Tag Indra

Leonardo da Costa assume unidade de BPO da Indra no Brasil

Leonardo da Costa assumiu a Diretoria Executiva da unidade de BPO (Business Process Outsourcing) da Indra no Brasil. Com sua incorporação a companhia global aumentará a excelência dos serviços prestados nesta área além de dinamizar sua estratégia comercial, uma vez que o executivo passa a integrar a equipe com o desafio de estruturar as ofertas, otimizar as operações e acelerar o processo de saída ao mercado junto aos setores de atuação da empresa, focando principalmente em projetos de BPO de Transformação e Serviços Digitais, apoiando as diretorias de mercado a conquistarem novos negócios de BPO tanto em novas contas, como em clientes já existentes.

Leonardo é Bacharel em Matemática com pós-graduação em Gestão Empresarial pela FAAP e MBA em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIA/ USP. Possui mais de 18 anos de experiência profissional nos setores de Tecnologia da Informação e Gestão de Processos de Negócio, tendo atuado em grandes empresas como UOLDIVEO e CSU CardSystem. Anteriormente a se juntar ao time da Indra, Leonardo atuou por 11 anos na TIVIT como Diretor de Vendas, Consultoria e Produtos na unidade de gestão de processos de negócio (BPM) da empresa.

O novo diretor da Indra atuará reforçando a presença e experiência da companhia como parceiro estratégico de empresas na área de BPO: “A Indra possui excelência global, importante base de clientes e casos de sucesso com grande representatividade neste segmento de mercado. Um dos principais objetivos é replicar no Brasil, geografia que representa o principal mercado internacional para a Indra, e onde a empresa investe fortemente para aumentar sua participação no mercado de BPO, o modelo de sucesso de outros países. A meta é ampliar nossa carteira de clientes e introduzir novos serviços e produtos voltados para BPO de Transformação já customizados para o mercado brasileiro” afirma Leonardo da Costa.

Na área de BPO a companhia aporta uma ampla oferta que vai desde os serviços de frontoffice especializado, passando pelo centro de serviços compartilhados (CSC) e backoffice de negócios verticais em vários setores. “Identificamos um importante potencial no setor de BPO para crescer e inovar, onde nosso perfil misto de companhia com capacidades em consultoria e tecnologia mostra-se como um elemento chave para ajudar nossos clientes, que somado a nossa oferta para o processo de transformação digital representa um importante conjunto de ferramentas para o mercado”, completa o executivo.

O conhecimento e experiência nestes serviços são apoiados por uma capacidade tecnológica própria por meio de soluções especialmente desenhadas para melhorar a eficiência das empresas clientes. A companhia aporta ao mercado ferramentas robustas que abarcam a automatização e planejamento de tarefas visando a redução de custos, gestão e distribuição da demanda com mensuração da produtividade individual e em grupo, gestão e processamento documental, além do atendimento multicanal ao cliente, entre outras.

A Indra oferece um modelo diferenciado para a externalização de processos baseado em uma gestão flexível e global, combinando especialização setorial e capacidade tecnológica. A companhia é fornecedora líder de serviços de BPO para os distintos mercados nos quais atua e conta com 38 centros especializados distribuídos em 11 países. No Brasil mantém centros de BPO em várias regiões incluindo Maracanaú no Ceará, São Paulo Capital e em sites remotos como Rio de Janeiro, Goiânia e Fortaleza, onde desempenha atividades para grandes empresas das áreas de serviços financeiros, energia e utilities e companhias aéreas.

A companhia foi reconhecida em 2016 com o prêmio da Associação Brasileira de Teleserviços (ABT), nas categorias “Case do Ano” e “Gestão de Pessoas”, pelos projetos de BPO desenvolvidos para a Caixa Econômica Federal.

Tags, , ,

Indra aposta em Blockchain e soluções inovadoras para impulsionar a transformação do setor financeiro

A Indra, uma das principais empresas globais de consultoria e tecnologia, apresentará durante a 27ª edição do CIAB FEBRABAN, um dos principais eventos do mundo para o setor financeiro, suas soluções digitais e capacidades inovadoras para apoiar as instituições do setor no complexo desafio que supõe a transformação digital. Igualmente, mostrará tecnologias e serviços de última geração para toda a cadeia de valor das instituições bancárias e seguradoras. O evento acontecerá entre 6 e 8 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo e sob o tema “Ser Digital”, debaterá as necessidades do novo perfil dos clientes.

