Tag Cubo Itaú

Wayra e Cubo Itaú anunciam parceria estratégica

A Wayra, hub de inovação aberta da Vivo no Brasil e da Telefónica no mundo, e o Cubo Itaú, maior hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, fecharam uma parceria estratégica com o objetivo de escalar iniciativas de inovação aberta e promover ainda mais as conexões e negócios entre startups e corporações, com uma agenda em conjunto entre as duas instituições. A Wayra passa a ter um espaço exclusivo no prédio do Cubo como ponto de encontro e networking, além de acesso a toda rede de conexão digital do hub, que conta com mais de 400 startups, 20 grandes empresas e presença de organizações estratégicas.

“Estamos muito animados com essa parceria com o Cubo, pois iremos estreitar ainda mais o relacionamento das startups do hub com a rede Wayra, além de conectar as startups do nosso portfólio com outras corporações e parceiros, buscando gerar mais negócios e impacto no ecossistema”, declara Livia Brando, Country Manager da Wayra Brasil. Livia ainda acredita ser uma oportunidade de reforçar o posicionamento da Wayra como investidor, estando ainda mais próximo de um de seus parceiros, a gestora Redpoint eventures, cujo fundo recebeu aporte pelo TIV – Telefónica Innovation Ventures, braço de investimento global da Telefónica.

Além de explorar sinergias em várias atividades que as duas instituições já realizam, a parceria terá uma agenda em conjunto para beneficiar as startups dos dois lados. “Essa nova parceria reflete e reafirma nosso propósito de transformar a vida das pessoas por meio de conexão curada para gerar resultados exponenciais”, celebra Pedro Prates, co-head do Cubo. Para o executivo, ter a Wayra na comunidade Cubo é mais do que uma soma – significa multiplicar a entrega de valor ao empreendedorismo tecnológico.

Para a comunidade do Cubo, a Wayra oferecerá a oportunidade de participação nos encontros de Wayra Pitch Day, evento para fundadores apresentarem suas startups para a Vivo, acesso aos Desafios Wayra e como consequência mais chances de fazer negócios com a Vivo e escalar. Já as investidas do portfólio da Wayra terão acesso livre como visitante ao Cubo, fast track nos desafios corporativos lançados na plataforma do hub, interação com startups em estágio mais maduro para troca de conhecimento, espaço para eventos e reuniões de inovação, assim como um período de degustação no programa de membership do hub do Itaú.

Renata Zanuto, co-head do Cubo, ressalta que empreender é colaborar, somar esforços e, ao aproximar as instituições novas oportunidades são criadas. “Unimos forças para dar acesso: seja a experiências ou solução de problemas, seja a ampliação na oferta de geração de negócios. É estímulo, capacitação e colaboração mútua ao mesmo tempo.”, afirma.

Dando início a esta agenda conjunta, o próximo evento entre Wayra + Cubo = Conexões já tem data marcada:

Painel: Startups + corporações: como ter o match perfeito | Casos de sucesso com a Vivo: Gupy e VOLL
Como primeira iniciativa em conjunto, a Wayra e o Cubo promovem na próxima semana dia 18, às 18h, um painel online para discutir os modelos de colaboração para negócios entre startups e corporações, com dois cases de sucesso (VOLL e Gupy) com a Vivo. Inscrições gratuitas aqui.

Moderação: Renata Zanuto, co-head do Cubo
Participantes:
Livia Brando, country manager da Wayra
Mariana Dias, co-fundadora e CEO da Gupy
Jordana Souza, co-fundadora e CRO da VOLL

Tags, , ,

TIM vai ativar rede de experimentação 5G no Cubo Itaú até o fim do ano

A TIM anunciou hoje (20), durante o Cubo Conecta 2019, que por meio de uma licença específica da Anatel a operadora instalará no local, até o fim do ano, uma antena com a rede de quinta geração em parceria com a Ericsson para que as empresas startups baseadas no Cubo Itaú possam testar e desenvolver aplicações potencializadas pela nova tecnologia. A ativação é mais uma celebração da parceria de quatro anos do Cubo com a operadora, que já havia instalado no espaço o NB-IoT, uma plataforma dedicada para o desenvolvimento de soluções de internet das coisas com baixo consumo de energia e grande alcance de cobertura.

