Tag Bematech

Ingram Micro Brasil fortalece unidade de automação comercial e anuncia acordo com a Bematech

A Ingram Micro Brasil, subsidiária da maior distribuidora global de tecnologia, anuncia acordo de distribuição com a Bematech, empresa brasileira provedora de soluções completas de automação comercial, e passa a distribuir as impressoras fiscais e de recibo, CPUs, SAT Fiscal, leitores de código de barras e gaveteiros da Bematech.

Com a parceria com a Bematech, a Ingram Micro reforça sua unidade DC/POS (Captura de Dados e Automação Comercial), que está completando quatro anos, e sua estratégia de liderar o segmento no País.

“O acordo deixa nosso portfólio ainda melhor e nos permite atender à demanda das revendas, sejam elas de pequeno porte até grandes cadeias varejistas. Além disso, consolida a parceria que já existe em outros países da América Latina”, diz Luis Lourenço, diretor de Advanced Solutions da Ingram Micro.

“Com a parceria, aumentamos nossa proximidade ao empreendedor brasileiro que busca cada vez mais tecnologias de ponta para automatizar seus estabelecimentos comerciais e garantir a longevidade do seu negócio”, afirma Eros Jantsch, CEO da Bematech.

Com a Bematech, o portfólio da unidade DC/POS da Ingram Micro chega a 17 fabricantes e oferece às revendas e seus clientes as melhores soluções do mercado. A Bematech, por sua vez, passa a contar com canais de venda da Ingram Micro, atendidas por uma eficiente operação logística e estoque local, o que garante o menor prazo de entrega. Os revendedores da Ingram Micro Brasil também contam com uma plataforma de e-commerce com frete grátis e um portfólio de soluções financeiras – IM Linha Fácil -, que atende praticamente todas as demandas de uma revenda. Além disso, a Ingram Micro oferece treinamentos para as equipes de vendas, pré-vendas e produtos de todas as revendas.

Sobre a Ingram Micro Inc. – A Ingram Micro é o maior distribuidor mundial de tecnologia e líder global da cadeia de suprimentos de TI, serviços para dispositivos móveis, cloud, automação e soluções de logística. Além dos serviços de distribuição de soluções e produtos, oferece apoio para o desenvolvimento de seu ecossistema, com benefícios exclusivos, recursos de logística e de mobilidade, suporte profissional técnico e soluções financeiras, atuando como um elo vital na cadeia de valor de tecnologia. No Brasil desde 1997, a Ingram Micro dispõe de produtos e soluções de 75 fabricantes para pronta entrega e importação exclusiva no modelo de VAD, VOD, mobilidade, automação e cloud.

Nos últimos anos, a Ingram Micro imprimiu um ritmo acelerado de mudanças no Brasil, com a ampliação do portfólio em diversas verticais do mercado e várias soluções de big data e advanced analytics, security, cloud, customer experience, IoT, estrutura convergente e mobilidade.

Com escritórios regionais em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e Recife, a Ingram Micro provê suporte às necessidades de toda a cadeia de distribuição, assegurando a conquista dos objetivos de negócios de seus parceiros e clientes dentro das melhores práticas de mercado, atendendo setores como transportes, agronegócio, educação, recursos naturais, saúde, serviços financeiros, varejo e área pública, entre outros.

Tags, , , , ,

Juntas, TOTVS e Bematech vão liderar a digitalização do Varejo no Brasil

Com a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), a TOTVS com a Bematech torna-se o maior e mais completo provedor de soluções de negócio para o Varejo do país. O segmento é um dos principais motores da economia brasileira, respondendo por mais de 50% das mais de 4,6 milhões de empresas formalmente estabelecidas no Brasil, segundo dados do IBGE.

Para se tornarem mais competitivos, os varejistas precisam elevar eficiência e aumentar a produtividade, iniciativa que só é possível com a digitalização das empresas. “Estamos em um ano desafiador para as companhias brasileiras. Porém, em momentos econômicos como o atual, a necessidade de se buscar eficiência, competitividade, produtividade e redução de custos se intensifica. A tecnologia passa a ser, então, um fator decisivo para atingir esses objetivos. A união com a Bematech nos permite oferecer uma solução completa para a digitalização dos processos nas empresas varejistas, de ponta a ponta, unindo conhecimento de mercado e o que há de mais moderno em tecnologia com preços acessíveis”, destaca Rodrigo Kede, presidente da TOTVS.

Com a união, TOTVS e Bematech conseguem atender toda a cadeia do varejo e combinam conhecimento de mercado e complementaridade de portfólio. A TOTVS é líder em software de gestão na América Latina e no mercado SMB e a Bematech é líder em tecnologia para o varejo, com suas soluções de hardware e software presentes em mais de 50% dos checkouts dos estabelecimentos automatizados do Brasil e com mais de 500 mil pontos de vendas.

