Tag Bossa Nova

Com mais de 500 startups investidas, Bossa Nova vence prêmio Startup Awards

A Bossa Nova, micro Venture Capital que investe em Startups com atuação em todo território nacional, venceu na última sexta-feira, o prêmio Startup Awards, na categoria Venture Capital, a maior premiação do segmento no Brasil, organizado pela Associação Brasileira de startups. Essa é a primeira vez que essa categoria está no prêmio.

Em um ano atípico como 2020, a Bossa Nova seguiu apostando em startups dos mais diversos segmentos. Só no primeiro semestre a empresa investiu mais de 80%, comparado ao primeiro semestre de 2019 e planeja investir R﹩10 milhões em startups no estágio de seed e pre-seed até o fim do ano. Além disso, o ano já garantiu mais um recorde para a gestora, que ultrapassou a marca de 500 startups investidas no portfólio.

“Nós queremos conhecer as próximas grandes startups antes de todos. Por isso, investimos no Seed e Pre-Seed que é um estágio muito carente de investimentos no Brasil, mas extremamente rentável. Investindo nessa fase conseguimos ajudar as startups e diversificar nosso portfólio. Esse prêmio é um grande reconhecimento que estamos ajudando as startups e o ecossistema a crescer”, afirma Rafael Ribeiro Head de operações da Bossa Nova.

Somente esse ano, a Bossa Nova avaliou mais de 900 startups em todas as regiões do Brasil. É um escaneamento completo para garantir que o micro VC consiga ver oportunidades onde quer que elas estejam. “Tenho certeza que é essa postura de sair fora da bolha e abrir oportunidades para boas startups em todo Brasil que nos fez ganhar esse prêmio e tem feito nosso portfólio crescer”, afirma Rafael.

Ainda em 2020, a Bossa Nova lançou sete novas iniciativas de captação verticalizadas com comitês especializados para avaliar e apoiar as startups. A expectativa é de que em 2021 esse número cresça mais para que a empresa consiga diversificar em mais setores. O micro venture capital já foi eleito pela CBInsights o mais ativo da América Latina e quer ser o top of mind na Latam em investimentos em estágios iniciais.

A premiação ainda consagrou o Sócio da Bossa Nova, João Kepler como Investidor anjo do ano, o Rafael Ribeiro, Head de Operação como Mentor do ano e a Transfeera, aportada pela Bossa Nova, como Startup revelação.

Tags, , ,

Bossa Nova investe em startup que promove vendas omnichannel para restaurantes

De olho em um mercado que cresce rapidamente e exibe maturidade a Bossa Nova acaba de aportar R$ 350 mil na Delivery2me uma plataforma que chegou agitando o mercado de alimentação com uma inovadora proposta de entregar um serviço personalizado e econômico aos empreendedores do ramo gastronômico.

A comodidade que os aplicativos e sites de comida oferecem aos seus consumidores aumenta exponencialmente o consumo de produtos e serviços com entrega em domicílio, pensando nisso, os empresários Pedro Duarte, Tomaz Duarte e Alderi Jr. desenvolveram a Delivery2me.

Lançada em janeiro 2017, a marca permite que o empresário do ramo alimentício disponibilize seus produtos para vendas de delivery, retirada no balcão (to-go) e consumo na mesa em uma plataforma moderna, rápida, funcional e econômica.

“O objetivo é empoderar os donos de restaurantes com ferramentas e informações que permitam a melhor gestão do seu negócio e aumentar suas vendas sem comprometer sua margem de lucro”, afirma um dos sócios, Pedro Duarte.

“A grande sacada é que o sistema livra o restaurante da taxa do delivery Ifood, garantindo liberdade de gestão para os restaurantes que pagam apenas um pequeno valor fixo mensal e, desta forma conseguem redução em seus custos mensais”, explica João Kepler, partner da Bossa Nova.

Como funciona

O empresário acessa o site, cria sua conta grátis por 14 dias e inicia o processo de personalização do seu aplicativo, PWA e site, inserindo sua logo, fotos e esquema de cores; em seguida, orientamos o cadastro do cardápio que, caso deseje utilizar logo seu app, pode iniciar com os produtos mais pedidos e suas ofertas; posteriormente o empresário informa sua área de entrega do delivery, cadastra as mesas pro consumo no local e, em 20 minutos, já está pronto pra vender online sem comiss&otild e;es e com sua própria marca.

A plataforma propõe uma grande revolução na forma com que os donos de restaurantes se relacionam com seus clientes, permitindo conhece-los pelo nome e registrando todo seu histórico de consumo, tanto no salão do restaurante quanto no delivery.

O acesso ao perfil dos clientes permite a criação de produtos e ofertas personalizados, além de dar ferramentas para que seus garçons foquem cada vez mais no atendimento ao invés de ficarem ocupados em tarefas operacionais como anotar e lançar pedidos.

