Tag aceleração de startups

ASICS abre inscrições para programa global de aceleração de startups

A ASICS começou a aceitar novas inscrições para a 4ª edição do ASICS Accelerator Program – seu programa global de aceleração de startups, que aceitará inscrições de qualquer país, incluindo o Brasil, até o dia 16 de novembro.

O tema da pesquisa do ASICS Accelerator Program este ano é a filosofia principal da marca: Sound Mind, Sound Body ™ (Mente Sã, Corpo São). O recrutamento visa captar, principalmente, ideias para produtos e serviços que usarão a tecnologia e a força da ASICS para contribuir em iniciativas com foco em wellness e bem-estar, tanto da perspectiva da mente quanto do corpo, tornando possíveis o estilos de vida equilibrado para mais pessoas, bem como criar um novo valor.

As inscrições para o programa acontecem até o dia 16 de novembro. Após a primeira etapa de inscrição para o programa e uma entrevista de triagem, as startups serão selecionadas para participar do Demo Day – todas as selecionadas poderão consultar os mentores da ASICS para melhorar a eficácia de seus planos de parceria de negócios até o Demo Day.

O Demo Day será realizado de forma online em fevereiro de 2021, e o corpo diretivo da ASICS irá avaliar as apresentações de cada startup antes de tomar uma decisão final sobre a vencedora. Em seguida, serão realizadas demonstrações e realizados planos de parceria de negócios com as startups selecionadas.

No ano passado, quatro propostas de parceria de negócios foram concretizadas a partir do resultado do Programa ASICS Accelerator – com produtos, serviços e conteúdo que contribuíram para oportunidades comerciais em 2020, foram solicitados e testados no mercado. A ASICS desenvolveu em conjunto o sapato inteligente EVORIDE ™ ORPHE, que oferece respostas sobre as mudanças no movimento do pé em tempo real, juntamente com o vencedor do Grande Prêmio no new folk studio, Inc.

À medida que a sociedade e o meio ambiente passam por mudanças rápidas, é fundamental que a ASICS reforce sua pesquisa em tecnologia e também busque ativamente parcerias promissoras para poder oferecer produtos, serviços e um ambiente que contribuam para melhorar as condições de saúde das pessoas, tanto da perspectiva da mente quanto do corpo. A ASICS deseja alcançar um crescimento sustentável por meio de parcerias com startups que gerem valor para a sociedade como um todo, visando um futuro mais sustentável.

Para saber mais sobre o programa e inscrições, acesse http://corp.asics.com/en/ventures/accelerator_program/.

Tags, , ,

Santander abre inscrições para a terceira edição do seu programa de aceleração de startups

O Santander Brasil abre hoje as inscrições para o Radar – Programa de Aceleração, que apoia empreendedores que buscam crescimento acelerado e desafiam o mercado financeiro com soluções inovadoras. O programa, que é realizado em parceria com a Endeavor, entra na terceira edição com uma série de mudanças.

As inscrições podem ser feitas no portal https://www.santander.com.br/hotsite/radar/ até o dia 05 de maio e são gratuitas. O Radar – Programa de Aceleração busca startups com perfil de scale-ups, com um moldeo de negócio escalável, um sólido portfólio de clientes, com vendas recorrentes e com dedicação integral dos seus sócios-fundadores.

Nesta edição, procuram-se soluções inovadoras em análise de dados, canais de relacionamento; eficiência em custos; e serviços para pequenas e médias empresas (PMEs). O programa também aceita inscrições de negócios que já tenham recebido aportes financeiros em nível Seed, Series A ou posteriores.

Durante cada período de aceleração serão oferecidos um diagnóstico do negócio (análise do estágio de maturidade dos principais desafios para o crescimento); capacitações individuais e coletivas com executivos do Santander e da Endeavor, além de uma rede de networking e conexões para geração de potenciais negócios.

Mais startups e dois batches por ano

O Radar – Programa de Aceleração terá algumas alterações a partir de 2019. Serão dois ciclos completos de seleção e aceleração (batches) por ano, e não apenas um. Outra mudança é a quantidade de startups que vão participar de cada batch: antes eram selecionadas cinco scale-ups e, agora, podem chegar a 10.

“Mais do que simplesmente entender essa nova dinâmica do mercado financeiro, temos que aprender com as startups. A ampliação desse relacionamento dissemina a cultura da inovação e gera novas oportunidades de negócios para todas as áreas de atuação do Santander. Queremos ser o banco dos empreendedores e o Radar Programa de Aceleração é mais um reforço do nosso posicionamento nesse ecossistema”, afirma Cássio Schmitt, diretor de Novos Negócios do Santander Brasil.

