Ritmo de vendas segue moderado, mas inadimplência cai

“Considerando a continuidade dos estímulos financeiros e fiscais, a geração de empregos, a alta da massa salarial e a sinalização favorável de queda na inadimplência, a perspectiva é que as vendas acelerem nesse último trimestre”, diz ROGÉRIO AMATO, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das … Saiba mais