Tag Bruno Nardon

Rappi recebe investimento de US$185 mi e anuncia expansão no Brasil

Sete meses após chegar ao Brasil, depois ser investida pelos principais fundos do Vale do Silício, a Rappi, startup que disponibiliza assistentes pessoais para compras e entregas 24h por dia, anuncia o recebimento de um aporte de 185 milhões de dólares, que será usado para expandir a operação em quatro novas capitais brasileiras e para ampliar as categorias de serviços. Atualmente, a Rappi está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba.

“Sabemos que o bem mais precioso das pessoas é o tempo e a Rappi tem a missão de facilitar o dia a dia de qualquer pessoa nas grandes cidades, onde o trânsito é ruim. Esse valor será usado para expandir nossa atuação e oferecer mais serviços de uma forma prática, segura e cômoda”, explica o Sócio Presidente da empresa, Bruno Nardon. Parte do investimento veio dos fundos Sequoia Capital e Andreessen Horowitz e cerca de $105 milhões vieram da Delivery Hero, empresa de delivery de alimentos. O valor será usado para abrir operações em Recife, Fortaleza, Salvador e Brasília.

Atualmente, a Rappi conta com as seguintes categorias: Supermercados, Farmácia, Restaurante – inclusive, aqueles que não oferecem entrega à domicílio -, Bebidas, Pets, Conveniência e Qualquer Coisa – esta última inclui a compra de qualquer produto, pela qual já receberam pedidos inusitados, como colchão de ioga, viagra, balões de gás hélio, camisinha e piscinas de plástico.

Além da operação brasileira, que deve ser abranger cerca de 15 cidades nos próximos meses, a Rappi está presente na Colômbia (Bogotá, Cartagena, Medellín, Barranquilla, Laureles, Cali e Bucaramanga) e no México (Guadalajara, Monterrey, Pedregal e Cidade do México). São cerca de 2 milhões de usuários em todo o mundo. O usuário pode optar por usar a plataforma via web ou por meio do aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play e App Store.

Tags, , , , , ,

App de delivery que recebeu investimentos no Vale do Silício chega ao Brasil

A startup Rappi, acelerada no Vale do Silício, garante a compra e entrega de qualquer produto em menos de 1 hora

Chega ao Brasil a startup Rappi, um aplicativo que disponibiliza assistentes pessoais pela cidade e tem como missão facilitar a vida do brasileiro, fazendo as compras do dia a dia. Em apenas alguns cliques os usuários podem solicitar serviços de delivery 24 horas por dia em cinco categorias diferentes: Supermercados, Farmácia, Restaurante – inclusive, aqueles que não oferecem entrega à domicílio -, Bebidas e “O que você deseja?” – esta última inclui a compra de qualquer produto, pela qual já receberam pedidos inusitados, como colchão de ioga, viagra, camisinha e piscinas de plástico.

“Sabemos que hoje em dia o bem mais precioso é o tempo e a Rappi nasceu para facilitar o dia a dia de qualquer pessoa, disponibilizando um assistente pessoal que pode comprar ou retirar encomendas em locais desejados, de uma forma prática, segura e cômoda”, explica Bruno Nardon, Sócio Presidente da empresa. “Além disso, a Rappi tem como objetivo ser parceiro dos estabelecimentos e dos nossos assistentes – os entregadores das mercadorias – auxiliando na demanda de compra e flexibilidade de agenda, respectivamente”, completa Ricardo Bechara, Diretor de Operações.

Todos os pedidos realizados são acompanhados em tempo real pelo cliente, que pode interagir via chat com o assistente que aceitou o pedido e o time de suporte da Rappi. O pagamento é feito via cartão de crédito ou débito, após o serviço ser finalizado.

Todos os profissionais parceiros que utilizam o aplicativo passam por uma triagem rígida, onde devem participar de uma palestra informativa, além de apresentar antecedentes criminais e capacidade de uma entrega de qualidade, a fim de garantir a segurança e satisfação de seus clientes. A Rappi garante os mesmos preços das lojas físicas e ainda conta com personal shoppers especializados em escolher os melhores produtos do supermercado para os usuários.

Lançada em 2015, é investida pelos principais fundos do vale do silício, começou suas operações na Colômbia, e recém chegou ao Brasil em Julho de 2017. A empresa foi fundada pelos colombianos Símon Borrero, Sebastian Mejía e Felipe Villamarin e acelerada em 2016 no Y Combinator, a mais importante incubadora de start-ups do mundo, levantando uma rodada recorde de investimentos com Andreessen Horowitz, em seu primeiro investimento na América Latina, +monashees, ONEVC,Sequoia Capital entre outros.

A Rappi funciona em São Paulo, e pretende expandir seus serviços para as principais capitais do Brasil nos próximos meses. Além disso, está presente na Colômbia (Bogotá, Cartagena, Medellín, Barranquilla, Laureles, Cali e Bucaramanga) e no México (Guadalajara, Monterrey, Pedregal e Cidade do México). O usuário pode optar por usar a plataforma via web ou por meio do aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play e App Store.

Tags, , ,