Tag Grupo Fleury

Grupo Sabin e Fleury criam fundo de Venture Capital de R$ 200 milhões

O córtex humano tem papel central em atividades complexas do cérebro. É ele o responsável por captar os impulsos produzidos pelas vias de sensibilidade e interpretá-las. É desse local também que tem origem os impulsos nervosos para comandar os movimentos. Não à toa, este foi o nome escolhido para batizar, em inglês, o Kortex Ventures, um dos maiores fundos de Corporate Venture Capital de saúde no Brasil.

Criado pelo Grupo Fleury e Grupo Sabin, o Kortex é um Corporate Venture Capital (CVC) que pretende atuar como um elo centralizador de informações, identificando oportunidades no mercado, analisando e tomando ações para gerar valor nas empresas investidas. O fundo pretende aportar R﹩ 200 milhões em empresas nascentes de tecnologia de saúde nacionais e estrangeiras, e seu principal objetivo é investir de forma minoritária em negócios de medicina diagnóstica, medicina personalizada e saúde digital, ajudando a promover o desenvolvimento dessas pequenas empresas. A meta é que em quatro anos o fundo seja sócio de 15 a 18 healthtechs.

O Kortex já nasce carregando o conhecimento e a experiência de dois gigantes e reconhecidos players no setor de saúde brasileiro. Ao se tornarem sócias do fundo, as startups terão acesso à extensa rede de relacionamento, à estrutura técnica e científica das áreas de Pesquisa&Desenvolvimento e à longa trajetória de atuação das companhias, presentes em todas as regiões brasileiras. Para as aspirantes, também é a oportunidade de iniciarem sua jornada no mercado com Sabin e Fleury não apenas como parceiros, mas também como clientes.

Por sua vez, o Grupo Sabin e o Grupo Fleury estarão ainda mais conectados ao ecossistema de startups e healthtechs. Para eles, é a oportunidade de ver nascer negócios promissores e levar o que há de mais inovador aos seus clientes.

“O investimento no Kortex Ventures é mais uma etapa do planejamento do Grupo Sabin para fortalecer o ecossistema de saúde no País, posicionando a empresa como parceira estratégica de empreendedores e de negócios, que entrega, além do investimento, uma plataforma de conhecimento, desenvolvimento e validação de tecnologias, produtos e serviços para o mercado brasileiro com maior velocidade e maior consistência. As duas empresas possuem grande expertise médica e técnico-científica, bem como uma das maiores redes de relacionamento em saúde do Brasil, que é relevante porta de entrada para diversas regiões do País. Temos o objetivo de apoiar empresas que inclusive transcendam a medicina diagnóstica, contribuindo com soluções inovadoras para os cuidados integrados da saúde tanto do indivíduo como da população”, avalia Lídia Abdalla, presidente executiva do Grupo Sabin.

“Queremos preservar a independência, agilidade e espírito empreendedor das empresas investidas ao mesmo tempo em que aprendemos com elas e incorporamos ao nosso negócio suas melhores soluções. Pretendemos unir nossa experiência secular com a mentalidade das startups. O fundo irá acelerar exponencialmente esse movimento”, analisa Carlos Marinelli, presidente do Grupo Fleury.

Capital estratégico – O Kortex é um Corporate Venture Capital (CVC) com atuação e gestão independentes. O fundo foi formado a partir do investimento conjunto de R﹩ 200 milhões do Grupo Fleury e Grupo Sabin. Diferentemente de um Venture Capital puro, o CVC vai além do conceito “smart money” e se posiciona como um fundo de “strategic money”, ou capital estratégico. Isto significa que o Kortex Ventures pretende investir em healthtechs que tenham sinergias com os negócios de ambas as companhias, ajudando as empresas não apenas financeiramente como também oferecendo acesso à expertise e estrutura operacional do Fleury e Sabin.

No mercado de saúde nacional e internacional, o Kortex atuará identificando as startups promissoras e alinhadas estrategicamente aos seus valores. As healthtechs podem entrar em contato diretamente com fundo e se candidatar para receber os aportes: http://www.kortexventures.com .

Tags, , , , , ,

Grupo Fleury abre inscrições para IV Prêmio de Inovação

quarta edição do Prêmio de Inovação do Grupo Fleury (PIF) abre inscrições até 20 de outubro para pesquisadores da área de medicina e saúde. Neste ano, o PIF destaca artigos científicos e patentes depositadas com uso das plataformas de Bioinformática e/ou Inteligência Artificial em genômica, proteômica, metabolômica e radiômica. Os trabalhos vencedores receberão o prêmio de R$ 5 mil.

