Tag Bahia

Evento em Salvador apresenta panorama de Cidades inteligentes

De acordo com o Ranking Connected Smart Cities, realizado pela Urban Systems em parceria com a Sator, Salvador está na primeira posição na categoria Urbanismo, segunda colocação entre as cidades do nordeste e terceira em Meio Ambiente e educação na classificação regional.

Assim como Salvador- cidade anfitriã do Encontro Connected Smart Cities Regional Nordeste, outras cidades do estado também serão destaques durante o evento. Realizado pela Sator em parceria com a prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação – SECIS, o evento acontece no próximo dia 15 de março de 2018 (quinta-feira), no SENAI CIMATEC, Salvador/BA. O Fórum faz parte do Connected Smart Cities, principal evento do setor no Brasil, que conta com a participação de empresas, entidades e governo, tendo como objetivo encontrar soluções inovadoras com foco em cidades mais inteligentes e conectadas.

Salvador é considerada referência entre as cidades da Região Nordeste, de acordo com Ranking Connected Smart Cities, em função de indicadores atingidos, tais como a marca de sexta colocada em Empreendedorismo e sétima em Mobilidade e Acessibilidade considerando todas as cidades analisadas, entre outros destaques que serão apresentados durante o evento por meio do case Região Nordeste – Salvador. “A beleza de Salvador, naturalmente, já proporciona à cidade um destaque entre os outros municípios do país. Além disso, nos últimos anos, a capital baiana vem conquistando um espaço importante nos cenários nacional e internacional em assuntos que, em um passado recente, seriam impossíveis de imaginar, como empreendedorismo, meio ambiente, urbanismo, saúde, educação e mobilidade. Tudo isso fruto de muito planejamento e de uma relação próspera e transparente entre poder público e sociedade”, destaca ACM Neto, prefeito de Salvador.

O evento também contará com a apresentação dos cases de Fortaleza: 2° lugar em Educação, Empreendedorismo e Tecnologia e Inovação, 3° em Governança e 5° em Economia; Teresina: 4° lugar em Educação e Mobilidade e Acessibilidade e 6° em Saúde; João Pessoa: 1ª colocada em Meio Ambiente e 3ª em Saúde; e Recife: primeiro lugar nos indicadores: Educação e Tecnologia e Inovação e 3ª posição em Empreendedorismo. Todos os indicadores são relacionados ao Ranking Região Nordeste. O fórum contará com representantes das cidades mencionadas e de outras localidades do Nordeste.

Programação

Segundo Paula Faria, diretora executiva da Sator, empresa organizadora do evento, sem dúvida, o encontro é uma oportunidade ímpar para a discussão das melhores práticas sobre cidades inteligentes no Brasil. “O nosso objetivo é que o encontro em Salvador, seguindo o mesmo propósito da edição 2016 realizada em Recife, permita traçar um panorama de cidades inteligentes focado na Região Nordeste. Abordaremos, por exemplo, temas relacionados ao papel da tecnologia da informação, da inovação, das Parcerias Público-Privadas (PPPs) e das organizações de fomento no desenvolvimento de Smart Cities”, acrescenta.

O evento contará, também, com os palestrantes Thomaz Assumpção, Presidente da Urban Systems e Sócio do Connected Smart Cities, Luciana Xavier de Lemos Capanema, do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento, André Gomyde, Presidente da RBCIH – Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Guilherme Naves, da Radar PPP, Américo Tristão Bernardes, Diretor do Departamento de Inclusão Digital da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e Rodolfo Ribeiro, Fundador da Spinafre e parceiro do Connected Smart Cities.

Os Encontros Connected Smart Cities são realizados paralelamente ao evento principal, que este ano acontece nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo/SP. Os eventos regionais buscam debater soluções para o desenvolvimento das cidades com base em informações e necessidades de cada região.

Encontro Connected Smart Cities Regional Nordeste – Salvador/BA
Data: 15 de março de 2018
Horário: das 9h00 às 17h00
Local: SENAI CIMATEC – Av. Orlando Gomes, 1845 – Piatã – Salvador

Tags, , , , , , , , , ,

Salvador sedia evento sobre cidades inteligentes

Conhecida pela gastronomia, música e arquitetura, Salvador também é destaque em outros segmentos. De acordo com o Ranking Connected Smart Cities, realizado pela Urban Systems em parceria com a Sator, a capital baiana está na primeira posição na categoria Urbanismo e terceira colocação em Meio Ambiente.

