Tag Adriano Tambone

Projeto da Resource gera economia de R$ 1,35 milhão para o governo da Bahia

Nos nove primeiros meses de 2017, o governo do Estado da Bahia economizou R$ 1,35 milhão em sua folha de pagamento graças à entrega da primeira etapa do projeto RH Bahia, desenvolvido e implementado pela Resource, uma das principais e mais bem-sucedidas multinacionais brasileiras de serviços de TI e Integração Digital. O montante representa uma redução mensal de 0,8% no valor bruto médio da folha de pagamento de oito empresas públicas e sociedades de economia do Estado onde o novo sistema foi implementado e que está em uso desde janeiro.

“A implantação é um exemplo claro de como estamos qualificando o gasto com pessoal de modo a viabilizar o investimento em políticas de gestão de pessoal cada vez mais efetivas”, defende Edelvino Góes, Secretário de Administração do Estado, ao explicar que a redução nas despesas com a folha é consequência de um novo padrão de confiabilidade e precisão no processamento dos dados proporcionado pela nova tecnologia.

“O RH Bahia e a automatização dos processos têm nos proporcionado um novo padrão de confiabilidade, pois conseguimos identificar e corrigir muito mais rapidamente eventuais erros e inconsistências”, afirma Adriano Tambone, Superintendente de RH da Secretaria de Administração da Bahia. O executivo cita como exemplo a correção de registros que resultavam em ganhos indevidos de remuneração e falhas relacionadas ao cálculo do adicional por tempo de serviço. “Como cada autarquia tinha a sua própria metodologia, era comum encontrarmos informações equivocadas”, explica Tambone.

“Esse projeto possui diversas particularidades importantes. Para a Resource, significa um grande passo em sua atuação no setor público, para a SAP o pioneirismo da implementação do módulo HCM em um projeto dessa magnitude na área de Recursos Humanos e, para o governo da Bahia, representa o ineditismo da modernização desse setor”, afirma Marcus Piombo, Vice-Presidente de Operações da Resource. Outro diferencial apontado pelo executivo está relacionado às vantagens da automatização dos processos e à centralização na solução, que acaba liberando os servidores para atividades mais estratégicas. “A integração em uma mesma ferramenta gera agilidade e transparência a todas as áreas de atuação da política de Recursos Humanos do Estado, beneficiando diretamente a gestão do gasto público”, diz Piombo.

RH Bahia

O projeto, pioneiro na administração pública brasileira, moderniza a gestão de Recursos Humanos do Estado por meio do módulo Human Capital Management (HCM) do SAP e é uma iniciativa da Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb).

A próxima etapa do projeto abrange todos os órgãos da administração pública, autarquias e fundações, com o RH Bahia operando em 417 municípios e em 31 mil locais de trabalho, auxiliando 270 mil servidores de todo o Estado. A estimativa do governo da Bahia é gerar uma redução na folha de pagamento de aproximadamente R$ 7 milhões ao mês – cerca de R$ 90 milhões ao ano. A iniciativa tem como objetivo ainda eliminar o uso do papel em mais de 90% das ações, o que representa uma economia de R$ 4,5 milhões.

Além da qualificação do gasto com pessoal, o RH Bahia trará diversos outros benefícios para a administração pública. Mais de 90% dos processos serão automatizados, o governo baiano contará com mais rapidez para acesso a informações gerenciais, aprimoramento da gestão dos servidores etc. O software permite ainda acesso on-line facilitado a busca e envio de informações, vantagens e benefícios. “A população está cada vez mais exigente em relação aos serviços prestados por órgãos públicos. Investimentos em soluções de tecnologia apresentam-se como excelentes alternativas e é isso que estamos implementando no Governo da Bahia”, completa o Vice-Presidente de Operações da Resource.

Dada a importância e magnitude do projeto – para garantir a implantação do sistema em 53 órgãos, autarquias e fundações do Estado –, uma equipe composta por 100 profissionais atua diretamente em seu desenvolvimento e implementação. A rotina envolve desde o esforço em desenhar, configurar e desenvolver os processos de RH do Estado para customização do SAP até mobilizações e treinamentos para os servidores se familiarizarem com a nova tecnologia.

