Tag Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Finep e BNDES vão financiar projetos de inovação no setor mineral no valor de R$ 1,4 bi

A Finep e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovaram investimento de mais de R$ 1,4 bilhão em pesquisas, desenvolvimento e inovação na área de mineração e transformação mineral. Os projetos foram selecionados no âmbito do edital Inova Mineral – segunda rodada. Ao todo, foram escolhidas 19 propostas, de um total de 50 inscritas. A demanda superou a primeira etapa da chamada, quando foram recebidas 42 propostas – das quais 24 foram aprovadas, com R$ 737 milhões em investimentos previstos.

O maior número de projetos aprovados é voltado para tecnologias e processos para redução e mitigação de riscos e impactos ambientais, como a recuperação e aproveitamento de resíduos: cerca de 37% (7) do total de projetos selecionados, totalizando pouco mais de R$ 1 bilhão. A linha, inclusive, foi a que mais recebeu propostas (15 no total).

De acordo com Maurício Syrio, superintendente de Inovação em Indústria, Engenharia e Serviços da Finep, após o rompimento, em novembro de 2015, da barragem da Samarco, em Mariana (MG), era esperado que viessem em maior número os projetos com foco na preservação do meio ambiente. “Alguns propõem o reaproveitamento de rejeitos e evitam, assim, a necessidade de barragens”, afirma Syrio.

Outro destaque diz respeito aos minerais estratégicos, os chamados “Portadores de Futuro”, como terras raras, grafita, lítio, silício e titânio. As 5 propostas aprovadas, com valor total de R$ 290 milhões, representam aproximadamente 26% do total selecionado. A linha foi a segunda mais concorrida, com 11 projetos enviados.

As outras linhas são: Tecnologias de Mineração (3 projetos); Desenvolvimento e Produção Pioneira de Máquinas, Equipamentos, Softwares e Sistemas (3); e Minerais Estratégicos com Elevado Déficit Comercial: Fosfato e Potássio (1). Segundo Pedro Paulo Dias, gerente do Departamento de Mineração e Metais do BNDES, as empresas selecionadas com propostas mais maduras devem começar a receber desembolsos ainda em 2018.

Sobre o programa

O Inova Mineral tem como objetivo estimular o desenvolvimento de novas tecnologias no setor de mineração e transformação mineral. O programa, que prevê investimentos até 2023, já fomentou um total de 90 planos de investimentos em inovação e sustentabilidade no setor, que representam uma demanda por recursos da ordem de R$ 2 bilhões. Os investimentos aprovados contemplam um conjunto de cerca de 60 empresas e 30 instituições de ciência e tecnologia.

Tags, , , , , , ,

Cartão BNDES facilita negócios de TIC

Com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), empresa pública federal, através de uma linha especial de financiamento, torna-se mais fácil fazer investimentos em TIC beneficiando-se de taxas de juro inferiores às normalmente praticadas pelo mercado financeiro. Quem compra pode parcelar em até 48 vezes e o fornecedor tem o pagamento garantido pelo banco e o seu recebimento em até 30 dias após ao fechamento da venda e submissão da Nota Fiscal ao banco. Mesmo com várias vantagens, as empresas brasileiras ainda não fazem uso frequente deste tipo de financiamento. Cirlaine Moraes, Gerente Financeira da SADIG, empresa que comercializa softwares de business intelligence, afirma que mesmo com as facilidades disponíveis, as vendas por BNDES não chegam a 10%. “Não podemos decidir pelo cliente. O nosso papel é divulgar que somos credenciados, oferecer essa modalidade de pagamento, e salientar que a taxa de juros e o prazo de pagamento são muito atraentes. Há casos em que valor do projeto do cliente chega a um patamar financeiro em que é melhor financiar, pois não há a necessidade de adiamento do projeto e da obtenção de seus benefícios e, principalmente, o cliente evita a sua descapitalização. Principalmente pelo desconhecimento, essa linha de crédito nem sempre é uma alternativa considerada”, diz Cirlaine.

O financiamento é pré-aprovado e feito por meio do cartão BNDES, no qual vendedor e comprador devem estar previamente cadastrados. Baseado no conceito de cartão de crédito, visa a financiar os investimentos das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Podem obter o Cartão BNDES as MPMEs (com faturamento bruto anual de até R$ 90 milhões), sediadas no País e em dia com o INSS, FGTS, RAIS e tributos federais. Por meio do Portal de Operações do BNDES (www.cartaobndes.gov.br), é possível verificar quais as empresas cadastradas e visualizar seus ‘Catálogos de Produtos’.

Tags, , , ,