Tag equipamentos agrícolas

AGCO adota Google Glass em fábrica brasileira

view (7)

A AGCO, fabricante e distribuidora mundial de equipamentos agrícolas, adotou três unidades de Google Glass, para auxiliar na manufatura da fábrica de Canoas (RS). Com isso, a marca passa a ter a primeira fábrica a usar a iniciativa tecnológica em toda a América do Sul.

Atualmente, os óculos são utilizados na etapa de verificação de monoblocos, estrutura que engloba os eixos dianteiro e traseiro, transmissão e motor. Com o dispositivo, o inspetor de qualidade consegue visualizar o que deve ser verificado na máquina por meio de informações, tarefas e fotos que aparecem na tela acima do campo de visão, facilitando a execução da operação.

“Comprovamos que os óculos trazem maior controle de qualidade e facilidade no acesso a informações. Se antes o funcionário tinha que ficar andando entre o computador e o componente, agora ele pode realizar toda a tarefa de uma vez, com ambas as mãos livres. Com esta tecnologia também é possível fotografar os componentes e enviar os registros aos engenheiros de qualidade instantaneamente”, afirma Guilherme Pinto, diretor de manufatura da unidade AGCO Canoas, da AGCO América do Sul.

O inspetor de qualidade Lairton de Oliveira foi o primeiro funcionário a utilizar a tecnologia na manufatura da AGCO América do Sul, e aprovou a novidade. “Os óculos são intuitivos e trouxeram maior facilidade no trabalho de verificação do monobloco, tornando o processo mais simples e rápido, sem ter que ficar consultando o computador a todo momento.”

Em 2015, os óculos começaram a ser implantados pela planta da AGCO em Jackson (EUA), em parceria com o Google, que desenvolvia uma nova versão dos equipamentos anteriormente lançados para o público geral. O Google Glass Enterprise Edition, resultado da união, é mais resistente para substituir os óculos de segurança obrigatórios em ambientes fabris, além de oferecer bateria com capacidade superior para atuar ao longo de toda a jornada de trabalho. Lá, já foram registradas reduções de 30% no tempo de inspeção, 25% no tempo de produção e 50% no tempo de treinamento de novos funcionários.

As tarefas desempenhadas pelos óculos são desenvolvidas sob medida, juntamente com a empresa Proceedix, licenciada oficialmente para o projeto Google Glass Enterprise Edition. Dessa forma, a AGCO pode incorporar melhorias e alterações nos processos segundo o feedback dos funcionários. A fábrica americana em Jackson já conta com mais de 200 pares em uso, substituindo tablets e computadores utilizados até então.

No Brasil, a iniciativa funciona em fase de testes, com três unidades dos óculos, com perspectivas de expansão no próximo ano. “Até o final de 2017, o projeto-piloto irá passar por diversas áreas da empresa, para que possamos identificar as melhores oportunidades. Ao menos dez funcionários devem utilizar o Google Glass em operações diferentes da manufatura, mas pretendemos adotar os óculos de forma definitiva em 2018”, explica Pinto.

Investimento de R$ 36 milhões

No último ano, a AGCO investiu R$ 36 milhões em melhorias tecnológicas na planta de Canoas. Dentre os avanços realizados estão a modernização de linha de montagem do monobloco de tratores.

“O projeto nasceu da proposta de tornar a manufatura mais flexível e eficiente após os lançamentos tecnológicos deste ano. Os novos tratores são produzidos para atender às necessidades específicas de cada produtor rural, incluindo variações para culturas e terrenos diferentes. Um único modelo pode ser montado em mais de 80 versões diferentes, com mais de 5.000 peças, para que o cliente receba a máquina mais adequada às suas necessidades”, diz o diretor de manufatura.

Dentre os investimentos feitos na fábrica estão a inclusão de AGVs (Veículo Guiado Automaticamente, em inglês) e alteração da linha de produção, além de melhorias nos setores de pintura e usinagem do monobloco. Também foram adquiridas bancadas de testes para eixos traseiros de alta tecnologia, componentes que até então eram importados da França.

Os AGVs são plataformas robóticas e autoconduzidas, que traçam um percurso programado para transportar o monobloco pela fábrica. Antes da utilização dessa tecnologia, a montagem na fábrica de Canoas era feita manualmente, com utilização de cavaletes em duas linhas paralelas, unindo todos os componentes no fim. Agora, com os AGVs, há somente uma linha de montagem do monobloco. Os funcionários realizam as instações e verificações enquanto o componente é guiado automaticamente. O processo trouxe maior agilidade, conforto operacional e segurança de trabalho, além de possibilitar a montagem de modelos mais complexos e tecnológicos.

“A AGCO sempre busca as melhores soluções tecnológicas, desde os nossos produtos até os processos envolvidos na fabricação e montagem. O investimento realizado trouxe ganhos significativos de qualidade operacional para a manufatura”, completa Pinto.

Tags, , ,

AGCO avança em plataforma tecnológica que promove integração entre concessionárias e fábrica

Alinhada com o novo parâmetro analítico de números de mercado que passa a valer a partir de 2017, quando as informações referentes a market-share serão analisadas nas vendas a varejo, além das vendas no atacado, a AGCO – fabricante e distribuidora mundial de equipamentos agrícolas – avança com a nova plataforma DDI (Data Dealer Integration). DDI é um sistema desenvolvido pela companhia que padroniza a informação dos números de vendas e estoque de cada concessionária com alta eficiência e de forma simplificada. A área de Tecnologia da Informação da AGCO possibilita que os 390 pontos de vendas da multinacional distribuídos pelo Brasil possam aderir e atuar com a plataforma, informando os dados de vendas de maneira facilitada e integrada, de forma ainda mais apurada. Para o desenvolvimento da plataforma, foram selecionados e homologados parceiros profissionais especializados em soluções tecnológicas, tais como Solutions, Linx, Consystem e CGI.