Com o objetivo de reconhecer trabalhos científicos inovadores, o PIF incentiva a pesquisa estreitando o relacionamento com a comunidade científica e instituições acadêmicas. Esta quarta edição do PIF conta com o apoio da ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras).

O objetivo é fomentar a pesquisa translacional – que começa na ciência básica e resulta na aplicação prática do conhecimento. Serão premiados dois trabalhos, sendo um por categoria (artigo e patente), que receberão o prêmio de R$ 5.000 em vale-presente, como incentivo ao desenvolvimento educacional. Haverá, ainda, o reconhecimento de um trabalho escolhido por votação popular, a ser realizada durante o evento, que será premiado com um troféu.

A divulgação dos vencedores acontecerá em 21 de novembro. Os interessados podem se inscrever e consultar o edital completo em http://www.grupofleury.com.br/SitePages/inovacao/premio-inovacao-grupo-fleury.aspx.

Tags, , , , ,

Fleury e Sabin firmam parceria para investir em startups de saúde

Para fortalecer a inovação em saúde no Brasil, dois dos maiores players de medicina diagnóstica do País, Grupo Fleury e Grupo Sabin, iniciaram uma cooperação técnico-científica internacional. As duas empresas investirão de forma conjunta na Qure – venture capital e incubadora de startups na área de saúde. A empresa faz parte do fundo de investimento israelense Ourcrowd.

A cooperação tem o objetivo de trazer inovações disruptivas de centros de referência ao setor de saúde brasileiro. Tradicionalmente, tanto Grupo Fleury como Grupo Sabin são modelos de excelência em serviço de saúde e já possuem uma trajetória de pesquisas, programas e iniciativas técnico-científicas e em inovação. As duas empresas atuam em diferentes regiões do país, oferecendo o contexto de robustez e velocidade para a implantação de novas tecnologias e métodos que irão gerar valor para a cadeia produtiva de medicina diagnóstica. O foco da parceria será o desenvolvimento de novos modelos de negócios nas áreas de inteligência artificial, diagnóstico remoto, segurança de dados, biologia molecular e monitoramento glicêmico.

O Grupo Sabin possui histórico de investimentos em pesquisas com o objetivo de estimular e desenvolver iniciativas para oferta de serviços diferenciados à população em todas as regiões do País. Segundo a presidente executiva do Grupo Sabin, Lídia Abdalla, “a inovação está no DNA da empresa. A aceleração das startups da Qure permitirá o acesso a tecnologias disruptivas em um dos maiores centros de referência em saúde digital, dedicado a soluções para a medicina de precisão e que tragam mais eficiência ao setor de saúde. Essa cooperação possibilitará o compartilhamento de conhecimento, mais agilidade ao ciclo de ampliação do portfólio de serviços de excelência e avanço científico”, explica a presidente.

Na avaliação do presidente do Grupo Fleury, Carlos Marinelli, as duas empresas têm atuação geográfica complementar, e essa cooperação técnico-científica confere maior atratividade e escalabilidade para introduzir no País potenciais soluções como as que são desenvolvidas pelas startups incubadas na Qure. “Estamos atentos às mudanças no ecossistema de inovação. Além da forte aproximação que sempre mantivemos com a universidade para a produção de conhecimento e desenvolvimento de novas soluções na medicina, temos incorporado de forma crescente modelos de parceria com empresas de tecnologia, startups e outras empresas estabelecidas no segmento”, afirma o executivo.

Inovação é alavanca estratégica nas duas empresas

O Grupo Sabin possui três décadas de atuação em medicina diagnóstica e uma trajetória de investimento em inovação e em pesquisas técnico- científicas. Desde 2001, mantém o Núcleo de Pesquisa que apoia universidades e instituições acadêmicas no desenvolvimento de conhecimento e projetos de pesquisa. Com o objetivo de estimular a inovação no setor, o Grupo também aposta em startups brasileiras – já patrocinou por dois anos a primeira aceleradora de startup em saúde da América Latina, a Berrini Ventures. Em 2017, abriu edital próprio para aceleração de startups, o Inova Sabin, que integra parte do programa de corporate venture da operação. Este ano, por meio do Sabin Ventures, braço de investimentos em inovação do grupo, a empresa realiza a incubação da Pickcells, startup focada na automatização de exames parasitológicos e que, posteriormente, ampliará o uso da técnica para o desenvolvimento de exames em outras áreas.

