Tag Dream2B

Vancouver Startup Week 2017 apresenta startups promissoras do Brasil

Davi Neves, Olivia Parnayba e Felipe ‘Phil’ Neuwald do Pronto Rush

Cinco startups brasileiras começaram neste mês uma programação intensiva de três semanas de treinamentos, workshops, visitas técnicas e encontros com investidores nas cidades de Vancouver e Montreal, no Canadá. A seleção para a edição do LEAP International 2017 foi realizada pela aceleradora Launch Academy, em parceria com a international venture builder brasileira-canadense Dream2B, e é o único programa de aceleração feito exclusivamente para empresas brasileiras no Canadá.

Na próxima semana, do dia 25 a 29 de setembro, acontecerá uma das etapas da aceleração, que é a participação das empresas no Vancouver Startup Week, evento com diversos empresários, desenvolvedores, investidores e líderes comunitários para celebrar um dos pólos tecnológicos mais importantes do mundo. As startups com operação no Brasil estão com a data de apresentação agendada para o dia 27 de setembro, no consulado brasileiro do Canadá.

Um exemplo é a Pronto Rush, startup norte-americana fundada por empreendedores brasileiros e com operação inicial em Brasília, selecionada para o LEAP International 2017 como uma das cinco startups promissoras em atuação no Brasil. A iniciativa é conectar negócios locais a motoristas para entregas imediatas e sob demanda, gerando maior autonomia e renda aos entregadores, ao mesmo tempo que os estabelecimentos passam a economizar com frotas fixas. “O Canadá tem uma atmosfera muito propícia à colaboração e inovação. O aprendizado e o relacionamento com empreendedores, investidores e todo o ecossistema de startups que estamos vivenciando aqui é de extrema importância para continuar impulsionando o crescimento da Pronto Rush e, consequentemente, entregando uma melhor qualidade de serviços de entrega sob-demanda de última milha no Brasil”, conta Felipe ‘Phil’ Neuwald, founder e CEO da Pronto Rush.

Outro ponto importante da aceleração está na última semana, que levará as startups de Vancouver a Montreal para um evento com mais de 500 investidores que acompanharão as novidades do mercado e estarão em contato direto com as empresas presentes.

Segundo Regina Noppe, co-fundadora e CEO da Dream2B, a quantidade de empreendedores que procuram a sua consultoria em busca de programas de aceleração de seus negócios registrou grande aumento. “Após sinalizações de mudanças no processo de imigração de profissionais altamente especializados e empreendedores dos Estados Unidos, o Canadá tem se mostrado uma alternativa viável e de extrema importância para o desenvolvimento de tecnologia e inovação na América do Norte”, conclui.

Vancouver acaba de ser eleita a melhor cidade do mundo para começar uma startup, de acordo com o StartUp City Index, ranking da consultoria inglesa PeoplePerHour. Entre os fatores determinantes da escolha, a alta qualidade de vida, a disponibilidade de espaços empresariais e a facilidade para fazer um novo negócio decolar.

Tags, , , , , , ,

Startups brasileiras participam de programa de aceleração no Canadá

Nove empresas brasileiras foram selecionadas para participar da segunda edição do LEAP International, programa de aceleração exclusivamente para empresas brasileiras no Canadá, na aceleradora Launch Academy em parceria com a empresa Dream2b, onde deverão passar por treinamentos, workshops, visitas técnicas e encontros com investidores em Vancouver, na Colúmbia Britânica canadense, além também da participação especial no evento anual dos investidores da NACO, em Montreal, e se conectarem com +500 investidores internacionais.

A SysMiddle, especializada em Integração de Sistemas, foi uma das startups selecionadas para participar do programa, a qual foi fundada pelos empreendedores Sergio Fontana Jr. e Samanda Jentig, possuindo uma plataforma SaaS para automatizar e facilitar as integrações de dados e sistemas empresariais, em uma arquitetura flexível e escalável, permitindo responder mais rapidamente ao tempo de mercado.

Segundo a empreendedora Samanda, uns dos principais motivos que levaram a escolha da SysMiddle, foi o alto potencial de mercado e crescimento em tão pouco tempo, onde de acordo com a Grand View Research Inc., o mercado de integrações deverá atingir US$ 393,10 bilhões até 2020.

Uma das melhores aceleradoras do Canadá, a Launch Academy se tornou referência mundial, realizando a aceleração de mais de 500 startups, assim levantando mais de US$ 900 milhões e gerando cerca de 1000 empregos em todo o mundo.

A ideia é impulsionar os negócios das startups que querem se tornar globais a partir do Canadá, expandindo para América do Norte no curto prazo, com mentorias especializadas em diversas áreas e aproximação com contatos estratégicos, isso é o que explica Regina Noppe, cofundadora e CEO da Dream2B, International Venture Builder especializada em internacionalização e organizadora do programa.

As startups selecionadas foram as seguintes:

SysMiddle Technology – plataforma para Integração de Sistemas;

Eruga – soluções tecnológicas educacionais imersivas;

Lady Driver – app que conecta passageiras a motoristas do sexo feminino;

LiteLims– software para Gerenciamento de Laboratórios;

Topic Play – plataforma de livros-jogos e revistas-jogos;

Pronto Rush – plataforma de logística, realiza entregas imediatas;

Safetest – soluções para a saúde humana e animal;

Puzzes Dynamics – impressoras 3D diferenciadas;

Shawee – plataforma de automação de hackathons;

Este é o primeiro passo da nova fase da SysMiddle, que pretende alcançar novos mercados e horizontes.

