Tag Marcello Miguel

Embratel e T-Systems anunciam parceria para oferecer conectividade IoT no Brasil

A Embratel e a T-Systems acabam de anunciar uma parceria para oferta de conectividade IoT (do inglês, Internet das Coisas) para o mercado brasileiro. O acordo vai permitir a oferta, no Brasil, do IoT Service Portal, já disponibilizado pelo Grupo Deutsche Telekom em diversos mercados globais, incluindo Europa, Estados Unidos e China.

Como resultado, a T-Systems Brasil, braço da Deutsche Telekom para oferta de serviços corporativos e soluções e serviços globais de TIC, e a Embratel, líder em telecomunicações e com forte atuação em mobilidade corporativa e em TI, estão anunciando um acordo que vai permitir a comercialização de conectividade IoT no mercado brasileiro. Por meio da parceria, a T-Systems Brasil vai utilizar a rede da Embratel/Claro, tornando-se uma MVNO (Mobile Virtual Network Operator). A oferta do serviço começa no início de 2018.

“Atualmente, toda grande companhia precisa de conectividade para os aplicativos IoT que estão procurando implementar. Certamente nossa parceria com a Embratel vai permitir à T-Systems Brasil e ao Grupo Deutsche Telekom trazer serviços inovadores para o mercado brasileiro”, afirma Ideval Munhoz, presidente da T-Systems Brasil.
“Por meio desta parceria, a T-Systems terá acesso à melhor tecnologia do mercado. Com o suporte da Embratel, a T-Systems terá conectividade, disponibilidade e qualidade de rede para suportar as operações de IoT de seus clientes globais no Brasil”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel.
O IoT Service Portal, da Deutsche Telekom, permite aos seus usuários operar e controlar, em tempo real, comunicações M2M (Machine-to-Machine), permitindo às áreas de negócios monitorar todos os seus cards M2M com seus correspondentes planos de dados e volumes de transmissão.

Além disso, os usuários podem ativar, bloquear ou desabilitar seus SIM Cards M2M e também mudar seus planos de dados e funcionalidades. Para controlar a transmissão de dados, eles podem criar alertas para cada card, recebendo notificações automaticamente. O portal é acessível por meio de uma conexão segura e suas funcionalidades podem ser facilmente integradas com ambientes de TI já existentes graças a APIs (Application Programming Interfaces) que podem ser utilizadas automaticamente.

Conectividade IoT em diferentes indústrias e fronteiras

Mais e mais companhias de setores como o automotivo, energia, saúde e transporte vem operando internacionalmente, enfatizando a necessidade de integração das soluções locais de IoT com um contexto global. Estas empresas levam a integração móvel, com os mais diferentes tipos de equipamentos IoT, às suas sedes, permitindo o acompanhamento de consumo de dados em tempo real, ou o controle remoto de máquinas, monitorando sua operação. Por isso, o IoT Service Portal da Deutsche Telekom foi desenvolvido com estes desafios em mente, oferecendo conectividade gerenciada em todo o mundo.

Mais informações sobre o IoT Service Portal da Deutsche Telekom e suas ofertas dedicadas podem ser obtidas em: http://iot.telekom.com/en/

Tags, , , , , , , , , ,

Embratel anuncia fornecimento de soluções para o GP Brasil de Fórmula 1

A Embratel será o fornecedor oficial de infraestrutura de Telecomunicações e TI para o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, que acontecerá de 10 a 12 de novembro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Esse é o décimo segundo ano consecutivo que a Embratel é a responsável pelo fornecimento de soluções para a etapa brasileira do maior evento de automobilismo do mundo.

“O Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 exige a mais moderna tecnologia para transmissão de sinais de áudio e vídeo e acesso à Internet para profissionais do mundo inteiro que atuam no evento. A escolha da Embratel como fornecedor oficial de serviços de Telecomunicações e TI para uma competição desse porte reforça a excelência do nosso portfólio.Estamos muito orgulhosos de sermos novamente fornecedor desse grande evento”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel.

Para a realização do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, a Embratel ampliará o fornecimento de Wi-Fi, disponível na Sala de Imprensa, na Sala de Fotos e também no Paddock Club, local que aguarda a presença de mais de 2 mil pessoas. Pelo segundo ano consecutivo, a interligação dos 10 painéis de vídeo e o centro de geração de imagem será feita por meio da fibra óptica da Embratel.

O Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 contará ainda com serviços de telefonia fixa da Embratel para ligações locais e de longa distância, links dedicados para acesso à Internet, com suporte para alta capacidade de tráfego, e soluções de voz e dados para a rede de telefonia utilizada por emissoras de rádio e televisão para a transmissão do evento. Uma equipe técnica especializada será destacada para suporte exclusivo ao evento.

Entre os serviços fornecidos pela Embratel para a F1 deste ano estão:

– Business Link: serviço de conectividade IP para acesso permanente à Internet que oferece acesso dedicado, com conexão de alta capacidade de tráfego, disponibilidade e flexibilidade por meio de conexões diretas, com velocidades a partir de 2 Mbps.

– Vip Line: solução de voz para telefonia local de alta qualidade para ligações locais e internacionais por ramais analógicos.

– SmartVideo (EVSOL): serviço para transporte de sinais de vídeo e áudio em MPEG-2/DVB, com qualidade de transmissão digital, flexibilidade, segurança e economia na velocidade de 1 Gbps.

– Voz ponto a ponto: serviço especial para a organização do GP do Brasil, interligando pontos importantes do evento.

– ISDN: serviço de voz e dados para rede de telefonia, que garantirá dois canais de 64 Kbps, utilizado por emissoras de rádio e televisão para a locução do evento.

– Wi-Fi: solução especial para atender o acesso à Internet da Sala de Imprensa, da Sala de Fotos e do Paddock Club.

A parceria entre a Embratel e o GP Brasil de Fórmula 1 é de longa data e vem acompanhando o desenvolvimento de tecnologias de ponta, inclusive para carros conectados. A Embratel atua fortemente com soluções para automóveis conectados, com tecnologias semelhantes às usadas em carros de grandes corridas automobilísticas, e que já estão disponíveis no mercado, em modelos de diversas montadoras. A tecnologia de carros conectados garante mais bem-estar e segurança aos usuários. Entre os benefícios de destaque estão o monitoramento 24 horas do veículo para proteção do motorista, com rastreamento por satélite, travamento e destravamento remoto de portas, além do acesso a informações essenciais para o bom funcionamento do automóvel, como calibragem dos pneus e volume de óleo. A Embratel já fornece essa tecnologia para mais de 500 mil automóveis conectados no Brasil.

Tags, , , ,

Embratel comemora 50 anos com ações de marketing

A Embratel anuncia diversas ações de marketing realizadas para comemorar 50 anos de uma trajetória de sucesso. A campanha foi iniciada no dia do aniversário da Embratel, 16 de setembro, e inclui um mix completo de comunicação, com ações digitais, jornais, revistas, rádio, mídia nos aeroportos, redes sociais, além de endomarketing, comunicação externa via assessoria de imprensa e um site especial dedicado ao marco. Desenvolvida em parceria com a Olgivy, a campanha é nacional e utilizou o mote “Em 50 anos de história, sabe qual é a nossa ideia mais importante? A próxima!”.

“Estamos muito felizes por comemorar 50 anos de inovação”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo da Embratel, destacando que a Embratel está sempre desenvolvendo novas ideias e ações, além de se preparar para novos desafios. O próximo grande evento no qual a Embratel estará presente serão os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, como patrocinadora e fornecedora na categoria Telecomunicações, em conjunto com a Claro.

Na mídia impressa, anúncios e publieditoriais estão sendo veiculados em publicações como Exame, Veja, Isto É, Época, Valor Econômico, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Jornal do Commercio e O Globo. No ambiente online, a divulgação do marco atinge portais de notícias e negócios como Folha de São Paulo, O Globo, CBN, Valor Econômico, e sites de TI e Telecom, como Tele.Síntese, Convergência Digital e Teletime.

Um dos destaque da campanha é o filme com depoimentos de pessoas que assistiram as primeiras transmissões feitas pela empresa, como a chegada do homem à Lua e a transmissão da primeira Copa do Mundo a cores em 1970, além de pessoas que presenciaram o início da utilização do serviço de Discagem Direta Internacional (DDI) para se comunicarem com vários países do mundo. O vídeo inclui depoimentos de pessoas comuns, funcionários e atletas falando sobre as expectativas para os Jogos Rio 2016. A campanha também conta com spot de rádio veiculado nas rádios CBN e BandNews.
Todos os canais próprios da Embratel replicaram a campanha. O site da empresa recebeu novos banners e a campanha foi replicada em seus perfis no Facebook e Linkedin.

