Tag Nokia

Nokia, TIM e SPI utilizam a música para demonstrar potencial da Indústria 4.0 na Futurecom 2019

A Nokia, a TIM e a SPI Integração de Sistemas vão levar até os visitantes da Futurecom 2019 demonstrações inéditas no Brasil de casos de uso da Indústria 4.0 conectadas à rede real 5G e ao 4G, envolvendo robótica, realidade aumentada, inteligência artificial e IoT. A primeira apresentação acontece hoje na cerimônia de abertura do evento e será comandada pelo Maestro João Carlos Martins, que contará com o apoio especial de um robô colaborativo da Universal Robots com a função de virar a partitura da música durante a exibição.

Os robôs colaborativos são uma realidade na indústria e irão suportar o modelo de negócios atual, no qual o consumidor exige demandas personalizadas e operações flexíveis. “Terei a companhia de um novo componente na Bachiana Filarmônica. Pela primeira vez vou reger com o apoio de um cobot. Resolvi adotá-lo como companheiro, por ser útil e por dar visibilidade à robótica colaborativa, que pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de muita gente. Como a tecnologia está cada vez mais imersiva, além de adotar a robótica, decidi ir além e incluir uma experiência de realidade aumentada na programação da apresentação da Futurecom”, explica o Maestro.

A ideia da apresentação surgiu no ano passado quando Denis Pineda, country manager da Universal Robots, viu uma entrevista do Maestro dizendo que lhe tomava muito tempo decorar todas as partituras devido ao desconforto em virar as páginas durante a regência. “O princípio fundamental dos cobots é justamente ajudar as pessoas com tarefas repetitivas, perigosas e/ou insalubres, para que estejam empoderadas e prontas para utilizar a capacidade cognitiva mais e mais. Os cobots valorizam nossa humanidade”, comenta Pineda.

Após a entrevista do Maestro, Pineda entrou em contato com a SPI Integração de Sistemas, contando sua ideia e a empresa desenvolveu a arquitetura do sistema para o robô que estará na apresentação da Futurecom. “Aprender por meio de experiências lúdicas é um método muito eficiente de desmistificar e transmitir conhecimento, especialmente quando tratamos de temas complexos como tecnologia. Portanto, o primeiro contato do visitante com as tecnologias da Revolução 4.0, na Futurecom, será conduzido pelo Maestro João Carlos Martins na abertura da feira”, explica Marcos Barbosa, CEO da SPI Integração de Sistemas.

O robô móvel colaborativo da OMRON é outra experiência proporcionada pelas empresas durante a feira. O LD Mobile é um veículo autônomo inteligente (AIV), que representa uma tecnologia chave para a Indústria 4.0 e estará conectado pela rede 5G da TIM. O robô ficará circulando pela feira mostrando imagens do evento em tempo real e detectando pontos de interação, identificados por QRCode, funcionalidades chaves para viabilização de projetos com foco em eficiência operacional no chão de fábrica. “Na Futurecom teremos a primeira integração de um AIV com 5G na América Latina”, explica Edicley Machado, gerente de Marketing da OMRON do Brasil.

A SPI é responsável pela arquitetura de tecnologia de ambos os projetos, a Nokia oferece a infraestrutura e a TIM a conectividade nas redes 4G e 5G. “A Nokia cria a tecnologia que conecta o mundo. A ideia de unir arte e tecnologia para informar a sociedade sobre a Revolução 4.0 faz todo sentido dentro da nossa proposta de tornar a vida mais enriquecedora e as empresas mais produtivas por meio do desenvolvimento tecnológico”, complementa Renato Bueno, diretor de marketing da Nokia.

“Pioneira e protagonista nos casos de uso em rede 5G no Brasil, a TIM demonstra, mais uma vez, o potencial que a nova onda tecnológica poderá trazer para a Indústria 4.0, gerando novos negócios para as empresas e impulsionando o desenvolvimento do país. Estamos felizes em estar no centro das discussões, estimulando desde já a criação de um ecossistema favorável para o 5G”, afirma Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil. As experiências digitais idealizadas para o Maestro, para a Rosas de Ouro e com os AIVs continuarão evoluindo com o suporte da TIM após o evento.

Escola de samba “conectada”

A união entre tecnologia e arte também será focalizada na exibição da escola de samba Sociedade Rosas de Ouro na Futurecom. No Carnaval de 2020, a escola falará sobre as quatro revoluções industriais, com foco na Revolução 4.0, democratizando as informações sobre esta nova revolução que já iniciou. Para expandir a divulgação deste projeto e identificar novos parceiros para apoiar o desenvolvimento do enredo “Tempos Modernos”, a Rosas de Ouro se apresentará na Futurecom, nos dias 29 e 30 de outubro, às 18h, acompanhada do monitoramento das emoções de membros selecionados da bateria, via wearables, por uma experiência digital do Instituto Mauá de Tecnologia, via rede 4G.