No que tange a transformação digital, a Indra compreende a complexa problemática que vive o setor financeiro e tem atuado para dar uma resposta contundente às novas exigências do mercado. Neste escopo, apresentará no evento abordagens como blockchain, melhoria da experiência do cliente, atendimento inteligente em redes sociais, entre outras soluções.

Referência em discussões sobre blockchain, especialistas da Indra abordarão como esta tecnologia afetará o setor bancário, suas possíveis utilizações e impactos. Mário Robredo, responsável de Transformação Digital de Serviços Financeiros da Indra, participará do painel “Entendendo o blockchain e suas aplicações”, no dia 6 de junho, às 15h30, no auditório G4.

Para apoiar os bancos e seguradoras a atingirem o máximo nível no atendimento de seus clientes em mídias sociais, a Indra mostrará casos práticos da aplicação da ferramenta iGIA, que possibilita a gestão de interações com clientes, sejam elas relacionadas aos canais de atendimento tradicionais, os contact centers, como também através das redes sociais. Além das capacidades de Analytics e Big Data, o iGIA incorpora funcionalidades e conceitos para um sistema de atendimento ao cliente que tem como objetivo aumentar a assertividade nos atendimentos, principalmente via redes sociais.

Orientada ao mercado segurador, a companhia demonstrará sua solução de Vistoria Digital, concebida para ajudar as seguradoras na melhoria da experiência dos seus clientes, uma vez oferece a possibilidade de uma participação mais ativa dos mesmos. Trata-se de um aplicativo para dispositivos móveis (iOS ou Android) que entre outras características, faz uma chamada de vídeo entre o segurado e um Contact Center, que pode ser composto por peritos ou analistas de sinistros. Além disso, a gravação do vídeo em tempo real, com geolocalização, ajuda na prevenção a fraudes.

Outra abordagem que a Indra levará ao CIAB deste ano é a adoção de metodologias de testes ágeis e de DevOps para ajudar as empresas do setor financeiro a lançarem mais rapidamente novos produtos e serviços. A filosofia Indra DevOps Continuous Services acelera e sustenta a inovação, reunindo capacidades de provisão automática de infraestrutura tanto em IaaS (Infraestructure as a Service) públicas, em parceria com os principais players de Cloud globais, que permitem alcançar um novo nível de agilidade na execução do ciclo de vida completo dos produtos.

Soluções core banking e core de seguros

A Indra também apresentará em seu stand o ITECBAN Core Banking, uma plataforma que responde ao desafio de renovação do core bancário das instituições financeiras, oferecendo suporte tecnológico às funções chave do negócio. Contempla os aspectos da operação que permitem a globalização do sistema: multicanal, multientidade, multidioma, multidivisa, multipaís e multiuso. Além disso, apresenta-se como uma solução para apoiar a construção dos canais de Internet e Mobile Banking para numerosas entidades.

Para o setor de seguros a Indra mostrará sua plataforma iONE, desenvolvida como evolução da carteira de soluções da companhia para o setor, a qual se destaca por sua simplicidade na definição e lançamento de produtos, o que proporciona às seguradoras um time-to-market muito competitivo.

Serviços especializados para impulsionar a eficiência

A companhia levará ao CIAB 2017 sua visão e capacidades de BPO orientadas a projetos de transformação, melhora da eficiência e lançamento de novos produtos e serviços de seus clientes. Sua oferta de BPO para o setor financeiro contempla desde a gestão de solicitação de crédito, impressão e acabamento, gestão hipotecária, financiamento e serviços financeiros, clearing bancário, processos documentais, backoffice bancário e formas de pagamento, captação de clientes, entre outros.

Em outsourcing a Indra se posiciona como um aliado tecnológico com visão estratégica, assumindo as funções de TI dos processos de negócios dos clientes, onde a tecnologia e o valor agregado são elementos diferenciais. A oferta inclui serviços estratégicos (direção, consultoria técnica e reengenharia de processos); gestão de usuários, gestão tecnológica, gestão tecnológica/renovação (homologação, aquisição e manutenção de contratos); e gestão e manutenção de aplicações.

Finalmente, a Indra colocará a disposição de seus clientes sua expertise de consultoria em as áreas de marketing e vendas, organização, inovação, estratégia de clientes e post-merger integration. No que tange a consultoria de negócio, a atuação da companhia abarca a consultoria tecnológica e de governança TI, eficiência operacional, gestão de mudança, entre outras.