Com a reorganização societária, juntas, as empresas passam a prover soluções completas para lojas de varejo físico e também para as empresas de e-commerce, além das soluções especializadas nos mais diversos subsegmentos do varejo: food service, supermercados, atacarejo, vestuário e calçados, lojas e magazines, eletroeletrônico, material de construção, farmacêutico, hotelaria, concessionária de veículos, transporte de passageiros, entre outros. “Agora, com disciplina e planejamento, vamos desenhar uma nova estratégia para atuarmos juntos. Vamos analisar todos os produtos e serviços cujo objetivo será o de entregar aos clientes a melhor opção em soluções de negócios para o setor varejista”, complementa Kede.

Para o CEO da Bematech, Cleber Morais, a aprovação da união com a TOTVS consolida a missão da empresa que sempre buscou tornar o varejo mais eficiente. “Somos duas companhias com muito conhecimento nesse setor. Por isso, quem mais ganha com esse movimento é o varejo que passa a contar com soluções desenhadas para suas necessidades. Com a digitalização dos processos, acreditamos que teremos este segmento tão importante para a economia do país ainda mais forte”, destaca Morais. O objetivo é garantir também mais eficiência ao empresário ao prover soluções para todas as suas necessidades de negócio por meio de uma única empresa, garantindo integração, atendimento à legislação e atualizações tecnológicas constantes.

Tags, , , , ,

Em São Paulo, varejista deve encerrar emissor de cupom com mais de 5 anos e migrar para o SAT a partir de 1º/10

A partir de 1º/10 a utilização do Sistema Autenticador e Transmissor (SAT) de cupons fiscais eletrônicos passa a ser obrigatório para todos os contribuintes do varejo paulista que utilizam Emissores de Cupons Fiscais (ECF) com 5 anos ou mais. Estes estabelecimentos deverão encerrar a utilização dos ECFs e substituí-los pelo SAT – a exceção são supermercados, cujo prazo é 1º/1/2016 (veja o calendário abaixo).

Esta é a quarta etapa do cronograma estabelecido pela Secretaria da Fazenda iniciado em 1º/7 com os postos de combustíveis, farmácias, drogarias e lojas de artigos de vestuário. Em 1º/8 houve o ingresso de varejistas das áreas de alimentação e lojas de material para construção. Em 1º/9 foi a vez de padarias e confeitarias, açougues, lojas de departamentos, de autopeças, ferragens, ferramentas, eletroeletrônicos, móveis, calçados, papelarias, farmácias de manipulação, perfumarias e óticas.

Desde o início do período de obrigatoriedade, foram transmitidos ao Fisco paulista 47.472.125 cupons fiscais eletrônicos (CF-e) por meio de equipamentos SAT. No total, oito fabricantes possuem autorização da Secretaria da Fazenda para fornecer equipamentos SAT aos varejistas paulistas: Kriptus, Elgin, Bematech, Dimep, Sweda, Tanca, Gertec e Urano.

Para auxiliar os varejistas no processo de troca de ECFs, a Fazenda inseriu no Posto Fiscal Eletrônico (PFE) funcionalidade que permite ao contribuinte consultar a relação de equipamentos ECF ativos em seu estabelecimento, bem como o tempo acumulado desde a data da primeira lacração. A informação é importante para que o lojista possa programar a substituição dos equipamentos pelo SAT.

SAT / Cronograma

O cronograma de obrigatoriedade do SAT foi elaborado de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) dos contribuintes.

Datas Sistema Autenticador e Transmissor – Cronograma / Setores

1º/7/2015 Novos estabelecimentos

ECFs com mais de 5 anos desde a primeira lacração para os setores: postos de combustíveis, farmácias, drogarias e lojas de artigos de vestuário.

Contribuintes que utilizam Sistema Eletrônico de Processamento de Dados (SEPD) em substituição ao ECF.

1º/8/2015 ECFs com mais de 5 anos desde a primeira lacração de minimercados, mercearias, armazéns, lojas de materiais de construção, restaurantes, bares e lanchonetes.

1º/9/2015 ECFs com mais de 5 anos desde a primeira lacração para, padarias e confeitarias, açougues, lojas de departamentos, de autopeças, ferragens, ferramentas, eletroeletrônicos, móveis, calçados, papelarias, farmácias de manipulação, perfumarias e óticas.

1º/10/2015 Demais setores do varejo cujos ECFs tenham mais de 5 anos desde a primeira lacração.

1º/1/2016 Em substituição à nota fiscal de venda a consumidor (modelo 2) para os contribuintes que faturaram R$ 100 mil ou mais em 2015;

Postos de combustível, em substituição à nota fiscal de venda a consumidor (modelo 2);
Supermercados, desde que essa atividade esteja enquadrada na CNAE principal.