“A TIM quer estar inserida em ambientes de inovação, de pesquisa e de empreendedorismo, como o Cubo Itaú, viabilizando tecnologias que fomentem esse ecossistema favorável a criação de novos produtos e serviços que melhorem a vida dos cidadãos do nosso País. Estamos engajados na busca de novas aplicações que contemplem já a próxima onda tecnológica, o 5G, e a parceria com o Cubo Itaú é parte importante deste processo”, avalia o CTIO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville.

Para o Cubo Conecta 2019, evento de celebração do aniversário do espaço, a operadora apresentará experiências de alta performance na rede 4G em parceria com a Ericsson no lounge TIM – IoT, indústria 4.0, AR, baixa latência – que poderão ser potencializadas com o 5G, alavancando novos negócios e inspirando o desenvolvimento de soluções. Todas as experimentações estarão disponíveis para os visitantes do Cubo Itaú durante o evento.

Parceria com o Cubo

Nesse último ano de parceria, a TIM avaliou mais de 200 soluções, ultrapassou o lançamento de 30 desafios para startups do Cubo, organizou mais de 20 pitches de inovação e 10 provas de conceito com startups. Um dos exemplos é a MOL- Mediação Online, empresa especializada na resolução de conflitos, que ajuda com os desafios de redução de custos no contencioso, e outro é a OvermediaCast, com soluções de videobot, para aumentar a satisfação dos clientes com o atendimento. Algumas startups, inclusive, tornaram-se fornecedoras da TIM, como a Intelipost, com soluções que integram de forma inteligente a cadeia logística. Outras, como a Enjoy, que oferece automação de bebidas on tap. já são parceiras da companhia para testar novas soluções de conectividade em IoT.

Além disso, nos últimos 12 meses, quase uma centena de colaboradores da TIM das áreas de compras, sustentabilidade, governança, financeiro, logística, RH, comercial, marketing, atendimento e tecnologia passaram por imersões no maior ecossistema de startups da América Latina para avaliar e explorar aspectos relacionados à transformação digital e seus desdobramentos no ambiente corporativo. “Muito mais do que dar apoio à iniciativa, temos o Cubo como um ambiente inspirador para nossas equipes internas, permitindo uma troca de conhecimento muito valiosa para nós como empresa”, complementa Capdeville.

O Cubo tem sido importante na construção da maneira de pensar na cultura digital da TIM, com a imersão dos executivos da operadora no espaço por meio de programas, como o Innovation Day. “O nosso processo de Transformação Digital tem o Cubo como um hub de inovação que combina educação empreendedora, cultura digital, espaços colaborativos, novas experiências e uma densidade de negócio única na América Latina. Com a parceria, a TIM quer encontrar soluções para os seus desafios internos, para aceleração de negócio, para desenvolvimento de produtos e experiência e para testar novos mercados”, analisa o Head de Innovation & Business Development da TIM Brasil, Janilson Bezerra.

Tags, ,

CI&T leva divulgação de plataforma global de inovação aberta da Nestlé para dentro do Cubo Itaú

Com um “Centro de Design Estratégico” no Cubo Itaú – onde oferece mentoria e ferramentas Lean, aliadas a metodologias em design thinking, design sprint, analytics e marketing digital – a CI&T, multinacional brasileira com presença global e especialista na transformação digital de grandes marcas, recentemente anunciou seus planos para identificar inovações das startups residentes e, com isso, promover a ponte entre os empreendedores e as necessidades de seus clientes.

