que atuam em projetos de alfabetização em informática. Para facilitar a comunicação dos cidadãos com a administração municipal, será ainda disponibilizado o aplicativo “Microsoft Cidadão Conectado”, que permite a fiscalização de dificuldades, o envio de proposta de soluções, a avaliação dos serviços da Prefeitura, acompanhando o desempenho de políticas públicas para a construção de melhores cidades. O termo de cooperação tem vigência de 60 meses, e os investimentos em programas são equivalentes a R$ 15 milhões.

No alto, Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, César Cernuda, presidente da Microsoft América Latina, e o prefeito de São Paulo, João Doria, após a oficialização da parceria para ampliar a utilização de tecnologia nas escolas da rede municipal.(Foto: Túlio Vidal)

Fonte: Microsoft Brasil

Tags, ,

UOLDIVEO conquista competência Gold Cloud Platform Partner da Microsoft

O UOLDIVEO, empresa do Grupo UOL que possui soluções completas de cloud computing, infraestrutura, serviços e segurança para apoiar e suportar a jornada dos clientes para o digital, celebra a conquista da competência Gold Cloud Platform concedida pela Microsoft.

O reconhecimento, que outorga ao UOLDIVEO o mais alto nível de graduação concedido pela Microsoft, vem de encontro com a estratégia de atuação Multicloud, que consiste em ofertar aos clientes a melhor integração de clouds privadas, híbridas e públicas visando proporcionar a melhor solução, tanto em sua necessidade de aplicação, como na implementação e gestão de projeto.

Para receber a competência Gold Cloud Platform Partner, o UOLDIVEO atendeu aos critérios referidos dentro do processo de avaliação de desempenho: o volume do consumo de nuvem nos últimos 12 meses; a validação e referência por clientes da empresa que utilizam nuvem Microsoft e a certificação de profissionais nas avaliações realizadas pela Microsoft.

O UOLDIVEO alcançou o número de 102 colaboradores certificados e treinados com base nos requisitos relacionados nos roteiros de capacitação Partner University, da Microsoft. “Investir na formação de equipe é uma das premissas do UOLDIVEO. Ao atingir essa marca, nos tornamos a empresa com maior número de especialistas capacitados e avaliados de acordo com os procedimentos exigidos pela Microsoft”, explica Luiz Vianna, Diretor de Alianças Estratégicas do UOLDIVEO.

Para Marcos Peigo, COO do UOLDIVEO, a obtenção da competência Gold Cloud Platform Partner ressalta a aliança estratégica no mercado brasileiro com a Microsoft Azure, além de reafirmar a estratégia Multicloud do UOLDIVEO. “Contar com a parceria e o reconhecimento da Microsoft nos permite oferecer aos clientes uma solução competitiva que não se trata apenas da combinação de nuvens, mas sim de extrair de cada uma delas a melhor característica e performance para atender a necessidade de cada negócio”.

“O UOLDIVEO demonstrou o mais alto e consistente nível de capacidade e compromisso com a tecnologia Microsoft” afirma Paula Bellizia, presidente da Microsoft no Brasil. “Parceiros com esta competência possuem um profundo expertise e seu conhecimento ajudará clientes a impulsionar soluções inovadoras”.

Contato:

Tags, , ,

CEO da Microsoft aborda o papel da mulher na tecnologia em Seminário Lide

Paula Bellizia, CEO da Microsoft Brasil/ Foto: Gustavo Rampini

Paula Bellizia, CEO da Microsoft Brasil/ Foto: Gustavo Rampini

Paula Bellizia, CEO da Microsoft, é a palestrante convidada pelo LIDE Mulher, comandado por Sônia Hess, ex-presidente da Dudalina, para apresentar o tema “O papel das mulheres no desenvolvimento da tecnologia e inovação”, durante o Seminário Mulheres Líderes, em 8 de junho, das 19h às 21h30, no Auditório da Gocil, em São Paulo. Aumentar o número de mulheres dentro da Microsoft é um dos desafios da executiva. Apenas 16,9% dos funcionários da área de tecnologia da empresa são mulheres – a meta de Paula é que o time feminino chegue a 50% da equipe.

Com passagens pelo Facebook e Apple, além da Microsoft, Paula irá falar sobre sua trajetória profissional e os desafios em uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. “A evolução tecnológica trouxe uma possibilidade maior para as mulheres. Hoje, temos um ambiente mais inclusivo. E pode-se programar de qualquer lugar, usando a nuvem”, afirma Paula.

Em sua opinião, a capacidade de solucionar problemas lógicos é característica essencial de um bom líder, assim como criatividade, boa comunicação, abertura, foco no resultado e pensamento crítico. “Na Microsoft, nossa cultura é fundamentada na mentalidade de crescimento, que é a crença de que se pode aprender sempre. Para isso, é necessário assumir riscos e mover rapidamente quando cometemos erros, reconhecendo que as falhas acontecem na jornada para a excelência”, defende a executiva.

Atualmente, o LIDE Mulher é formado por mais de 200 executivas de 115 empresas nacionais e multinacionais filiadas ao LIDE. Além de Sonia Hess, que ocupa a presidência do LIDE Mulher, entre outras o comitê executivo conta ainda com a participação de Simone Caggiano, head of Customer Experience da Audi do Brasil e vice-presidente do LIDE Mulher; Nadir Moreno, presidente da UPS; Andrea Weichert, sócia-diretora da Ernst & Young; Cecilia Moura, presidente da Cecília Moura Eventos; Celia Pompeia, vice-presidente executiva do Grupo Doria; Chieko Aoki, fundadora e presidente da Blue Tree Hotels; Eliane Figueiredo, sócia-diretora do Projeto RH; Elisa Prado, presidente do Grupo TV1; Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza; e Maria Elisa Verri, sócia-diretora da Tozzini Freire Advogados.

Com patrocínio do ESPAÇOLASER e YPÊ, o Seminário Mulheres Líderes conta com o apoio das empresas GAMA, GOCIL e MAGAZINE LUIZA. Como fornecedores oficiais, estão ANTILHAS, CDN COMUNICAÇÃO, CORPORATE IMAGE, ECCAPLAN, TANIA BULHÕES e VERAVIN. PR NEWSWIRE, RÁDIO BANDEIRANTES, RÁDIO BAND NEWS, REVISTA MADE, ROBB REPORT, REVISTA e TV LIDE são mídia partners.

Tags, ,