A Indra conta com mais de 20 anos de experiência no mercado de serviços financeiros. Atualmente, as 10 principais instituições espanholas e mais de 50 no âmbito mundial são clientes da companhia. A empresa é líder em BPO e é responsável pela gestão de mais de 21 milhões de cartões por ano. A Indra tem uma forte penetração no mercado latino-americano, cujos clientes representam mais de 40% do total de ativos bancários na região.

Tags,

A tecnologia como aliada para minimizar a brecha digital – Por Fabiana Rosa

As tecnologias marcaram uma verdadeira revolução, na qual o significado de “estar conectado” adquiriu um novo valor. Hoje, estar conectado significa “ser parte”, integrar uma rede social na qual encontramos nossos amigos, compartilhamos nossos interesses e acessamos diversas oportunidades. As tecnologias definitivamente melhoraram nossa qualidade de vida, permitindo-nos transpor barreiras sociais, culturais, geográficas, que antes nos limitavam. As tecnologias nos aproximaram do mundo e o mundo de nós.

No entanto, esta revolução não se encontra igualmente disponível para toda a sociedade. Pessoas com deficiência física têm visto poucos avanços – e bastante tardios – desta onda tecnológica, acessando de forma parcial, limitada e incompleta os recursos tecnológicos disponíveis. Com mais de 200 milhões de habitantes, a população com alguma deficiência física no Brasil ultrapassa os 22%. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 10% da população tem algum tipo de deficiência e 80% vivem em países em desenvolvimento. Na América Latina e Caribe esse número corresponderia a 85 milhões de pessoas.

É justamente no âmbito da inclusão de pessoas com algum tipo de deficiência que as empresas de TI têm a oportunidade única de exercer o papel de cidadão corporativo, criando tecnologias que ajudem a sociedade avançar. Uma das principais empresas globais de tecnologia, a Indra, tem como um de seus objetivos utilizar a inovação e o desenvolvimento tecnológico como ferramentas para uma maior integração social.

Por meio das Tecnologias Acessíveis, modelo de parceria que permite a interação entre a multinacional e universidades, a Indra busca diminuir estas brechas digitais desenvolvendo soluções e serviços inovadores na área da acessibilidade e inclusão. Com mais de 50 projetos desenvolvidos nos últimos 15 anos, são muitos os exemplos de ferramentas que contribuíram para melhorar o acesso das pessoas com deficiência à tecnologia. Estas soluções de êxito já registram mais de 450.000 downloads de 95 países, incluindo o Brasil.

Em 2014 foi assinada a Cátedra de Tecnologias Acessíveis da Indra no Brasil com a Red Ilumno, rede formada por nove universidades da América Latina, que inclui as brasileiras Universidade Veiga de Almeida (UVA) e o Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE). Com tempo estimado de quatro anos, o projeto visa ampliar o acesso de pessoas portadoras de deficiência ao ensino superior à distância.

O projeto prevê várias etapas, começando pela elaboração de um panorama das pessoas com deficiência que já estão no ensino superior à distância. Dentre as instituições que compõem a Red Ilumno, foi mapeado que as deficiências visuais (202), auditivas (100) e de mobilidade (155) são os mais presentes entre os alunos com alguma deficiência.

Depois da fase inicial de pesquisa, a Cátedra irá propor tecnologias que atenderão estas necessidades. Como resultado final, a parceria irá resultar em novas soluções para minimizar a brecha digital que ainda afeta a população com deficiência, trazendo resultados que devem extrapolar as barreiras do Brasil e oferecer alternativas para uma sociedade mais igualitária.

Fabiana Rosa, Gerente de Comunicação e Responsabilidade Corporativa da Indra no Brasil

Tags, , ,

Indra prestará serviços de testing e integração de sistemas para a vivo

A Indra assinou novos contratos com a VIVO, marca da Telefónica no Brasil, para prestar serviços de testing de software e realizar a integração da operadora de telecomunicações e a GVT por meio de ERP da SAP, respectivamente.

O primeiro dos projetos contempla a execução de testes das aplicações da VIVO assim como a implantação e integração de soluções para melhorar o atendimento ao cliente por meio de ferramentas de controle e automatização. Os serviços de testing atenderão todas as demandas de desenvolvimentos evolutivos e integração de novas soluções da VIVO com outros sistemas durante um período de quatro anos.

A Indra prestará suporte a VIVO a partir das Software Labs de Campinas e Goiânia (fábricas com certificação TMMI 3) e a área de outsourcing com um modelo de serviço próprio 24×7, baseado nas melhores práticas do mercado (CMMi /TMMi, ITIL, COBIT e PMI).

