Tag LIKE THE FUTURE

Modelo de negócios inovador foi destaque durante LIKE THE FUTURE

A 1ª edição do LIKE THE FUTURE, promovido pelo LIDE FUTURO, reuniu os presidentes Charles Martins (Mundo Verde); Pedro Bueno (laboratórios DASA) e Ronaldo Pereira (Óticas Carol), para um painel sobre O impacto de lideranças jovens em negócios bem sucedidos, ontem (23), em São Paulo.

“Quando eu falo em lançar um aplicativo ou aprimorar o e-commerce na empresa, nossos franqueados com idades entre 40 e 50 anos ficam apreensivos, achando que vamos acabar com o negócio deles”, disse Charles Martins, presidente da Mundo Verde, ao explicar sobre a implantação de ferramentas mais tecnológicas na empresa.

O executivo lembrou que muitos gestores preferem se manter conservadores, ao citar suas experiências administrativas envolvendo a empresa. “É preciso experimentar, mas experimentar é agir”. Sobre o seu modelo de gestão, Martins disse que uma das suas marcas registradas é agilidade. “Não marcamos reunião para discutir, marcamos para decidir.”

Para Pedro Bueno, presidente dos laboratórios Dasa, a implantação da cultura de inovação foi uma das prioridades em seu modelo de negócios. Ao assumir a empresa, o jovem empresário criou incentivos, programas de sócios e surpreendeu ao revolucionar o sistema de metas. “O papel de um líder é muito simples. Você precisar implantar um ambiente inspirador, definir um time campeão e desenhar uma cultura eficiente.”

Ao ser questionado sobre as diferenças entre lideranças jovens e mais experientes, Pedro Bueno foi claro. “Um CEO jovem é igual a um CEO mais velho. A única diferença está na experiência, por isso ressalto a importância de um time excelente para compensar”.

Ronaldo Pereira, presidente da Óticas Carol, contou que passou 90 dias em imersão ao lado do fundador da empresa, tudo para entender a fundo o DNA deles. “Foi um grande desafio, mas conseguimos, com muito trabalho, caminhar para um crescimento constante e consistente”.

A única rede de óticas brasileira com laboratório digital próprio é também detentora de um modelo de negócios baseado em franquias que, segundo Pereira, é uma arte. “Você exerce a liderança pelo exemplo e convencimento, e não pela imposição”, disse o executivo.

Pereira também citou o projeto “Pequenos Olhares”, programa que disponibiliza a todas as crianças do ensino público brasileiro acesso a óculos de grau. “Hoje, oito em cada dez crianças nunca foram ao oftalmologista. Além disso, cerca de 30% dessas crianças tem algum problema de visão, por isso todos os funcionários da Óticas Carol abraçaram essa causa”, explicou.

O LIKE THE FUTURE contou com o patrocínio da GYMPASS, HOLDEN e VITACON, e apoio da TAQUERAY e VILLA BISUTTI. Como fornecedores oficiais estavam CADÔ PRESENTES, CASA DO DAMASCO, CRIS NEVES, ECCAPLAN, FLUX, GRUPO GODOY, IN EVENT, IT MODEL, LABO CHOCOLATES, MAFOZ CARRINHOS GOURMET, MARINA KHATTAR, NATURAL DA RUA, PURPLE COW, SLOW BREW BRASIL, TOK TAKE, VERO LATTE e WE LOV CAKES. PR NEWSWIRE e as revistas LIDE e TRIP foram os mídia partners.

Tags, , , , , , , , , ,

Startups e novas tecnologias são tema de seminário do LIDE Futuro

Durante a primeira edição do LIKE THE FUTURE, realizada pelo LIDE FUTURO, liderado por Patrícia Meirelles, os empresários Caito Maia, fundador e presidente da Chilli Beans, Gustavo Caetano, CEO da Samba Group, e Cyro Diehl, presidente da Oracle no Brasil, compartilharam com o público suas experiências empresariais.

Patrícia Meirelles abriu o Seminário convidando Eduardo Lyra, jornalista e escritor que, apesar da infância pobre e sem perspectivas, estudou jornalismo e descobriu que podia mudar o mundo escrevendo histórias inspiradoras. Lançou dois livros e integra o Global Shapers, desdobramento do Fórum Econômico Mundial que seleciona jovens líderes com menos de 30 anos com potencial de mudar o mundo. Fundou o projeto Gerando Falcões para escolas públicas do País, provando ao jovem carente que todos, independentemente de condição social, histórico familiar, podem ser falcões. “Uma ideia simples pode ser extraordinária se ela gerar renda para você e para o jovem que está nas favelas”, afirmou o empreendedor.

“As startups vão revolucionar o mundo”, afirmou Gustavo Caetano logo no início de sua apresentação. O executivo criou a Samba Tech, desenvolvedora de plataforma de vídeo para empresas que não utilizam o Youtube. Quatro das cinco maiores universidades brasileiras são clientes da empresa. A Samba saiu na lista da Fast Company ao lado de empresas como Apple e Google. O empresário criou há dois anos a Associação Brasileira deSstartups, que já tem mais de 2.500 associados. A entidade reúne pequenas empresas que fazem diferença no mercado.

Início no camelô
Caito Maia, fundador e CEO da Chilli Beans, contou sobre o seu difícil começo no mundo das vendas e sobre a capacidade que um empreendedor tem de dar a volta por cima. “Comecei comprando óculos de camelô na Itália e revender aos amigos brasileiros”, contou o empresário. Após alguns anos, a Chilli Beans, surgiu num estande no Mercado Mundo Mix (SP), com óculos de sol focados nas tendências de moda. No mesmo ano, chegou à Galeria Ouro Fino e se transformou em referência de consumo e comportamento jovem do País.

