Tag AMD

AMD lança processador para desktop de alto desempenho

A AMD (NASDAQ: AMD) lançou dois modelos de seus processadores de desktop Ryzen ™ Threadripper ™, AMD Ryzen ™ Threadripper ™ 1950X e AMD Ryzen ™ Threadripper ™ 1920X. Durante um ano de recordes já estabelecidos para a empresa através do lançamento de vários processadores de desktop Ryzen ™ para a plataforma AM4 premiados, o lançamento de hoje do Ryzen Threadripper marca um grande passo no desempenho e recursos para o mercado de desktop high-end, com o novo processador ultrapassando as expectativas de até mesmo os mais exigentes desenvolvedores, pesquisadores, prosumers, criadores e jogadores multitarefa. Construído em torno da nova arquitetura central “Zen” da AMD x86.

“O nível de suporte global e entusiasmo acumulado em torno dos processadores da AMD Ryzen tem sido incrível de assistir nestes últimos meses, e com o lançamento atual de Ryzen Threadripper, oferecemos um novo nível de poder de computação para os sistemas de desktop ultra-premium mais rápidos do mundo através de uma plataforma inteiramente nova e um conjunto de processadores multi-core “, disse Jim Anderson, vice-presidente sênior e gerente geral da Computing and Graphics Group, AMD. “O Ryzen Threadripper é o golpe de inovação que o cliente de desktop high-end estava aguardando, proporcionando a tão aguardada capacidade de escolher um processador que melhor atenda às suas necessidades de computação a um preço competitivo”.

Desempenho e Disponibilidade

Ambos os novos modelos da Ryzen Threadripper suportam a nova plataforma SocketTR4, trazendo sessenta e quatro lanes PCIe®, memória DDR4 de quad channel e multidimensionamento simultâneo AMD (SMT). Com suporte para 16 cores e 32 threads de processamento, o Ryzen Threadripper 1950X oferece um poder de processamento múltiplo sem precedentes, que nunca esteve disponível para sistemas desktop de consumo antes. O Ryzen Threadripper 1920X fornece 12 cores e 24 threads de processamento e estará disponível na prateleira junto com o Threadripper 1950X à partir de 10 de agosto de 2017. Uma terceira variante, o Ryzen Threadripper 1900X de 16 threads, deverá estar disponível no dia 31 de agosto.

Seja a renderização de cenas 3D complexas, a transmissão de conteúdo em vídeo de alta qualidade de games, a codificação, compilação e criptografia de arquivos em paralelo, o desempenho de classe mundial por clock e eficiência da arquitetura “Zen” da AMD significa que os usuários podem fazê-lo sem sacrificar eficiência ou desempenho. Os processadores Ryzen Threadripper 1950X e 1920X incluem 40MB e 38MB de cache do processador, respectivamente, e todos os processadores Ryzen Threadripper do USD$ 549 Threadripper 1900X ao USD $ 999 Threadripper 1950X possuem a mesma largura de banda de memória DDR4 do Quad-Channel, 64 lanes PCIe® 3.0 e Conectividade SATA / NVMe / USB direta. Além disso, todo o processador Ryzen Threadripper é desbloqueado por multiplicadores para oferecer flexibilidade ao usuário ilimitada. Um ecossistema completo das plataformas SocketTR4 X399, com conectividade USB 3.1 Gen2 10 GB/s nativa, oferece suporte para todos os processadores Ryzen Threadripper no lançamento, com placas-mãe provenientes de grandes fabricantes como ASRock, ASUS, Gigabyte e MSI.

Alienware Area-51 Threadripper ™ Edition

A Alienware lançou também o seu exclusivo sistema pré-construído de 16-cores AMD Ryzen Threadripper ™ Edition para entusiastas de desktop high-end em todo o mundo. O novo Alienware Area-51 Threadripper Edition, chamado “Best of E3” do Tom’s Guide e PC Gamer, possui um design de chassi Triad semelhante ao dos sistemas existentes da Área-51, mas incorpora o poderoso processador Ryzen Threadripper 1950X da AMD.

