Tag Mundi Lab

Startups: inscrições prorrogadas para a primeira turma da nova aceleradora Mundi Lab

A Mundi Lab (http://mundi-lab.com/), aceleradora de startups espanhola promovida pela Munich Re (www.munichre.com), maior resseguradora do mundo, prorrogou até dia 29 de novembro as inscrições para sua primeira turma global de acelerados.

Desenvolvida para facilitar a entrada de empresas com produtos aplicáveis aos mercados de seguros e resseguros dentro da estrutura da Munich Re, a Mundi Lab busca por 10 startups digitais em estágio amadurecido e com atuação principalmente na península ibérica e américa latina.

“Esse programa de aceleração desenvolvido pela Munich Re tem características muito interessantes, principalmente para startups em um estágio um pouco mais avançado, pois além de não cederem equity para participarem, terão uma oportunidade incrível de fazer negócios com uma gigante do setor”, afirma Luisa Ribeiro, CEO da Gema Ventures e advisor da Mundi Lab para a América Latina.

Como funciona?

Primeira fase (aceleração intensiva de 5 semanas + demo day)

Com duração de 5 semanas, o programa acontecerá quase em sua totalidade dentro da infraestrutura alocada no “Madrid International Lab”, espaço de fomento do empreendedorismo e internacionalização da economia local e resultado de uma iniciativa da Câmara Municipal de Madri que atrai startups do mundo todo. Alguns eventos também ocorrerão no Google Campus de Madri.

As startups escolhidas não cedem participação acionária para ingressarem, assim como não têm nenhum custo inicial. Dentre os benefícios disponibilizados às startups destacam-se a oportunidade de contar com mentores – ligados à Munich Re ou Mundi Ventures – destinados individualmente para cada uma delas; diversos workshops; networking com executivos chave do setor e com a comunidade empreendedora. Os empreendedores também terão a oportunidade de conhecer a ampla rede de profissionais, parceiros e clientes da Munich Re, e o mais importante – lançar um programa piloto com a mesma ou com seus principais clientes. Ao final do processo será realizado um Demo Day internacional onde todas as startups se apresentarão aos principais players do mercado.

“A parceria com startups tem o objetivo de dar liberdade aos empreendedores para que inovem sem restrições, sem amarras. Nossa contribuição se dá no sentido de facilitar o entendimento do mercado, dar um enfoque estratégico às prioridades e decisões, e em última instância com capital”, Rodrigo Belloube, CEO da Munich Re do Brasil.

Segunda fase (programa piloto de inovação Munich Re)

Os melhores projetos passam para a segunda fase e ingressam automaticamente no programa piloto de inovação da Munich Re. Com duração de 12 meses, ocorrerá remotamente e terá maior ênfase em implementar o go-to-market e validar a solução no mercado com o auxílio de especialistas das indústrias de seguro e resseguro.

Dados comprovam busca do setor por inovação

As novas tecnologias estão transformando o setor de seguros, até então dito como tradicional. É um fato. O setor de tecnologia para seguros é hoje “a menina dos olhos” para investidores. Segundo relatórios das maiores consultorias de tecnologia, startups com foco em tecnologia para seguros levantaram US$ 2,12 bilhões em financiamentos desde 2010, dos quais US$1,39 bilhões desde o início de 2014.

O ano de 2015 já bate recorde, com mais de 800 milhões de dólares levantados. Não há dúvidas que os avanços em Big Data, soluções mobile e da chamada “Internet das Coisas” mudarão a relação entre clientes e seguradoras. “No Brasil o seguro de vida individual apresenta um potencial de crescimento extraordinário. Existe uma demanda não atendida muito grande e acreditamos que a indústria tem muito espaço para acolher ideias inovadoras que possam vir de startups para atrair e reter novos consumidores”, afirma Edgar Kataguiri, Diretor de Vida da Munich Re do Brasil

Ao enxergar esse cenário, as seguradoras estão buscando se aproximar ainda mais de seus usuários, oferecendo produtos e serviços complementares para a indústria tradicional. Uma pesquisa realizada pela consultoria Accenture, entre 141 executivos de seguradoras em todo o mundo, mostra claramente que, para acompanhar esse novo momento do mercado de seguros:

– 72% das seguradoras estão formando novas parcerias de distribuição;

– 61% das seguradoras está planejando para oferecer produtos e serviços complementares aos de seguros;

– 43% das seguradoras pretendem ou já adquiram startups /soluções tecnológicas;

Inscrições abertas no site http://www.fundacity.com/mundi-lab/apply/519.

Informações gerais
Término das inscrições: 29 de novembro
Duração do programa: 29 de fevereiro a 7 de abril
Demo Day: 8 de abril

Sobre o Mundi Lab
Mundi Lab é um programa de aceleração de startups com alcance mundial, desenvolvido para facilitar a entrada no mercado de empresas com soluções inovadoras aplicáveis aos mercados de seguros e resseguros.

Tags, , , , ,