Tag insurtechs

Após aporte de R$5 milhões Flix aposta em nova estratégia comercial e lança plataforma B2B2C

Com o aquecimento do mercado de insurtechs, a Flix, seguradora 100% digital com foco na venda de seguros e assistências residenciais, recebeu recentemente seu primeiro investimento, de R$5 milhões, da gestora de venture capital Domo Invest. Visando ampliar sua atuação no segmento com nova estratégia comercial em uma iniciativa de Affinity Digitala empresa lança a Flix2Business, uma plataforma B2B2C que disponibiliza os produtos da Flix principalmente para os novos canais de distribuição do país, como fintechs, marketplaces e superapps. Como resultado, a insurtech projeta um crescimento entre 15 e 20 vezes em apenas um ano, chegando a marca aproximada de 200 mil segurados.

Com a nova solução, o objetivo é ter uma nova frente para distribuição do seu produto, impactando um novo mercado emergente de distribuição, como empresas tecnológicas, e também os canais mais tradicionais como os corretores de seguros, por exemplo. “Com a Flix2Business possibilitamos que nossos parceiros ampliem seu portfólio e tenham acesso a um produto inovador, com alta rentabilidade, índice de fidelização e recorrência. Além disso, promovemos aos seus clientes soluções para problemas corriqueiros do ambiente residencial por intermédio das assistências. É uma solução simples e economicamente interessante para eles”, explica Felipe Barranco, CEO da Flix.

Atualmente, a empresa já possui cerca de 30 canais de distribuição parceiras, onde a operação consegue chegar a cinco milhões de possíveis segurados da base ativa para trabalhar. Hoje, a Flix atende 20 mil segurados com um produto completamente personalizado em um modelo de mensalidade recorrente sem carência e sem multas, gerando mais autonomia do cliente e menos burocracia nos processos. As ofertas exploram desde as proteções mais tradicionais, como raio, incêndio e explosão, até coberturas financeiras, assistências emergenciais e serviços exclusivos. Com a plataforma Flix2Business, os parceiros poderão oferecer essas mesmas vantagens a sua base de clientes e ainda usufruir das assistências oferecidas pela própria insurtech. 

No Brasil, cerca de 86% dos domicílios não possuem seguro residencial. Mirando a oportunidade de preencher esta lacuna do mercado, a Flix surgiu no final de 2020 com o propósito de democratizar o acesso das pessoas aos produtos de seguros e utilização de assistências residenciais, visando transformar a relação delas com seu patrimônio e  trazendo uma nova perspectiva sobre proteção imobiliária, proporcionando simplicidade, facilidade e flexibilização dos serviços. “Queremos seguir desenvolvendo ainda mais nossos produtos, trazendo novidades que acompanhem as novas rotinas e olhem com atenção para todo o contexto de vivência em uma casa. E isso vai além dos problemas estruturais”, finaliza o CEO. 

Tags

Brasilseg lança programa de conexões com startups

A Brasilseg, empresa da BB Seguros, acaba de lançar o seu programa de conexões com startups. Batizado de Impulso Open, a iniciativa visa estabelecer parcerias estratégicas em inovação e transformação digital para os negócios da companhia, aprimorando cada vez mais a jornada do cliente dentro dos canais digitais da BB Seguros.

Rodrigo Caramez, presidente da Brasilseg, conta que a busca por parcerias e soluções inovadoras está no centro das atenções da empresa e o programa intensificará ainda mais os investimentos nesta área. “Queremos acelerar a implantação de soluções disruptivas que suportem nossa estratégia de negócios, totalmente focada em nossos clientes, ao mesmo tempo que incentivamos o empreendedorismo, e firmamos parcerias com startups que desenvolvem soluções aderentes ao nosso modelo de gestão. “

As startups interessadas devem se cadastrar no site e apresentar as soluções de acordo com cada desafio. A curadoria será realizada pela equipe da Brasilseg, com apoio do Distrito, a partir das informações enviadas até 05 de novembro por meio do site http://conteudo.distrito.me/impulso-open-brasilseg. Os projetos aprovados para a segunda fase serão anunciados até 10 de novembro no mesmo site.

