Tag AdopTI

A transformação digital está disponível para todas as empresas

Por Luciano Fernandes

O que tem em comum uma usina sucroalcooleira no Nordeste, um estaleiro do Rio de Janeiro e uma indústria siderúrgica? A moldagem de chapas e bobinas de aço, a relação climática envolvida em cada etapa do plantio e da colheita da cana de açúcar, a montagem de megablocos que compõem as estruturas onde serão incorporadas as tubulações, acessórios e equipamentos de grandes embarcações marítimas. Com processos produtivos de natureza totalmente diversa, cada um desses ramos de negócios, à sua maneira, maneja as peculiaridades e complexidades envolvidas em aspectos referentes à produção e aos seus mercados. Enfim, essas organizações, por maiores que sejam as diferenças de suas atividades, todas, sem exceção precisam superar os seus desafios mais específicos, incorporar inovações em seus processos e produtos para aumentar a produtividade e a competitividade. O que existe em comum a todos os players dos mercados e o que será determinante para o sucesso pode ser resumido a uma única palavra: gestão.

E gestão hoje requer tecnologia. Não há como aumentar a eficiência e a competividade neste mercado global sem incorporar ferramentas empresariais, algo que hoje já está além do conceito de ERP, como é conhecido o software de gestão. Os recursos de tecnologia hoje estão aptos a conectarem as organizações a um mundo avançado e são capazes de trazer ao ambiente das organizações o poder de tecnologias como Big data, analytics, IoT, machine learnig, a inteligência artificial e a mobilidade com sua profusão de aplicativos. Para ter acesso a este universo de tecnologias que pode proporcionar o grande salto no patamar de gestão e eficiência, as empresas precisam contar com parceiros que além de entender as suas singularidades de negócios, façam a ponte com as tecnologias mais avançadas do mercado mundial.

Existem muitas consultorias no mercado dispostas a fazer este trabalho de transformação digital, mas é preciso mais do que nunca saber escolher aquela que de fato poderá trazer resultados efetivos para os negócios. Há quem se impressione com as marcas famosas e queira escolher grandes companhias internacionais, mas este caminho pode determinar o insucesso de um projeto que requeira, por exemplo, maior personalização, flexibilidade, rapidez e viabilidade orçamentária. Se o projeto for internacional, as consultorias globais podem fazer a diferença, mas nos locais, as brasileiras conhecem com maior profundidade as questões e regulamentações do nosso país.

É fundamental que seja considerado na escolha do parceiro, empresas que tenham conhecimento técnico reconhecido pelos fornecedores de tecnologia. Existem consultorias brasileiras com certificações elevadas, garantia de domínio tecnológico e competência para levar a diante projetos bem complexos. No ecossistema de atuação das plataformas tecnológicas líderes mundiais, figuram algumas empresas brasileiras, instaladas até mesmo fora dos grandes centros, com expertise muito elevada. Consultorias nacionais com acesso aos conteúdos técnicos mais atualizados e às recentes evoluções tecnológicas. Estas empresas contam até mesmo com seus próprios laboratórios de testes que aplicam e testam as ferramentas internacionais de TI ao ambiente de negócios brasileiro. Tudo isso pode representar hoje um atalho muito seguro para que os clientes atinjam a almejada inovação.

Portanto, a TI está muito mais acessível a todo tipo de organização que deseje ser moderna e competitiva. Não tem porque não lançar mão da transformação digital que está afetando drasticamente e impactando a gestão de todos os setores empresariais. São estas tecnologias inovadoras que estão moldando e aparelhando as empresas para vencerem a competição acirrada dos mercados no novo modelo econômico.

Luciano Fernandes é Diretor de Negócios da AdopTI, consultoria com portfolio exclusivo e especializado na plataforma de gestão empresarial SAP.

Tags, , , , ,

Lavoura high tech: a importância da tecnologia no Agronegócio

Por Marcos Pazeto, Diretor de Serviços da AdopTI

O uso da tecnologia no mercado de agronegócios já é uma realidade. De acordo com um recente levantamento da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), 67% das propriedades agrícolas no país já adotaram algum tipo de inovação tecnológica, dentro ou fora do campo. Responsável por 23% do PIB brasileiro, o segmento de agronegócios tem impulsionado a economia e, por isso, é imperativo que os players do setor especializem-se e conheçam as novas demandas tecnológicas para destacarem-se nesse mercado cada vez mais competitivo.

