Uma característica crucial da BetBoom, evidente no site Bônus da BetBoom, é seu compromisso com a legalidade e segurança. A licença obtida em Curaçao e o rigoroso processo de verificação para saques reforçam a confiabilidade da plataforma. Tais medidas são essenciais para garantir a segurança dos dados dos usuários e a integridade das transações. A BetBoom também se destaca por sua política de responsabilidade social, assegurando que apenas maiores de idade participem das apostas. Esses aspectos são fundamentais para construir uma relação de confiança e transparência com os usuários, estabelecendo a plataforma como um ambiente seguro e regulamentado para apostas e jogos de azar.

Ich habe schon viele Online-Casinos ausprobiert und bin immer auf der Suche nach Angeboten, die sich von der Masse abheben. Verde Casino Cashback war eines der Angebote, das meine Aufmerksamkeit erregt hat. Neben den üblichen Willkommensboni bietet Verde Casino regelmäßige Cashback-Aktionen, die für mich als Spieler einen echten Mehrwert darstellen. Der Willkommensbonus mit Freispielen war ein nettes Extra, das mein Spielerlebnis noch angenehmer gemacht hat. Was mich aber wirklich beeindruckt hat, war die hohe Auszahlungsquote, die mir als Gelegenheitsspieler die Hoffnung gibt, auch mit kleineren Einsätzen gute Gewinne erzielen zu können. Die Sicherheitsmaßnahmen und die Verfügbarkeit des Kundendienstes rund um die Uhr geben mir das Gefühl, in guten Händen zu sein.

For thrill-seekers and gambling enthusiasts looking for their next adventure, Pin Up Casino offers a vibrant oasis of entertainment. Launched in 2016 and licensed in Curaçao, this online casino and sports betting platform stands out for its commitment to player satisfaction and game variety. From the adrenaline of live sports betting to the suspense of table games, and the excitement of slots, every aspect of the casino is designed to keep you on the edge of your seat. The welcome bonuses are particularly appealing, offering new players a 120% bonus on their first deposit, along with 250 free spins. What's more, the technical support team is always ready to assist, ensuring a seamless gaming experience. Regular players can enjoy weekend bonuses and weekly cashback, making every game more rewarding. The mobile app ensures that the thrill of the casino is never more than a click away, allowing players to indulge in their favorite games anytime, anywhere. With its player-focused approach and wide range of games, source Pin Up Casino is the ultimate destination for those seeking excitement and big wins.

Imaginez un lieu où chaque jour est une nouvelle opportunité de gagner, où les promotions et les bonus vous accueillent bras ouverts. C'est exactement ce que propose 5Gringos Casino. Leur offre de bienvenue est particulièrement séduisante, avec un match de 100% jusqu'à 500€ et 200 tours gratuits, sans oublier le mystérieux « Bonus Crab ». Mais la générosité de 5Gringos ne s'arrête pas là. Le casino va au-delà avec des bonus de rechargement et des cashbacks qui font chaque semaine et chaque weekend des moments attendus. Pour ceux qui aiment la compétition, les tournois organisés régulièrement offrent non seulement du frisson mais aussi des récompenses alléchantes. En participant à la promotion des Trophées, avec une cagnotte de 2,000 EUR à gagner, les joueurs ressentent un véritable engouement. Et pour ceux qui accumulent des pièces d'or, les échanger contre des bonus en argent est un avantage supplémentaire non négligeable. Apprenez-en plus ici sur comment maximiser vos gains grâce à ces stratégies. Avec une telle abondance d'offres, chaque session de jeu chez 5Gringos est une nouvelle aventure.