Agora, dando continuidade a essas ações, a CI&T vai apoiar a Nestlé para engajar as mais de 200 startups que estão no Cubo Itaú – maior hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, fundado em conjunto pelo Itaú Unibanco e a Redpoint eventures – para participação em sua plataforma global de inovação aberta, a HENRI@Nestlé. A apresentação foi feita pela equipe de Transformação Digital da Nestlé nesta quinta-feira (14/2), no Cubo Itaú (Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olímpia).

Com objetivo de reunir empreendedores dos mais diversos setores para buscar inovações capazes de solucionar desafios de negócios, a Nestlé lançou seu primeiro desafio brasileiro na plataforma: identificar uma solução para combater a degradação do meio ambiente decorrente do uso de canudos plásticos. O intuito é repensar a função dos canudos de plástico nas embalagens, sem prejudicar a experiência do consumidor. A intenção é mitigar, reduzir ou até mesmo eliminar o impacto ambiental dos canudos, que têm efeitos em toda a cadeia de valor. Por isso, a Nestlé está aberta a soluções que podem envolver novos tipos de embalagens, incentivo a mudanças de comportamento do brasileiro com relação ao uso dos canudos de plástico, ou até mudanças na cadeia de suprimentos.

“Esta é uma questão de grande importância para a Nestlé. Reconhecemos que os canudos de plástico se tornaram um desafio global e estamos preparados para tomar medidas decisivas para ajudar a resolvê-lo. Com a plataforma, conseguiremos fazer isso de uma forma muito mais ágil e aberta a muitas formas de repensar esta questão”, diz Carolina Sevciuc, diretora de Transformação Digital da Nestlé Brasil.

“É uma honra apoiar uma empresa global como a Nestlé em um projeto que vai trazer grandes benefícios para o meio ambiente. A iniciativa de promover um desafio que traga diferentes propostas e ideias tem total sinergia com o nosso objetivo no Cubo: apoiar as startups e empresas para que tenham sucesso em seus negócios e encontrarmos oportunidades para inseri-las nos projetos de transformação digital de grandes marcas, atendidas pela CI&T”, ressalta Marcelo Trevisani, CMO da CI&T.

HENRi@Nestlé, uma plataforma de inovação aberta

A Nestlé acabou de lançar no Brasil a plataforma de inovação aberta HENRi@Nestlé. Criada pela empresa em 2016, na Suíça, é um espaço aberto pela companhia para receber ideias que combinem o espírito inovador e a agilidade das startups à experiência da empresa em projetos altamente escalonáveis, e que ao final resultem em propostas que farão a diferença não somente para a Nestlé, mas também para centenas de milhões de pessoas em todo o mundo, a partir da busca por soluções para vários desafios de negócios, que passam por inovação de produtos, sustentabilidade, saúde, nutrição, entre outros temas.

Além das startups do Cubo Itaú, empreendedores de todo o país interessados em buscar uma iniciativa para a substituição do canudo de plástico também podem se inscrever. Para saber mais, basta acessar: https://br.ciandt.com/noticias/ciandt-leva-plataforma-global-de-inovacao-aberta-da-nestle-para-o-Cubo-Itau. As inscrições estão abertas até 7 de abril de 2019. Os projetos recebidos serão avaliados e a Nestlé selecionará cinco deles para passar para a próxima etapa e concorrer a um prêmio único de US$ 50 mil, para implementação do projeto-piloto. Por ser global, a plataforma está em inglês, mas a iniciativa para a substituição do canudo de plástico está descrita em português e os projetos também podem ser submetidos em português.

Tags, , ,

CI&T vai conectar startups do Cubo Itaú com projetos de transformação digital de grandes marcas

Desde o segundo semestre do ano passado, a CI&T, multinacional brasileira com presença global e especializada na transformação digital de grandes marcas, está no Cubo Itaú com um espaço próprio, um “Centro de Design Estratégico”. Nele, as startups residentes podem usufruir de mentoria e acesso à expertise em transformação digital da CI&T, incluindo ferramentas Lean (ou enxuto, processo focado no cliente que simplifica tarefas e elimina desperdícios, reduzindo o tempo de entrega e aumentando a efetividade da empresa), e metodologias como design thinking, design sprint, analytics e marketing digital.