O mais recente levantamento do Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) medido pelo Departamento do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Deagro/Fiesp) e da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), apontou que a confiança de industriais do agronegócio aumentou no terceiro trimestre de 2017 na comparação com o trimestre anterior.

Nesse cenário de recuperação econômica, a transformação digital é a resposta aos grandes desafios atuais do agronegócio. A tecnologia promove a praticidade, facilita a execução de tarefas na rotina diária do campo, além de possibilitar aos produtores rurais melhor planejamento, mensuração e utilização correta de uma infinidade de informações e dados, para otimizar a produção. Já existem hoje no mercado soluções avançadas de gestão com algoritmos desenvolvidos especificamente para atender as demandas desse setor. Desta forma, a agroindústria consegue alcançar seus objetivos operacionais, aumentar a produtividade e os ganhos de safra das fazendas, além de diminuir os custos.

Seguindo a mesma linha de inovação, a mobilidade também chega como um fator essencial para a evolução do agrobusiness, já que a utilização de dispositivos móveis integrados a uma plataforma tecnológica promove inteligência ao processo de gerenciamento das fazendas.

A utilização de drones no cultivo é outra ferramenta tecnológica que ganhou espaço na agricultura e na pecuária. Por tratar-se de um equipamento versátil, uma vez que é capaz de desempenhar diferentes funções na fazenda, o valor do investimento é justificável e rapidamente recuperável. Os softwares embarcados nos drones podem captar imagens georeferenciais em tempo real, identificar problemas e fornecer informações precisas de falhas no plantio, trechos com excesso ou falta d’água, pragas, entre outros dados que agilizam e tornam mais inteligente o processo de tomada de decisão.

A agricultura de precisão traz mais eficiência no campo, diminuindo as perdas por meio de um processo de trabalho mais eficiente. Os agricultores contam hoje com soluções avançadas de controle das máquinas com auxílio de GPS, sistemas de mapeamento da colheita, além de softwares de gestão de toda a cadeia produtiva, que oferecem suporte à decisão agronômica.

Abraçar a transformação digital exige não só a adoção das tecnologias disponíveis como manter-se à procura da próxima inovação tecnológica para o setor. Só assim será possível dar continuidade a este processo de evolução produtiva das operações no campo.

Tags, , , , , , , , ,

AdopTI fortalece posição no mercado SAP para faturar R$ 45 milhões

Alinhada ao plano de crescimento que pretende atingir um faturamento da ordem de R$ 45 milhões até 2020, a AdopTI, consultoria especializada na plataforma de gestão empresarial SAP, acaba de ser reconhecida com a certificação “SAP Qualified Partner Solution”, programa de melhores práticas da gigante alemã que reconhece soluções pré-configuradas por parceiros em todo o mundo. Ao mesmo tempo, a companhia anuncia a assinatura de uma nova aliança com a fornecedora internacional de software, para a distribuição de soluções SAP e prestação dos serviços de suporte e manutenção de produtos. Com mais esse acordo a AdopTI expande o portfólio, eleva-se à condição de desenvolvedora de negócios em conjunto com a SAP para aumentar sua participação no mercado nacional de serviços e revenda de licença de software.

“O Programa de qualificação de soluções de parceiros da SAP está inserido no contexto da Economia Digital, que caracteriza a era de alta conectividade que vivemos. Bilhões de usuários móveis e de coisas conectadas garantem um cenário fértil de oportunidades de negócios e muitos de nossos clientes já iniciaram essa jornada, preparando-se para esse mundo mais conectado, mais inteligente e mais desafiador”, explica João Cavalcanti, Diretor do SAP Solution Center. “No Brasil, apenas quatro empresas possuem essa qualificação e a AdopTI lidera essa certificação em seu segmento de negócio e em sua região, o que representa um grande diferencial competitivo e total alinhamento da AdopTI aos objetivos de negócios da SAP. ”, complementa o executivo.

“Estamos orgulhosos pela confiança da SAP ao nos qualificar e ampliar nossa parceria. Realizamos investimentos para levar ao mercado um nível de excelência em serviços de TI e beneficiar empresas, principalmente do setor de agronegócio”, afirma Marcos Pazeto, Fundador e Diretor de Serviços da AdopTI. “Hoje somos um centro de apoio SAP capaz de dar suporte avançado para empresas em diferentes regiões do Brasil, suprindo uma demanda de serviços de padrão elevado. Mantendo esse ritmo de crescimento, poderemos abrir, no primeiro trimestre de 2018, escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia”, completa o executivo.

