Pesquisa do Gartner indica que remessas mundiais de PCs caíram 19,5% no terceiro trimestre de 2022

Pesquisa do Gartner indica que remessas mundiais de PCs caíram 19,5% no terceiro trimestre de 2022

Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, anuncia que as remessas mundiais de PCs totalizaram 68 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2022 (3T22), uma queda de 19,5% em relação ao mesmo período de 2021. Este é o declínio mais acentuado já registrado desde que o Gartner começou a monitorar o mercado de PCs em meados da década de 1990. O período é também o quarto trimestre consecutivo de declínio, na comparação ano a ano. 

“Os resultados deste trimestre podem marcar uma desaceleração histórica para o mercado”, afirma Mikako Kitagawa, Analista e Diretor do Gartner. “Embora as interrupções na cadeia de suprimentos tenham finalmente diminuído, o alto estoque agora se tornou um grande problema, dada a fraca demanda de computadores nos setores de consumo e negócios. As vendas de volta às aulas terminaram com resultados decepcionantes, apesar das grandes promoções e das quedas de preços. Isso se deve à falta de necessidade, pois muitos consumidores compraram novas máquinas nos últimos dois anos. Do lado dos negócios, as incertezas geopolíticas e econômicas levaram a gastos de TI mais seletivos, e os PCs não estavam no topo da lista de prioridades”, diz o analista. 

Os três principais fornecedores do mercado mundial de PCs permaneceram inalterados no terceiro trimestre de 2022, com a Lenovo mantendo o primeiro lugar em remessas, atingindo 25,2% de participação de mercado. 

Estimativas preliminares de remessas mundiais de PCs para o 3T22 (em milhões de unidades)  

Fabricante Remessas 3T22 Participação de Mercado — 3T22 (%) Remessas 3T21 Participação de Mercado — 3T21 (%) Crescimento 3T22-3T21 (%) 
Lenovo  17,1  25,2         20,2  23,9 -15,3 
HP Inc.  12,7  18,7         17,6  20,9 -27,9 
Dell  12,0  17,7         15,2  18,0 -21,1 
Apple  5,7  8,5            6,8  8,1 -15,6 
ASUS  5,5  8,2            6,0  7,1 -7,5 
Acer  4,4  6,6            6,0  7,1 -25,6 
Outros  10,3  15,2         12,4  14,8 -17,3 
Total   67,9  100         84,4  100 -19,5 

Observações: Os dados incluem desktops, notebooks, ultramobile premiums (como Microsoft Surface) e Chromebooks, mas não iPads. Todos os dados são estimados com base em um estudo preliminar. As estimativas finais estarão sujeitas a alterações. As estatísticas são baseadas em remessas vendidas em canais de venda. Números podem não ser compatíveis com o total mostrado devido a arredondamentos. Fonte: Gartner (outubro de 2022) 

A Lenovo ganhou participação de mercado em comparação com um ano atrás, embora as remessas tenham diminuído ano a ano. Ainda que as vendas da empresa tenham caído em todas as regiões, exceto no Canadá, o mercado de desktops da EMEA (Europa, Oriente Médio e África) registrou crescimento, impulsionado pelo início da produção na primeira fábrica interna da Lenovo na Europa, inaugurada na Hungria em junho de 2022. 

A HP experimentou um trimestre desafiador com um declínio acentuado nas remessas globais. A empresa registrou crescimento em regiões específicas no mercado de desktops, mas as vendas gerais de notebooks sofreram declínios. A Dell reduziu sua diferença de participação de mercado em relação à HP, registrando um crescimento ano a ano no mercado de desktops em todas as regiões, exceto na Ásia-Pacífico. No entanto, as remessas de notebooks da Dell diminuíram em diferentes locais, excluindo o Japão. 

Visão geral – O mercado de PCs dos Estados Unidos caiu 17,3% no terceiro trimestre de 2022, o que representa o quinto período consecutivo de queda nas remessas na comparação ano a ano. A desaceleração das vendas de notebooks diminuiu as vendas no mercado do país norte-americano, mas o segmento de desktops mostrou um crescimento modesto impulsionado pela demanda reprimida entre as empresas, bem como as compras do setor público. 

“A inflação é a maior preocupação no mercado dos Estados Unidos, mas as empresas menores estão mostrando um relativo otimismo em relação às condições macroeconômicas”, explica Kitagawa. “Embora a demanda de notebooks entre as grandes empresas tenha diminuído acentuadamente no terceiro trimestre de 2022, as pequenas e médias não apresentaram uma queda tão acentuada.” 

A Dell garantiu o primeiro lugar no mercado de PCs dos Estados Unidos com base em remessas com 26,8% de participação de mercado, enquanto a HP seguiu com 23,2% de participação. 

Comments are closed