“Construído no DNA da marca Alienware, estamos de acordo com nosso compromisso de oferecer o melhor desempenho de jogos com design icônico e excelente qualidade, a Alienware tem o prazer de ser o primeiro e único OEM a oferecer o Ryzen Threadripper da AMD aos jogadores e aos novos criadores de conteúdo doméstico e megatasking streamers “, disse Frank Azor, VP e GM, Alienware, Dell Gaming e XPS. “O Alienware Area-51 Threadripper Edition com o primeiro processador de desktop de 16-cores e o resfriamento líquido da CPU permite que você use as aplicações mais exigentes para reproduzir, gravar e criar simultaneamente – levando a sua experiência e criação de jogos para um novo nível.”

Tags, , , ,

AMD anuncia LiquidVR: tecnologia avançada para realidade virtual

A AMD, fornecedora de processadores e placas gráficas, anunciou uma iniciativa para oferecer a melhor experiência de realidade virtual para desenvolvedores e usuários. A primeira solução resultante dessa ação é a LiquidVR™, um pacote de tecnologias inovadoras voltadas a oferecer uma experiência sem igual para conteúdos de realidade virtual desenvolvidos para hardware AMD.

A LiquidVR aumenta o conforto para rodar aplicações ao aumentar a performance e a compatibilidade plug-and-play com headsets desenvolvidos para realidade virtual. O SDK transforma diversas tecnologias disponíveis ao ajudar a resolver os obstáculos de conteúdo, conforto e compatibilidade que, juntos, permitem à indústria dar um passo maior em direção jogos, aplicativos e experiências em realidade virtual.

Na realidade virtual, o conceito de “presença” é descrito como a percepção de estar presente fisicamente em um ambiente simulado, de maneira que o usuário de sinta totalmente imerso. O obstáculo crucial nesse trabalho é a latência do movimento, o tempo entre o usuário mover sua cabeça e quando seus olhos veem uma imagem atualizada refletindo a nova posição. Minimizar o atraso é crítico para alcançar tanto presença quanto o conforto, dois elementos principais em um bom ambiente de realidade virtual.

Reduzir a latência envolve todo o ecossistema de processamento, da GPU às aplicações, passando pela tecnologia do monitor presente no headset. Os subsistemas de hardware e software para as placas gráficas AMD representam a maior parte do avanço para reduzir a latência e, com a LiquidVR, a empresa resolve o desafio de trazer suavidade e respostas mais ágeis para os desenvolvedores e criadores de conteúdo.

“Com esse anúncio damos um importante passo para o avanço da realidade virtual. A AMD LiquidVR vem colaborar para que o ecossistema desenvolva soluções que ofereçam uma experiência excepcional para os usuários”, afirma Roberto Brandão, Diretor-Geral da AMD Brasil e Diretor de Canais da AMD América do Sul.

Os recursos presentes na versão 1.0 do SDK do LiquidVR incluem:

• Async Shaders para movimento de cabeça suave, habilitando o acelerador de hardware Time Warp. Esta última, uma tecnologia que usa informação atualizada da posição da cabeça do usuário depois de um frame ter sido renderizado e então reflete a imagem para o novo ponto, antes de mandá-la para o headset. Minimizando efetivamente a latência entre o movimento da cabeça e o que aparece na tela

• Compatibilidade Multi-GPU para renderização avançada, uma tecnologia que permite que múltiplos processadores gráficos trabalhem juntos para melhorar a taxa do frame rate. Cada placa gráfica renderiza o ponto de vista de um olho e, então, compõe os resultados em uma única imagem estéreo em 3D. Com essa tecnologia, configurações multi-GPU se tornam ideais para realidades virtuais com alta taxa de frames, fornecendo altos frame rates para uma experiência mais suave.

• Temporizador para leitura de movimento de cabeça em tempo real, um mecanismo de programação que ajuda na leitura de informações enviadas do dispositivo que fica na cabeça do usuário para a GPU o mais rápido possível, praticamente eliminando a necessidade de qualquer sobreposição de API e reduzindo a latência;

• Conexão direta ao display anexando intuitivamente os headsets de VR, para fornecer realidade virtual plug-and-play a partir das placas gráficas AMD Radeon, para conectar o fone de ouvido VRl, permitindo que recursos como a inicialização direta para o display ou o uso de estruturas estendidas de display dentro do Windows.

Tags, ,