Este projeto tem como objetivo incrementar a produtividade na execução de testes, reduzir o custo e o prazo de execução dos mesmos, assim como aumentar a qualidade das implantações e estender a cobertura dos testes funcionais e automatização das atividades na operadora.

Integração com a GVT

Por outro lado, a Indra fará a integração de todos os processos baseados em SAP da VIVO e da GVT, empresa adquirida pelo Grupo Telefónica. Os projetos incluem a implantação dos ERP da SAP por parte da multinacional de consultoria e tecnologia com o objetivo de simplificar a arquitetura de sistemas e adotar uma plataforma de gestão única.

A VIVO é a operadora líder do mercado brasileiro –o maior mercado da América Latina- por número de clientes, com mais de 103 milhões, como por receita. A VIVO conta com a maior rede nacional 3G, presente em 3.400 municípios e de 4G (com uma cobertura que supera 183 cidades no país).

Parceira tecnológica

A Indra reforça com estes novos contratos seu posicionamento como parceira tecnológica da VIVO, cliente no qual atua há mais de década. Atualmente, mais de 600 profissionais da multinacional de consultoria e tecnologia prestam suporte na área TI da operadora. Além disso, colaborou no desenvolvimento de projetos estratégicos em diversos âmbitos.

A Indra possui uma ampla experiência na prestação de serviços e desenvolvimento de infraestrutura tecnológica das operadoras de telecomunicações. As soluções desenvolvidas pela companhia prestam serviço a mais de 250 milhões de clientes de telefonia móvel em 20 países. Quatro das dez maiores operadores do mundo são clientes da Indra.

Sua oferta inclui, desde serviços integrais de consultoria, até a implantação de soluções nos âmbitos de gestão comercial e de negócio, suporte à operação dos serviços de telecomunicações e gestão corporativa da operação.

Tags, , , , ,

Indra apresenta sistemas inteligentes de eficiência energética no Latin American Utility Week

A Indra, uma das maiores empresas de consultoria e de tecnologia na América Latina, participa do Latin American Utility Week, que reúne diversos profissionais para discutirem tendências e a modernização do setor de utilities. Juan Prieto, gerente do mercado de Energia da Indra, ministrará uma palestra no dia 24, às 11h20, sobre ferramentas para redução efetiva de perdas de energia. A Feira e a Conferência serão realizadas entre os dias 23 e 25 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

No estande, a Indra fará a demonstração de todo seu portfólio para a área de utilities com destaque a duas soluções inovadoras em eficiência energética: sistema de IoT Smart Home e de gestão de perdas e medidas.

Sobre smart home, tecnologia bastante utilizada na Europa, a Indra dispõe de um equipamento chamado Node#1, que funciona como um gateway inteligente, concentrando todos os sensores e equipamentos da casa, como termostatos, sensores de presença e de fumaça, smart plugs, medidor de energia, água e gás, entre outros, para que o morador possa não só gerencia o seu consumo de maneira mais eficiente, mas também dispor de serviços que agreguem conforto e segurança ao seu dia a dia, como regular a temperatura ou ser notificado de invasões, por exemplo. O equipamento dispõe de tecnologia de ponta, conectando-se aos diferentes sensores por protocolos abertos e disponibiliza as informações ao cliente de maneira fácil e inteligente.

Outra frente de atuação da Indra é a tecnologia que contribui para a gestão da distribuição de energia elétrica de forma inteligente, sob o conceito de smartgrid. A empresa fornece a solução inGRID (Indra Smartgrids) e parte dela trata da gestão de medidas e controle de perdas. A oferta completa abrange o serviço de consultoria técnica e de processos; implementação de sistemas de análise de detecção de perdas e gestão de controle; e terceirização do processo de gestão de fraude.

A solução inGRID foi desenvolvida no Brasil, no Centro de Excelência em energia elétrica da Indra, localizado em Campinas, interior de São Paulo. Atualmente, essa tecnologia encontra-se implantada em várias empresas do Brasil e também fora do país, como na República Dominicana, Colômbia, Venezuela, Peru e Argentina.

A palestra de Juan Prieto seguirá a linha da exposição da Indra na feira. Ele falará sobre o impacto das mudanças sociais, econômicas, técnicas e de organização no aumento ou redução de fraudes nas redes de eletricidade, de gás e de água e de que forma ferramentas tecnológicas podem controlar o gerenciamento das utilities.

Tags, , ,