Tag Gilberto Sarfati

Israel, destino startup

Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV leva a Israel interessados em vivenciar a cultura high tech. Programa inclui visitas e workshops – inscrições vão até 31 de outubro

O pioneirismo e a liderança de Israel como nação das startups são tema da segunda edição da Missão Empreendedora do CENN (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios), da Fundação Getúlio Vargas. O programa, uma parceria com a Universidade de Jerusalém, inclui uma viagem ao destino, de 7 a 16 de janeiro de 2018, quando os visitantes poderão vivenciar e entender por que o país foi chamado pela The Economist como o superpoder da indústria high tech.

Organizada pelo Prof. Gilberto Sarfati, a Missão Empreendedora terá visitas a startups, encontros com líderes das empresas e workshops com temas como o conceito de segurança no país, desenvolvimento de produtos amados pelo público e estratégias de inovação. Além disso, os participantes terão a oportunidade de conhecer lugares turísticos como Massada, Kedma e o Museu do Holocausto.

A inscrição do programa vai até 31 de outubro. Interessados devem entrar em contato com o CENN pelo e-mail cenn@fgv.br.

II MISSÃO EMPREENDEDORA FGVCENN – ISRAEL, THE STARTUP NATION
7 a 16 de janeiro de 2018
Inscrições até 31 de outubro
Mais informações: aqui.

Tags, ,

Aceleradora de negócios da FGV recebe inscrições de startups interessadas em mentoria gratuita

Startups que tenham interesse na mentoria gratuita da aceleradora de negócios GVentures da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) têm até o dia 31 de maio para se inscreverem no programa de quatro meses a partir do segundo semestre. Podem participar empresas com modelo de negócio escalável em qualquer setor de atuação e um dos requisitos é que a startup tenha um aluno ou ex-aluno da FGV entre seus sócios — as inscrições e o regulamento completo podem ser acessados aqui.

A GVentures é a primeira aceleradora universitária de negócios do país que não cobra participação na empresa (equity) ou taxas. Criada em 2016 e veiculada ao GVCenn (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios) da FGV EAESP, tem como modelo o que já vem sendo feito por universidades renomadas no exterior, como a aceleradora Rock de Harvard e a aceleradora MIT Delta V do MTI.

“A GVentures, além de ser uma aceleradora com propósitos educacionais, ao definir e atuar no pre-seed brasileiro, supre uma lacuna no mercado já que não há praticamente veículos focados nesta fase de desenvolvimento de negócios”, explica o coordenador e professor Gilberto Sarfati. Os pre-seed são negócios que superaram a fase de ideação e que se encontram em processo de validação de seus modelos de negócios.

“O principal objetivo do processo de aceleração da GVentures é levar, ao longo da aceleração, a empresa a atrair seus primeiros clientes e obter faturamento. Uma vez que a empresa começa a faturar, ela é percebida como seed e, portanto, alvo de investimento anjo e de aceleradoras equity based.”

Tags, , , , ,