Tag GS&MD

Loja do futuro mostra novas possiblidades tecnológicas para o mercado varejista brasileiro

A Latam Retail Show 2016 irá acontecer entre os dias 23 e 25 de agosto, apresentando o que há de mais novo para o varejo brasileiro, abordando conceitos como “grandes ideias que inspiram”, “melhores práticas nos negócios” e “o futuro do consumo”. Dentro da feira teremos a “cereja do bolo”, a Loja do Futuro: um local que vai mostrar novas tendências e práticas de mercado que já estão a disposição do mercado varejista.

Para a Loja do Futuro, o GS&MD preparou quatro ambientes, sendo eles: moda, alimentação, beleza e conveniência. Independente da seção que o participante esteja, ele vai ter a possibilidade de experimentar o conceito de “Experiência 5.0”, que nada mais é que a integração entre loja e consumidor, permitindo que os varejistas presentes sintam “na pele” esse tipo de conceito.

A Loja do Futuro apresentará três tipos de experiência, envolvendo a jornada do consumidor, do vendedor e do gestor, gerando diferentes visões, sensações e análises, criando uma experiência diferenciada. No interior da loja a integração entre pessoas e tecnologia promete propiciar ao visitante integração física e digital, possibilitando a personalização, atendimento consultivo de alta performance, ativação e total controle de todos os dados analíticos para melhora dos resultados.

A análise de dados e o futuro do varejo – O consumidor moderno é cada vez mais analítico: pesquisa antes de qualquer compra, vê os reviews do produto, opiniões sobre a entrega, durabilidade, garantia e outros vários fatores antes de uma compra. Ao varejista que não quer ficar para trás, cabe adotar esse comportamento, deixando a agressividade de outros tempos para ser mais assertivo, mais pessoal. Pensando nisso, o GS&MD apresenta o “cérebro” da Loja do Futuro, a “brain room”. Para Maurício de Paula, consultor de negócios sênior para a indústria do varejo e big data para América Latina da Teradata “os dados são o caminho para o futuro do varejo. Independente do seu nível de concordância ou não com essa afirmação, o fato é que as tecnologias digitais e móveis, mídias sociais e a internet (das coisas e sem as coisas) geram informações para ajudar os varejistas a fazerem novas perguntas de negócios, descobrir respostas e capitalizar oportunidades sem precedentes”. De acordo com a Teradata, empresa responsável pela central de análises, o centro de analytics vai mostrar como um bom gestor pode acompanhar todos os processos dentro de sua loja, adquirindo conhecimento sobre suas operações, vendas e experiência de compra do consumidor, sempre com o intuito de gerar novos insights positivos.

Para Maurício, a loja do futuro que está cada vez mais no “presente” será uma excelente oportunidade para os participantes da feira conferirem as novas práticas de mercado e o tal “Big Data”. Toda essa tecnologia será demonstrada de forma pragmática, mostrando como o mercado do varejo pode e deve aplicar a análise de dados e novas tecnologias a fim de criar aplicações analíticas que estejam diretamente relacionadas as tomadas de decisões, impactando os processos de negócio geradores de receita.

Tags, , , , ,

GS&MD leva a mais importante delegação brasileira para maior feira de varejo do mundo

Entre os dias 17 e 20 de janeiro de 2016, será realizada a 105ª edição do NRF Retail’s Big Show, em Nova York, EUA. O evento de quatro dias reúne conteúdos incomparáveis em palestras com os principais nomes do Varejo, Franchising, Shopping Centers e E-commerce mundial, networking, além de uma enorme expo, com mais de 550 expositores em uma área de 205 mil m².

Há mais de 20 anos, a GS&MD – Gouvêa de Souza leva a maior delegação de brasileiros ao evento, composta por líderes que influenciam outros líderes, com conteúdos exclusivos, visitas técnicas in-loco, reuniões de introdução e muitos outros fatores que levaram o grupo a ser recomendado pela National Retail Federation por oferecer o melhor programa de visitas ao varejo dos EUA. Na próxima edição, além dos executivos e varejistas que representam o mercado nacional, o grupo também contará com a presença dos alunos e professores da FGV, vencedores do prêmio Os Profissionais do Varejo de Amanhã 2015, entregue durante o Latam Retail Show 2015, em São Paulo.

O Diretor Geral da GS&MD Marcos Gouvêa de Souza palestrará no evento em companhia de Rony Mesler (CEO da reserva). A palestra terá como ponto focal o crescente poder de compra, a geração Y, ou Millennials, detêm a chave para o futuro dos varejistas. Lojas e marcas descobriram que, quando se trata de geração do milênio, é importante ter um “propósito” para o negócio que podem ser adotado e partilhado pelos clientes.

Flávio Rocha, CEO da Riachuelo; Luiza Helena, presidente do IDV – Instituto para Desenvolvimento do Varejo; Eduardo Ourivio, sócio-fundador do Spoleto; Rony Meisler, CEO da Reserva; Raquel Pirola, diretora de marketing da Óticas Carol; Sergio Herz, CEO da Livraria Cultura; German Quiroga, CEO da CNOVA; Claudio Kalim, diretor-geral da Africa Zero e Leticia Abraham, vice-presidente da WGSN na América Latina são alguns dos executivos presentes na delegação.