Tags, , , , , , , ,

Governo baiano adota solução da SAP para gestão de capital humano

O governo baiano tornou-se o primeiro da administração pública direta do País a implantar o módulo Human Capital Management (HCM) do sistema de gestão SAP ERP (Enterprise Resource Management). A solução, que venceu concorrência pública que contou com a participação de vários players do mercado, entrou em ambiente de produção no mês de janeiro em oito empresas públicas e sociedades de economia mista da Bahia. O go live marca o término da primeira onda de implantação do RH Bahia, projeto que pretende eliminar o uso do papel em mais de 90% dos processos de Recursos Humanos daquele Estado.

“O RH Bahia vai promover uma mudança profunda e irreversível na gestão de recursos humanos do Estado”, destaca o superintendente de RH da Bahia, Adriano Tambone. O executivo ressalta ainda que a automatização proporcionada pelo software vai permitir a liberação das equipes de RH da execução de uma série de atividades operacionais, “abrindo espaço para um aprimoramento da gestão de pessoas”.

Com a implementação do SAP HCM, o Projeto RH Bahia, que exigiu investimentos da ordem de R$ 38 milhões, vai atingir um grupo de início 3000 empregados públicos e servidores. “Até o final da implantação do projeto, serão impactados 247 mil empregados públicos e servidores ativos e inativos de 63 unidades do Estado, entre secretarias, autarquias, fundações, agências, empresas públicas e sociedades de economia mista de 417 municípios do Estado”, diz Tambone.

Capaz de atender integralmente a mais de 200 requisitos funcionais exigidos pelo governo baiano, o SAP HCM vai permitir ao governo baiano aprimorar seus controles internos, obter economia financeira e mais rapidez no acesso às informações gerenciais. “Vamos automatizar, aperfeiçoar e empreender mais agilidade a todas as áreas de atuação da política de recursos humanos do Estado, incrementando ainda mais as ações de qualificação do gasto público”, diz o secretário da Administração, Edelvino Góes. Um exemplo emblemático de racionalização de gastos, além da eliminação de erros na folha de pagamento de pessoal (que corretamente processada já representa 50% das verbas de custeio), está na eliminação do uso do papel em 90% dos processos dos RH do Estado, o que representa uma economia de R$ 4,5 milhões.

Maior autonomia e rapidez para as demandas de funcionários

No total, o trabalho envolveu desenhar, configurar e desenvolver os processos de RH do Estado dentro do SAP HCM até uma bateria de mais de 850 horas de treinamento e oficinas de sensibilização com os usuários, passando pela realização de testes e migração de dados para o novo sistema, entre outras atividades. Entre as mudanças geradas pela implementação do SAP HCM para servidores e empregados públicos ativos, inatos e pensionistas estão fácil acesso, online, a informações, vantagens e benefícios. “O sistema ajuda a reduzir a distância entre o Estado e as pessoas porque permite uma autonomia maior ao trabalhador em relação a suas demandas”, explica Wilson Freitas, gestor de Negócio do projeto. Na prática, os trabalhadores poderão consultar documentos como contracheques e informes de rendimentos e também, por exemplo, programar virtualmente as próprias férias ou solicitar a inclusão de um dependente no plano de saúde. Além disso, no futuro, a migração para o sistema de informações relativas a 33 anos de movimentação pessoal no Estado, já coletadas do Diário Oficial do Estado, vai contribuir para agilizar os processos de aposentadoria, que devem ser concedidas em até 15 dias ao invés dos 90 atuais.

A implementação do SAP HCM foi realizado em parceria com Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), mobilizando até agora cerca de 100 pessoas, entre profissionais do Estado e da Resource, parceira da SAP. Também contou com a participação da área de suporte ao cliente da SAP, durante todo o desenrolar da implementação.

“A SAP tem um sólido compromisso com o mercado, e não poderia deixar de concorrer para o sucesso da primeira implementação de uma solução de gestão de desempenho na administração pública – da admissão à aposentadoria – do País”, afirma Jackson Borges, diretor de serviços públicos da SAP Brasil.

As oito organizações contempladas na primeira onda de implantação do projeto são Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (CERB), Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), Companhia de Transportes da Bahia (CTB) e Empresa Gráfica da Bahia (Egba). Já a segunda onda de implantação – que será desenvolvida ao longo de 2017 – vai contemplar as demais organizações do Estado.

Tags, , , , , ,