Assim como Salvador, outras cidades da Região Nordeste também serão destaques durante o Encontro Regional Nordeste, que acontece em Salvador/BA, no dia 15 de março de 2018, no SENAI CIMATEC. O fórum faz parte do Connected Smart Cities, evento realizado pela Sator com a participação de empresas, entidades e governo e tem como objetivo encontrar soluções inovadoras com foco em cidades mais inteligentes e conectadas.

O evento terá a participação do prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto. Na ocasião, também será apresentado o case Região Nordeste – Salvador destacando conquistas importantes da capital – considerada referência entre as cidades da Região Nordeste, em função de indicadores atingidos, tais como a marca de sétima colocada entre as cidades brasileiras em Mobilidade e Acessibilidade e sexta em Empreendedorismo, de acordo com o Ranking Connected Smart Cities. O Encontro Regional Nordeste contará, ainda, com as participações dos representantes de Fortaleza, Teresina e João Pessoa que apresentarão os cases de suas cidades, além dos demais convidados representando cerca de 200 cidades do Nordeste.

Segundo Paula Faria, diretora executiva da Sator, empresa organizadora do evento, o encontro é voltado para a discussão e negócios de cidades inteligentes do Brasil e, assim como no encontro de 2016 que aconteceu em Recife, esta edição também cumprirá o papel de desenhar um panorama de desenvolvimento de cidades inteligentes na Região Nordeste. “O papel da tecnologia da informação, da inovação, das Parcerias Público-Privadas (PPPs) e das organizações de fomento no desenvolvimento de Smart Cities serão alguns dos temas abordados no encontro”, comenta.

O evento contará, também, com os palestrantes Thomaz Assumpção, Presidente da Urban Systems e Sócio do Connected Smart Cities, Bruno Pereira, da Radar PPP, Américo Tristão Bernardes, Diretor do Departamento de Inclusão Digital da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e Rodolfo Ribeiro, Fundador da Spinafre e parceiro do Connected Smart Cities.

Os Encontros Connected Smart Cities são realizados paralelamente ao evento principal, que este ano acontece nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo/SP. Os eventos regionais buscam debater soluções para o desenvolvimento das cidades com base em informações e necessidades de cada região.

Encontro Connected Smart Cities Regional Nordeste – Salvador/BA
Data: 15 de março de 2018
Horário: das 9h00 às 17h00
Local: SENAI CIMATEC – Av. Orlando Gomes, 1845 – Piatã – Salvador

Tags, , , , , , , ,

Projeto da Resource gera economia de R$ 1,35 milhão para o governo da Bahia

Nos nove primeiros meses de 2017, o governo do Estado da Bahia economizou R$ 1,35 milhão em sua folha de pagamento graças à entrega da primeira etapa do projeto RH Bahia, desenvolvido e implementado pela Resource, uma das principais e mais bem-sucedidas multinacionais brasileiras de serviços de TI e Integração Digital. O montante representa uma redução mensal de 0,8% no valor bruto médio da folha de pagamento de oito empresas públicas e sociedades de economia do Estado onde o novo sistema foi implementado e que está em uso desde janeiro.

“A implantação é um exemplo claro de como estamos qualificando o gasto com pessoal de modo a viabilizar o investimento em políticas de gestão de pessoal cada vez mais efetivas”, defende Edelvino Góes, Secretário de Administração do Estado, ao explicar que a redução nas despesas com a folha é consequência de um novo padrão de confiabilidade e precisão no processamento dos dados proporcionado pela nova tecnologia.

“O RH Bahia e a automatização dos processos têm nos proporcionado um novo padrão de confiabilidade, pois conseguimos identificar e corrigir muito mais rapidamente eventuais erros e inconsistências”, afirma Adriano Tambone, Superintendente de RH da Secretaria de Administração da Bahia. O executivo cita como exemplo a correção de registros que resultavam em ganhos indevidos de remuneração e falhas relacionadas ao cálculo do adicional por tempo de serviço. “Como cada autarquia tinha a sua própria metodologia, era comum encontrarmos informações equivocadas”, explica Tambone.

“Esse projeto possui diversas particularidades importantes. Para a Resource, significa um grande passo em sua atuação no setor público, para a SAP o pioneirismo da implementação do módulo HCM em um projeto dessa magnitude na área de Recursos Humanos e, para o governo da Bahia, representa o ineditismo da modernização desse setor”, afirma Marcus Piombo, Vice-Presidente de Operações da Resource. Outro diferencial apontado pelo executivo está relacionado às vantagens da automatização dos processos e à centralização na solução, que acaba liberando os servidores para atividades mais estratégicas. “A integração em uma mesma ferramenta gera agilidade e transparência a todas as áreas de atuação da política de Recursos Humanos do Estado, beneficiando diretamente a gestão do gasto público”, diz Piombo.

