Tag Nielsen IBOPE

Brasileiros com internet no smartphone chegam a 76 milhões

O número de pessoas que usam o smartphone com acesso à internet no Brasil chegou a 76,1 milhões no terceiro trimestre de 2015. O ritmo de crescimento da posse de smartphones em 2015 foi de mais de 1 milhão de pessoas por mês, segundo a Nielsen IBOPE.

17% querem trocar o smartphone nos próximos três meses

De acordo com a pesquisa, 51% dos usuários de smartphones têm o aparelho há mais de um ano. E, dos 76,1 milhões que atualmente já usam a internet no smartphone, 5% querem trocar o aparelho dentro de um mês e 12% querem um novo entre um e três meses.

Os horários de uso do smartphone com internet

E que horas os brasileiros costumam usar mais o smarthphone? Segundo os dados da Nielsen, 63% do público tende a usar mais o aparelho durante a noite, das 20h às 22h. O horário do almoço (53%), 12 às 14, e do pós-trabalho (55%), também são bem requisitados.

Acesso pelo computador domiciliar chega a 95,6 milhões de brasileiros

A presença de computador com internet na casa dos brasileiros cresceu 10 vezes nos últimos 15 anos. Em setembro de 2000, 9,8 milhões de pessoas moravam em residências com computador conectado. Em 2015, esse número chegou a 95,6 milhões.
Os maiores saltos ocorreram em 2004, quando os brasileiros começaram a usar mais os sites sociais e, em 2007, quando o acesso se popularizou com o aumento da renda.

Fonte: Nielsen IBOPE 

Tags, , ,

Brasileiros com internet no smartphone já são mais de 70 milhões

Redes sociais e serviços de comunicação lideram entre os aplicativos mais populares no Brasil
Antes de dormir é o momento de maior uso do smartphone

O número de pessoas que usam o smartphone para ter acesso à internet continuou em crescimento no Brasil e chegou a 72,4 milhões no segundo trimestre de 2015. O aumento foi de 4%, ou cerca de 4 milhões de pessoas a mais em relação aos 68,4 milhões do primeiro trimestre.

Mas houve uma diminuição no ritmo de crescimento na comparação com o quarto trimestre de 2014, quando o número de pessoas com smartphones online era de 58,6 milhões, sobretudo entre os jovens.

O maior crescimento nos últimos meses do uso de internet pelo smartphone ocorreu entre adultos e idosos. O grupo a partir de 35 anos de idade, que representava 35% dos usuários de smartphones conectados no quarto trimestre de 2014, chegou a 38% no segundo trimestre de 2015.

Total de pessoas que usam smartphone com internet, segundo as faixas etárias – Brasil – 4º trimestre de 2014 a 2º trimestre de 2015

release_1
Fonte: Mobile Report – Julho/15 – Nielsen IBOPE

O aumento do uso do smartphone como meio de acesso à internet também vem sendo maior entre as mulheres. Elas eram 50% dos usuários de smartphones no quarto trimestre de 2014. Passaram para 51% no primeiro trimestre de 2015 e chegaram a 52% no segundo trimestre.

Redes sociais, comunicação e bancos são os apps mais usados

A partir do total de usuários de smartphones apurado no segundo trimestre de 2015, a Nielsen IBOPE realizou no mês de julho uma pesquisa para identificar quais os aplicativos campeões de uso entre os brasileiros.

As redes sociais e os aplicativos para comunicação continuaram predominando entre os apps mais populares. Entre os vinte aplicativos mais usados pelos 72,4 milhões de brasileiros conectados por smartphones, seis são de redes sociais ou de troca de mensagens, quatro são de bancos, três são de e-mail e dois são de mapas e localização.

Os 20 aplicativos mais utilizados no smartphone com internet – Brasil – julho de 2015

release_2
Selecione os sete apps que você mais utilizou em julho em seu smartphone

Fonte: Mobile Report – Julho/15 – Nielsen IBOPE

Antes de dormir é o momento de maior uso do smartphone

A pesquisa Mobile Report também perguntou aos brasileiros quais as situações em que o smartphone é mais utilizado. Navegar na internet dentro do banheiro apareceu entre os momentos mais comuns. Um quinto dos usuários brasileiros de smartphones disse que faz isso. E praticamente a metade dos usuários disse que consulta o smartphone antes de dormir. Esse hábito é muito mais comum entre os adolescentes. Enquanto na média de todos os usuários de smartphones conectados 48% olham o smartphone antes de deitar, entre os adolescentes esse hábito atinge 62%. Já o uso do smartphone no banheiro é maior na classe A.

Os maiores momentos de uso do smartphone com internet – Brasil – julho de 2015

release_3
Quais os três momentos em que você mais usa a internet do smartphone?
Fonte: Mobile Report- Julho/15 – Nielsen IBOPE

Acesso à internet pelo computador continua acima de 100 milhões

O número de brasileiros que moram em domicílios com acesso a um computador com internet chegou a 96,1 milhões em julho de 2015, segundo a pesquisa NetView, da Nielsen IBOPE. Dessas pessoas com acesso domiciliar, 58,1 milhões usaram a internet no computador de casa pelo menos uma vez no mês.
Quando se considera todo o conjunto de pessoas com acesso ao computador com internet em casa ou no local de trabalho, o número é de 103,4 milhões. Dessas pessoas com acesso em domicílios ou no trabalho, 72,3 milhões foram usuárias ativas em julho, ou seja, usaram pelo menos uma vez no mês.