“Apresentar o projeto na Futurecom é uma oportunidade incrível de divulgar nosso tema entre as principais empresas que estão por trás desta nova revolução industrial”, explica Angelina Basílio, presidente da Rosas de Ouro há 16 anos. A proposta da escola não se restringe ao desfile, ela pretende inovar por meio de experiências digitais, expandir os limites de tempo e espaço do desfile de carnaval. Estas experiências estão sendo desenvolvidas por um time formado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), Centro Universitário FEI, Instituto Mauá de Tecnologia, INSPER e outras universidades, com apoio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), empresas provedoras de tecnologia e de consultoria.

Além da robótica e do 5G, a realidade aumentada também figura entre os destaques da feira. “Nós estamos desenvolvendo experiências de realidade aumentada, em parceria com a SPI e a Nokia para a apresentação do Maestro, para o carnaval da Rosas e para outras experiências digitais que serão surpresas na Futurecom. O potencial da realidade aumentada é algo fantástico, e é uma ótima maneira de contar a história desta Revolução 4.0. No estande da Nokia será possível conhecer um pouco dos bastidores sobre como estas experiências são desenvolvidas”, explica André Sernaglia, CEO da UMANTECH.

Serviço Futurecom 2019

Data: 28 a 31 de outubro / Horários: das 09h às 18h (Congresso) e das 10h às 20h (Feira)

Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – São Paulo – SP

Participação do Maestro João Carlos Martins: 28 de outubro às 20h

Participação especial show da Rosas de Ouro: 29 e 30 de outubro às 18h.

Tags, , , ,

Smartphone Congress confirma forte impacto do smartphone nos negócios

O Smartphone Congress, evento que integrou a programação especial da 10ª Eletrolar Show – maior feira da América Latina de bens de consumo duráveis – foi palco para um rico debate sobre o impacto desse gadget que tem um mercado promissor: é um dos poucos que cresce em ano de crise.

Realizada entre os dias 20 e 22 de julho no Transamerica Expo Center, em São Paulo, a primeira edição do evento debateu os negócios ligados a smartphones, aplicativos, m-commerce, publicidade móvel, formas de pagamentos, redes sociais, Big Data, vestíveis e a conexão de todos os eletrodomésticos do lar.

Segundo dados de um estudo setorial sobre o desempenho dos mercados nacional e global de smartphones, apresentados por Oliver Romerscheidt, diretor de Tecnologia da GFK, os smartphones estão ganhando importância entre as categorias de produtos eletrônicos. De acordo com o estudo, o mercado global de eletrônicos movimentará US$ 830 bilhões neste ano. Deste total, a indústria de smartphones responderá por 52%. No Brasil, a participação dos smartphones no setor de eletrônicos será de 56%.

Quanto ao volume de vendas, foram comercializados 1,2 bilhão de smartphones no mundo no ano passado e, para 2015, a previsão é que este número suba para 1,4 bilhões de unidades.

Ainda de acordo com Romercheidt, o crescimento global deste mercado está sendo impulsionado pelos países emergentes. “A Índia é o mercado que mais cresce no mundo, cuja previsão para este ano é de um salto de 43% nas vendas. No Brasil, o avanço também será satisfatório. Até o fim deste ano, um em cada 10 smartphones será vendido no mercado sul-americano”, disse o executivo.

Em 2014, dentre o total de celulares vendidos no Brasil, 81% foram smartphones. Neste ano, os aparelhos inteligentes já responderam por 89% das vendas. A média global é de 76%. Para Carlos Clur, presidente do Grupo Eletrolar, “o smartphone aumentou – e muito – a produtividade das pessoas e pode fazer o mesmo pelas empresas e pelo desempenho da economia”, afirma o executivo.

Destaques do Congresso

O evento de abertura do Smartphone Congress, realizado nessa segunda-feira, 20, contou com a participação de Randi Zuckerberg, diretora do Facebook entre 2005 e 2001 e CEO da Zuckerberger Media. Randi falou sobre o tema: Dez Tendências Intrigantes para Impactar o seu Negócio e destacou a importância dos novos recursos digitais — de dispositivos móveis e games às redes sociais – para reinventar a forma de administrar e motivar funcionários e clientes dos mais diversos segmentos.