Tags, , , , , , , , , , , , , ,

Softex amplia ações para internacionalização de startups

Parcerias abrem portas para diversas oportunidades e uma delas é a projeção no mercado exterior. A Softex, na sua missão de internacionalizar tecnologias brasileiras, principalmente aquelas desenvolvidas por startups e empresas de TICs, ampliou sua atuação com mais três HUBs, incluindo em seu portfólio parcerias com players internacionais: as canadenses Latam Startup e Dream2B e a americana International Accelerator.

A Latam Startup, Dream2B e International Accelerator colaborarão para projeção de empreendimentos brasileiros no mercado internacional com programas que oferecem inúmeras vantagens e oportunidades para sua empresa alçar voos mais altos, além de implementar a competitividade do ecossistema empreendedor brasileiro.

LatAm Startup

A LatAm Startup é uma aceleradora especializada em promover negócios entre empresas canadenses e latino-americanas. A sede localiza-se em Toronto, Canadá, o centro financeiro e o maior polo industrial do país, bem como um dos principais centros culturais e científicos. A aproximação com Waterloo, cidade próxima a Toronto, também é um diferencial. A região possui um forte centro industrial de alta tecnologia. A maior fonte de renda da cidade é a fabricação de computadores e produtos eletrônicos, seguida pelo fornecimento de serviços educacionais.

O foco do programa são aquelas empresas prontas para internacionalização. Durante quatro meses de imersão no Canadá, a aceleradora preparará a startup para entrar no mercado norte americano por meio de mentorias, conexões empresariais e comunidade digital, e acesso ao espaço de co-working, possibilitando ampliar ainda mais o network.

“O mercado brasileiro é enorme para ser ignorado pelo Canadá”, disse Miryam Lazarte, CEO da LatAm Startups.

A Dream2B

A Dream2B está localizada em Vancouver, Canadá, um dos centros de desenvolvimento de softwares e de biotecnologia do país. Entre os atributos da cidade estão a concentração de filiais de bancos nacionais e internacionais, mão de obra qualificada, diversas incubadoras e espaços de co-working e apenas a duas horas do Vale do Silício.
Durante dois meses, o programa oferecerá treinamentos para minimizar os impactos culturais da chegada no país disponibilizando escritórios estruturados, mentorias sobre como iniciar um negócio, vistos, network e suporte na contratação de equipes locais.

A Dream2B fez o primeiro programa de aceleração exclusivo para startups brasileiras no Canadá. As Startups que participaram do programa por 7 semanas tiveram 40% de taxa de sucesso, incluindo uma que recebeu investimento de um fundo americano (primeira vez que investiu em uma startup da américa latina) e outra que receberá o startup visa. O processo de aceleração coloca as startups em contato direto com os investidores e potenciais clientes com o treinamento desenvolvido especificamente para elas. Como também, a Dream2B tem parceria com o consulado Brasileiro em Vancouver, Ministry of Internacional Trade e NACO.

A startup Mecasei.com, especializada em gerenciar os preparativos para casamento, que também participou do programa Start-Up Brasil, sob a gestão operacional da Softex, fez parte do programa da Dream2B em 2016. “Participar do programa foi fundamental para internacionalização da MeCasei. Estamos nos preparando para entrar no mercado canadenses em 2018”, disse Marcio Acorci, CEO.

IA – International Accelarator

Para que as empresas brasileiras possam expandir a sua presença no exterior, a Softex, em parceria com a Apex-Brasil, desenvolveu o Projeto de Promoção de Exportação do setor de software e serviços de TI. Essa parceria impulsionou cerca de 50% das exportações brasileiras de TI no último ano. Ao assumir a Secretaria de Políticas de Informática (Sepin) em 2016, a primeira missão do Secretário Maximiliano Martinhão incumbiu à Softex a tarefa de viabilizar a internacionalização de tecnologias brasileiras. E a parceria com a International Acceletator possibilita esse objetivo.

A IA, especializada em levar startups estrangeiras para os Estados Unidos, localiza-se em Austin, Texas, EUA. A região oferece fácil acesso a capital, baixo custo de vida, custo de operação viável e acesso a mão de obra qualificada. O programa é diferenciado e surgiu justamente para suprir as falhas de assistência para modelos de negócios e CEOs estrangeiros, pontos que não são abordados em programas convencionais.

Com duração de um ano, contempla o acesso a rede de investidores, mentores, clientes e parceiros nos EUA; treinamento individual criado para fundadores estrangeiros no país; suporte para descolamento e expansão.

“Com a estratégia dos Hubs internacionais, ampliando seu escopo de atuação, além de promoção comercial objetivamos também a transformação das startups brasileiras em empresas globais”, disse Diônes Lima, vice-presidente de operações (COO) da Softex.

A Softex conta com HUBs em Connecticut e Texas, EUA e agora em Toronto e Vancouvert, Canadá.

Fonte: Softex

Tags, , , , , ,