Tag Eduardo Parajo

Abranet quer aumentar 10 vezes a capacidade de banda larga dos provedores

Entidade lançou o projeto Brasil Conectado a 100Gbits, que possibilitará aos provedores terem acesso a equipamentos de 100Gb por um custo menor.

Em busca da melhoria da competitividade dos seus associados, a Associação Brasileira de Internet (Abranet) acaba de lançar o projeto “Brasil Conectado a 100 Gigabits” por meio de uma parceriacom as empresasJuniper e Wztech. O objetivo é oferecer condições e preços especiais na aquisição de equipamentos de 100 Gb, com tecnologia de ponta, para alavancar a qualidade da infraestrutura brasileira da rede de internet.

Segundo o presidente da Abranet, Eduardo Parajo, hoje a maioria dos provedores trabalha com conexões de 10 Gb. “O passo mais natural seria migrar para conexões de 40 Gb, mas a relação de custo benefício, no médio prazo, é superior com os equipamentos de 100 Gb”, ressalta. “Apostamos nessa parceria para promover um salto tecnológico entre os provedores”, acrescenta.

Segundo ele, os provedores estão investindo cada vez mais em backbones para atender o aumento da demanda por banda larga. “Há uma necessidade premente de dar maior fluidez ao volume de dados cada vez maior que trafega pela internet”, afirma. Além disso, com 100 Gb, os provedores poderão começar a oferecer e explorar serviços que hoje os usuários de internet não têm, como manager service e IPTV de qualidade.

A Abranet também vem trabalhando para aliviar outros gargalos do setor, como a questão dos meios de pagamento dos serviços de internet, que geram custossignificativos e muita burocracia aos provedores. “Acabamos de fechar uma parceria com a PagSeguro com taxas reduzidas e condições melhores aos nossos associados”, conta Parajo.

O Brasil conta hoje com mais de 100 mil empresas (acesso, conectividade, serviços de TI, aplicativos e conteúdo) no setor. Em 2016, o faturamento delas foi de cerca de R$ 139 bilhões. Em 2015, essa receita correspondeu a 1,51% do faturamento total das empresas brasileiras. Em termos do Produto Interno Bruto, foram gerados R$ 160 bilhões em 2015, o que representou 2,7% do PIB nacional.

Tags, , , ,

Abranet reforça a importância da participação dos Provedores de Internet na Futurecom

Estimativas conservadoras indicam que há pelo menos três mil empresas do segmento de provedores de Internet no País. Entretanto, na última edição do maior evento de TIC do País, a Futurecom, a presença dos provedores ainda foi tímida. Foram 125 empresas, representadas por 434 profissionais. Já entre as operadoras foram mais de 2.700 profissionais de um setor super concentrado, com poucos players. No total, o evento teve 14 mil participantes – a maioria de outros segmentos que buscam no evento bons negócios em TIC.

Do ponto de vista do interesse dos provedores de Internet, a Futurecom oferece diversas oportunidades de negócios, parcerias, além do networking entre associados. Entre os expositores, há empresas fornecedoras de equipamentos de rede, roteadores,switchs, gpon, rádios e fibra ótica.”São oportunidades que a maioria dos provedores de Internet perde ao não participar do evento”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Internet (Abranet), Eduardo Parajo.

Por isso, a Abranet decidiu reforçar o estímulo para participação dos provedores no evento, disponibilizando mais ingressos com desconto para os provedores de Internet. Na Futurecom 2016, a Abranet também terá um estande com cerca de 250 m2, onde diversos associados também dividirão o espaço como expositores. “Será um dos maiores estandes do evento, um espaço propício para networking”, diz Parajo. Além da feira, haverá o já tradicional Congresso Internacional, em que aproximadamente 300 palestrantes discutirão os desafios do mercado em áreas como internet das coisas, cidades inteligentes, empresas conectadas, banda larga móvel e fixa, big data e analytics e as redes de nova geração 4G e 5G.

Dados da Futurecom mostram que, nas últimas edições, mais de 1.500 executivos visitaram o evento em busca de novas soluções tecnológicas e melhores oportunidades para a infraestrutura de TI e telecomunicações para as suas empresas. O evento tem participação efetiva de mais de metade das “1.000 Maiores Empresas do Valor”, com destaque para os profissionais responsáveis pelo gerenciamento e administração do TI nas empresas. “É neste público que reside o potencial de conhecer novos clientes e gerar leads para novos negócios”, resume Parajo.

Serviço: A Abranet oferece descontos de 50% do valor dos ingressos para seus associados, que podem ser adquiridos pelo telefone (11) 3078-3866 ou pelo site http://www.abranet.org.br/.

FONTE Abranet

Tags, , , ,

Abranet discute marco regulatório e oportunidades de negócios na Futurecom 2015

Além do maior estande da Futurecom 2015, a Associação Brasileira de Internet (Abranet) estará presente em três painéis de discussão no congresso do evento, que se realiza entre os dias 26 e 29 de outubro, no Transamérica Expo, em São Paulo.

No dia 28 de outubro, às 11h30, no Auditório México, o presidente da Abranet, Eduardo Parajo, integrará o painel que discute a evolução do marco regulatório em países da América Latina. “A Abranet tem defendido que a melhor postura para se acompanhar a evolução da tecnologia é dar mais liberdade para o mercado. Precisamos de menos regulação”, destaca Parajo.