Impulso Lab: inovação interna

O Impulso Open é uma extensão do programa interno da Brasilseg chamado Impulso Lab, lançado no mês passado, no qual os funcionários da companhia tiveram a oportunidade de apresentar propostas inovadoras para aumentar as vendas, incluir novos produtos ao portfólio da seguradora e também identificar melhorias em processos internos. “Estamos muito felizes com esta etapa interna, pois tivemos uma alta adesão e propostas simples que incrementam a excelência de nossa operação. Vemos a dedicação e o foco de nossos colaboradores diariamente em cuidar das pessoas e proteger o que é valioso para elas”, comenta Caramez.

Tags, , , ,

CQCS Insurtech & Inovação 2019 reuniu 1.400 pessoas em dois dias de debates sobre a evolução de mercado de seguros

O mais relevante evento de inovação e tecnologia do setor de seguros da América Latina, promovido pelo CQCS – Centro de Qualificação do Corretor de Seguros e realizado pela Q’erus Expansão e Conhecimento reuniu 1.400 participantes e 54 apoiadores no Centro de Evento Pro Magno nos dias 12 e 13 de junho.

Com painéis que debateram temas como riscos cibernéticos, a atuação das startups, regulação, tecnologia, metodologia e muitas outros, que permeiam o mercado de seguros, o evento reuniu nomes internacionais como Jonh Drzik, presidente da Marsh Global Risks and Digital, Jonathan Kalman, sócio e fundador da EOS Venture Partners e Dra. Leena Johns, vice presidente global de Healthcare da MetLife.

Gustavo Doria, idealizador do evento, lançou uma grande novidade ao público: a criação da CQCS SegLab. “Vamos executar a ideia de um hub físico de inovação, mais precisamente um prédio. Queremos reunir em um só lugar seguradoras, resseguradoras, insuretechs e escritórios de advocacia,todos trabalhando em um mesmo edifício, como espaços de trabalho compartilhado”, conta Gustavo. O objetivo é ser a primeira no mundo em multimarcas que reúna esse segmento de mercado.

Entre os executivos internacionais, John Drzik, presidente da Marsh Global Risk and Digital, trouxe um debate pautado em gerenciamento de riscos e mudanças no capital de organizações.

Um dos grandes momentos registrados foi a participação da Doutora Leena Johns, vice presidente global de Healthcare da MetLife e também palestrou e pontou sobre a necessidade de uma análise de dados coerente e a unificação dessas informações para um mapeamento que diagnostique com veracidade a real situação das empresas. “Com uma boa análise dos dados conseguimos, por exemplo, mapear todas as doenças clínicas do quadro de funcionários de um escritório e propor soluções ou caminhos a serem seguidos”, finalizou.

Completando o quadro de palestrantes internacionais estava Jonathan Kalman, sócio e fundador da EOS Venture Partners. Para o executivo “A tecnologia está criando uma transformação inédita que vai impactar todo o mercado de seguros. Se olharmos para daqui a 10 anos a indústria terá que ter se reinventado. É importante que as empresas tenham consciência de que essas mudanças são necessárias. A inovação e a tecnologia não vão desaparecer. Isso é importante frisar” afirma Kalman.

As tendências do setor ressaltadas pelo especialista são a Inteligência Artificial e APIs que possuem a capacidade que conectar serviços e os seguros On Demand, ou seja, apenas demandas rápidas. “Esses produtos são parte da história daqui para frente e é assim que precisamos pensar na distribuição de apólices”, finaliza Kalman.

Sobre o panorama geral do setor Gustavo Dória reforçou que “hoje o mundo atua em modo de coworking, onde todos os setores se complementam para a criação de novos serviços que atendam às demandas atuais dos consumidores. Nós somos guardiões dos sonhos e conquistas da sociedade. O seguro é um aliado das pessoas e não um mal necessário queremos reforçar isso. Qual o futuro dessa proteção é a grande questão a ser discutida nesse evento”, completou Dória.