Mediado pelo curador João Pedro Flecha de Lima, o primeiro dos quatro painéis do evento contou com a participação de André Machado Fonseca, conselheiro da Anbritel, organização que reúne as cinco maiores empresas que atuam no setor de instalação e locação de torres transmissoras no país; Eduardo Levy Moreira, presidente executivo do SindiTelebrasil; Eduardo Moreno, consultor de Telecom; e Kleber Antunes da Silva, da Secretaria de Telecomunicações do Ministério das Comunicações. Em comum, os participantes ressaltaram a necessidade dos diferentes segmentos atuarem em conjunto para enfrentar desafios do setor e ressaltaram que a maior dificuldade é a implantação de infraestrutura adequada que permita o crescente tráfego de dados e acompanhe o ritmo das vendas de dispositivos móveis inteligentes.

Big Data foi o tema da palestra do diretor de Tecnologia da Nokia, Wilson Cardoso, no segundo dia do Smartphone Congress. Segundo Cardoso, equipamentos como smartphones passaram a ser fonte confiável de informação sobre o usuário.

Finbarr Moynihan, vice-presidente de vendas corporativas internacionais da MediaTek falou sobre o futuro dos smartphones. O executivo apontou três questões principais: eficiência, evolução das câmeras e internet das coisas.

Tags, , , , , , , ,

Nokia Networks entra no mercado de infraestrutura de nuvem com o lançamento da solução AirFrame de Data Center

Em seu aniversário de 150 anos, a Nokia continua a inovar e reinventar-se sendo a primeira fornecedora a mesclar, de maneira efetiva, os domínios de TI e telco cloud, com o lançamento de sua solução AirFrame Data Center. Esta é a primeira oferta que combina os benefícios das tecnologias de computação em nuvem com os rigorosos requisitos de core e rádio no mundo telco. A solução Nokia Airframe Data Center já vem preparada para o 5G e apoia a visão de uma arquitetura de nuvem mais flexível e bem distribuída, que é a base para entregar os requisitos de latência e processamento de dados do futuro. A solução Nokia AirFrame Data Center já está disponível para implementação.

Primeira solução que comporta eficientemente os mundos de TI e telecomunicações

Os primeiros passos para a telco cloud focavam em direcionar os aplicativos principais para um ambiente virtualizado, oferecendo benefícios imediatos ao acrescentar escabilidade, flexibilidade e agilidade nos negócios. No entanto, ao programar uma arquitetura abrangente em nuvem, as operadoras são confrontadas com exigências estritas de latência e uma demanda extremamente elevada de poder de processamento. A nova solução Airframe Data Center é a primeira a abordar diretamente esses requisitos e efetivamente fundir os domínios de telco e TI em um único lugar, utilizando a tecnologia Intel® de alto desempenho.

No desenvolvimento da estrutura, a Nokia Networks investiu para avançar ainda mais a tecnologia de hardware para data center. Suas inovações entregarão uma capacidade de aceleração que ajudará as operadoras a ampliar sua eficiência e se diferenciar no mercado. Para continuar avançando em suas soluções, a Nokia Networks abriu uma estrutura de pesquisa dedicada ao desenvolvimento da tecnologia de data center. Com esta base sólida, a solução Nokia Airframe Data Center traz, de maneira eficiente, o que é necessário para mesclar os domínios de TI e de telecomunicações e preparar o caminho para a tecnologia 5G.

Airframe: uma forma única para as operadoras implementarem a nuvem

• Oferece significativos ganhos de eficiência ao executar aplicações que demandam dados telco, como Virtual Network Functions (VNFs);

• Totalmente compatível com padrões de TI e capaz de executar as aplicações mais comuns de TI em nuvem em paralelo às de telecomunicações;

• Permite às operadoras implementarem não só a sua estratégia NFV, mas também expandir-se para novos modelos de negócios, tais como alugar capacidade do data center para aplicações de TI de seus clientes;

• Implementa as práticas de segurança mais avançadas de telco cloud, testadas e aprovadas no Centro Nokia de Segurança em Berlim;

• Adere a abordagem da Nokia Networks de padrões abertos, e está em conformidade com o ETSI NFV, garantindo o sucesso de implementações na nuvem de telecomunicações;

• Pronta para 5G, com uma solução avançada de gerenciamento de nuvem para lidar com a arquitetura da telco cloud (centralizada / distribuída), incluindo orquestração de segurança que automatiza e gerencia o ciclo de vida de políticas e funções de segurança;

• Sustenta vários VNFs da Nokia, incluindo OSS / CEM e o mais recente lançamento da empresa em arquitetura Radio Cloud.

Os componentes da estrutura incluem:

• Servidores e Switches Nokia Airframe Cloud – racks pré-integrados com servidores ultra densos, switches de alto desempenho e armazenamento de software definido. As melhorias propostas pela Nokia Networks o tornam mais eficiente do que outras soluções para execução de VNFs exigentes;

• Serviços de Data Center – O Airframe é complementado por um conjunto de serviços profissionais prestados por especialistas em serviços da empresa e orientado para programar, monitorar e operar centros de dados telco cloud.