RH Bahia

O projeto, pioneiro na administração pública brasileira, moderniza a gestão de Recursos Humanos do Estado por meio do módulo Human Capital Management (HCM) do SAP e é uma iniciativa da Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb).

A próxima etapa do projeto abrange todos os órgãos da administração pública, autarquias e fundações, com o RH Bahia operando em 417 municípios e em 31 mil locais de trabalho, auxiliando 270 mil servidores de todo o Estado. A estimativa do governo da Bahia é gerar uma redução na folha de pagamento de aproximadamente R$ 7 milhões ao mês – cerca de R$ 90 milhões ao ano. A iniciativa tem como objetivo ainda eliminar o uso do papel em mais de 90% das ações, o que representa uma economia de R$ 4,5 milhões.

Além da qualificação do gasto com pessoal, o RH Bahia trará diversos outros benefícios para a administração pública. Mais de 90% dos processos serão automatizados, o governo baiano contará com mais rapidez para acesso a informações gerenciais, aprimoramento da gestão dos servidores etc. O software permite ainda acesso on-line facilitado a busca e envio de informações, vantagens e benefícios. “A população está cada vez mais exigente em relação aos serviços prestados por órgãos públicos. Investimentos em soluções de tecnologia apresentam-se como excelentes alternativas e é isso que estamos implementando no Governo da Bahia”, completa o Vice-Presidente de Operações da Resource.

Dada a importância e magnitude do projeto – para garantir a implantação do sistema em 53 órgãos, autarquias e fundações do Estado –, uma equipe composta por 100 profissionais atua diretamente em seu desenvolvimento e implementação. A rotina envolve desde o esforço em desenhar, configurar e desenvolver os processos de RH do Estado para customização do SAP até mobilizações e treinamentos para os servidores se familiarizarem com a nova tecnologia.

Tags, , , , , , , ,

Bahia recebe o maior evento de empreendedorismo jovem do mundo

Entre os dias 16 e 19 de agosto, Porto Seguro (BA) receberá o 24º Encontro Nacional das Empresas Juniores (ENEJ). Com o tema “Nós: Aqui e agora”, o objetivo do evento é unir empresários juniores de diferentes estados e representantes de grandes empresas para trocar experiências, aprender e discutir sobre a atuação do Movimento Empresa Júnior na sociedade.

Realizado pela Brasil Júnior, instância que representa Empresas Juniores brasileiras, e organizado pela Federação das empresas juniores do estado da Bahia (UNIJr-BA), o evento retorna ao Estado pela quarta vez. “O objetivo do ENEJ 2017 é inspirar, capacitar e conectar os estudantes universitários de todo País, além de contribuir diretamente com a educação empreendedora brasileira e tornar os jovens mais conscientes do papel que eles possuem de transformar nosso País em um lugar melhor”, diz Andrei Golfeto, presidente da Brasil Júnior.

Durante os quatro dias de programação, os cerca de 4.000 empresários juniores terão acesso a palestras, workshops e cases, além de participar de rodas de discussão e minicursos com grandes nomes. Entre o rol de palestrantes estão Luiza Trajano, fundadora da rede de lojas de varejo Magazine Luiza, o jornalista Caco Barcellos e Vicente Falconi, especialista em gestão que atuou em empresas como Ambev e Votorantim. Os organizadores estimam que o ENEJ irá movimentar cerca de 280 mil reais para a economia local.

”O ENEJ vai fortalecer o empreendedorismo na Bahia, além de impactar a economia do Estado e contribuir para que os jovens sejam a mudança que o país precisa. Mais que isso, o evento criará um ambiente favorável para o desenvolvimento de talentos e negócios locais, com empresas melhores, educação melhor e mais oportunidade na prestação de serviços pelas empresas juniores”, diz Alanna Marzola, presidente da UNIJr-BA. Os empresários juniores de todo o Brasil que quiserem participar do encontro podem se inscrever no site oficial do ENEJ.

Atualmente, o Movimento Empresa Júnior conta com mais de 490 empresas juniores e cerca de 16 mil empresários juniores em 113 universidades, que colocam em prática os aprendizados da universidade junto a micro e pequenas empresas, sob a supervisão de professores renomados, em mais de 100 áreas. Em 2016, o Movimento Empresa Júnior movimentou cerca de 11 milhões de reais na economia brasileira.

