Tag CASE

Fundador do Wikipedia é confirmado no CASE 2019

Jimmy Wales é o mais novo palestrante confirmado no palco da 6ª edição da Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo – Case 2019, maior evento latino-americano voltado para startups, a ser realizado em 28 e 29 de novembro, em São Paulo, pela Associação Brasileira de Startups.

Empresário americano da Internet, Wales é um dos fundadores da Wikipédia; também eleito, em 2009, pela revista Times como uma das pessoas mais influentes do mundo; ano em que também ficou em terceiro lugar na lista Agenda Setters 2009 como um dos 50 indivíduos mais influentes do mundo tecnológico.

Em um espaço maior, a edição deste ano do principal evento do cenário de inovação do Brasil e América Latina espera cerca de 10 mil participantes, que poderão encontrar quatro arenas de conteúdo voltadas para os principais áreas dentro de uma startup: hacker (desenvolvedores e tecnologia), hipster (design, UX e produto), hustler (vendas e customer success) e hyper (marketing e Growth Hacking).

CASE 2019
Data: 28 e 29 de novembro de 2019, das 10h às 20h
Local: Transamérica Expo Center
Endereço: Av Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo (SP)
Informações e ingressos: case.abstartups.com.br

Tags, , , ,

Abstartups confirma 6ª edição do CASE

A Associação Brasileira de Startups (Abstartups), entidade que representa o ecossistema, confirma a 6ª edição da Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo – Case 2019 – maior evento latino-americano voltado para startups, a ser realizado em 28 e 29 de novembro deste ano, em São Paulo.

Os participantes contarão com novidades em relação aos anos anteriores, a começar pelo espaço. Para atender o crescimento do público e de estandes, a edição 2019 acontece no Transamérica, com um público esperado de 10 mil participantes, que poderão contar com conteúdos focados no futuro da inovação.

“Hoje, as startups e o ecossistema deixaram de ser uma promessa, tornando-se a realidade do presente. Este é o momento de tomar consciência dos nossos próprios feitos e, mais importante, de não se acomodar. O futuro é líquido e está em constante transformação. E o resultado disso tudo nós vamos celebrar, investigar e entender juntos no CASE 2019”, pontua o diretor executivo da Abstartups, Rafael Ribeiro.

Entre os palestrantes já confirmados, estão: Eric Santos, CEO plataforma de marketing digital RD Station; André Street, cofundador startup de processamento de cartões, Stone; Bruno Corleone, fundador e CEO da Barbearia Corleone; Rony Meisler, fundador e CEO da marca de roupas carioca Reserva; Lara Lemann, Co fundadora da empresa especializada em investimento imobiliário MAYA Capital e Daniela Arruda, sócio administradora da Taylor Handmade Venture, grupo de consultores executivos e investidores-anjo de software e mobilidade.

Com uma área exclusiva dedicada aos expositores e feira de negócios, o evento esse ano contará também com uma plenária e quatro arenas de conteúdo voltadas para os principais áreas dentro de uma startup: hacker (desenvolvedores e tecnologia), hipster (design, UX e produto), hustler (vendas e customer success) e hyper (marketing e Growth Hacking).

CASE 2019
Data: 28 e 29 de novembro de 2019, das 10h às 20h
Local: Transamérica Expo Center
Endereço: Av Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo (SP)
Informações e ingressos: case.abstartups.com.br

Tags, ,

ABStartups reuniu mais de 7.300 participantes durante 4ª edição do CASE 2017

Pelo quarto ano consecutivo, a ABStartups, entidade que representa o ecossistema, realizou durante os dias 26 e 27 de outubro, no Centro de Eventos PRO MAGNO em São Paulo, o CASE, maior evento latino-americano voltado para startups e reuniu 7.392 mil pessoas. Os participantes contaram com palestras nacionais e internacionais de alta qualidade e ainda tiveram a oportunidade de fazer networking qualificado.

O evento teve aproximadamente 45 palestras sobre os mais variados temas relacionados a startups e empreendedorismo, divididas entre o palco principal e a plenária. Além disso, os participantes puderam participar de três trilhas separadas por área de conhecimento: hipsters, que reuniram criativos e designers; os hackers, responsáveis pelo desenvolvimento de soluções tecnologias; e por fim, os hustlers, com os especialistas em marketing e vendas.