Outra importante evolução é a utilização da tecnologia PWA, que permite aos clientes a utilização do aplicativo sem a necessidade do download para o dispositivo móvel, aumentando assim a facilidade e rapidez da plataforma pelo cliente final.

Neste primeiro ano de atuação no mercado, o Delivery2Me já atende a restaurantes em 09 estados brasileiros: SP, RJ, MG, BA, PA, PE, RN, MA, AC, fato que o coloca entre as maiores empresas do segmento no mundo. Para 2018, os sócios projetam chegar ao final do ano atendendo 1.000 clientes de todo o território nacional.

Tags, , , , , ,

Bossa Nova é primeira empresa brasileira a lançar fundo com criptomoeda

Na próxima semana a Bossa Nova Investimentos lança globalmente (menos no Brasil) a primeira security token focada em empresas da América Latina. Trata-se da BR11 uma moeda virtual securitizada (security token) atrelada a um fundo de investimentos em startups.

Segundo Pierre Schurmann, founding partner da Bossa Nova Investimentos, — uma empresa de venture capital com participação em 347 startups e projeção de chegar a 450 investidas até o final de 2018 –, a criação da BR11 é uma forma de atrair investimentos estrangeiros para startups brasileiras.

A BR11 estará associada a 11 startups nacionais. Cada BR11 valerá US$ 1 e o câmbio flutuará de acordo com o sucesso das startups. “Pretendemos captar entre US$ 11 milhões e US$ 20 milhões para investir nestas startups”, revela.

Em estágio de pré-venda para investidores institucionais, a BR11, que está registrada na Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão que regula o mercado financeiro nos EUA, tem atraído a atenção de familly offices globalmente.

A emissão das moedas utilizará a tecnologia da Securitize, que garante que a emissão seja 100% compatível com as leis de cada país na qual será oferecida. Para que os investidores possam ter liquidez, A BR11 será listada na plataforma Open Finance, na qual seu câmbio flutuará de acordo com o valuation das 11 startups do fundo. “Será a terceira emissão de um security token nas Américas”, comemora Schurmann.

O investidor internacional vai poder aportar pequenas quantias em startups brasileiras. Com mínimo de US$ 5 mil será possível participar.

Tags, ,

Bossa Nova investe na Startup YetGo, líder do segmento de Mobilidade Urbana do Norte do Brasil

A famosa Startup de mobilidade urbana da região Norte do Brasil, a YetGo que foi lançada em 2016, acaba de receber uma rodada de investimento SEED da Bossa Nova Investimentos, a maior micro Venture Capital do Brasil em número de investimentos e empresa referência na América Latina.

Liderada pelos investidores Pierre Schurmann e João Kepler, a Bossa Nova investiu em uma participação proporcional a 15% da YetGo. “O aporte deste capital de uma Venture Capital como a Bossa Nova que é gerida por empreendedores que investem, é um grande marco na história de nossa empresa, pois valida nosso Product Market fit e nos abre portas para o mundo, nos colocando sobre os holofotes do mercado como um todo”, afirma Gervásio Moreno, CEO da YetGo.

A YetGo é lider de mercado no norte do Brasil: Pará, Amazonas e Amapá e no Nordeste opera no Ceará, Maranhão e Bahia. Com esse aporte, reforça sua participação regional e inicia seu plano de expansão com operações em alguns estados do sul e sudeste, dentre eles: Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Santa Catarina, Espírito Santo e São Paulo.

“2018 é um ano de crescimento, estamos ultrapassando as fronteiras nacionais e iniciando as operações também em Santiago no Chile e, no próximo mês já preparando nossa entrada na Europa por meio de Portugal” comemora Morgado

“Hoje a YetGo consegue brigar pelo segundo lugar no número de chamadas no Brasil, e com este aporte irá consolidar suas operações atraindo mais serviços e negócios para a startup”, explica João Kepler. “Um dos modelos que serão adotados é atender todas as startup da rede Bossa além de empresas parceiras das startups, ou seja, um grande mercado se encontra a vista através dessa rodada de investimentos”, diz kepler.

No final de 2017, a YetGo alterou seu modelo de negócio para uma cobrança mensal fixa ao motorista, o que de maneira disruptiva gerou um grande impacto positivo no negócio. “Tivemos excelente aceitação por parte de motoristas, devido aos altos valores pagos no modelo de cobrança percentual dos concorrentes, o que nos possibilitou gerar um fluxo financeiro saudável aos nossos parceiros e também a prática de um preço justo para nossos usuários”, comemora Morgado.

