Tag Harvard

Google Cloud reduz custos de pesquisas científicas de instituto do MIT e de Harvard

Com o objetivo de oferecer cada vez mais oportunidade de crescimento aos seus usuários, além de espaço ilimitado para armazenamento de dados em nuvem segura, o Google Cloud Platform tem ajudado também na redução dos custos de pesquisas científicas. Um exemplo é o caso de sucesso do Broad Institute do MIT e Harvard, pioneiro centro de pesquisa biomédico de genomas.

“Tem sido um privilégio apoiar o Broad em sua missão de avançar na pesquisa biológica e no tratamento de doenças, além de estabelecer as bases para uma nova geração de terapias. Fazemos parte de um marco importante para a comunidade científica, já que no GCP o custo de executar o projeto foi reduzido para pouco mais de US $ 5 por genoma”, afirma Jonathan Sheffi, Gerente de Produto de Genômica e Ciências de Vida, Google Cloud.

Em média, um genoma humano entra em um seqüenciador a cada 10 minutos. Até a data, o instituto processou mais de 76 mil genomas, gerando 24 TB de dados por dia e armazenando mais de 36PB de dados na plataforma de nuvem do Google. Uma vez que os dados genômicos são gerados, o processamento e a análise são feitas em etapas ligadas a um projeto automatizado, chamado de GATK Best Practices.

Em 2015, quando o projeto GATK Best Practices foi trazido para o Google, o custo para executá-lo era de US $ 45. Desde então, a redução chegou a 90%, mantendo a qualidade do resultado. Entre os benefícios alcançados até hoje estão o aumento da eficiência e a redução dos custos em aproximadamente 30%, já que no passado o armazenamento local dos dados consumia a maior parte do orçamento de computação do instituto, e a otimização da transmissão das informações, com os algoritmos lendo os dados diretamente do Google Cloud Storage, o que requer menos espaço em disco. “Além disso, a adoção da nuvem permitiu uma economia extra de 35% dos gastos, com o uso de máquinas virtuais preemptivas, que são 80% mais baratas”, conclui Jonathan.

O Instituto Broad lançou recentemente a versão open-source 4.0 do GATK, que permite que pesquisadores, até mesmo os sem treinamento computacional, tenham acesso ao projeto GATK Best Practices no portal de análise baseado na nuvem do FireCloud.

Tags, , , , , ,

EY patrocina conferência em Harvard e MIT

Com o objetivo de fomentar o debate de temas que impactam o atual momento político e econômico do Brasil e seu futuro, a EY participa, nos dias 7 e 8 de abril, da terceira edição da Brazil Conference, evento organizado por estudantes brasileiros da Universidade Harvard e do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Luiz Sérgio, CEO da EY Brasil, participará como mediador do painel “Can Brazilian companies be protagonists in the global economy?”, onde poderá ampliar a discussão sobre a internacionalização das empresas brasileiras e como elas podem se tornar protagonistas na economia global.

Já Daniel Levites, sócio da EY de serviços financeiros nos Estados Unidos, colocará em discussão como o Brasil, que já se destaca enquanto destino de investimento direto de estrangeiros pode ampliar ainda mais este fluxo, no painel “How can we create a country more attractive for investments?”. Para contribuir com o tema, com sua experise, Mike Inserra, vice-presidente da EY para as Américas, participa do mesmo debate.

“Para nós, participar de um evento dessa dimensão é muito importante. Além de contribuirmos com uma discussão relevante, podemos trazer casos reais da nossa expertise atuando junto a empresas brasileiras e internacionais”, afirma Luiz Sérgio CEO da EY Brasil.

A conferência também contará com a participação de palestrantes dos setores público, lideranças políticas, pesquisadores e professores de ambas universidades, empresários, empreendedores e artistas. A missão da conferência é fomentar um ambiente de respeito à diversidade ideológica, social e política.

A programação completa da Brazil Conference 2017 pode ser encontrada no site http://www.brazilconference.org/2017/en/home/.

Tags, , , ,