No primeiro batch do ano, as inscrições vão até o dia 05 de maio. No dia 08 de maio, os 18 finalistas que disputarão as vagas para as mentorias serão divulgados. Antes da etapa final, as scale-ups terão uma imersão com os mentores (sponsors) e uma apresentação (Pitch Day) para o Comitê Executivo do Santander Brasil e representantes da Endeavor. No dia 03 de junho, serão anunciadas as scale-ups selecionadas para participar da aceleração, que será realizada de 10 de junho a 13 de setembro.

Em setembro está prevista a abertura das inscrições para o segundo batch e, em dezembro, um Demo Day com a apresentação dos resultados dos dois batches de 2019.

“A terceira edição do Radar – Programa de Aceleração vem para consolidá-lo como uma das principais referências do mercado em scale-ups e desenvolvimento de negócios com grandes corporações, no caso o Santander Brasil. O engajamento empreendedor-empresa é uma das principais formas de inovação aberta para corporações e o Radar – Programa de Aceleração comprova isso pelos resultados de suas edições passadas, nas quais 80% das empresas aceleradas fizeram negócios com o Banco”, ressalta Luis Felipe Franco, head de Corporate Innovation na Endeavor Brasil.

Edições anteriores

Em 2017, estreia do Radar Santander, participaram da mentorias as scale-ups Pipefy, de gestão de processos e workflows para ganho de eficiência; Tempest, de solução de cyber segurança e combate a fraudes digitais; IDwall, de serviços de validação de documentos, verificação de identidade e background check; Moneto, de solução por aplicativo de recebimento, controle e cobrança para microempresário; e Docway, de base de médicos e pacientes para atendimento domiciliar.

No ano passado, receberam mentorias as scale-ups Aquarela, de plataforma de Data Analytics para predição de cenários; Arquivei, de gerenciamento e armazenamento automático de notas fiscais de forma automática; Escale, de marketing digital para aumento de performance em vendas; Sensedia, plataforma para design, segurança e gerenciamento de APIs; e Skore, de capacitação e gestão do conhecimento.

Somadas as duas edições anteriores, o programa recebeu mais de 500 inscrições e mais de 1 milhão de pessoas foram sensibilizadas via redes sociais.

Tags, ,

Thomson Reuters Brasil apresenta os vencedores de segundo programa de aceleração de startups em 2018

A Thomson Reuters, multinacional de soluções em tecnologia para diversos segmentos da economia, anuncia no próximo dia 31, em São Paulo, os vencedores da segunda edição de seu programa de aceleração de startups. O Accelerator Day for Taxtech & Comextech, realizado com o apoio da AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs) e da Campinas Tech (comunidade dedicada ao desenvolvimento do ecossistema de startups da região de Campinas) avaliou empresas iniciantes que tenham soluções em tecnologia para aprimorar a rotina dos profissionais dos segmentos Tributário, Fiscal e de Comércio Exterior. As inscrições foram abertas para iniciativas de todas as regiões do Brasil.

O objetivo do programa é trazer inovações para aprimorar a eficiência das suítes de soluções ONESOURCE Mastersaf e ONESOURCE Global Trade, que proporcionam o cumprimento das obrigações fiscais, compliance, automatização de tarefas e gerenciamento dos processos de importação e exportação das empresas. Serão avaliadas as startups que ofereçam produtos e serviços com potencial de escala e já testados em clientes reais, dentro de três categorias: Fiscal, Comércio Exterior e Fiscal/Comércio Exterior.

Os finalistas são a ODM (São Carlos/SP), Data Policy (Brasília/DF) e Vetor IT (São Paulo/SP), na categoria Fiscal; Intradebook (Florianópolis/SC) e LogComex (Curitiba/PR), na categoria Comércio Exterior; Simples Data (Santa Bárbara D’Oeste – Campinas/SP), BirminD Otimização Industrial (Sorocaba/SP) e Dattos (São Paulo/SP), na categoria Fiscal/Comércio Exterior.

O pilar Fiscal é dedicado às startups que desenvolvem soluções com Inteligência Artificial, Automação de Processos e Recebimento Integrado para aprimorar a eficiência, a gestão e a inteligência fiscal das empresas. Em Comércio Exterior, as iniciativas avaliadas devem ter Inteligência Artificial, Analytics e Integração do Ecossistema do Comércio Exterior (como o Blockchain). A última categoria, Fiscal/Comércio Exterior, visa analisar tecnologias emergentes que não façam parte dos outros dois pilares, para ambos os segmentos.

“Com o sucesso da primeira edição do programa Thomson Reuters Accelerator Day, voltado para o segmento jurídico, decidimos ampliar a iniciativa para as TaxTechs e ComexTechs. Será uma grande oportunidade de identificarmos inovações viáveis para os segmentos Fiscal e de Comércio Exterior, incluindo estas iniciativas em nosso portfólio. Dessa forma, além de estimular e impulsionar ideias inovadoras, podemos aprimorar nosso portfólio de soluções e melhorar o dia a dia das empresas brasileiras”, afirma Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil.

