Tag Congresso Mundial de TI

Delegações estrangeiras garantem espaço no WCIT Brasil 2016

Taiwan, Bangladesh e Portugal já têm espaço definido no evento. Outros países negociam estandes para empresas de TIC

A possibilidade de negociação com empresas brasileiras de Tecnologia da Informação e Comunicação atrai investidores de diversos países para a 20ª edição do Congresso Mundial de TI – WCIT, que ocorrerá de 3 a 5 de outubro de 2016 em Brasília, Brasil. A oportunidade é inédita visto que será a primeira vez que o evento mais importante da Aliança Mundial de TI e Serviços (WITSA) será realizado na América do Sul.

Delegações de Taiwan, Bangladesh e Portugal estão confirmadas no Congresso. Juntas, as empresas estrangeiras reservaram 15 estandes para negociar com parceiros dos diversos países que estarão presentes, além e expor as novidades do mercado internacional.

Os organizadores do evento continuam em negociação com outras representações interessadas por meio de articulações com embaixadas, com as regionais da WITSA, com a Federação Ibero-Americana das Entidades de Tecnologia da Informação (ALETI) e com a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de TI (Assespro Nacional).

Representantes das embaixadas dos Estados Unidos, Armênia e Canadá estiveram presentes em evento prévio do WCIT, cujo objetivo foi estreitar laços entre parceiros, patrocinadores e participantes confirmados. A ocasião contou com a presença do presidente e do secretário-geral da WITSA, Santiago Gutierrez e James Poisant, respectivamente.

Durante a confraternização, os possíveis participantes puderam compreender a dinâmica do Congresso e as oportunidades oferecidas ao longo dos três dias de duração, desde a exposição de marcas e produtos às rodadas de negócios previamente agendadas.

Delegações da Austrália, Armênia, Canadá, Colômbia Malásia, Japão, Nigéria, México, Quênia, Emirados Árabes, Costa Rica, dentre outras também estão na lista de interessadas no WCIT Brasil 2016. As negociações seguem em ritmo acelerado, visto que 40% dos espaços disponíveis na exposição do evento foram reservados no período de dois meses.

Mais informações no site: www.wcit2016.com.br

Tags,

WCIT Brasil 2016: Congresso Mundial de TI vai contar com presença do secretário-geral da UNCTAD

unnamed-15

O secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), Mukhisa Kituyi, será uma das grandes personalidades no Congresso Mundial de Tecnologia da Informação – WCIT Brasil 2016. A presença do representante do órgão das Nações Unidas potencializa o diferencial da edição brasileira perante as demais etapas do evento a redor do mundo.

Kituyi tem vasta experiência em cargos governamentais de alto gabarito, além de carreira acadêmica reconhecida. Das principais atuações, destaca-se a participação em negociações comerciais e em economia internacional na África. Foi eleito para o Parlamento queniano por três vezes consecutivas, antes de ser tornar ministro do Comércio do país.

Presidiu diversos conselhos grupos de Estado sobre comércio internacional. Participou de momentos históricos, como as negociações dos Acordos de Parceria Econômica Europeia, e das negociações agrícolas realizadas na Conferência da Organização Mundial do Comércio – Sexta Ministerial, realizada em Hong Kong, China. Foi também consultor para a Comissão da União Africana, onde ajudou a desenvolver a estrutura para uma zona de comércio livre pan-Africano.

Antes de se tornar secretário-geral da UNCTAD, Kituyi foi chefe-executivo do Instituto Kenya de Governança, com sede em Nairobi – organização think tank e advocacia que incide sobre a ligação entre a pesquisa acadêmica e o desenvolvimento de políticas públicas.

WCIT Brasil

Confirmado no painel sobre o estágio global da TI, Mukhisa será o responsável por alinhar o cenário atual e trazer perspectiva histórica sobre o progresso no enfrentamento de desafios mundiais desde a última WCIT.

“Foi com grande prazer e emoção que recebemos a confirmação de Kituyi. O fato de ele participar do WCIT é um orgulho para WITSA, para a ASSEPRO e para o Brasil”, desataca James Poisant, secretário-geral da Aliança Mundial de TI e Serviços, realizadora do evento junto à Federação das Associações das Empresas Brasileiras de TI – ASSESPRO Nacional. “Esse anúncio reforça atenção global no WCIT Brasil.”

