Tag Gamific

Oxigênio Aceleradora dá início ao 5º ciclo de aceleração

A Oxigênio Aceleradora deu início ao 5º Ciclo de Aceleração essa semana. Seis startups, entre as mais de mil inscritas, foram selecionadas para participar desse programa.

Como nos quatro primeiros ciclos, cada startup escolhida receberá um investimento direto de US$50 mil para o desenvolvimento de seu negócio, além de U$100 mil em investimentos indiretos, em forma de benefícios e recursos para os empreendedores. Durante a fase inicial, os empreendedores passam por sessões de mentoria, palestras e workshops com executivos da Porto Seguro, além de outros profissionais renomados do mercado.

A fase seguinte pode levar as startups à sede da Plug and Play Tech Center, aceleradora localizada no Vale do Silício nos Estados Unidos.

Desde o início das operações, em 2015, a Oxigênio já recebeu mais de 5 mil inscrições para seus programas de aceleração. Das 24 aceleradas do 1º ao 4º ciclo, 54 projetos já foram trabalhados entre as empresas e a Porto Seguro.

Conheça abaixo as startups participantes do 5º ciclo de aceleração:

Byke Station (http://www.bykestation.com.br) – Estações 24 horas de auto-serviço para ciclistas, com ferramentas, equipamentos para manutenção e vending machines para compra de suprimentos como câmaras de ar, isotônicos e suplementos.

Cliente Agente (http://www.clienteagente.com.br/) – Plataforma de recomendação de clientes para corretores de seguros, que premia os clientes pelas indicações, gerando receita e aumentando a fidelização para os corretores.

Gamific (http://gamific.com.br/) – Solução de gamificação para gestão e incentivo de equipes comerciais, gerando maior engajamento e maiores resultados em vendas.

Qual Farmácia (www.qualfarmacia.com.br/) – Marketplace que permite às farmácias impulsionarem suas vendas no meio digital e, ao consumidor encontrar e comprar produtos com comodidade e economia.

Retina (retinatec.com.br/) – Sistema inteligente de monitoramento, reconhecimento e recuperação de veículos roubados, mesmo sem rastreador, utilizando visão computacional.

uCondo (http://ucondo.com.br/) – Solução que permite comunicar, gerenciar e organizar as atividades diárias do condomínio com segurança, apoiando moradores, síndicos, porteiros e administradores.

Tags, , , , , , , , , , ,

Especialista aponta 5 motivos para gamificar o seu negócio

da7a9500-4006-47ed-953e-900813a0f88e

É cada vez mais comum escutar que a relação entre profissionais e empresas já não se baseia unicamente pela troca entre trabalho e dinheiro. Atualmente, os colaboradores procuram valores mais humanos, como ambientes mais agradáveis e condições que possam favorecer o desenvolvimento de suas ideias.

Seguindo nessa linha de pensamento, é cada vez mais comum encontrar empresas que hoje possuem uma maior parte de profissionais da chamada geração Y, ou millennials, aqueles nascidos entre as décadas de 1980 e 1990. Esses, que cresceram com a tecnologia em suas vidas, desafiam os departamentos de recursos humanos a desenvolverem melhores estratégias para mantê-los motivados em busca de maiores resultados.

Leonardo Guilherme, diretor de vendas da Gamific, empresa especializada em soluções de gamificação para setores de vendas, listou cinco motivos para que os setores de RH analisem a implementação dos games como um dos principais investimentos para uma corporação.

Motivação durante toda a disputa

Um dos principais problemas da desmotivação dos funcionários é a falta de conhecimento de suas metas. Leonardo ressalta que o primeiro colocado não deve ser o único vencedor. “A disputa por premiação deve funcionar como no campeonato brasileiro de futebol, com inúmeros vencedores, desde o campeão até os que conquistam vagas para a Libertadores, Copa Sul-Americana e, pensando bem, até a fuga do rebaixamento deve ser uma disputa”, comenta o especialista.

Engajamento dentro da empresa

Apresentar as metas é apenas uma parte do jogo. Com pontuação atualizada diariamente e painéis mostrando as lideranças em vários departamentos da empresa, o resultado final é sempre um engajamento diário.

Trabalho em equipe

Assim como na F1, além do piloto campeão, também existe a disputa da equipe com seus carros, algo que a gamificação também permite. “A premiação em grupo faz com que seja obrigatória troca de conhecimento e também a estratégia em equipe”, comenta Leonardo.

Retenção de talentos

Um dos grandes desafios das empresas é reter os seus talentos, perdendo vendas e até mesmo receita quando um grande colaborador decide ir para outra empresa, possivelmente concorrente. Além de remuneração adequada, é preciso que a empresa apresente condições de trabalho inovadoras.

Controle de performance

Empresas com grande número de funcionários enfrentam problemas para analisar performances individuais, principalmente em longo prazo. A gamificação permite que os gestores possam criar gráficos mais adequados à realidade, cruzando dados entre vendedores e equipes, permitindo, inclusive, analises em tempo real.

Tags, ,