A inovação é um dos atributos que caracterizam mais fortemente a história de mais de 90 anos do Grupo Fleury. Entre as iniciativas de inovação em parceria com startups mais recentes, destaca-se o lançamento do Teste de Origem Tumoral (TOT) – realizado em parceria com a startup Onkos, Hospital de Câncer de Barretos e Universidade do Maranhão. O Grupo Fleury também organiza chamadas públicas de pesquisa e anualmente o Prêmio de Inovação Fleury, em sua quarta edição, com o objetivo de reconhecer projetos inovadores em saúde e trazendo pesquisas da academia para os negócios. Recentemente, firmou parceria técnica com o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para capacitação de médicos especializados em diagnóstico por imagem.

Tags, , , , ,

Grupo Fleury divulga III Prêmio de Inovação

A terceira edição do Prêmio de Inovação do Grupo Fleury (PIF) abre inscrições para estudantes e pesquisadores de 7 de agosto a 21 de agosto. Com o objetivo de reconhecer trabalhos científicos inovadores, esse prêmio incentiva a pesquisa e promove a interação da equipe de Pesquisa & Desenvolvimento do Grupo Fleury com os cientistas do País, estreitando o relacionamento com a comunidade científica.

São elegíveis estudos em estágio inicial ou avançado de desenvolvimento, incluindo teses de pós-doutorados; pequenas empresas e startups (sendo necessário indicar data prevista de defesa do mestrado/doutorado e/ou ingresso no pós-doutorado). O objetivo é dar destaque à pesquisa translacional – que começa na ciência básica e resulta na aplicação prática do conhecimento – e aproximar as instituições acadêmicas da organização. As pesquisas devem ser voltadas para a área de genômica.

Será premiado como grande vencedor um único trabalho que receberá o prêmio de R$ 5.000,00 em vale presente, como incentivo ao desenvolvimento educacional. O pesquisador vencedor poderá receber, ainda, um convite para o estabelecimento de uma parceria para codesenvolvimento do projeto, com um aporte de até R$ 200.000,00. Serão reconhecidos também, como menção honrosa, dois projetos, que receberão um vale-presente no valor de R$ 500,00 cada um.

A divulgação dos vencedores acontecerá em 24 de outubro. Os interessados podem consultar o edital completo em http://www.grupofleury.com.br/SitePages/pif

Tags, , ,

Grupo Fleury participa de missão de negócios no Canadá

A gerente de Pesquisa & Desenvolvimento do Grupo Fleury, Ana Claudia Rasera, encontra-se em Ontário, no Canadá, onde permanece até o dia 7. O objetivo da viagem é, junto a um grupo de representantes de empresas líderes no setor de saúde do Brasil, conhecer o ambiente de empreendedorismo e inovação da província. Em Ontário está baseada a maior comunidade de Ciências da Vida no Canadá, sendo responsável por mais de 50% da atividade econômica em Saúde no país e 51% dos gastos com pesquisa e desenvolvimento nesse setor.

A comitiva será acompanhada por Todd Barrett, cônsul comercial da província canadense. Fazem parte da programação os eventos do ‘Toronto Health Innovation Week’ e reuniões em importantes laboratórios, centros de pesquisa e aceleradoras, como o MaRS Health – que tornou Ontário referência mundial em áreas como genoma humano, oncologia, neurologia e medicina regenerativa.

“Vamos conhecer, aprender e identificar oportunidades de parcerias com muitas empresas e startups que têm a inovação na área médica e farmacêutica em seu DNA”, comenta Ana Claudia, que assumiu a gerência de P&D do Grupo Fleury em maio de 2016. Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Universidade de São Paulo (USP), possui doutorado em Bioquímica pela mesma instituição, pós-doutorado pelo Memorial Sloan Kettering Cancer Center e MBA em Gestão de Negócios pela FIA. Antes de integrar a equipe do Grupo Fleury foi cofundadora e diretora de Operações da Alellyx S.A., gerente de Desenvolvimento de Biotecnologia na DuPont, e acumula experiência como docente e pesquisadora em Bioquímica e Biologia Molecular na USP.

Tags, , , ,