Tags, ,

Camara-e.net cria programa que aproxima insurtechs de investidores

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) vai promover uma aproximação entre insurtechs, hubs de inovação, aceleradoras e investidores. A ação faz parte do Programa de Cadastro de Insurtechs, versão ampliada do Mapeamento do Ecossistema de Insurtechs que a entidade criou há um ano.

“O mapa se tornou um organismo vivo, com a qualificação das empresas cadastradas e com a promoção de eventos, rodadas de negócios e chamadas de startups para estimular esse segmento de mercado”, diz Beatriz Rocha Pinto, coordenadora do Comitê de Insurtechs. “Por isso, foi reposicionado como Programa de Cadastro de Insurtechs e vai ter como um de seus objetivos gerar conexões de negócios”.

Até o final de julho, o comitê tinha mapeado 78 insurtechs no país, sendo que das insurtechs cadastradas, 64% atuam no mercado B2B, 28% no B2C e 8% no B2B2C. As categorias em que se enquadram essas insurtechs são Produtos (40%), Data & Analytics (28%), Jornada do usuário (12%), Internet das Coisas (8%), Regulação & Leis (4%), Segurança da Informação (4%) e Investimentos (4%).

Com as evoluções do programa, além desses dados será possível saber, por exemplo, que dores essas insurtechs resolvem, como elas fazem isso, que tecnologias utilizam para desenvolver o seu negócio e quais são suas necessidades e principais desafios. “A próxima fase do comitê será pautada nos dados levantados, direcionando melhor as ações para as carências do ecossistema”, afirma Beatriz.

No dia 24/10, o comitê, que é fechado para associados da camara-e.net, irá realizar um novo encontro aberto no inovaBra, coworking do Bradesco. Assim como nas edições anteriores, o encontro contará com a participação de seguradoras, executivos, aceleradoras, investidores e insurtechs e terá um painel de debates com especialistas. Algumas startups cadastradas serão escolhidas para apresentar seus negócios, e novos dados sobre o mapeamento das insurtechs serão divulgados.

“Será uma oportunidade para as empresas do mercado segurador debaterem e conhecerem os desafios do ecossistema, trocarem experiências e gerarem novas conexões”, diz Beatriz.

Uma das ações do programa em andamento são as parcerias com aceleradoras, fundos e hubs de inovação que atuam com insurtechs. O comitê já fechou parceria com a ACE Startups, uma das principais aceleradoras da América Latina e um dos mais importantes hubs de inovação do país. “A ideia é convidar as insurtechs cadastradas a participar dos processos de chamadas de startups conduzidos pelos nossos parceiros e, com isso, colocá-las em contato com programas de aceleração e corporate venturing”.

As empresas que quiserem entrar no Programa de Cadastro de Insurtechs da camara-e.net devem acessar o link: http://pt.surveymonkey.com/r/cadastro-nacional-de-insurtechs-brasileiras-menu-site-camaraenet. O cadastro é gratuito.

O Comitê de Insurtechs da camara-e.net é uma iniciativa inovadora no Brasil e tem como missão ser o hub de referência colaborativo para impulsionar o desenvolvimento das insurtechs brasileiras. Criado em junho de 2017, ele tem, entre seus associados, várias empresas que compõem o ecossistema do setor, o que dá à equipe um leque maior de conhecimento e de atuação.

Tags, , , ,

SulAmérica participa do CQCS Insurtech & Inovação para debater evolução do mercado

A SulAmérica, maior seguradora independente do País, é uma das patrocinadoras do CQCS Insurtech & Inovação – primeiro encontro promovido pela entidade – com o tema inovação em seguros na América Latina, que ocorre em 1º e 2 de agosto no Villa Blue Tree, em São Paulo. Com o objetivo de estimular o debate para o desenvolvimento do mercado segurador no Brasil e América Latina, o evento terá participação de executivos da SulAmérica, além de outras empresas.

Como parte da programação, o vice-presidente Comercial da SulAmérica, André Lauzana, participará do painel “Por que é tão difícil aderir ao digital?” na tarde do primeiro dia do evento.

“Estamos diante de um ambiente desafiador para o mercado de seguros, em que nossos clientes, cada vez mais informados e exigentes, demandam soluções de seguros completas, com ampla prestação de serviço e conveniência. Para isso, precisamos investir em novas ideias e iniciativas, tendo a tecnologia como aliada e o corretor como grande parceiro desta trajetória de evolução”, destaca Lauzana.