O novo patamar alcançado pela AdopTI concretiza a primeira fase de sua estratégia de expansão, na qual foram investidos R$ 3 milhões com a criação de um Centro de Desenvolvimento Tecnológico SAP, reestruturação da companhia e segmentação de sua oferta em quatro frentes: Consultoria de Negócios e Processos, Consultoria de Implementação, Sustentação de Processos e Plataforma de Gestão e Fábrica de Software. Ao integrar o seleto time de parceiros de negócios da SAP, a AdopTI demonstra a solidez da empresa, elevado potencial para geração de novos negócios, além de padrão de serviços de nível internacional, comprometido com qualidade técnica e certificação de profissionais.

Com forte presença nos estados de São de Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Mato Grosso, a AdopTI passa a atuar em conjunto com a SAP em mercados estratégicos para ambas as empresas, elevando o nível de atendimento e prestação de serviços aos clientes da região. Com este novo acordo a AdopTI torna-se parceira SAP VAR (Value Added Reseller) que permite a revenda de licença de software.

Para aumentar abrangência dos negócios, a AdopTI também expandiu seu time sênior de vendas contratando profissionais advindos de companhias multinacionais de tecnologia como SAP, IBM e Oracle. “Nosso objetivo é cobrir todo território planejado junto à SAP para estarmos presentes face-to-face com cada cliente. Para atender o compromisso assumido em vendas, temos vendedores e uma equipe de inside sales totalmente dedicada à geração de demanda, afirma Luciano Fernandes”, Diretor Comercial da AdopTI.

Estrategicamente estruturada na cidade de Ribeirão Preto (SP), capital brasileira do agronegócio, a AdopTI tem atuação nacional, com presença nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pernambuco. A companhia atende empresas nacionais e multinacionais principalmente dos segmentos agronegócio, logístico, siderúrgico, manufatura, produtos de consumo e utilities.

SAP Qualified Partner Solution

Primeira consultoria a implementar o S/4HANA no mercado brasileiro de General Business, o pioneirismo da AdopTI gerou a oportunidade da companhia participar do programa de qualificação da SAP. A partir da última versão do S/4HANA, os especialistas da AdopTI desenvolveram toda a parte de localização Brasil da ferramenta, que ainda não estava 100% ativa no Brasil. A companhia deixou a plataforma pré-configurada com as melhores práticas de negócio, com a simplificação e inovação dentro do processo, onde são utilizadas toda a mobilidade, – IOS, Android, tablets, entre outros -, além de uma flexibilidade que permite ao usuário acessar o sistema de onde estiver.

“O S/4HANA é a nova geração de ERP da SAP, direciona e suporta nossos clientes para a Transformação Digital. A qualificação reconhece essa especialização, validando a capacidade de atualização e o conhecimento técnico que a AdopTI possui de nossa solução e de seu segmento de negócio”, ressalta Cavalcanti. “A parceria com a AdopTI já existe há bastante tempo, seja como parceiro SAP ou como VAR. Com uma importante presença no interior de SP e forte atuação em agronegócio, a AdopTI possui ainda um conjunto de habilidades técnicas bastante estratégico, que possibilita à SAP atender de maneira plena e crescente esta região”, diz o executivo.

Esse programa de qualificação da SAP possui amplitude global e um rigoroso processo de aprovação das soluções. Para reverenciar esse seleto grupo de parceiros qualificados, a SAP realizará nos próximos dias 15, 16 e 17 em Cancun, seu evento anual direcionado aos parceiros, onde a AdopTI receberá oficialmente a certificação SAP Qualified Partner Solution.

Tags, , ,

Projeto de gestão de commodities aumenta lucratividade na Usina Santo Ângelo

image006-4

Simplificar negociações, ampliar as margens de lucros e reduzir os riscos do negócio. Com esses objetivos, a Usina Santo Ângelo desenvolveu um projeto para gestão de riscos financeiros em operações commodities, que permitiu automatizar processos e controlar de forma centralizada e em tempo real os valores do açúcar negociado. Os investimentos realizados contemplaram a implantação do software SAP Commodity Management, além dos serviços especializados para gerenciar toda a execução do trabalho. O projeto foi conduzido pela AdopTI, consultoria com portfolio exclusivo e especializado na plataforma de gestão empresarial SAP e que há anos atua fortemente no mercado sucroenergético brasileiro.