Acontece no ENEJ

A Eureca!, consultoria especializada em conectar a energia jovem com o mundo do trabalho, terá um stand exclusivo no evento para desenvolver os estudantes, e aproximá-los ainda mais das experiências propostas pela empresa. Entre as atividades do stand, o destaque é para o “Papo Reto” – bate-papos mais próximos com os grandes líderes que estarão nos palcos do evento. Por dia, acontecerão três edições do “Papo Reto”, para 12 jovens cada – impactando diretamente mais de 100 jovens ao final dos três dias de evento. Para se inscrever, o jovem deverá participar de mini desafios – que incluem visitas em outros stands – e garantir uma senha, que será trocada no Stand da Eureca pelo ingresso para o bate-papo.

Tags, , , , , , ,

Governo baiano adota solução da SAP para gestão de capital humano

O governo baiano tornou-se o primeiro da administração pública direta do País a implantar o módulo Human Capital Management (HCM) do sistema de gestão SAP ERP (Enterprise Resource Management). A solução, que venceu concorrência pública que contou com a participação de vários players do mercado, entrou em ambiente de produção no mês de janeiro em oito empresas públicas e sociedades de economia mista da Bahia. O go live marca o término da primeira onda de implantação do RH Bahia, projeto que pretende eliminar o uso do papel em mais de 90% dos processos de Recursos Humanos daquele Estado.

“O RH Bahia vai promover uma mudança profunda e irreversível na gestão de recursos humanos do Estado”, destaca o superintendente de RH da Bahia, Adriano Tambone. O executivo ressalta ainda que a automatização proporcionada pelo software vai permitir a liberação das equipes de RH da execução de uma série de atividades operacionais, “abrindo espaço para um aprimoramento da gestão de pessoas”.

Com a implementação do SAP HCM, o Projeto RH Bahia, que exigiu investimentos da ordem de R$ 38 milhões, vai atingir um grupo de início 3000 empregados públicos e servidores. “Até o final da implantação do projeto, serão impactados 247 mil empregados públicos e servidores ativos e inativos de 63 unidades do Estado, entre secretarias, autarquias, fundações, agências, empresas públicas e sociedades de economia mista de 417 municípios do Estado”, diz Tambone.

Capaz de atender integralmente a mais de 200 requisitos funcionais exigidos pelo governo baiano, o SAP HCM vai permitir ao governo baiano aprimorar seus controles internos, obter economia financeira e mais rapidez no acesso às informações gerenciais. “Vamos automatizar, aperfeiçoar e empreender mais agilidade a todas as áreas de atuação da política de recursos humanos do Estado, incrementando ainda mais as ações de qualificação do gasto público”, diz o secretário da Administração, Edelvino Góes. Um exemplo emblemático de racionalização de gastos, além da eliminação de erros na folha de pagamento de pessoal (que corretamente processada já representa 50% das verbas de custeio), está na eliminação do uso do papel em 90% dos processos dos RH do Estado, o que representa uma economia de R$ 4,5 milhões.

Maior autonomia e rapidez para as demandas de funcionários

No total, o trabalho envolveu desenhar, configurar e desenvolver os processos de RH do Estado dentro do SAP HCM até uma bateria de mais de 850 horas de treinamento e oficinas de sensibilização com os usuários, passando pela realização de testes e migração de dados para o novo sistema, entre outras atividades. Entre as mudanças geradas pela implementação do SAP HCM para servidores e empregados públicos ativos, inatos e pensionistas estão fácil acesso, online, a informações, vantagens e benefícios. “O sistema ajuda a reduzir a distância entre o Estado e as pessoas porque permite uma autonomia maior ao trabalhador em relação a suas demandas”, explica Wilson Freitas, gestor de Negócio do projeto. Na prática, os trabalhadores poderão consultar documentos como contracheques e informes de rendimentos e também, por exemplo, programar virtualmente as próprias férias ou solicitar a inclusão de um dependente no plano de saúde. Além disso, no futuro, a migração para o sistema de informações relativas a 33 anos de movimentação pessoal no Estado, já coletadas do Diário Oficial do Estado, vai contribuir para agilizar os processos de aposentadoria, que devem ser concedidas em até 15 dias ao invés dos 90 atuais.

A implementação do SAP HCM foi realizado em parceria com Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), mobilizando até agora cerca de 100 pessoas, entre profissionais do Estado e da Resource, parceira da SAP. Também contou com a participação da área de suporte ao cliente da SAP, durante todo o desenrolar da implementação.

“A SAP tem um sólido compromisso com o mercado, e não poderia deixar de concorrer para o sucesso da primeira implementação de uma solução de gestão de desempenho na administração pública – da admissão à aposentadoria – do País”, afirma Jackson Borges, diretor de serviços públicos da SAP Brasil.