Agora, a CI&T está anunciando planos para ir além em 2019. A companhia está envolvida em projetos de transformação digital de empresas globais, como Coca-Cola, Itaú, Raízen, Cielo e outras, e iniciou um processo para identificar inovações dentre as mais de 200 startups do Cubo Itaú – maior hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, fundado em conjunto pelo Itaú Unibanco e a Redpoint eventures – para promover a ponte entre as startups e as necessidades de grandes marcas, imersas em processos de transformação digital.

“O Cubo Itaú é um ecossistema de inovação, onde há startups desenvolvedoras de soluções com potencial de escala e já testadas no mercado. Queremos apoiar essas startups para que tenham sucesso em seus negócios disruptivos, enquanto encontramos oportunidades para inseri-las nos projetos de transformação digital de grandes marcas, atendidas pela CI&T”, disse Marcelo Trevisani, CMO da CI&T. “Fizemos um mapeamento para entender potenciais inovações e seus mercados, e constatamos soluções para as áreas de big data, fintechs, educação, recursos humanos, saúde, e-commerce, inteligência artificial, marketing digital, mobilidade, entre outras, inclusive de impacto social”, completou.

Outra iniciativa da CI&T será a realização de eventos exclusivos às startups do Cubo Itaú, durante o ano. A agenda de eventos será lançada ainda no primeiro semestre e vai incluir debates de temas voltados às áreas de tecnologia, marketing, experience management, transformação digital, analytics, business e RH.

“Como empreendedor digital e residente no Cubo Itaú, é muito valioso contar com a expertise e apoio de empresas como a CI&T. E não é só a conexão com grandes empresas e potenciais clientes que importa, mas também todo o aporte de conhecimento e experiência de uma empresa de sucesso que já foi uma startup um dia e superou muitos dos desafios que nós, empreendedores, enfrentamos ao longo da nossa jornada”, comenta Frederico Lacerda, CEO e co-fundador da Pin People, startup que utiliza psicologia organizacional, ciência de dados, tecnologia e inteligência artificial para ajudar empresas a medir e melhorar a experiência dos seus colaboradores a partir de diversas soluções de RH, do recrutamento à retenção de talentos. “As perspectivas da parceria com a CI&T são enormes para 2019, já que enxergamos muitas sinergias entre os nossos produtos voltados para Employee Experience e os projetos de transformação digital da CI&T, em especial em um contexto de desafios das organizações em medir, entender e otimizar a experiência de seus colaboradores frente às mudanças culturais e organizacionais”, finalizou.

A co-fundadora da Talent Academy, Renata Betti, ressalta a meta da startup em buscar revolucionar a gestão de pessoas dentro das corporações, centrada no propósito individual de cada colaborador. “A experiência da CI&T com transformações digitais e culturais no mundo corporativo pode nos ajudar muito. Neste momento, estamos desenvolvendo um produto escalável, que pode ser aplicado em qualquer tipo de empresa ou setor, e contamos com a expertise da companhia para nos guiar e evitar erros desnecessários. Ter o apoio de uma empresa que já tem anos de conhecimento na área de tecnologia e service design nos traz muita segurança”.

Para promover a transformação digital de grandes empresas, a CI&T utiliza o pensamento Lean aliado à design para entregas exponenciais. O diferencial está na forma como a filosofia Lean é aplicada, com ferramentas de design, analytics e marketing digital. Esta combinação faz com que a CI&T apoie grandes marcas a alcançar seus objetivos de negócios com velocidade a partir de mudanças de mindset e cultural.

Tags, , , , ,