Em sua primeira edição, em Campinas/SP, o Accelerator Day da Thomson Reuters apontou quatro projetos vencedores, formato que se repetirá. Na ocasião, as startups tiveram a oportunidade de apresentar os projetos com sugestões tecnológicas para agregar ainda mais valor ao Legal One, software jurídico e inteligente da Thomson Reuters. As empresas escolhidas tiveram, como incentivo de aceleração, a oportunidade de interagir com os colaboradores, a estrutura e as tecnologias Thomson Reuters para, assim, testar as suas soluções no software Legal One. Importante citar que mesmos as startups que não fazem parte do grupo vencedor podem ser convidadas pela multinacional a colaborar com suas soluções em um futuro próximo.

A apresentação dos vencedores da segunda edição do programa acontece no Centro de Inovação da Thomson Reuters (FLIC – Future Law Innovation Center, recém-inaugurado, em São Paulo), na Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1327 – 2º andar – Vila Olímpia, São Paulo – SP.

Tags, , , ,

Saint-Gobain lança programa de aceleração de startups

A Saint-Gobain, considerada uma das 100 empresas mais inovadoras do mundo, segundo o ranking Clarivate Analytics, está lançando o Programa de Aceleração – Building Blocks. Trata-se de um programa próprio voltado para a aceleração de startups de todo o país que desenvolvam negócios inovadores do setor de construção civil ou que atuem nas áreas de soluções digitais para o consumidor final, realidade virtual e Internet das Coisas. As interessadas têm até o dia 16 de setembro para se inscreverem.

Pré-requisitos e seleção

Para o primeiro ciclo do programa, a Saint-Gobain busca por startups com soluções ligadas à inteligência das edificações, como modelização digital e impressão 3D; inovações nos canais de venda online, como marketplaces e e-commerces, logística last-mile e processos de encantamento do cliente nas duas pontas, e que tenham foco no aprimoramento da experiência do consumidor final na jornada da construção e reforma, facilitando o dia a dia dos profissionais da construção.

“Queremos atrair projetos inovadores que nos ajudem a entregar soluções cada vez mais completas para nossos consumidores. Temos interesse, por exemplo, em novas tecnologias que nos ajudem a aprimorar a nossa distribuição para oferecermos aos clientes experiências integradas de bem-estar e conforto”, aponta a Diretora de Marketing e Estratégias Digitais da Saint-Gobain no Brasil, Lucile Charpentier.

Quatro startups serão selecionadas para mentorias exclusivas com executivos Saint-Gobain, especialistas de mercado e rede de aceleração da rede Liga Ventures, durante 4 meses, a partir de novembro. Além disso, receberão todo o suporte da Saint-Gobain para desenvolvimento de novos projetos, com acesso à mentoria dedicada.

Rede de parceiros

O Building Blocks conta com a expertise da Liga Ventures, que é a primeira aceleradora focada em conectar startups com grandes empresas no Brasil, tendo sido responsável por programas de sucesso, como a Oxigênio Aceleradora, da Porto Seguro, AutoTech, com Webmotors e Mercedes Benz, entre outros.

Todo o processo será desenvolvido no novo espaço do Cubo Itaú, em São Paulo, maior hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, parceiro da Saint-Gobain, como uma forma de gerar oportunidades e troca de experiências com startups mais maduras, rede de parceiros e potenciais investidores.

O foco no relacionamento com as startups já é uma realidade na companhia, desde 2015, quando foi iniciada com a missão de incutir novas metodologias de inovação e fornecer ferramentas necessárias para todas as áreas e negócios do Grupo. Com o objetivo de alcançar resultados na ponta, os colaboradores são estimulados a interagir e fechar parcerias com essas novas empresas.

Resultados concretos

De lá para cá, a empresa vem colecionando interações em hubs importantes, como o Cubo Itaú, a Plug e a ACE, o que contribuiu para o relacionamento com mais de 400 startups ou clusters, e que vem gerando frutos: hoje, 86% dos projetos da área digital da empresa têm a adoção de soluções de startups, que ajudaram na redução de até 50% do tempo de execução dos projetos e 30% dos custos. Este ano, a companhia já iniciou interação com mais de 30 delas, e temos 12 projetos em andamento.

“Só temos a ganhar ao estreitar nosso relacionamento com essas empresas do século XXI. É uma formidável fonte de transformação organizacional. Em contato com as startups, nossas equipes são estimuladas a pensar fora dos processos tradicionais e a ousar. Isso é muito valioso!”, comemora Lucile Charpentier.