As oito organizações contempladas na primeira onda de implantação do projeto são Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (CERB), Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), Companhia de Transportes da Bahia (CTB) e Empresa Gráfica da Bahia (Egba). Já a segunda onda de implantação – que será desenvolvida ao longo de 2017 – vai contemplar as demais organizações do Estado.

Tags, , , , , ,

A tecnologia como ferramenta para o desenvolvimento do agronegócio no Brasil

Os números referentes à região conhecida por MATOPIBA chamam a atenção. Para quem não sabe, ela é formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, daí a sigla, originado o quadrilátero que é considerado polo agrícola, cuja adoção de tecnologias agropecuárias resulta em alta produtividade.

De acordo com dados do Censo 2010, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população total do MATOPIBA era de 5.901.789 pessoas (3.854.561 vivendo em áreas urbanas – 65,31% delas – e 2.047.228 na área rural – 34,69% restantes), ocupando um território de pouco mais de 73 milhões de hectares.

Apesar do atual cenário econômico ainda ser visto com cautela, as projeções indicam que a região deverá produzir no ciclo 2023/2024, 22,6 milhões de toneladas de grãos (a safra 2014/2015 foi de 19,6 milhões de toneladas de grãos), correspondendo a uma área plantada entre 8,4 e 10,9 milhões de hectares.

No entanto, apesar de dados tão expressivos, a produção agrícola no Brasil ainda enfrenta alguns problemas. “Com o MATOPIBA, percebemos que as fronteiras agrícolas têm se interiorizado no país, contribuindo no aumento da distância entre os portos das regiões Sul e Sudeste. Consequentemente, isto aumenta os custos de logística. Neste sentido, se fazem necessárias ações mais eficientes em relação ao uso da tecnologia para o agronegócio, não apenas por parte dos três níveis de governo, mas, sobretudo, advindas das empresas”, explica o diretor da Unidade de Agronegócio da Mega Sistemas Corporativos, Gustavo Almeida.

No contexto empresarial, algumas medidas podem ser consideradas, como, por exemplo, a adoção de sistemas de gestão integrada, também conhecidos por ERPs, apropriados para o setor. É o caso do Mega Agrobusiness, desenvolvido pela Mega. “A solução foi criada com o objetivo de administrar e controlar todo o processo gerencial do plantio à colheita, fornecendo dados para que os gestores possam tomar as devidas decisões a cada safra”, afirma o executivo.

Para os especialistas, temas estratégicos como a desoneração tributária, geração de empregos, incentivos fiscais, obrigações e responsabilidade social, entre outros, também fazem parte do dia a dia de quem atua neste segmento. “Diante dos últimos anos, a automatização de todos os processos estimula o agronegócio crescer no Brasil. E direcionar os investimentos ao uso assertivo da tecnologia é de extrema importância no aumento da produção nacional, principalmente nesta região que sofreu com a seca no período 2015/2016 e reduziu em 35,66% a produção em comparação ao ciclo anterior”, conclui Almeida.

Tags, , , , , , , ,

Capgemini abre 100 oportunidades de trabalho em Salvador

Como parte da expansão regional, companhia procura programador jr e operador de testes para o seu Centro Global de Serviços de Aplicações.

A Capgemini, um dos principais provedores globais de serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, anuncia a abertura de 100 vagas em seu Centro Global de Serviços de Aplicações, instalado em Salvador, na Bahia.

Neste processo, a empresa quer atrair candidatos que estejam cursando nível técnico ou superior em Informática, Matemática, Engenharia ou áreas afins para atuar em posições de programador junior e operador de testes.

A Capgemini tem investido constantemente no desenvolvimento de seus profissionais e, como diferencial, os candidatos aprovados neste processo passarão por cerca de um mês de treinamento em tecnologias e metodologias globais da empresa, além de poderem acessar centenas de treinamentos online (e-learning).

Para a vaga de operador de testes é necessário que o profissional conheça desenvolvimento de software e execução de testes, sendo desejável noções de automação de testes. Já os candidatos a programador jr devem ter conhecimento básico em banco de dados relacional e lógica de programação. Conhecimentos em idiomas, como inglês, será um diferencial. Todas as vagas estão abertas, também, para pessoas com deficiência (PCDs), que devem apresentar comprovação por meio de laudo técnico.

Para se candidatar, basta enviar o currículo para o e-mail curriculoti.br@capgemini.com, com a especificação do cargo desejado no assunto. O processo seletivo, que incluirá prova de lógica de programação, dinâmicas de grupo e entrevistas acontecerão entre os dias 05 e 15 de janeiro de 2016.

A Capgemini oferece remuneração competitiva e, entre os benefícios, plano de saúde, seguro de vida, vale refeição e vale transporte.

Tags, , , , , , ,