Após a abertura oficial, o espaço da plenária foi palco de uma série de palestras nacionais e internacionais, com grandes nomes, como Adeo Ressi, CEO do Founder Institute, que falou sobre como será o futuro já que estamos vivendo na era da disrupção completa. Logo em seguida, Marcio Kumruian, CEO da Netshoes, contou sobre os seus erros, acertos e os aprendizados durante a sua jornada empreendedora na internet No final do dia, os participantes puderam conhecer as startups selecionadas pelo Pitch Gov.SP, projeto realizado entre ABStartups e o Governo do Estado. Os ganhadores foram MGov, Matific, Estante Mágica , Mira Educação, Dom Rock, Nextcode, Pris, Kitado,Smart Sindico, Colab, Portal Telemedicina, Legalbot, Saútil, Cittamobi e Safety Mobility .

Enquanto isso, na Arena Hustler, Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech, e Tallis Gomes, Fundador da Singu, abordaram o tema Always be Closing (ABC). Já Rosi Rodrigues, CGO da Iugu, mostrou como aplicar Growth Hacking em startups.

No espaço Hipster, os participantes puderam contar com as palestras de Marco Tulio, Head of Enterprise Accounts na Zendesk, que comentou sobre o futuro do Customer Engagement, que vai desde o atendimento à experiência do cliente. No palco Hacker, o destaque foi para Cynthia Zanoni, Program Manager Latam da Microsoft, que explicou um pouco sobre os desafios de performance na web.

No último dia do CASE, o palco principal contou com a presença e os ensinamentos do Paul Walsh, Vice-Presidente de Estratégia e Inovação da Plataforma Visa que abordou sobre o futuro dos meios de pagamentos, e Geoff Ralson, sócio da YCombinator, que mostrou a visão global sobre startups, capital de risco, novidades e tendências desse mercado para o futuro.

Essa edição do CASE também contou com o lançamento da Radiografia do Ecossistema de Startups, que contou com a participação de mais de 1 mil startups ativas em todos os estados do Brasil, e a fase de coleta de dados trouxe ainda as primeiras conclusões. Foi concluído, por exemplo, que o ecossistema ainda é predominantemente composto por empreendedores masculinos, cerca de 40% das empresas respondentes são formadas exclusivamente por homens, e segundo as próprias startups, as pessoas formam o pilar mais importante para seu sucesso. A radiografia mostrou também que quase três quartos dos respondentes avaliam as políticas públicas como uma das principais deficiências do ecossistema brasileiro.

Enquanto isso, no palco Hustler os presentes puderam conhecer toda a história empreendedora de Alfredo Soares e ver quais estratégias ele usou para tornar a Xtech uma empresa bem sucedida. Já os conteúdos apresentados na arena Hipster foram voltados para melhorar a experiência do cliente e mostrar como isso pode ser determinante para o crescimento das startups.

O CASE foi encerrado com o anúncio dos ganhadores do Startup Awards, que elegeu as melhores startups, empresas e profissionais do ecossistema em 11 categorias. Os vencedores desse ano foram: João Kepler (Investidor-anjo), Monique Fernandes (Profissional de Imprensa), UFMG (Universidade), Cubo (Coworking), Startup Farm (Aceleradora), Mete a Colher (Impacto), Edson Mackenzie (Mentor), Itaú (Corporate), Michel Porcino (Herói/Heroina), MaxMilhas (Startup do Ano), Comunidade de Startups de São Paulo (Comunidade)

“Pelo quarto ano consecutivo, o CASE foi um sucesso. O evento foi muito rico em conteúdo e espero que os temas que foram discutidos possam ter ajudado os empreendedores a tirarem as suas ideias do papel e colocá-las em prática. Além disso, esse resultado mostra que estamos no caminho certo para fomentar o ecossistema de startups”, finaliza Amure Pinho, Presidente da ABStartups.

Tags,

Oxigênio Aceleradora participa do CASE com facilitação gráfica para startups selecionadas

A Oxigênio, aceleradora de startups da Porto Seguro, participará da terceira edição do CASE, evento focado no mercado de startups da América Latina e que acontece nos dias 26 e 27 de outubro. A empresa contará com um profissional de facilitação gráfica em seu estande para desenhar o modelo de negócio das startups que forem selecionadas para se apresentar. Os empreendedores interessados terão até o dia 22 de outubro para se inscrever.