Felipe Soares, diretor de TI da AGCO América do Sul, ressalta que o projeto aproximou ainda mais a AGCO e as concessionarias para que, juntos, atendam melhor os clientes finais. “Informações mais apuradas de negócios efetivados são fundamentais para tomadas de decisão, análise de movimentação do mercado e execução de planos de negocio”. Ele ainda reforça que o envolvimento ativo das concessionarias e a atenção na qualidade dos dados inseridos na plataforma tem sido chave para o sucesso do projeto, que disponibilizou uma tecnologia precisa e simples de operar.

O gerente de desenvolvimento de concessionárias da AGCO América do Sul, Luiz Broda, ressalta a importância da integração proporcionada com os dados. “O projeto DDI nos permite visualizar a realidade comercial das concessionárias em uma perspectiva aperfeiçoada. Com esta integração temos a realidade do mercado ainda mais próxima e podemos definir novas ações, por isso é tão importante que a rede de concessionárias mantenha as informações atualizadas conforme ocorrem as vendas”.

Tags, , , ,

AGCO oferece soluções de alta tecnologia para agricultura por meio de parcerias

A AGCO Corporation, fabricante mundial e distribuidora de equipamentos agrícolas, continua expandindo sua abordagem para a agricultura de precisão por meio de parcerias que ofereçam soluções mais robustas a seus clientes, como parte de seu conceito Fuse®, de integração tecnológica e conectividade perfeitas. Entre as empresas parceiras estão Topcon®, Trimble® e NovAtel®, que também fazem parte de dois recentes lançamentos: a nova tecnologia de piloto automático e a Interface de Programação de Aplicações em telemetria da AGCO, o AgCommand®, sistema de orientação para equipamentos agrícolas mais aberto do mercado, que permite aos clientes acesso aos dados de suas máquinas AGCO por meio de suas outras ferramentas de gerenciamento agrícola.

Conexões de Software de Informação de Gestão Agrícola (FMIS) – Com as tecnologias agrícolas se desenvolvendo rapidamente, os produtores rurais estão tendo cada vez mais dificuldade de analisar e se beneficiar dos dados de maneira segura e eficiente. A AGCO, utilizando sistemas de gerenciamento de arquivos de tarefa, como o VarioDoc e TaskDoc®, possibilita comunicação mais fácil entre as máquinas e seus FMIS de preferência, promovendo maior eficiência na gestão de seus dados agrícolas e frotas. Entre as ferramentas de gestão agrícola, estão SMAG, Farmplan, DuPont Pioneer e FarmFacts.

– A parceria da AGCO com o fornecedor de software, SMAG, facilita a transferência de dados de tarefa com ferramentas SMAG FMIS, Agreo e Atland;

– Os produtores podem escolher se querem que seus dados coletados com o VarioDoc e TaskDoc sejam transferidos, via conexão sem fio, para softwares como MapShots, Inc. AgStudio® ou serviços DuPont Pioneer EncircaSM;

– Uma parceria recente com a Farmplan permite a conexão direta ao seu GateKeeper FMIS, oferecendo aos clientes um processo simplificado para receber documentação de dados ISO XML com os dados de gráfico aplicados. O VarioDoc e TaskDoc, via Bluetooth, e a integração do servidor de troca de dados de tarefa permitem a exportação de dados de configuração agrícola.

– A FarmFacts, subsidiária da BayWa AG, lançou uma solução de gestão de dados agrícolas em nuvem chamada “Next Farming”. Ao ser integrado com os produtos VarioDoc e TaskDoc da AGCO, o Next Farming permitirá que os clientes troquem dados diretamente, incluindo prescrições e mapas de rendimento.

Liderança do Setor – Em parceria com outros participantes do setor, a AGCO está ajudando a dar vida ao projeto de Ferramentas de Programação de Aplicação de Dados Agrícolas da AgGateway (ADAPT). É membro fundador da recentemente anunciada Coalizão de Dados Agrícolas (ADC) e tem papel fundamental no lançamento de uma nova ferramenta de ponta do setor chamada Avaliador da Transparência de Dados Agrícolas, além de estar envolvida no centro de dados DKE.

– O ADAPT é um conjunto de ferramentas de software que foram criadas para simplificar a troca de arquivos de tarefa entre diferentes aplicativos de software e hardware, incluindo equipamentos agrícolas. Para mais informações, acesse www.ADAPTframework.org.

– A ADC (www.agdatacoalition.org) tem como objetivo ajudar os produtores agrícolas a controlar e gerenciar melhor seus dados eletrônicos, além de promover a inovação e o progresso no mercado agrícola.

– A ferramenta chamada Avaliador de Transparência de Dados Agrícolas analisa os termos de contrato e condições, o que permite aos produtores determinar rápida e facilmente as respostas às preocupações que muitos têm sobre seus dados agrícolas. Para saber mais sobre o selo de “Transparência de Dados Agrícolas” e como ele é obtido, acesse www.fb.org/agdatatransparent/.

– A AGCO vem trabalhando com outros líderes do setor no desenvolvimento da plataforma DKE, o que ajudará a solucionar problemas de comunicação e conversão de dados para produtores rurais. Saiba mais sobre a DKE em www.dke-data.com.

Tags, , , ,