No segundo dia, o painel “Perfil ou Persona – a grande mudança. Por um seguro mais justo” terá presença do vice-presidente de Operações e Tecnologia da SulAmérica, Marco Antunes. O diretor de Estratégia Digital, Inovação e Tecnologia da companhia,Cristiano Barbieri, participará do debate “Tech em prol da experiência do usuário: o que vem por aí?”.

“A SulAmérica está cada vez mais preocupada e atenta à importância de oferecer uma experiência única aos clientes dentro de um contexto cada vez mais digital. Nossa operação passa por investimentos contínuos de larga escala em tecnologia e capacitação dos profissionais para que possamos atrair cada vez mais pessoas com serviços inovadores com a já reconhecida alta qualidade”, avalia Antunes.

“A transformação digital de nossa operação é um novo desafio perante a uma realidade que demanda cada vez mais rapidez em nossas atividades. Com tantas mudanças pela frente, apostamos em ações inovadoras para garantir que nossos clientes usufruam de canais digitais de comunicação e serviços, estando cada vez mais próximos da companhia”, comenta Barbieri.

Ao longo dos dois dias de evento, os debates terão como mote as mudanças na indústria do seguro por meio da tecnologia, os caminhos para o futuro, a decisão de ser ou não ser digital e a experiência do usuário. A programação também trará palestrantes internacionais para o debate dos temas propostos pela organização do evento.

Tags, , , , , ,

Inclusão digital do Corretor é o foco da Tokio Marine no CQCS Insurtech & Inovação

Como incluir cada vez mais o Corretor no universo digital e quais serão os próximos passos da seguradora em busca de inovação? Esses são alguns dos temas que serão abordados pela Tokio Marine durante o CQCS Insurtech & Inovação, maior evento de inovação em seguros da América Latina, que será realizado nos dias 1º e 2 de agosto, no Villa Blue Tree, em São Paulo.

O Presidente da Tokio Marine, José Adalberto Ferrara, será o responsável pela palestra Digital como ferramenta de aumento de rentabilidade, a ser realizada no dia 1º, às 14h30. “É impossível ficar indiferente às novas tecnologias, que estão transformando de forma substancial as relações pessoais e comerciais. Em nossa avaliação, os avanços na digitalização no mercado de seguros devem passar necessariamente por investimentos em tecnologias que possam ajudar os Corretores e as Assessorias a venderem mais e reduzir seu trabalho operacional”, destaca o executivo.

A Tokio Marine investe cerca de R$ 100 milhões em tecnologia anualmente e acredita que é necessário disponibilizar ferramentas para que seus Parceiros de Negócios sejam inseridos no ambiente digital. “Nossa distribuição é feita 100% por Corretores e Assessorias, e temos a grande responsabilidade de prover soluções digitais e inovações que os auxiliem a fechar mais negócios”, completa Ferrara.

A seguradora vai participar ainda de outros três painéis do evento. José Luis da Silva, Diretor Comercial Regional II, será um dos debatedores do tema Por que é tão difícil aderir ao digital, a ser realizado no primeiro dia do evento, às 17h. Já o Diretor de Tecnologia da Tokio Marine, Wilson Leal, é o palestrante do módulo Tecnologia em prol da experiência do usuário – O que vem por aí?, que acontecerá no dia 2, às 16 h. Uma hora depois, às 17h, Adilson Lavrador, Diretor Executivo de Operações, Tecnologia e Sinistros, debaterá O que os seguradores esperam das insurtechs.

Marketing de Ativação – Digitômetro

A Tokio Marine preparou uma atração especial em seu estande que promete despertar a atenção de Corretores e parceiros de negócios durante o evento. A seguradora criou um jogo interativo chamado Digitômetro, para medir o nível de digitalização desses profissionais.

Para participar, basta que o Corretor visite o estande da Tokio Marine e responda a algumas perguntas referentes aos seus hábitos pessoais e profissionais. Ao fim do questionário, será informado seu estágio de digitalização.