Internamente, a recepção do edifício sede da empresa foi repaginada com uma nova identidade visual para destacar as conquistas da Embratel nesses 50 anos, as novas tecnologias e o time de atletas Embratel Claro. Diversas TVs foram instaladas para apresentar os vídeos produzidos que mostram a amplitude da rede da empresa, detentora do maior backbone e da maior frota de satélites da América Latina.

Conheça a campanha:

As principais peças da campanha estão disponíveis no link:
http://www.embratel.com.br/hotsites/50anos/50ANOS_EMAILMKT.html

Tags,

Embratel anuncia nova pesquisa de conectividade das empresas brasileiras

A Embratel anuncia, em parceria com a Teleco, os resultados da pesquisa “A Conectividade nas Empresas Brasileiras” criada para medir o nível de conectividade e o uso de tecnologias pelo mercado corporativo no Brasil. O levantamento analisou as estruturas de Telecom e de TI de 400 empresas de pequeno, médio e grande porte em cinco capitais brasileiras. A edição de 2015 ampliou a participação das companhias de médio e grande porte que, agora, soma 50% do público entrevistado.

“A pesquisa avaliou a adoção de dispositivos de transmissão de Dados, Internet, Voz e Mobilidade pelas companhias brasileiras, bem como suas estruturas de Telecom e de TI”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo da Embratel. Os dados indicam que 69% das empresas têm “voz” como o canal de comunicação mais usado com os funcionários, 59% para falar com fornecedores e 56% para relacionamento com seus clientes. “Identificamos uma queda significativa no uso de voz, que registrou 80% na primeira onda. Apesar disso, a comunicação por voz ainda é predominante”, diz Marcello Miguel.

De acordo com o levantamento, a estabilização da base de clientes de telefonia fixa e móvel no Brasil confirma a tendência desses números, estimulados com a criação de planos cada vez mais diferenciados. O uso de e-mails como ferramenta de colaboração é indicado por 92% das companhias que utilizam mensagens. O SMS, mesmo estando pressionado pelos serviços de OTTs (provedores Over The Top, que fornecem o serviço utilizando a Internet), é o segundo colocado, sendo o canal preferido por 58% dos entrevistados. O WhatsApp aparece em destaque na pesquisa com 55%, o que comprova seu crescente uso para comunicação profissional.

O uso de celular corporativo também está crescendo no Brasil. Os números apontam que 73% das empresas pesquisadas disponibilizam aparelhos para dos funcionários. Em 2014, apenas 43% ofereciam esse benefício. A oferta de celulares é maior na área administrativa, que responde por 38% dos aparelhos, seguida pelas áreas de vendas (23%) e comercial (21%). O uso de aplicativos corporativos atingiu 9% nas empresas e tende a evoluir, já que o mercado caminha para a mobilidade de processos.

As Redes Sociais foram apontadas como canais complementares nas pesquisas, uma vez que seu uso não é prioritário na comunicação das empresas, mas são utilizadas por 81% delas para contato com clientes. O acesso dos colaboradores às mídias sociais é permitido em 40% das companhias entrevistadas.

As ferramentas de Comunicação Unificada aumentaram em 13% das empresas em 2014, atingindo o patamar de 38% em 2015. As funcionalidades mais utilizadas são videoconferência (48%) e PABX (43%). Um dos principais fatores que contribuiu para o crescimento foi a disponibilidade de soluções gratuitas para videoconferência e o custo/benefício de PABX digital.

A modernização das empresas aumentou consideravelmente no que se refere à infraestrutura e ao uso de computadores com acesso à Internet. A conexão fixa está presente em 99% das empresas e 80% dos pesquisados possuem conexão Banda Larga. Apenas 19% utilizam acesso via IP dedicado. Serviços de segurança apontaram um grande salto em relação a primeira edição da pesquisa. O número de empresas que adquirem as soluções de proteção passou de 45% em 2014 para 98% em 2015. “Acreditamos que o crescimento se deve ao fato dos empresários estarem mais conscientes e receosos em relação aos eventuais cyber ataques”, diz Marcello Miguel.

