Tag descontos

Por desconto agressivo, consumidor pode pagar à vista na Black Friday, diz pesquisa Mercado Livre

Além de apontar que a sua maior preferência é o preço baixo, o consumidor brasileiro afirma que pode até pagar à vista na Black Friday deste ano se receber um desconto extra para isso (cupons de desconto, por exemplo). É o que indica pesquisa feita pela Bonus Quest a pedido do Mercado Livre com 1115 consumidores que realizaram compras na Black Friday do ano passado. Comparando a opção de pagamento à vista com desconto com a de parcelamento, a preferência pela primeira opção é de 64% contra 36%.

No ano passado, metade dos respondentes (52%) fez compras em um único site durante a promoção; a outra metade (48%) comprou em dois ou mais sites, ou seja, pesquisou antes de finalizar a compra. Os itens mais comprados no ano passado foram celulares e telefones (33%); itens de Informática (22%); e de Moda e Eletrodomésticos (19%); seguidos por equipamentos de áudio e vídeo (14%). O gasto médio na promoção foi de R$ 611, tendo o cartão de crédito como o principal meio de pagamento (72% finalizaram suas compras por este meio). Os outros 23% preferiram pagar via boleto bancário.

“Os resultados comprovam que o consumidor está mais consciente e exigente. O brasileiro entende a importância de comparar os preços em diversas lojas online e está se preparando para um possível pagamento à vista caso a promoção seja agressiva, escapando do endividamento”, afirma Leandro Soares, diretor de Marketplace do Mercado Livre.

Tags, , , ,

Boleto bancário x Cartão de crédito: Qual a forma de pagamento mais segura pra compras na Black Friday?

Por Tom Canabarro

A Black Friday caiu no gosto do consumidor brasileiro e hoje já é um dos principais eventos do comércio eletrônico nacional. As vendas crescem ano após ano, e a expectativa para 2016 não é diferente. De acordo a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico, espera-se um faturamento superior a R$ 2,1 bilhões para esta edição. Para o cliente que deseja aproveitar a data da melhor maneira, sem preocupação ou dor de cabeça, uma dica é fundamental: optar pelo cartão de crédito como meio de pagamento nas compras feitas on-line no dia 25 de novembro.

A expectativa é que o cartão seja utilizado em 82% das transações durante a Black Friday deste ano. Em contrapartida, 1 em cada 7 clientes (13,7%) deve optar por uma forma de pagamento menos segura, sob a ótica do consumidor final: o boleto bancário. Esse número é consideravelmente alto e alarmante, uma vez que a maioria dos golpes aplicados nesta data contra o cliente se dá nesta modalidade.

Muitas pessoas desconhecem, mas o cartão de crédito é a forma de pagamento mais segura para efetuar compras na internet. Apesar de o Brasil ser um dos países com maior índice de fraudes de clonagem de cartão, o cliente sempre estará protegido. Se alguma compra on-line for feita sem o consentimento do portador, ele tem o direito de solicitar o estorno da transação junto ao banco emissor ou à operadora.

A mesma proteção não se aplica no caso de boletos: uma vez pago o documento, as instituições financeiras se eximem de qualquer risco sobre o tema. É justamente nesse momento que surge a oportunidade para os criminosos aplicarem golpes em clientes desatentos – especialmente em uma data propícia, como a Black Friday.

É comum vermos no noticiário inúmeros casos de golpes aplicados nesta data seguindo um conhecido roteiro: uma loja desconhecida oferece descontos extremamente tentadores em produtos bastante cobiçados pelo público (como smartphones e eletroeletrônicos). Por algum motivo, porém, aquele e-commerce só aceita receber pagamentos via-boleto, à vista. O cliente não desconfia, não pesquisa por referências sobre aquele estabelecimento em sites ou redes sociais, e faz a compra.

Mas os dias passam e o produto não chega. Neste momento, a página da loja também fica fora do ar e outros consumidores também se queixam em sites e nas redes sociais. O cliente tenta ainda um contato no banco, mas é informado que o pagamento daquele boleto não poderá ser revertido. Xeque-mate, infelizmente: golpe consumado, e os criminosos atingiram o seu objetivo.

Por este motivo, os consumidores precisam desconfiar sempre dos sites que disponibilizam apenas o boleto bancário como meio de pagamento e não oferecem a opção do cartão de crédito. A explicação é simples: a documentação exigida para que uma loja virtual possa receber pagamentos via-cartão é bastante extensa, enquanto os boletos podem ser facilmente direcionados para alguma conta laranja.

Devido a isso, os clientes brasileiros podem ficar extremamente seguros em fazer compras via-cartão de crédito na Black Friday. Mas, se por algum motivo você optar pelo boleto, é altamente recomendável conferir a procedência da loja virtual e os comentários sobre ela nas redes sociais e sites como o Reclame Aqui, além de checar atentamente os dados que virão impressos no boleto.

Tom Canabarro, co-fundador da Konduto, sistema antifraude inovador e inteligente para barrar fraudes na internet sem prejudicar a performance das lojas virtuais.

Tags, , , , , ,

Black Friday: Busca por cupons de desconto cresce 50% um mês antes da data

Apesar de ainda faltar um mês para a Black Friday, marcado para o dia 25 de novembro, os consumidores já começam a se preparar para aproveitar um dos eventos de maior destaque no varejo mundial. Além das já tradicionais promoções, a expectativa é que os cupons de desconto oferecidos pelas lojas online sejam os grandes atrativos para esse ano.

Um levantamento realizado pelo Cuponomia, portal agregador de ofertas e cupons de descontos do e-commerce, aponta um crescimento de 50% nas buscas online por cupons de desconto específicos para a Black Friday durante o mês de Outubro. De acordo com a análise do site, usuários dos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo lideram a lista de consumidores que mais buscam pelos cupons da internet às vésperas do evento.

Nos últimos três anos, a procura por cupons de desconto para a Black Friday registrou um aumento de 150% no Brasil. Esse crescimento reflete uma mudança no comportamento do consumidor brasileiro, que cada vez mais vem ganhando confiança para fazer compras online e, principalmente, tem incluído a Black Friday em seu calendário. Nos Estados Unidos esse crescimento foi de 12%, considerando o mesmo período. A data é o ponto alto do varejo americano e mantém um ritmo constante de participação dos consumidores ao longo dos anos.

Para quem tiver interesse em acompanhar as ofertas da Black Friday e as lojas que oferecerão cupons especiais, o Cuponomia fará uma lista dos produtos com menor preço no dia evento. É possível se cadastrar no site para receber as atualizações: www.cuponomia.com.br/black-friday.

Tags, , ,