Eduardo Neger, presidente do Conselho Consultivo Superior da Abranet, participará de outros dois painéis, no mesmo dia. Em um deles, às 14h40, Auditório México, ele falará sobre as oportunidades de negócios para companhias de telecomunicações e para empresas Application Service Provider (ASP), com foco no atendimento às pequenas e microempresas.

A ideia é apresentar nesse painel aspectos relevantes para as empresas do segmento, como as aplicações em nuvem e o software com serviço, que são alternativas interessantes para PMEs que não têm estrutura de TI, por exemplo.

No mesmo dia 28, às 10h10, no Auditório Colômbia, Neger estará no painel que vai discutir o potencial de negócios de TV aberta a partir da evolução da tecnologia e do mercado de entretenimento.

Novas tecnologias – No estande da Abranet, com 22 metros quadrados de área, empresas associadas da entidade irão apresentar novas tecnologias para o mercado brasileiro. O Nic.br e o Sindicato de Empresas de Internet do Estado de São Paulo (Seinesp) também estarão presentes no espaço.

A Cambium Networks, por exemplo, lançará a solução cnPilot, equipamentos Wi-Fi gerenciados na nuvem. Também vai expor outras tecnologias, como os rádios ponto a ponto e ponto multiponto.

A One Linea, junto com a Alcatel Lucent Enterprise, apresentará a nova linha de switches para data center com o recurso avançado Intelligent Fabric, uma tecnologia que permite a realização de operações simplificadas e melhor integração de aplicativos, e que foi vencedora do prêmio Best of INTEROP 2015 na categoria Networking.

Outro exemplo é a Openet, companhia irlandesa fornecedora de soluções BSS – Business Support System, que irá mostrar soluções em software para dados patrocinados (Sponsored data), ANDSF (solução de Wi-Fi Offload), PCRF (Policy and Charge Rules Function, do inglês, gestão de Funções e Regras de Política e Cobrança) e RTOM (plataforma de engajamento com os clientes em tempo real).

A Kerax levará algumas tecnologias do seu portfólio de produtos, como as antenas Bi-Sector e Multi-Beam e as Torres da Trylon, equipamentos para provedores de conexão. A Criarenet vai apresentar o WiFimax, uma solução de gerenciamento de acessos à rede Wi-Fi que oferece aos administradores o controle e monitoramento da rede, utilizando serviços em cloud computing.

Já a SOLiD, que desenvolve tecnologias para sistemas celulares e de radiocomunicação em ambientes indoor e outdoor, apresentará soluções em sistema de antenas distribuídas (DAS) e em C-RAN (ou Cloud RAN, rede de acesso via rádio).

A InterNetX, por sua vez, marcará presença no evento com o LTDA Startup Award, premiando ideias de negócios inovadores durante o evento. A empresa é responsável pelo gerenciamento dos novos domínios de internet .LTDA e .SRL. no Brasil e em outros países da América Latina.

Tags, , ,

Interação online e off-line é tema de congresso da Abranet

Especialistas dos setores público e privado estarão reunidos em Brasília, no dia 24 de setembro, para discutir tendências de mercado, políticas públicas e inovações na web, no II Congresso Brasileiro de Internet. O evento, promovido pela Associação Brasileira de Internet (Abranet), marca os 20 anos da Internet comercial no Brasil.

“Vamos debater os últimos acontecimentos do mundo digital e os principais desafios legais envolvendo nosso mercado, apresentando o posicionamento dos diversos atores da cadeia de Internet: empreendedores, profissionais, reguladores, gestores públicos, formadores de opinião, acadêmicos etc”, destaca Eduardo Parajo, presidente da Abranet.

As inscrições, gratuitas e vagas limitadas, devem ser feitas em www.congressoabranet.com.br/

O Congresso se inicia com um debate sobre os 20 anos da Internet comercial no Brasil e terá presença do deputado Fábio Souza, presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara Federal; Gil Torquato, CEO do UOL-Diveo; Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre; e do senador Walter Pinheiro, além do presidente da Abranet.

“Internet das Coisas” será tema do segundo painel, com Fábio Coelho, presidente da Google Brasil, e Virgílio Almeida, coordenador do Comitê Gestor da Internet.

O terceiro painel discutirá a convergência dos universos online e off-line. Participam Vinicius Marques de Carvalho, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE); Rogério Lucca, consultor do Banco Central; German Quiroga, Co-CEO da Nova Pontocom; e Daniel Mangabeira, diretor do Uber.

Na parte da tarde, temas sobre a Internet que estão em debate no Executivo e Legislativo no Brasil e no exterior serão abordados pelos deputados Alessandro Molon, relator do projeto de lei do Marco Civil da Internet, e Mariana Carvalho, membro da CPI da Câmara sobre crimes cibernéticos. Participam também Juliana Pereira da Silva, da Secretaria Nacional do Consumidor, e Kathleen McInerney, diretora de Políticas Públicas para América Latina do Yahoo-EUA.

O último painel, sobre “Internet das normas”, vai tratar de assuntos que têm sido objeto de debates jurídicos no Brasil. Entre os palestrantes estão Fátima Andrighi, ministra do STJ; Marlon Reis, juiz de Direito; Miguel Matos, editor do portal Migalhas; e Ana Luiza Valadares, presidente da Associação Brasileira de Direito da Tecnologia da Informação e das Comunicações.

Serviço:

II Congresso Brasileiro de Internet

24 de setembro, das 8h30 às 18h30.
Centro de Eventos e Convenções Brasil 21. SHS Quadra 06, Lote 01, Conjunto A, Brasília (DF).
Inscrições e mais informações: www.congressoabranet.com.br/

Tags, , , ,