Programa de Aceleração de Startups Building Blocks

Inscrições: até 16 de setembro

Site: http://buildingblocks.liga.ventures/
Valor: Gratuito

Quem pode participar: Startups de todo o país que tenham projetos inovadores com foco em no setor da construção civil ou que atuem nas áreas de soluções digitais para o consumidor final, realidade virtual e internet das coisas.

Duração do programa: 04 meses, a partir de novembro de 2018

Tags, , , , ,

Evento gratuito reúne grandes players e traz mentoria para startups que sonham com a internacionalização

O WorldWide Startups – criado pela Liga Ventures em parceria com o Ibmec – acontece em SP no próximo dia 6 de março e aborda desafios e oportunidades no processo de internacionalização de startups

Internacionalizar uma empresa é o sonho de muitos empreendedores que desejam conquistar novos mercados e expandir o negócio. Mas o que é preciso fazer para tornar sua startup global?

Para ajudar os empreendedores a criarem uma cultura de internacionalização desde o início da jornada empreendedora, a Liga Ventures – aceleradora focada em gerar negócios entre startups e grandes empresas – em parceria com o Ibmec – Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais -, criou o WorldWide Startups, evento gratuito que discutirá, no dia 06 de março, às 19h30, os principais desafios e oportunidades para startups brasileiras que estão em busca do sonho de se tornarem globais.

Durante o WorldWide Startups será possível conhecer cases de sucesso e ainda ter orientações de especialistas sobre todo processo de globalização de startups. “O evento irá proporcionar aos empreendedores mentoria sobre o desenvolvimento de produtos para novos mercados, dar dicas de como ter acesso a programas de aceleração globais, além de mostrar a importância da criação de parcerias estratégicas – fundamentais para o processo de internacionalização da marca”, explica Daniel Grossi, co-fundador da Liga Ventures.

Painel com grandes nomes do mercado

O evento conta ainda com um painel com grandes players do mercado e terá a mediação de Daniel Grossi – co-fundador da Liga Ventures. Os convidados são: Andres Mutschler – CEO e Fundador da Westwing Casa e Decoração, Fernando Prado – CEO e Cofundador da ClickBus, Juliana Assunção – CMO e Fundadora da RankMyApp, Miriam Vale – Professora e Pesquisadora no Ibmec e Sylvia Romanelli – Startup and Innovation Manager na Swissnex Brazil.

Serviço

Local: Ibmec – Alameda Santos, 2356, Jardim Paulista
São Paulo, SP
Data: 06 de março de 2018, 19h30-21h

Inscrições: goo.gl/tRwgq5 – Gratuito

Tags, , , , , , , , ,

CQ1 Lab: aceleradora busca startups de RH

A CQ1 Lab, aceleradora para HRTechs, com tecnologias para o mercado de Gestão do Capital Humano, está em busca de startups para serem aceleradas. As inscrições podem ser feitas a qualquer momento no portal http://wwww.cq1lab.com.br/ .

As candidatas passarão por uma análise que verificará o nível de maturidade do negócio, o estágio de desenvolvimento do produto/solução, aplicabilidade ao mercado, entre outros. Todas as fases buscam garantir que a ideia da acelerada esteja alinhada aos critérios da CQ1 Lab. Vale lembrar que a aceleradora não descarta a possibilidade de investimentos financeiros diretos nas aceleradas.

A Conquest One, consultoria brasileira especialista em Staffing de TI, anunciou a criação da CQ1 Lab no início de fevereiro, e como time de mentores principal, as startups contarão com a experiência de 21 anos dos empreendedores e cofundadores da Companhia, Antonio Loureiro e Marcelo Vianna, além da expertise em finanças do investidor-anjo Rafael Brunacci, que possui experiência em mentoria, acompanhamento das startups, modelagem financeira, e desenvolvimento dos MVPs (Minimum Viable Product – Produto Mínimo Viável).

A aceleradora está instalada em um ambiente voltado à inovação na sede da própria Conquest One, e do qual todas as startups poderão aproveitar. “Queremos compartilhar da nossa experiência e ajudar empreendedores a transformarem suas startups em negócios de sucesso. Além disso, também temos um DNA de empreendedores e conhecemos profundamente o processo de desenvolvimento de uma ideia de negócio, bem como do seu ciclo evolutivo.” analisa Antonio Loureiro.

Aceleração corporativa

Não serão apenas as startups que se beneficiarão da CQ1 Lab. O time de mentores aproveitará todo o ecossistema criado, para alavancar a inovação em empresas já estruturadas.

O foco desse sistema será o de impulsionar negócios inovadores e diferentes ideias dentro de estruturas convencionais, as quais geralmente sufocam novas possibilidades.

Tags, , , , , , , , ,