Além das visitas técnicas, feitas em lojas que servem como modelo de operações de varejo para o mundo, a delegação brasileira também contará com o Retail Executive Summit, uma avant-première que contará com o debate entre os principais líderes do Varejo, Franchising, Shopping Centers e E-commerce, este evento será transmitido via webcasting. Neste evento, será entregue um material prévio, distribuído durante a NRF, com uma compilação de tudo o que foi visto no evento e será apresentado durante o pós, também promovido pela GS&MD.

A tecnologia será um assunto recorrente no evento, com palestras e apresentações nas quais é possível citar inteligência artificial no varejo, Small Data versus Big Data, experiência através de dispositivos móveis, tecnologias de imersão, além de temas como compreender o cliente dentro e fora da loja, preço certo na hora certa, a construção de uma marca que seja amada pelos jovens, as superações dos desafios nos mercados de entrada etc.

A delegação GS&MD, patrocinada pela Microsoft, AMEX, APEX e Manhattan Associates, possui como parceiros a ABRE – Associação Brasileira de Embalagens, Anamaco – Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção, ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, Fecomercio – Federação do Comércio do Estado de São Paulo, FGV – Fundação Getúlio Vargas, Ibevar – Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo e WGSN.

“No momento em que precisamos repensar tudo no Brasil, é especialmente importante nos inspirarmos pelo que é feito no maior mercado de varejo, franchising, shopping centers e e-commerce do mundo.”, conclui Marcos Gouvêa de Souza, diretor-geral da GS&MD – Gouvêa de Souza.

Tags, , , ,

Mobilidade e vendas: Uma pessoa consulta seu celular de 150 a 200 vezes por dia!

Utilizar os dispositivos móveis como uma ponte entre o mundo digital e as lojas físicas é um dos temas mais discutidos no NRF 2015. O painel “The Mobile Shift: Using Mobile Moments to Influence and Drive Commerce”, apresentado por Julie Ask, Vice Presidente da Forrester Research, foi totalmente dedicado a esta questão.

Para ela, não adianta simplesmente construir uma presença digital e esperar que as pessoas acessem. Não se pode apenas criar um destino ou um endereço eletrônico. É preciso ir atrás dos consumidores.

Segundo pesquisas da Forrester, todas as pessoas dão uma conferida no celular de 150 a 200 vezes por dia. Essas situações são o que Julie chama de “mobile moments”, ou momentos gerados pela mobilidade. Cada um desses momentos representa uma oportunidade de se conectar com o cliente, nem que seja através de simples notificações ou sinais de áudio. O problema é que a maioria das empresas não tem uma estratégia para conseguir aproveitar esses momentos. “Somente 4 % das empresas que pesquisamos têm os recursos necessários para atender as necessidades digitais do cliente”, afirma Julie. “Trata-se de uma tarefa dificílima, pois a expectativa do cliente é ter aquilo que ele quer imediatamente”.

Segundo o estudo da Forrester, 21 % dos clientes querem fazer tudo pelo celular. Daqui a dois anos, esse número vai subir a 50 % dos consumidores”. Os varejistas têm esse grande desafio pela frente. Mas, por outro lado, precisam entender como as necessidades de um determinado cliente também muda de acordo com o tem. Tome-se o caso de alguém que tenha uma viagem marcada de avião. Duas semanas antes, através de seu aplicativo, a pessoa reserva sua passagem. Dois dias antes, por exemplo, é possível trocar o assento ou pedir um upgrade. No dia da viagem, a necessidade passa a ser diferente – descobrir onde estão as lojas e lanchonetes no aeroporto ou mesmo a direção certa para o portão de embarque. Já durante o voo, aquela pessoa quer saber a que horas o avião vai pousar e outras informações.

Todos esses pontos de contato precisam ser trabalhados pelas empresas. Os benefícios, segundo Julie Ask, são os seguintes:

+ O Marketing mobile estimula compras por impulso – a Wtso, revendedora digital de vinhos, criou uma estratégia de mensagens eletrônicas e chegou a aumentar suas vendas em 70 % durante as ações.

+ A influência que vem dos usuários de smartphones é importantíssima. O impulso online pode elevam o fechamento da venda em 15 %.

+ As promoções em dispositivos móveis podem mexer seriamente com o comportamento dos consumidores. Uma fabricante de artigos esportivos recentemente mandou uma mensagem eletrônica aos frequentadores de um shopping, avisando que eles teriam direito a um desconto de 99 % sobre qualquer produto da loja. Havia, porém, uma pegadinha: o desconto iria diminuir à razão de um ponto percentual por segundo, o que provocou uma correria no local. O recorde foi de um rapaz que conseguiu um desconto de 87 %.

Para Marcos Gouvêa de Souza, diretor geral da GS&MD, os movimentos relativos ao crescimento inexorável das ações de marketing dos dispositivos móveis fazem parte de um processo mais amplo. “Estamos nos primórdios da Ominiera, um processo disruptivo que se iniciou com o surgimento dos multicanais dentro do varejo. Esse processo avança para uma transformação estrutural da sociedade e dos mercados com aumento da vantagem competitiva das empresas, marcas e negócios que estabelecem, cultivam e praticam a cultura do omnirelacionamento nos ambientes tradicional e digital”, afirma. “Estar nesse jogo já não é uma questão de escolha”.

A GS&MD ainda realizará os pós- NRFs nas seguintes datas:

03 de fevereiro – Rio de Janeiro

05 de fevereiro – São Paulo

10 de fevereiro – Recife

Tags, , , , , , ,