Pierre Schurmann, manager partner da Bossa Nova, comenta que a Bossa Nova já investe em startups de mobilidade urbana e no setor autotech em startups como a Vai.Car, a CarGuru, a AutoMobi , a Insta Carro, a Payparking e também a Credere e agora o investimento na YetGo vai ampliar e consolidar a entrada da Bossa Nova neste segmento.

Tags, , , , , , , , , , ,

Bossa Nova investe em Startup Fintech que ajuda o mercado de concessionárias a vender mais e melhor

O Credere acaba de receber um aporte da Bossa Nova (maior Micro Venture Capital da América Latina em número de investimentos) no valor de R$ 700 mil e se prepara para ampliar sua presença no Brasil. A startup que nasceu em 2013 auxilia as equipes nas concessionárias a organizar o processo comercial em torno do financiamento bancário, principal modalidade de venda nesse segmento.

Hoje a ferramenta registra aproximadamente 14mil propostas de financiamento/mês em sua plataforma, cadastradas por concessionárias espalhadas por 18 estados brasileiros.

“Surgimos como um formulário online para substituir as famosas fichas de papel, hoje conectamos a concessionária aos bancos, tornando o processo de vendas através de cdc muito mais rápido, moderno e eficiente” comenta Fred Alecrim, sócio investidor da Credere.

A ferramenta traz uma série de benefícios para as concessionárias e seus times, diminuir a perda de negócios por erro humano é uma delas. “Hoje uma parcela importante das propostas de financiamento negadas poderia ter virado venda, não foram aprovadas pelo banco por algum motivo reversível, ou seja, por alguma falha humana no processo. Com o Credere queremos mudar esse cenário, nosso grande objetivo é ajudar os concessionários a melhorar seu aproveitamento de vendas a partir da carteira de clientes que eles já têm”, comenta Orlando Seabra, sócio fundador do negócio.

Além de modernizar o processo o Credere permite que os gestores tenham uma visão global da movimentação em torno das vendas via CDC. Taxa de aprovação, rendimento das equipes, características das propostas cadastradas, performance dos bancos, registro de base de dados de clientes interessados, são alguns dos pontos que ficam à disposição de quem usa.

Segundo João Kepler, partner da Bossa Nova Investimentos, a solução é forma inteligente de controlar e agilizar os processos de financiamentos internos nas concessionárias, trazendo agilidade, facilidade e opções aos compradores. “O mercado precisava de uma ferramenta ágil e autônoma separada dos sistemas tradicionais das concessionárias”, conclui.

“Com esse investimento conseguiremos acelerar planos que estão no nosso radar há tempos: integração com mais bancos, adição de produtos financeiros, app para celular e tablet, melhoria dos relatórios; aumentaremos a velocidade para tornar nosso produto cada vez mais útil e estratégico no segmento”, finaliza Orlando.

Tags, , , ,

Com investimento da Bossa Nova, Pet Booking prevê expansão para todo país

Criada há menos de um ano com investimento inicial de R$ 3,5 milhões, o marketplace que conecta tutores a prestadores de serviços pets quer expandir para todo Brasil por meio de novo aporte financeiro

O Pet Booking – marketplace que conecta tutores a prestadores de serviços pets – surgiu como uma alternativa para localizar pela internet petshops e outros profissionais do setor. Para o negócio sair do papel, o fundador e CEO Robert Dannenberg e outros sócios investiram 3,5 milhões – com foco principal na tecnologia de ponta. Devido a acelerada expansão do setor pet no Brasil e com a programação de aumentar o número de cidades atendidas, o Pet Booking recebe um novo aporte financeiro vindo da Bossa Nova – empresa de investimento semente liderada pelos empresários Pierre Schurmann e João Kepler -, que soma mais de 150 startups aceleradas em seu portfólio. Em 2016, a Bossa Nova realizou mais de 40 investimentos diretos em startups no Brasil e nos Estados Unidos.

Crescimento e expansão

Atualmente o Pet Booking atende as cidades de São Paulo e Curitiba, e pretende continuar expandindo para locais com grande presença de petshops como o Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e demais capitais. Nos primeiros seis meses de atuação o marketplace realizou 11 mil agendamentos de serviços e cadastrou mais de 16 mil estabelecimentos em sua base. “Mesmo em meio a recessão que o país vive, o segmento de produtos e serviços para os animais de estimação não parou de crescer. O Pet Booking nasceu há menos de um ano para facilitar a vida dos tutores e ser um forte aliado dos estabelecimentos na gestão do seu negócio. Em pouco tempo crescemos bastante e contamos cada vez mais com investidores que acreditam na força desse setor”, explica Robert Dannenberg.

Ainda de acordo com Dannenberg, receber investimentos externos consolida o plano de expansão do Pet Booking e demostra a confiança no potencial desse mercado.

Tags, , , , ,