Sandra Rivera, Vice-Presidente e Gerente Geral do grupo de plataformas de rede da Intel, diz: “Estamos satisfeitos em apoiar a Nokia Networks nesse caminho para fornecer uma solução de data center que satisfaça os requisitos mais exigentes do ambiente telco cloud. Acreditamos que os principais processadores e tecnologias de virtualização da Intel combinados com o profundo conhecimento da Nokia Networks no mercado de telecomunicações irá acelerar a adoção de tecnologias de nuvem implantadas pelas principais operadoras do mundo inteiro.”

Marc Rouanne, Vice-Presidente Executivo de banda larga móvel, da Nokia Networks, diz: “A Nokia Networks está mudando o jogo de telco cloud. Estamos assumindo a convergência TI-telco com uma nova solução para contestar a abordagem tradicional de data center de TI. Desde o início, a Nokia Networks tem sido uma precursora da inovação em telco cloud*. Esta nova solução traz telcos de alta disponibilidade, focando em segurança de confiabilidade bem como baixa latência, enquanto alavanca o profundo conhecimento em redes da empresa e o forte relacionamento com operadoras para tratar de um mercado cada vez mais focado na nuvem, com um valor na casa das dezenas de bilhões de euros.”

Tags, , , ,

Nokia acelera inovação em aplicativos

Fonte: TechLider

A Nokia anunciou recentemente uma variedade de aplicativos para aumentar as experiências dos consumidores com as linhas Asha e Lumia. DreamWorks Animation, Flipboard, Electronic Arts, Vine e WhatsApp estão entre os desenvolvedores líderes que construíram novos apps para os mais recentes dispositivos Lumia com tela grande e para a linha Asha, incluindo o primeiro tablet da Nokia.

O aplicativo mais popular de compartilhamento de foto e vídeo, o Instagram, também foi anunciado hoje. Ele está chegando ao Windows Phone 8 já nas próximas semanas.

“Nossa última conquista é levar o Instagram para todos que quiserem usá-lo”, diz Kevin Systrom, CEO e co-fundador do Instagram. “Nós estamos ansiosos para ver a comunidade do Windows Phone nas próximas semanas usando o Instagram para capturar e compartilhar momentos”.

A Nokia também lançou seus próprios aplicativos, o Nokia Storyteller, o Nokia Video Diretor e o Nokia Beamer, aproveitando a mais recente inovação de imagem da Nokia e a integração profunda com HERE Maps para que os clientes possam capturar, compartilhar e reviver memórias como nunca antes.

“Cada vez mais, os consumidores estão demandando aplicativos de alta qualidade e com melhor usabilidade”, explica Bryan Biniak, vice-presidente de ecossistemas da Nokia. “Nós estamos trabalhando em conjunto com a Microsoft e desenvolvedores de diferentes partes do mundo para entregar uma experiência única de aplicativos, estendendo os limites da inovação para nosso ecossistema. Com os novos dispositivos Lumia e Asha, a Nokia permite aos desenvolvedores alavancar nossas mais recentes ferramentas para oferecer aos consumidores a melhor experiência com os aplicativos e ainda aumentar as receitas”.

Leia a reportagem completa.

Tags, ,

Compra da Nokia traz vantagem de produção local à Microsoft Brasil

Fonte: G1

Com a compra da divisão de celulares da finlandesa Nokia pela Microsoft por US$ 7,2 bilhões, anunciada nesta terça-feira (3), a Microsoft Brasil ganha a vantagem da fabricação local ao ingressar no crescente mercado local de smartphones- que já superou o de celulares simples. Desde 1998, a Nokia, que tem 2 mil funcionários no país, conta com uma fábrica na Zona Franca de Manaus.
“É uma movimentação interessante e positiva para o mercado brasileiro”, afirma Bruno Freitas, analista de mercado da consultoria IDC Brasil destacando a fabricação local como um ganho na aquisição. “Agora é questão de trabalhar marketing, portfólio e posicionamento de produto, que também são os desafios dos outros fabricantes”, observa.

Além, da fábrica em Manaus, criada em 1998, a Nokia conta com unidades industriais no México, na China, Coreia do Sul, Hungria, Índia e Vietnã.
Procuradas pelo G1, as subsidiárias brasileiras da Nokia e da Microsoft responderam que não vão se pronunciar sobre a aquisição mundial anunciada nesta terça-feira. A operação local da Microsoft conta com 800 colaboradores.

Leia a reportagem completa.

Tags, , ,