Serão escolhidas as empresas que tiverem relação com as áreas de atuação da Porto Seguro e elas terão 5 minutos para falarem sobre seu negócio no estande da Oxigênio. O desenho, que resumirá de forma visual o que é a empresa, qual é o problema identificado e a solução ofertada, será digital e poderá ser compartilhado automaticamente pelos participantes nas redes sociais. Além disso, ao final do evento, a startup receberá um vídeo com o processo de construção do desenho.

Em sua terceira edição, o CASE é o primeiro evento realizado no Brasil totalmente focado no mercado de startups e conta com feira de negócios, palco com grandes nomes do empreendedorismo e outros conteúdos. “A Oxigênio acaba de completar 2 anos de operação com resultados bastante significativos. Participar do CASE neste momento é muito importante para entendermos o que nos espera no futuro próximo, além de criar relacionamentos e aprender ainda mais com os novos empreendedores que vêm revolucionando mercados”, diz Italo Flammia, Diretor da Oxigênio Aceleradora.

As inscrições podem ser feitas por meio do formulário: oxignio1.typeform.com/to/Rwzx3X até o dia 22 de outubro de 2017.

Serviço:
Local: Centro de Eventos PRO MAGNO
Endereço: Rua Samaritá, 230 – Casa Verde, São Paulo – SP
Data: 26 e 27 de outubro
Inscrições de startups para apresentação:oxignio1.typeform.com/to/Rwzx3X
Mais informações sobre a Oxigênio: www.oxigenioaceleradora.com.br

Tags,

ABStartups realiza 4ª edição do maior evento de startups da América Latina e espera reunir 8 mil pessoas

Pelo quarto ano consecutivo, a ABStartups, entidade que representa o ecossistema, realiza o CASE, maior evento latino-americano voltado para startups. Esta edição será realizada entre os dias 26 e 27 de outubro, no Centro de Eventos PRO MAGNO, em São Paulo, e a expectativa é reunir mais de oito mil pessoas.

No evento, os participantes contarão com novidades em relação aos anos anteriores. Serão promovidas trilhas separadas por área de conhecimento, para potencializar o aprendizado dos profissionais. Para isso, três grupos de profissionais terão destaque: os hipsters, que reúnem criativos e designers; os hackers, responsáveis pelo desenvolvimento de soluções tecnologias; e por fim, os hustlers, que envolvem os especialistas em marketing e vendas.

“É importante para o ecossistema oferecermos interação entre pessoas e termos no evento diversas estratégias inovadoras. Seguindo essa linha, vamos atender essa demanda e trazer para o CASE influenciadores de renome, que poderão compartilhar ideias e experiências que buscam dar mais eficiência para as startups participantes do evento”, afirma Rafael Ribeiro, Diretor Executivo da ABStartups.

Como nas outras edições, o CASE desse ano receberá grandes nomes internacionais, dentre eles: Geoff Ralston (Partner da YCombinator), Adeo Ressi (CEO do Founder Institute), Paul Walsh (Vice-Presidente da Visa), Demian Borba (Strategic Development Manager da Adobe XD – Adobe), entre outros profissionais. Também irão palestrar os brasileiros Marcio Kumruian (CEO da Netshoes), Tallis Gomes (CEO Fundador do Singu), Diego Gomes (CMO da Rock Content), Gustavo Caetano (CEO da Samba Tech) e outros nomes reconhecidos no setor.

Outra novidade é o anúncio das Startups selecionadas pelo Pitch Gov 2.0, projeto realizado entre a ABStartups e o Governo do Estado, com o objetivo de buscar empreendimentos inovadores que possam melhorar a prestação de serviços públicos, que irão apresentar no dia 27 de outubro suas soluções. Além disso, diante do grande sucesso do CASE, o SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, escolheu fazer o anúncio das oito startups finalistas do Programa Like a Boss, competição baseada em conceitos de gamificação.