Palestras da Tokio Marine no CQCS Insurtech & Inovação

1º/8 – 14h30

Digital como ferramenta de aumento de rentabilidade

José Adalberto Ferrara, Presidente da Tokio Marine

1º/8 – 17h00

Por que é tão difícil aderir ao digital

José Luis da Silva, Diretor Comercial Regional II

2/8 – 16h00

Tecnologia em prol da experiencia do usuário – O que vem por aí?

Wilson Leal, Diretor de Tecnologia

2/8 – 17h00

O que os seguradores esperam das insurtechs?

Adílson Lavrador, Diretor Executivo de Operações, Tecnologia e Sinistros

Tags, , , , , ,

São Paulo receberá maior encontro de inovação em seguros da América Latina

A cidade de São Paulo sediará, nos dias 1º e 2 de agosto, o maior encontro em Inovação de Seguros da América Latina: o CQCS Insurtech & Inovação. O evento internacional será realizado no Villa Blue Tree São Paulo e reunirá as mais modernas seguradoras do mercado, insurtechs, aceleradoras, investidores e empreendedores do setor.

O evento tem como objetivo estimular o desenvolvimento do market place de inovação e insurtech no Brasil e América Latina. Para isso, a dinâmica do CQCS Insurtech & Inovação será muito similar à praticada no InsureTech Connect (ITC), maior encontro sobre tecnologia de seguro e inovação digital do mundo, do qual o CQCS é parceiro. Pela manhã, serão realizadas as palestras principais e, no período da tarde, acontecerão os painéis desenvolvidos a partir de quatro pilares principais.

O primeiro deles, “Tech – o que muda de verdade”, debaterá o que tecnologia mudará de verdade na indústria do seguro e de que forma essa transformação afetará o futuro desse mercado. O segundo pilar será sobre “Ser ou não Ser Digital” e demonstrará o porquê não haver mais motivos para empresas, entidades ou mesmo indivíduos não serem digitais.

Já em “Acelerando o futuro”, a ideia é apresentar o movimento de aceleradoras, em que entidades ou associações abraçam projetos iniciantes (as startups) e oferecem toda a estrutura para acelerar seu desenvolvimento, ajudando a errar menos. Por fim, “A experiência do usuário” irá debater o propósito desta evolução tecnológica e quanto deste objetivo está preservado neste avanço da sociedade.

Algumas das principais autoridades do setor de seguros já confirmaram presença, como Joaquim Mendanha de Athaides, superintendente da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP); João Marcelo, presidente da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP); e José Figueiredo Almaça, presidente da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF).

Entre os palestrantes internacionais estarão nomes como Caribou Honig, Chairman da InsurtechConnect; Iván Ballón, Desenvolvedor de Negócios da América Latina e Ibéria da FRISS; Josep Celaya, diretor Corporativo Mundial de Inovação da MAPFRE; e Ingo Weber, CEO da Digital Insurance Group.

Além deles estarão também alguns dos principais executivos brasileiros que atuam no setor, como Marcelo Blay, fundador e CEO da Minuto Seguros; Andre Gregori, CEO & CET da Thinkseg; Leonardo Rochadel, CEO & Founder da O2O Bots; Domingos Monteiro, sócio-fundador e CEO da Neurotech; Heverton Peixoto, CEO do Zim; Raphael Swierczynski, CEO da Ciclic; e Ramon Gomez, CEO da Ramon Talks.

O CQCS Insurtech & Inovação terá ainda uma área dedicada ao network entre os participantes. Durante o evento acontecerá de forma simultânea a Expo Insurtech, feira de exposição e negócios. Para ajudar neste processo, a organização está disponibilizando um aplicativo especial. Com o nome de Brella, o app ajuda na identificação daqueles que mais convergem com os objetivos e interesses de cada usuário, marcando reuniões de 15 minutos, que serão disponibilizadas depois em uma sala específica.

“O evento foi estruturado de maneira a estimular o networking entre os participantes. Além disso, vamos discutir temas extremamente relevantes, como por exemplo, as dificuldades encontradas para regular esse setor e de que a forma a inteligência artificial pode ajudar na liquidação de sinistros”, explica Gustavo Doria Filho, diretor Executivo do Centro de Qualificação do Corretor de Seguros (CQCS), idealizador e organizador do encontro.

