Tag intercâmbio

Consultoria realiza processo seletivo de intercâmbio para o Japão

A Eureca!, consultoria especializada em conectar a energia jovem com o mundo do trabalho, está promovendo neste mês, o Shizen Global Talent. Será um intercâmbio de trabalho de até três meses (e com possibilidade de efetivação no final) para atuar na sede da uma das principais empresas de energia renovável do mundo em Tokyo, no Japão. Esta chance dará ao jovem uma experiência internacional em uma empresa de ponta, possibilidade de atuar em um setor sustentável e ainda ter a chance de propor soluções para ampliar o alcance Shizen.

Poderão participar alunos dos cursos de Administração de Empresas, Relações Internacionais, Economia, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Marketing, Matemática, Estatística e de todas as Engenharias. As principais atividades serão com os profissionais da Shizen entendendo o dia a dia das plantas de energia renovável e a criação do desenho de estratégias de expansão da Shizen pelo mundo.

Desde 2011, o Grupo Shizen Energy, detentora de outras cinco empresas, Shizen Energy Inc, Juwi Shizen Energy Inc, Shizen Energy Farm Inc, Juwi Shizen Energy Operation Inc, Alamport Inc, busca desencadear os potenciais da natureza usando as tecnologias mais recentes e transformando-as eficientemente em energias renováveis. Com a visão “Mudando o mundo com a energia”, a Shizen se esforça para criar energia para um futuro mais sustentável em todo o mundo, em todos os países.

Os pré-requisitos são: ser apaixonado(a) por relacionamento, excelência e pelo meio ambiente; graduação entre Dezembro de 2015 e Dezembro de 2018; inglês fluente – japonês e mandarim são diferenciais e, o mais importante, ter disponibilidade de participar do intercâmbio de trabalho entre os meses de Março e Maio de 2018 em Tokyo, Japão. (Datas ainda a definir dependendo do processo de obtenção do visto)

Datas:

Inscrições: 28/Nov – 09/Jan

Envio dos desafios Online: 28/Nov – 10/Jan

Entrevistas Online com Eureca: 17/Jan – 20/Jan

Entrevistas Online com Shizen: 20/Jan – 25/Jan

Aprovados: 26/Jan

Início da imersão: a partir de Março/2018

Tags, , , , , , ,

As melhores cidades do mundo para os estudantes

Embora o mundo ainda continue tentando assimilar os atentados ocorridos no último mês em Paris e em outras cidades, a capital francesa ocupa novamente a primeira posição do ranking QS de melhores cidades para os estudantes. Melbourne também assegurou seu segundo lugar e, em seguida, está Tóquio, em terceiro. Londres, no entanto, ficou atrás de Sydney e à frente de Cingapura, pois seu custo de vida evitou que atingisse uma posição melhor.

QS Melhores Cidades para Estudantes 2016

1. Paris
2. Melbourne
3. Tokyo
4. Sydney
5. Londres
6. Cingapura
7. Montreal
8. Hong Kong
9. Berlim
10. Seul

© QS Quacquarelli Symonds 2004-2015

www.TopUniversities.com

“Estou muito feliz em ver Paris na posição de melhor cidade para estudantes internacionais pelo quarto ano consecutivo. Depois dos terríveis ataques ocorridos duas semanas atrás, Paris está mais determinada do que nunca em defender seus valores de solidariedade, liberdade e criatividade. Não há escudo mais resistente do que este para usarmos contra a barbárie, já que o conhecimento baseia-se justamente no princípio de abertura aos outros: sapere aude!”, afirma Thierry Coulhon, Presidente da associação de universidades Paris Sciences et Lettres.

Reforçando tal sentimento, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, declarou: “Paris está orgulhosa de ser ranqueada como a melhor cidade do mundo para estudantes. Nossa juventude representa a nossa maior força e também a nossa maior esperança. Realizamos um plano ambicioso para fazer com que nossa juventude cresça, torne-se bem-sucedida e ábil a escolher e a construir o seu futuro. Continuaremos apoiando os estudantes, oferecendo-lhes oportunidades, em uma cidade aberta, dinâmica e criativa”.

Jacques Biot, presidente da École Polytechnique, também comentou a conquista: “A região de Paris tem muito a oferecer aos estudantes internacionais – história, artes, cultura – além de sua excelência acadêmica e científica. É um lugar único para aprender, descobrir, estudar, engajar e realizar trocas; um lugar onde diálogo, fraternidade e liberdade devem sempre prevalecer”.

Beneficiando-se das mensalidades baixas e de uma posição favorável no Índice Mercer de Custo de Vida, Paris abriga o segundo maior número de universidades reconhecidas mundialmente dentre as cidades consideradas: apenas Londres tem mais. Além disso, o forte reconhecimento que as universidades parisienses recebem dos empregadores explica porquê a cidade luz continua no topo do ranking.

Já os Estados Unidos são a nação com maior representação no ranking QS 2016, com onze cidades listadas. Boston (=13ª) e Nova Iorque (20ª) ficam entre as 20 melhores. Outras cidades incluem Chicago (30ª), Los Angeles (42ª) e Atlanta (58ª). Os Estados Unidos são seguidos pelo Reino Unido (oito cidades) e a Austrália (sete).

No ranking completo, vê-se uma série de novas cidades de nações normalmente não destacadas, como Oslo (60ª) e Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos (68ª). Para compor o ranking, a QS considerou 122 cidades que possuem ao menos 250,000 habitantes e duas ou mais universidades listadas no Ranking Mundial de Universidades QS.

O ranking QS de Melhores Cidades para Estudantes tem como intenção fornecer aos estudantes e pais uma comparação detalhada dos vários méritos das cidades mais requisitadas por estudantes internacionais. Ele se baseia em 14 critérios divididos em 5 categorias de peso igual, todos relevantes para estudantes internacionais. Para as futuras edições, a QS pretende expandir este número de critérios, proporcionando insights ainda mais detalhados do que estas cidades mundias podem oferecer aos alunos.

FONTE QS Quacquarelli Symonds

Tags, , ,

Intercâmbio nas férias é melhor opção de estudo para jovens

Aliar passeios e estudo durante o período de férias é uma excelente oportunidade para aprendizado de um novo idioma. Hoje os pais conseguem compreender que quanto mais cedo os jovens entram em contato com outras culturas, mais rápido eles amadurecem e adquirem experiência determinante para se posicionar frente às diversas situações da vida e garantir um bom futuro profissional.

Segundo Fernanda Zocchio Semeoni, diretora de Produtos e Operação da Experimento Intercâmbio Cultural, no semestre deste ano houve um crescimento de 10% na procura de cursos de férias no exterior por adolescentes brasileiros. “Os cursos de férias estão crescendo a cada ano. Nos meses de julho e janeiro, a Experimento chega a embarcar em média 800 adolescentes (durante o ano), e a expectativa para o ano que vem é ainda maior”, comenta.

Para quem pretende fazer das férias de janeiro de 2014 uma oportunidade para aperfeiçoar o conhecimento de outras línguas, a Experimento Intercâmbio Cultural oferece este tipo de programa para destinos variados como Inglaterra, Boston, Austrália, San Diego, Los Angeles e Vancouver, todos combinando estudo, lazer e turismo. “Os participantes tem a oportunidade de vivenciar uma nova cultura, aperfeiçoar o idioma, além de fazer amigos do mundo inteiro. É uma ótima pedida para aproveitar o período de férias e ainda enriquecer o currículo profissional”, finaliza.

Tags, ,