Outra ação que será realizada no evento é o lançamento da Radiografia do Ecossistema de Startups, pesquisa com dados aprofundados sobre o crescimento do mercado, captação de investimento, tempo de amadurecimento, entre outras questões relevantes, que possibilitem a criação de um raio x completo de todo o ecossistema. O painel de discussão com os resultados da radiografia terá a participação de grandes nomes como Guilherme Horn (Digital Innovation Partner da Accenture), Newton Campos (Vice-Coordenador do GVcepe Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital), Felipe Matos (Fundador da Startup Farm) e Ana Fontes (Presidente no Instituto Rede Mulher Empreendedora).

O Startup Awards será outra atração da conferência. Trata-se de uma premiação que elegerá as melhores startups e empresas do ecossistema em 11 categorias: Investidor Anjo, Profissional de Imprensa, Universidade, Coworking, Aceleradora, Impacto, Mentor, Corporate, Herói/Heroína do Ano, Startup do Ano e Comunidade. Os nomes serão indicados e premiados por meio de votação pública no site http://startupawards.com.br/.

“Para nós, é um grande desafio e honra realizar o maior evento para o ecossistema de startups na América Latina. O CASE nos anos anteriores foi um sucesso e ao todo já tivemos mais de 14.536 empreendedores e 3261 startups participantes. Este ano, nossa missão é que fazer com que a jornada dos empreendedores brasileiros torne-se cada vez mais valorizada e que as startups possam mostrar todo seu potencial de inovação para o mundo”, finaliza Ribeiro.

A programação completa e as informações sobre as inscrições podem ser encontradas no http://case.abstartups.com.br/.

Tags, ,

ABStartups recebeu 6500 pessoas no CASE 2016

A Associação Brasileira de Startups, entidade que representa as startups brasileiras, promoveu nos dias 7 e 8 de novembro, a terceira edição do CASE – Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo. Consolidado como o maior evento do setor na América Latina, o CASE 2016 reuniu 6500 pessoas no Centro de Convenções do Anhembi, em São Paulo. Os empreendedores presentes tiveram a oportunidade de ampliar o conhecimento, compartilhar ideias e fazer muito networking.

O evento recebeu mais de 50 palestrantes nacionais e internacionais, que foram divididos em quatro grandes blocos temáticos: Gestão de Produtos, Vendas, Internacionalização e Investimento. Os temas foram escolhidos depois de uma pesquisa da ABStartups para entender quais eram os assuntos que mais interessavam e causavam dúvidas aos empreendedores.

Logo após a abertura oficial, Marcio von Muhlen, do Dropbox, iniciou a sequência de apresentações sobre gestão de produtos. Utilizando cases da próprio empresa, Marcio deu algumas dicas de como uma startup deve lidar com seu produto. No fim da manhã, Gabriela Rojas, do Nubank, explicou quais foram as estratégias da empresa para escalar o cartão de crédito sem anuidade, que já recebeu mais de 4 milhões de pedidos para cadastro.

Para falar sobre vendas, JD Peterson, do Trello, mostrou como a startup utilizou técnicas de vendas para passar de 4 para 17 milhões de usuários em apenas dois anos. Logo em seguida, Neil Patel, uma das maiores referências mundiais em marketing digital, explicou como as startups podem aumentar a audiência de seus canais digitais e transformar o público em cliente. Na sequência, temas como inside sales, vendas complexas e o papel do vendedor também foram discutidos na plenária.

O segundo dia do CASE 2016 se iniciou com uma série de apresentações sobre internacionalização. Fabrício Bloisi, da Movile, contou como sua empresa saiu de um pequeno escritório em Campinas e se tornou um grande player global, com presença na China, EUA e América Latina. Pouco depois, Chris O’Neil, da Evernote também compartilhou a trajetória da startup e como a empresa trabalha com a internacionalização de seu produto.

O último bloco temático do evento foi sobre investimentos. Max Oliveira, da MaxMilhas, abriu as apresentações explicando as vantagens e dificuldades de utilizar o bootstrapping para crescer. Próximo ao encerramento do evento, Pedro Sorrentino, da FundersClub, deu dicas aos empreendedores de como conseguir investimentos no mercado norte-americano.