Evolução do número de pessoas com acesso ao computador com internet, usuários ativos e tempo médio online (hh:mm:ss) – Brasil – trabalho e domicílios – janeiro a julho de 2015

release_4
Fonte: NetView-Julho/15 – Nielsen IBOPE

A pesquisa Mobile Report é realizada em duas etapas. Primeiro identifica uma vez por trimestre, por meio de um levantamento aleatório, a quantidade e a distribuição dos possuidores de smartphones em todo o Brasil. Em seguida, aplica um questionário mensal em um painel de usuários para mapear os hábitos de uso da internet pelo aparelho. A pesquisa que identificou os aplicativos e os momentos de uso do smartphone foi realizada pela internet com 898 usuários de smartphones de todo o Brasil entre 28 de julho e 5 de agosto de 2015.

A pesquisa NetView é um monitoramento do uso da internet em computadores realizado pela Nielsen IBOPE no Brasil desde setembro de 2000 que informa ao mercado brasileiro todos os meses sobre o comportamento dos internautas, desde a audiência de sites e serviços até dados para planejamento publicitário.

Tags, , , ,

Audiência do e-commerce dispara na Black Friday e supera até redes sociais

O número de brasileiros que visitaram os sites de varejo durante a Black Friday mais que dobrou em relação aos dias anteriores, indica a pesquisa NetView, da Nielsen IBOPE. Na sexta-feira 28 de novembro, 10,6 milhões de pessoas navegaram em sites de varejistas a partir de computadores de casa ou do local de trabalho. O número foi 114% maior do que os 4,7 milhões verificados na sexta-feira anterior (dia 21). Na véspera da Black Friday, a audiência das lojas de varejo já era de 8 milhões de usuários únicos.

Além das lojas de varejo, outros tipos de sites de comércio eletrônico também cresceram. Os comparadores de preços chegaram a 4 milhões de visitantes únicos no dia da Black Friday, ou 239% mais do que o 1,2 milhão da sexta-feira da semana anterior. As páginas que oferecem cupons e compras coletivas atingiram 2,1 milhões de usuários únicos no dia 27, número 97% maior do que o da semana anterior. No consolidado de todas as subcategorias, o comércio eletrônico registrou 11,7 milhões de usuários únicos no dia da Black Friday.

A audiência diária dos sites brasileiros é uma novidade que está sendo apresentada ao mercado brasileiro pela empresa Nielsen IBOPE. A pesquisa NetView, da Nielsen IBOPE, desde o ano 2000, informa ao mercado a audiência mensal da internet no Brasil e, a partir de outubro de 2014, introduziu a consolidação dos dados diários de audiência da internet brasileira. A disponibilização da pesquisa com dados diários ainda está em formato beta, em testes e recebendo ajustes, e deverá ser disponibilizada aos clientes no início de 2015.

A audiência das lojas de varejo no dia da Black Friday chegou a superar o total de usuários dos sites de redes sociais. No dia 28 de novembro, os sites da subcategoria Redes Sociais/Comunidades foram visitados por 10,2 milhões de usuários únicos, ou 452 mil usuários a menos que os sites dos varejistas. A subcategoria Buscadores ficou em 10,6 milhões de usuários, que foi o mesmo patamar das lojas de varejo. Já os portais lideraram a audiência do dia 28, com 12,9 milhões de visitantes únicos.

No consolidado do mês de novembro de 2014, os sites da subcategoria Lojas de Varejo foram visitados em casa ou no trabalho por 41,4 milhões de pessoas, ou 16% mais do que os 35,5 milhões do mês anterior. A maioria das lojas de varejo registrou crescimento expressivo da audiência no mês, mas o maior aumento foi dos sites de e-commerce estrangeiro, principalmente os chineses. Esses sites que vendem produtos por importação chegaram a 21,5 milhões de usuários únicos no Brasil em novembro, o que significou um aumento de 33% sobre os 16,2 milhões de outubro.

O que mais se destacou em novembro foi a navegação em mais de um site para fazer comparação de preços. Em algumas lojas, mais de 70% dos visitantes também navegou nas páginas do concorrente. As páginas com celulares smartphones foram as mais procuradas em novembro, mas também se destacaram livros, eletrodomésticos, notebooks, televisores, roupas, calçados, móveis e decoração. Nos sites estrangeiros, a maior procura foi por roupas e relógios femininos.

Total da internet
O total de pessoas com acesso em casa ou no trabalho, que é atualizado trimestralmente, chegou a 101,5 milhões, um aumento de 11,7% sobre o número anterior. Já o total mensal de usuários ativos, que são os que efetivamente fizeram uso do computador com internet, atingiu 71,9 milhões em novembro, ou 11,2% mais que o número do mês de outubro.