Hoje são mais de 580 pontos de venda exclusivos no Brasil, Estados Unidos, Portugal, Peru, Colômbia e Kuwait. A Chilli Beans é uma marca diversificada, com uma linha de produtos que inclui, além dos óculos escuros e relógios, armações de óculos de grau e lentes. Além disso, a marca patrocina festas, shows, esportes e ações sociais.

A Chilli Beans inaugurou, com festa animadíssima, sua flagship store na Oscar Freire e reuniu convidados ao som de Jade Jagger. Nos EUA, a marca já possui 15 lojas, sendo que uma de suas lojas-conceito fica na badalada Melrose Avenue (LA). Sempre inovador, Caito abriu uma loja na Oscar Freire com uma serie de inovações, como a possibilidade de personalizar os óculos em dez minutos, a oferta de desconto na entrega dos óculos usados na aquisição de um novo, a possibilidade de tirar fotos com os óculos da loja antes de decidir o modelo ideal para o seu rosto. Por ano, a CB lança 480 novos modelos de óculos, 240 novos relógios e 220 novos óculos de grau.

Paixão pelo negócio
Para Cyro Diehl, presidente da Oracle Brasil, o empreendedor precisa estar atento aos detalhes sempre, estar pronto para buscar novos caminhos. “É preciso apaixonar-se pelo que faz, tomar decisões rápidas, não deixar nada para amanhã. Também temos que sonhar grande e, o mais importante, enjoy the journey”, declarou o executivo, que no inicio de sua carreira aceitou mudar de país com toda a família para reforçar a presença da empresa nas demais filiais.

O jovem empresário Guto Ramos, sócio-fundador da BR Mobile, compartilhou com os presentes as dificuldades e dúvidas que surgiram no seu inicio da sua carreira. Após erros e acertos, Guto se uniu a outro empreendedor, Rony Bruel e resolveu alugar tablets. Recorreu ao google para divulgar o serviço. O primeiro grande cliente foi uma multinacional pedindo a locação de 40 ipads (na ocasião eles tinham apenas dois). Foram atrás de empréstimo para investir na empresa e deu certo. Hoje, a BR Mobile é a maior empresa de aluguel de tablets do Brasil.

Junto com a área de locação de equipamentos, a BR Mobile é uma agência de desenvolvimento de aplicativos mobile, proporcionando assim soluções completas e personalizadas para seus clientes, que alugam os tablets com apps customizados desenvolvidos pela empresa.

Com faturamento de R$ 1 milhão logo no primeiro ano de existência, a empresa possui mais de 200 iPads, que atendem aos mais diversos fins, como o uso em festas, eventos e como uma ferramenta de auxílio em atividades comerciais. No segundo ano a dupla faturou R$ 2 milhões e a previsão para este ano é de R$ 3 milhões.

Startups vencedoras

Durante uma competição entre as startups que fazem parte do LIDE Futuro, foram selecionadas algumas empresas para apresentarem, em 1 minuto, os seguintes projetos:

• Ivan Bermudes criou a Condlink em sociedade com Arnaldo Sanchez e seu irmão Victor Bermudes ao identificarem a falta de organização no sistema de condomínios. Foca na comunicação entre condôminos e síndico, zelador, portaria e demais envolvidos, levando-os para o ambiente web.
• Marcos Amorim apresentou o projeto Tá pago, meio de pagamento mais moderno e inovador do mercado via celular.
• Rafaat Toumani falou sobre a startup Kolmea, uma plataforma de financiamento colaborativo focada em projetos que envolvam pelo menos um dos três pilares da sustentabilidade (ambiental, econômico e social) em alguma de suas etapas.
• Marcel Lotufo apresentou a Organo, sistema eficiente de recrutamento para empresas. O analista de seleção da empresa pode acessar e acompanhar o processo seletivo já filtrado, em qualquer estágio. Ao final, a empresa tem um banco de dados atualizado com todos os dados do funcionário, incluindo perfil comportamental.

Segundo Patrícia Meirelles, presidente do LIDE FUTURO, o primeiro Seminário de 2014 abre com o peso de manter o sucesso das edições anteriores. “As experiências compartilhadas aqui são riquíssimas, a importância de acreditar e sonhar grande realmente é fundamental para o sucesso de qualquer projeto”, declarou Patrícia. Para João Doria Jr., presidente do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, “o que faz a diferença é a vontade de empreender, a fé que cada um tem em seus negócios”. Por isso, ele afirma que o Brasil será o maior país em startups do mundo ao término de 2015.

O LIKE THE FUTURE tem patrocínio da 3M, Desenvolve SP, Inovalli, Localweb, Sebrae SP, Oracle e XP investimentos e suporte da FGV-EAESP, Markanti, MGI Tech. Como mídia partners estão revista LIDE, rádios Band News e Bandeirantes, portal Terra e Grupo Radar. Os fornecedores oficiais são Anna & Ricky, Apecatu, Be Happy, CDN, Cocktelaria, Content4leads, DB2 Produção, Décorbook, Digipronto, Eccaplan, Grupo Bem, HZ Eventos, Dj Igor Cunha, Lazzi, Iluminax, Marina Bedaque, Mistral, Log & Print, Portus, Purple Cow, Royalpixel.

Tags,