Com mais de 60% de seu faturamento oriundo de exportações, com produtos commodities na BM&FBOVESPA, a Usina Santo Ângelo não dispunha de recursos avançados para gerenciar e controlar suas reservas, valores fixados para o açúcar e, por consequência, aumentava o risco de suas operações no mercado. De acordo com Carlos Alexandre de Sene, gerente de TI da Usina Santo Ângelo, o controle era realizado de maneira descentralizada, por meio de planilhas, o que dificultava a gestão e o planejamento. “Toda a comercialização de açúcar para o exterior é feita em commodity, o que demanda a prefixação de valores, compra de opções de vendas e o pagamento de um percentual para a bolsa. Precisávamos saber, em tempo real, qual era a margem de lucro estabelecida e se ela seria suficiente para manter a produção prevista. Além disso, era fundamental saber com precisão quais eram os riscos do nosso negócio e o quanto estávamos gastando para nos proteger”, explica Sene.

Por isso a usina necessitava de uma solução tecnológica que lhe permitisse a gestão centralizada dos negócios, bem como a capacidade de planejamento e visão de longo prazo. Desta forma seria possível saber qual área demandava uma melhor gestão de custos e ajustes para garantir a lucratividade. A AdopTI foi responsável por conduzir o projeto de implementação do SAP Commodity Manager, que foi concluído em dez meses. Hoje, a Usina Santo Ângelo controla todos os contratos futuros e exportação através da nova ferramenta, que também lhes permite fazer uma previsão do fluxo de caixa, controle de remessas para formação de lotes e emissão de relatórios precisos, com dados confiáveis, tudo sempre em tempo real.

“O Agro é um dos segmentos onde a SAP detém uma importante base de clientes e, para possibilitar a entrada das médias e pequenas empresas, trouxemos ao Brasil a metodologia de implementação acelerada com as melhores práticas, entregando assim o melhor em sistema de gestão com prazo e custo adequado ao tamanho da empresa”, afirma Luciano Idésio, Diretor de Canais da SAP Brasil. “A SAP Commodity Management permite entender melhor o impacto dos preços das commodities, simplificando, automatizando e gerenciando as compras e vendas para reduzir erros e economizar tempo, integrando e transformando processos para refletir as melhores práticas e condições de mercados atuais”, destaca o executivo.

Entre os benefícios que o projeto proporcionou, destaca-se a capacidade de planejamento de longo prazo, que permite que a usina consiga ter uma visão e controle do fluxo de caixa, remessas, taxa de lucratividade de cada contrato, entre outras informações para um planejamento em um cenário de dez anos. Além disso, a usina passou a ter confiança em seus registros contábeis. “Temos segurança em todo o fluxo, visão da situação, agilidade de informação e, o melhor, tudo de forma centralizada”, ressalta Sene. “Antes, demorávamos até três dias para levantar informação de índice de exposição de preços para safras seguintes, agora, temos esse dado na ponta dos dedos, em tempo real”, completa o executivo.

Segundo Rodrigo Guimarães, Gerente de Projetos da AdopTI, o sistema SAP oferece uma plataforma robusta de componentes para tornar seguro e ágil o controle de todas as etapas do processo de gestão de commodities, de uma forma transparente, que facilita e melhora a qualidade na tomada de decisão. “Como resultado de tudo isso, a usina conseguiu elevar sua taxa de lucratividade, confiabilidade nas informações e também otimizar o investimento de seu capital”, enfatiza Guimarães.

Fundada em 1984, a Usina Santo Ângelo é uma empresa de refinação de cana de açúcar localizada no município de Pirajuba, Minas Gerais. A empresa, que possui 1700 colaboradores, produz etanol, açúcar, além da cogeração de energia elétrica, a partir da queima do bagaço da cana de açúcar.