O evento se encerrou com o Startup Awards, premiação que elegeu os principais agentes do ecossistema de startups divididos em 12 categorias. Os vencedores deste ano foram InovAtiva (melhor aceleradora), Dialetto (melhor assessoria de imprensa), Natalie Witte (melhor assessoria jurídica), Google Campus (melhor coworking), Méliuz (melhor equipe fundadora), Monashees (melhor fundo de investimento), Camila Farani (investidor anjo), Startup SC (melhor comunidade de startups), Rafael Assunção(melhor mentor), Revista Exame (melhor reportagem sobre startups), UFSC (melhor universidade para empreendedores) e Méliuz (startup do ano).

Além de toda programação na plenária principal, esse ano o CASE teve também uma área adicional de conteúdo. No “Palco Hack”, assuntos como Agtechs, marketing, comunicação, fintechs, educação, aceleração e outros temas foram debatidos por especialistas de cada segmento.

“Pelo terceiro ano consecutivo, o CASE 2016 foi um grande sucesso. Assim como as startups, nós também estamos crescendo em ritmo acelerado e queremos quebrar ainda mais barreiras nos próximos anos. O ecossistema de startups precisa de eventos como esse, com muito compartilhamento de ideias, networking e aprendizados. Tenho certeza que quem participou do CASE saiu com novas ideias, novos contatos e uma motivação maior para impulsionar sua startup”, finaliza Rafael Ribeiro, Gerente Executivo da ABStartups.

Tags, ,

Algar Telecom lança segunda edição do Programa de Aceleração de Startups

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do grupo Algar, lança o segundo ciclo do seu Programa de Aceleração de Startups. Assim como na primeira turma, o programa continuará a ser operado pela Ace (ex-Aceleratech), empresa reconhecida como maior aceleradora da América Latina pela Latam Founders, que selecionará seis startups para um processo de aceleração com duração de 4 a 10 meses (dependendo do nível de maturidade da startup), e conta com diversos serviços de auxílio para alavancar os negócios, além de 150 mil reais de investimento direto. O lançamento acontece durante o Congresso Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE), no dia 7 de novembro, no estande da Algar Ventures.

Os empreendedores interessados têm até o dia 11 de dezembro para se inscrever na página do programa (http://goace.vc/algartelecom/). Podem participar startups de todo o Brasil que possuam soluções para os seguintes temas: Eficiência e Produtividade; Transformação Digital de Negócios; Cidades Inteligentes e Humanas; Entretenimento, Comunicação e Ferramentas para o Público Jovem.

Segundo Renato Paschoarelli, diretor de Estratégia e Regulatório da Algar Telecom, o programa é uma excelente oportunidade tanto para os empreendedores, que necessitam de investimentos e mentoria para o desenvolvimento e crescimento de seus negócios, como para a grande empresa, que precisa estar próxima das empresas que poderão promover mudanças significantes no mercado em um futuro próximo. “Vamos aumentar o número de startups selecionadas porque apostamos no potencial de inovação do empreendedor brasileiro. Buscamos projetos que apresentem soluções inovadoras em tecnologia da informação e comunicações e que resolvam problemas reais do dia a dia das pessoas e empresas, com potencial de atuação em todo o mercado nacional”.

De acordo com Arthur Garutti, COO da Ace, para esta segunda fase, a aceleradora busca em conjunto com os executivos da Algar Telecom expandir o raio de atuação do programa. “Com a agregação do ACE Start, nossa rota de aceleração de validação, vamos não só aumentar a capacidade de startups aceleradas em simultâneo como também adequar o programa ao estágio de cada startup selecionada. A tese também está mais refinada, focada na busca de soluções e não necessariamente em tecnologias. Este é o DNA dos negócios da Algar Telecom, então buscamos cada vez mais usar a empresa como plataforma de escalabilidade para as startups através das possibilidades de cross-selling, ações de marketing e demais possibilidades que vão além da metodologia em si. Considero o escopo desta segunda fase do programa da Algar como um marco no salto de maturidade das acelerações corporativas existentes no Brasil”.

Segundo Guilherme Tângari, empreendedor da Espresso, startup que faz parte do primeiro ciclo de aceleração do programa, um dos maiores desafios para quem está começando um negócio é conectar o produto ao mercado. “Uma das principais vantagens do programa é a validação da solução com o cliente e principalmente o auxílio na identificação do melhor mercado de atuação e na montagem da estratégia de vendas. A proximidade com uma grande empresa como Algar Telecom facilita muito essa conexão com o mercado”.

Tags, , , , , , , ,