1º/1/2017 Em substituição à nota fiscal de venda a consumidor (modelo 2) para os contribuintes que faturaram R$ 80 mil ou mais em 2016;

Prazo final para os postos de combustível cessarem todos os ECFs.

1º/1/2018 Em substituição à nota fiscal de venda a consumidor (modelo 2) para os contribuintes que faturaram R$ 60 mil ou mais em 2017.

Sobre o SAT

O Sistema Autenticador e Transmissor (SAT) é um hardware responsável pela geração do Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e), sua assinatura digital e transmissão periódica à Secretaria da Fazenda, sem a necessidade de o contribuinte intervir ou formatar arquivos – basta que ele emita o documento fiscal pelo equipamento.

O equipamento SAT praticamente elimina erros no envio, fator que contribuirá para a redução do número de reclamações dos consumidores, autuações e multas dos lojistas. Os extratos dos documentos fiscais emitidos pelo sistema terão QRCode, que permitirá ao consumidor checar dados da compra e a validade do documento com o uso de smartphone e aplicativo específico da Secretaria da Fazenda.

Os varejistas não precisarão mais instalar um equipamento por caixa registradora. O SAT pode ser compartilhado por vários caixas e impressoras. Se o ponto-de-venda não estiver conectado à internet, o equipamento armazena todas as operações para serem enviadas à Secretaria da Fazenda assim que estabelecer conexão à internet, ou pelo computador do escritório do estabelecimento comercial.

Informações adicionais sobre o SAT podem ser obtidas em www.fazenda.sp.gov.br/sat.

Tags, , , , , , , , , , ,

Bematech adota Oracle Service Cloud e reduz em 90% as despesas com manutenção de soluções anteriores

A Bematech – provedora de tecnologia para o varejo, food service e hospitality – adotou as soluções Oracle Service Cloud para aprimorar o atendimento aos clientes. O projeto nasceu após uma série de aquisições de empresas de software realizadas pela companhia, o que gerou um desafio de integrar e padronizar diferentes sistemas e processos de relacionamento com clientes.

Graças ao uso da solução Oracle Rightnow Cloud Service – que faz parte da linha Oracle Service Cloud –, a Bematech reduziu em 90% as despesas de manutenção dos sistemas utilizados anteriormente para atendimento ao cliente. Além disso, teve uma queda de mais de 20% no volume de ligações e e-mails recebidos pela área de atendimento, graças a uma melhor gestão da operação.

O processo de escolha da solução Oracle aconteceu após um longo processo de alinhamento das necessidades de diversas áreas da Bematech em relação ao atendimento ao cliente. Após definir as especificações do projeto, a empresa fez um mapeamento de quais os fornecedores de mercado tinham as melhores soluções de nas áreas de CRM e Service Desk. Ao todo, 15 provedores participaram da concorrência.

“A escolha da solução Oracle Service Cloud se deu basicamente pelo nível de aderência ao negócio da Bematech, por ser uma solução em cloud que demandaria menos esforço e mais flexibilidade na implementação e, principalmente, pelo foco da solução na gestão e visão do cliente”, afirma Alexandre Parreiras, gerente de operações da Bematech.

Na prática, graças à nova plataforma de atendimento fornecida pela Oracle no modelo de cloud computing, a Bematech criou novos canais de atendimento por chat, e-mail e portal, bem como ampliou a automação dos processos e das interações entre os diferentes níveis de suporte, backoffice e equipes de desenvolvimento de software.

Atualmente, toda a base de clientes das verticais Varejo, Food Service e Hospitality da Bematech é atendida dentro da nova plataforma e pode escolher o canal que melhor se adequa às suas necessidades, para o registro e acompanhamento de solicitações e incidentes. As solicitações passaram a percorrer fluxos pré-definidos entre os diferentes níveis de atendimento e interagem com outras soluções quando relacionadas a alguma necessidade específica de correção ou evolução do software.

Na Bematech, a plataforma Oracle Service Cloud também é utilizada para automação de processos internos, como gestão de solicitações de documentação fiscal. E, animada com os resultados, a empresa já planeja um novo projeto com tecnologia Oracle, voltado a consolidar todas as operações de suporte da empresa ao longo deste ano.

“Esse projeto da Bematech reforça a qualidade e a eficiência das soluções Oracle Service Cloud, que ajudam as empresas a oferecerem o melhor atendimento aos clientes, ao integrar experiências na web, redes sociais e contact center em uma plataforma na nuvem, o que dá flexibilidade e agilidade às organizações, ao mesmo tempo em que reduz custos”, ressalta Alan Dias, diretor de Desenvolvimento de Negócios de CRM da Oracle. “Nossa plataforma oferece confiabilidade, segurança e liberdade para a experiência do cliente de missão crítica”, acrescenta.

Tags, , , , , ,