O CQCS Insurtech & Inovação conta com o apoio institucional da Escola Nacional de Seguros (ENS) e da Agência Nacional de Seguros e Previdência (ANSP); além do patrocínio da Bradesco Seguros, Tokio Marine Seguradora, HDI Seguros, Mapfre Seguros, Digital Insurance Group, SulAmérica, Minuto Seguros, ZIM³, Cliclic, Neurotech, 020Bots, TEx e Europ Assistance.

O prazo para quem quiser participar do evento termina no dia 25 de julho, caso as vagas disponíveis não forem preenchidas antes. Os interessados podem se inscrever através do site www.cqcsinsurtech.com.br/inscreva-se. Para mais informações, acesse http://cqcsinsurtech.com.br/.

CQCS Insurtech & Inovação

QUANDO: dias 01 e 02 de agosto de 2018
ONDE: Villa Blue Tree – Rua Castro Verde, 266 – Chácara Santo Antônio – São Paulo/SP
INFORMAÇÕES: www.cqcsinsurtech.com.br

Tags, , , , , , ,

Mobilidade e a revolução das insurtechs

Por Henrique Mazieiro

Nos últimos 30 anos, o mundo vem passando por uma grande revolução tecnológica. Prova disso é o advento da mobilidade, que através de dispositivos como os smartphones, notebooks e tablets, permite que agora estejamos conectados o tempo todo. Hoje, utilizando essas ferramentas, conseguimos acessar notícias em tempo real, trabalhar e resolver burocracias em poucos clicks.

Porém, alguns anos atrás todas essas facilidades eram bem limitadas. Quem nunca precisou salvar documentos naquele disquete de 3,5 polegadas ou esperou horas para se conectar na internet discada? Em apenas 20 anos evoluímos desse cenário lento e instável para a era da alta velocidade.

Agora, estamos vivendo uma transformação em que tudo que anteriormente precisava ser instalado para funcionar, está migrando para a nuvem. E esse avanço cada vez maior da tecnologia está mudando a forma como realizamos praticamente tudo: compras, fotos, pesquisas, pagamentos.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada em 2016 revelou que dobrou o número de acessos à internet sem o uso de computadores. Isso porque muitas pessoas que até pouco tempo não tinham acesso às redes, hoje estão conectadas através dos smartphones. Se pensarmos que o Brasil tem atualmente 220 milhões de celulares inteligentes ativos e 209 milhões de habitantes, temos mais de um celular por pessoa. Ou seja, o futuro com certeza será 100% móvel.

E foi refletindo e acompanhando todas essas mudanças que o mercado de seguros vem desenvolvendo novas soluções que buscam atender as necessidades desses novos clientes digitais. As insurtechs, inclusive, chegam justamente para suprir antigas ineficiências do setor com o uso da tecnologia. Aqui na Planetun, por exemplo, criamos produtos que levam mais agilidade e praticidade aos consumidores, melhorando a sua experiência. Como é o caso dos aplicativos web, que trazem uma série de vantagens, e não precisam ser instalados no celular, ocupando espaço da memória. Todo o processo é feito através de tokens (e-mail, SMS e chats), ou seja, estamos falando de mais autonomia, comodidade e segurança.

Com todos os benefícios e avanço da mobilidade, o mercado segurador, assim como todos os demais setores, também vem se adaptando a essa nova era digital. O uso das novas tecnologias não somente traz vantagens para os usuários finais, como também inova processos antigos, aumentando os ganhos e reduzindo os custos.

Portanto, acredito que esse cenário será o padrão de agora para o futuro. De um lado, o mercado implementando tecnologia em seus processos e, de outro, os consumidores ganhando com a mobilidade, já que resolver um problema que antes era tão burocrático, como contratar um seguro, agora pode ser feito na palma da mão.

Henrique Mazieiro é diretor executivo e sócio fundador da Planetun, insurtech que desenvolve soluções disruptivas para o mercado de seguros e automotivo.

Tags, , , , , ,