Tags, , ,

Em um ano, número de brasileiros em sites de e-commerce estrangeiro já é 49% maior

Chegou a 11,7 milhões em setembro de 2014 o número de internautas brasileiros que navegam em sites estrangeiros de comércio eletrônico de produtos importados. O número já é 49% maior que o apurado um ano antes e representa 21% do total de internautas do mês. A informação é da pesquisa mensal de audiência da internet brasileira MediaView, da Nielsen IBOPE, realizada entre internautas com computadores de casa ou do local de trabalho. Os sites estrangeiros de e-commerce com maior audiência entre internautas brasileiros são chineses, já figurando entre os maiores da categoria lojas de varejo.

Assim como nas páginas das outras lojas do comércio eletrônico brasileiro, os internautas das classes A e B também compõem a grande maioria dos visitantes frequentes dos sites de e-commerce estrangeiro, com 78% de participação, segundo a pesquisa MediaView.

Jovens da classe C e adultos e idosos da classe AB navegam mais nesses sites
A análise dos usuários por classes e por faixas etárias mostra que, enquanto nos segmentos C, D e E os visitantes são mais jovens, nas classes A e B eles têm uma concentração maior de pessoas de 35 anos ou mais de idade. Em setembro, 17% dos visitantes de e-commerce estrangeiro da classe AB tinham 50 anos ou mais. No grupo CDE, 5% estavam nessa faixa de idade.

Mulheres têm maior consumo de páginas
Apesar de os homens apresentarem uma participação maior nesses sites, as mulheres mostram uma média de consumo mais intensa. Em setembro, os homens eram 59% do total de visitantes únicos, o que correspondia a uma cobertura de 23% dos homens presentes no total da internet brasileira no mês. Mas as mulheres abriram bem mais páginas e passaram mais tempo. No mês, em média cada mulher somou mais de 51 minutos de navegação nesses sites e abriu 62 páginas.

Grande parte dos visitantes chega às páginas dos sites chineses a partir de pesquisas feitas em buscadores, segundo o analista da Nielsen IBOPE José Calazans. “E as páginas mais visitadas pelos brasileiros são as de roupas femininas e seções de compras por atacado”, informou o analista.

Total da internet
Em setembro de 2014, o tempo de uso e o número de usuários ativos da internet brasileira em casa ou no local de trabalho diminuiu em relação ao mês anterior. O número de usuários únicos caiu 6,9%, ao passar de 60 milhões em agosto para 55,9 milhões em setembro.

Tags, , , , ,

Brasil supera Japão em número de pessoas com acesso à internet

O número de pessoas com acesso à internet em casa ou no local de trabalho no Brasil já é de 90,8 milhões de pessoas, segundo a pesquisa NetView, da Nielsen IBOPE. O número refere-se ao trimestre de junho, julho e agosto de 2014 e representa um crescimento de 14,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Na comparação com outros países acompanhados pela mesma pesquisa, o Brasil mostra o maior crescimento nos últimos meses, chegando a superar o Japão em número de pessoas com acesso a computadores com internet no trabalho ou em domicílios. Em agosto, o Japão registrou 87,7 milhões de pessoas com acesso nesses dois ambientes.

Evolução do número de pessoas com acesso no trabalho ou em domicílios, em milhares – Brasil e cinco mercados –– fevereiro de 2012 a agosto de 2014

Em domicílios, o crescimento anual do acesso no Brasil é de 14,8%, também superando outros países acompanhados pela pesquisa de internet da Nielsen. Em agosto de 2014, o total de brasileiros que moram em domicílios que têm computador com internet foi de 87,9 milhões.

Evolução do número de pessoas com acesso em domicílios ou no trabalho, em milhares de pessoas – Brasil e sete mercados – agosto de 2013 e agosto de 2014

O número de pessoas com acesso à internet no Brasil é ainda maior se considerados também outros ambientes, como lan houses, cibercafés, escolas, igrejas e outros locais. No primeiro trimestre de 2014, o total de pessoas com acesso em qualquer ambiente no Brasil foi de 120,3 milhões.

Evolução do tempo de uso por pessoa, número de usuários ativos e número de pessoas com acesso – Brasil – trabalho e domicílios – julho e agosto de 2014

Fonte: NetView, Nielsen IBOPE

Sites de educação cresceram mais em agosto

Os sites com conteúdos relacionados à educação e pesquisa escolar foram os que mais cresceram em agosto de 2014 na comparação com o mês anterior, segundo a pesquisa mensal de audiência de internet NetView, da Nielsen IBOPE. Com a volta às aulas no segundo semestre, a categoria Educação e Carreiras passou de 24,6 milhões de usuários únicos em julho para 26,7 milhões em agosto, o que significou um aumento de 8,4%, em casa ou no local de trabalho. A subcategoria Recursos Educacionais, em que se classificam os sites de conteúdo para consulta e para trabalhos escolares, cresceu 18,5% no período, ao passar de 16,1 milhões para 19,1 milhões de usuários. A subcategoria Universidades aumentou 9% no mês, partindo de 13,2 milhões de usuários em julho para 14,4 milhões em agosto.

Tags, , ,