Os serviços de Cloud Computing cresceram de 8% para 17% das empresas pesquisadas. O uso se dá principalmente em aplicações de segurança, e-mail, armazenamento e backup. A análise do resultado mostra que o mercado ultrapassou a fase de conhecimento e começou a aderir à nova tecnologia.

Na área de Data Center, a pesquisa indica boas oportunidades para os serviços de armazenamento, pois 75% das empresas consultadas ainda utilizam servidores internos e 13% dos entrevistados armazenam informações nos computadores dos próprios funcionários. A hospedagem externa é uma realidade para 7% das companhias. Esses itens vão merecer atenção especial nos próximos anos.

A mobilidade foi destacada no levantamento. Com o aumento do uso de dispositivos móveis – como tabletes e celulares -, as empresas estão tendo que aderir ao movimento BYOD (Bring Your Own Device), que permite que os funcionários levem para o ambiente de trabalho seus equipamentos pessoais. A pesquisa aponta que 59% dos entrevistados já permitem esse uso. Por conta disso, acredita-se que o comportamento também irá gerar novas demandas em termos de TIC (Tecnologia da Informação e de Comunicação), como a contratação de MDM (Mobile Device Management) para segurança e gestão dos dispositivos. Os aplicativos MDM estão presentes em 30% das empresas, que já se preocupam com a adoção de políticas para evitar eventuais invasões.

“A pesquisa foi realizada novamente com profissionais responsáveis pelas áreas de Telecom e TI de empresas de diversos portes, localizadas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Recife. Em relação ao público ouvido, a novidade ficou por conta do aumento de empresas de médio e grande porte. A escolha das localidades foi feita com base em uma metodologia especial para refletir, com margem mínima de erro, a opinião nacional das empresas sobre o uso de sistemas”, diz Eduardo Tude, Presidente da Teleco.

Para aplicar a pesquisa, a Embratel e a Teleco estudaram profundamente um conjunto de indicadores com o objetivo de avaliar o nível de conectividade das empresas brasileiras. Foram analisados: canal de comunicação mais utilizado, comunicação por voz, por mensagens, dispositivos para conexão de dados, infraestrutura para conexão de dados, Cloud e armazenamento de informações, Redes Sociais e Internet.

Tags, , , , , , ,

Embratel é eleita a empresa de Telecom mais inovadora do País

A Embratel comemora o anúncio do Prêmio Inovação Brasil, do jornal Valor Econômico. A empresa foi eleita a mais inovadora do segmento de Telecom do Brasil, ficando à frente de seus concorrentes, e a segunda colocada na categoria TI/Telecom da 1ª edição do Ranking Inovação, resultado de pesquisa inédita no País, promovida pelo Jornal Valor Econômico e a consultoria Strategy&. A Embratel ainda foi apontada como 15ª companhia mais inovadora no cenário nacional, entre mais de 100 corporações.

“O reconhecimento mostra os diferenciais da Embratel, uma empresa que possui mais de cinco décadas de inovação”, diz o Diretor Executivo da Embratel, Marcello Miguel, destacando ainda que o ranking elege empresas que se destacam dos concorrentes por adotarem uma estratégia contínua e sustentável de pesquisa e inovação.

A divulgação do Anuário Inovação Brasil ocorreu na noite desta segunda-feira, 6 de julho, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. A iniciativa traz uma análise ampla dos investimentos em inovação no Brasil, além de apontar os principais gargalos do País para alcançar a meta prevista de aportes financeiros nesse setor que, hoje, é de 2% do PIB. A pesquisa foi composta por 136 empresas que faturam mais de R$ 750 milhões e investem de forma contínua e estruturada em inovação.
De acordo com a publicação, as empresas inovadoras são aquelas que mais geram valor por meio de novos produtos, processos, modelos de negócios e serviços. Essas companhias se destacam porque fazem mais do que seus concorrentes, oferecendo produtos e soluções únicas no mercado.

Para a realização dessa ação, a consultoria Strategy& desenvolveu uma metodologia própria para com base em indicadores qualitativos e quantitativos apoiados sobre os três pilares: intenção, esforços e resultados. Além disso, a consultoria considerou as citações obtidas pelos participantes da amostragem e identificou os cinco setores que mais investem em Inovação no Brasil.

Tags, , ,