A edição brasileira será a primeira realizada na América do Sul. A expectativa é reunir 2500 pessoas de mais de 80 países. A programação contempla Congresso com a cúpula mundial de TI, rodadas de negócios, exposição e eventos de network. As inscrições estão abetas e podem ser realizadas pelo site www.wcit206.com.

UNCTAD

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) é o órgão responsável por lidar com questões de desenvolvimento, prioritariamente com o comércio internacional. A UNCTAD produz análises inovadoras que formam a base para as recomendações dos formuladores de políticas econômicas mundiais.

UNCTAD é também um fórum onde os representantes de todos os países podem exercer livremente em diálogo e discutir maneiras de estabelecer um melhor equilíbrio na economia global. Além disso, o órgão oferece assistência técnica direta aos países em desenvolvimento, ajudando-os a ampliar as capacidades necessárias para se integrarem na economia internacional e melhorar o bem-estar das suas populações.

Tags, , , , ,

Assespro planeja “área da inovação” para empresários brasileiros no WCIT 2016

André Spindola (Sebrae), Flávia Malkine (Comitê WCIT), Heloísa Menezes (Sebrae), James Poisant (WITSA)

André Spindola (Sebrae), Flávia Malkine (Comitê WCIT), Heloísa Menezes (Sebrae), James Poisant (WITSA)

Com o objetivo de ampliar a visibilidade das iniciativas inovadoras desenvolvidas no Brasil, a ASSESPRO Nacional planeja destinar um espaço no WCIT 2016 para empresários que atuem em pesquisas e desenvolvimento de produtos e processos notáveis, seja em tecnologia nova ou aprimorada.

A oportunidade será para participação na exposição do evento, por onde deverão circular cerca de 2500 pessoas, de 82 países, durante os três dias de programação. As empresas convidadas dividirão espaço com grandes marcas da TI mundial e de áreas correlatas. Na edição de 2014, 80 expositores compuseram a feira.

A Área da Inovação foi tema de reunião entre o secretário-geral da WITSA, James Poisant, a diretora executiva do WCIT, Flávia Malkine, e os representantes do Sebrae Nacional Heloísa Menezes (diretora técnica) e André Spinola (gerente nacional de Atendimento do Setor de Serviços). As entidades organizadoras do evento destacaram a relevância de agregar a expertise da instituição junto aos empresários brasileiros ao evento, com destaque para às micro e pequenas empresas, que são responsáveis por mais de 90% do setor de Tecnologia da Informação no Brasil.

A ASSESPRO Nacional solicitou ao Sebrae que verifique a viabilidade de oferecer capacitação aos empresários selecionados para que estejam aptos a apresentar as ideias inovadoras com vistas a firmar parcerias internacionais.

Outra possibilidade será a comemoração de um ano do Movimento Compre do Pequeno Negócio durante o Congresso Mundial de TI. O projeto visa valorizar os produtos e serviços de micro e pequenos empreendedores e será lançado no dia 5 de outubro de 2015 pelo Sebrae. O objetivo é gerar renda e emprego nas comunidades.

Com foco no estímulo ao empreendedorismo e no desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios, o Sebrae atua em educação empreendedora; capacitação dos empreendedores e empresários; articulação de políticas públicas que criem um ambiente legal mais favorável; acesso a novos mercados; acesso à tecnologia e inovação; orientação para o acesso aos serviços financeiros.

Tags, , , , ,

Gestora de Projetos da Organização Mundial da Saúde participará do WCIT

unnamed

Joan Dzenowagis, gestora de projetos da Organização Mundial da Saúde (WHO), confirmou presença entre os palestrantes do Congresso Mundial de TI, de 3 a 5 de outubro de 2016 em Brasília. Especialista em política internacional, Dzenowagis participará no painel: “O impacto da TIC na Saúde Mundial”, que avaliará o atual status do setor de forma global e as maneiras como a TI pode colaborar no seu desenvolvimento.

Além do amplo conhecimento em saúde pública, Joan soma mais de 15 anos em Tecnologia da Informação e Comunicação, política e desenvolvimento estratégico. Participa frequentemente como palestrante em grandes eventos em temas ligados à Internet e à qualidade de informação em saúde.

É ligada à rede global multidisciplinar de contatos em governos, universidades, corporações internacionais e organizações não-governamentais.

Tags, ,