Tags, , , , , , , ,

JEFER Siderúrgica reafirma pioneirismo e investe em projeto de SAP S/4 HANA ENTERPRISE MANAGEMENT no Brasil

image006-3

Com enorme sucesso no mercado, a JEFER é uma das principais referências no segmento nacional de siderurgia. Para apoiar o dinamismo e a diversificação de suas linhas de negócios, a companhia buscou uma solução de gestão empresarial baseada em uma plataforma inovadora, robusta, escalável e funcionalmente abrangente. Assim, nasceu o projeto de implantação do sistema SAP S/4HANA ENTERPRISE MANAGEMENT, realizado pela AdopTI, consultoria especializada na plataforma de gestão empresarial da fabricante alemã. Quando em operação, a JEFER será a primeira empresa a receber os benefícios do S/4HANA ENTERPRISE MANAGEMENT, na qual possui todos os processos empresarias integrados e disponíveis ao negócio em mobilidade, além de atender todos os processos fiscais, estaduais e municipais na plataforma TDF da SAP. O salto no patamar de gestão e eficiência que proporcionará à siderúrgica, viabilizará um plano de expansão ambicioso, cujas metas de crescimento são de 50% nos próximos cinco anos e, 100% em 10 anos.

O S/4 HANA ENTERPRISE MANAGEMENT é considerado a maior inovação da SAP por redefinir a forma como o software corporativo pode criar valor em uma economia digital e conectada. Todo o seu ecossistema foi desenvolvido para tirar proveito da sua potente base tecnológica, modernizar a experiência de usuário em qualquer dispositivo e conectar nativamente o Big Data, a Internet das Coisas, redes de negócios, entre outros benefícios. A JEFER, sediada em Leme, no interior paulista, pretende com esta tecnologia estabelecer uma estrutura robusta, segura e ágil, que ao mesmo tempo simplifique seus processos internos, agilize e potencialize a tomada de decisão em diferentes níveis da organização.

Para a aquisição da plataforma e a implementação do projeto, a JEFER contou com a expertise e apoio da AdopTI, consultoria especializada em SAP, e uma das principais estruturas de suporte e de serviços da plataforma da gigante alemã do interior do Estado de São Paulo, na cidade de Ribeirão Preto. A implantação está em andamento e, quando finalizada, contemplará – exceto a área de RH – todos os demais setores da empresa: financeiro, fiscal, logística, controladoria, industrial, compras e vendas. Mais de 500 colaboradores de todas as empresas do Grupo serão beneficiados, sobretudo com a simplificação de processos e apoio à tomada de decisão e assim, a JEFER poderá atender ao mercado de forma ainda mais dinâmica e competitiva.

“Nosso grande objetivo é obter o controle unificado dos negócios e uma maior agilidade na tomada de decisão. Por meio da plataforma S/4HANA ENTERPRISE MANAGEMENT teremos essa vantagem competitiva, com recursos remotos em mobilidade, nos permitindo inclusive ampliar as linhas de negócios do Grupo com agilidade e rapidez”, destaca Clóvis Rigo, CIO da JEFER.

Por ser uma empresa familiar, com apenas 17 anos de existência, que experimentou um crescimento acelerado e diversificação de suas linhas, a JEFER teve a complexidade operacional e as necessidades de gestão ampliadas rapidamente. Com os recursos avançados do S/4HANA ENTERPRISE MANAGEMENT a empresa passará a mapear e controlar seus processos internos com maior segurança e dinamismo. A nova estrutura e o aparato de recursos contidos na plataforma, entre eles os aplicativos de mobilidade, assim como a simplificação dos processos, potencializarão a gestão e a produtividade, possibilitando programar um grande crescimento da produção, que atualmente é de 30 mil toneladas aço/mês, para 50 a 60 mil toneladas aço/mês.

Silvia Sanches, CFO da companhia, acredita que o sucesso e o diferencial deste projeto estão baseados na experiência e especialização da AdopTI, associadas ao padrão mundial das soluções SAP. “Escolhemos trabalhar com a AdopTI por sua experiência no segmento siderúrgico, pela expertise frente aos concorrentes e principalmente pela segurança e conhecimento que demonstraram acerca das necessidades da JEFER, antes de posicionarem nosso negócio no SAP, a AdopTI fez um estudo e benchmarking em seu laboratório de pesquisa e desenvolvimento, o que proporcionou maior aderência e absorção de conhecimento de nossos usuários de negócios ao SAP”, explica a executiva.

A JEFER Produtos Siderúrgicos foi fundada em 1999 para a produção de tubos e outros produtos da indústria de siderurgia. A empresa familiar tem sede na cidade de Leme e filiais em Betim (MG) e Araguari (SC).

Tags, , ,