Inteligência artificial é vista pelos CEOs como misto de benefícios e preocupações com consequências sociais, éticas e cibernéticas

Compartilhar

Segundo pesquisa da EY, IA também afeta as iniciativas de sustentabilidade e investimentos futuros

Como os CEOs enxergam a inteligência artificial? Identificar essa e outras respostas é um dos objetivos da edição deste ano do CEO Outlook Pulse, pesquisa global feita pela EY, uma das maiores consultorias e auditorias do mundo. Foram ouvidos mais de 1.200 CEOs no mundo, sendo 50 no Brasil, de empresas com receita maior que US$1 bilhão no último ano fiscal.

“De modo geral, os CEOs mundo afora estão adotando a inteligência artificial como uma força para o bem, mas mantendo-se cautelosos com consequências desconhecidas e não intencionais”. conta Leandro Berbert, sócio de Estratégia e Transações da EY Brasil. “Eles também acreditam que mais ações precisam ser feitas para mitigar significativos riscos sociais, éticos e cibernéticos”, completa.

Questionados sobre a IA ser “uma força para o bem, que impulsiona eficiência dos negócios e, portanto, cria resultados positivos para todos, como inovações em tratamentos de saúde”, 38% dos brasileiros concordam plenamente e 46% concordam de certo modo. No recorte global, esses números são, respectivamente, 29% e 26%.


Quando o tema é “O impacto da IA substituindo os humanos na força de trabalho será contrabalançado pelas novas funções e oportunidades de carreira que a tecnologia cria”, no Brasil, 32% concordam plenamente e 52% concordam em partes, enquanto no global, 27% concordam plenamente e 39% concordam em partes.


“A comunidade empresarial precisa se concentrar muito mais nas implicações éticas da IA e na forma como a sua utilização pode impactar áreas-chave das nossas vidas, como a privacidade”. Localmente, 52% concordam plenamente e 36% em partes. No global, apenas 29% concordam plenamente e 38% concordam em partes.


Já quando citada a seguinte frase “Precisamos fazer mais para mitigar os ‘maus atores’ da IA que poderiam usar a tecnologia de maneiras prejudiciais – desde ataques cibernéticos até falsificações profundas e desinformação”, 40% dos brasileiros concordam plenamente e 36% em partes. Enquanto globalmente, 28% concordam plenamente e 37% em partes.


Por fim, quando analisado que “ainda não estamos fazendo o suficiente para gerir as consequências indesejadas da IA, que poderão ter implicações significativas para a comunidade empresarial e a sociedade”, as respostas no Brasil estão equilibradas: 40% concordam plenamente e 40% em partes. Já na média global, 29% concorda plenamente e 35% em partes.

Investimentos no próximo ano

Pensando nos próximos 12 meses, os quatro principais focos de alocação de capital para as empresas brasileiras são: fusões e aquisições/M&A (34%), reserva de caixa para oportunidades futuras ou desafios inesperados (30%), devolução de capital aos acionistas por meio de dividendos e recompra de ações (20%) e iniciativas de crescimento orgânico (16%).

Comparado com as respostas dos CEOs de outros países, a ordem fica diferente: reserva de caixa para oportunidades futuras ou desafios inesperados (29%), fusões e aquisições/M&A (26%), iniciativas de crescimento orgânico (25%) e devolução de capital aos acionistas por meio de dividendos e recompra de ações (20%).


Apenas 12% dos CEOs brasileiros não planejam nenhum investimento de capital significativo em inovação de produtos/serviços impulsionada por IA. Enquanto 36% não fizeram investimentos de capital significativos até o momento, mas planejam fazê-lo nos próximos 12 meses e 52% já estão totalmente integrados às mudanças de produtos/serviços impulsionadas pela IA no processo de alocação de capital e estão investindo ativamente na inovação impulsionada pela IA. Para Leandro, “cada vez mais, a IA reforça sua importância junto com as estratégias de negócios das companhias, independentemente do setor de atuação. Mesmo sem o completo conhecimento, ela é ferramenta importante para impulsionar, otimizar e desenvolver negócios”.


Sustentabilidade

Em muitos casos, a IA também é vista como uma possibilidade de acelerar o progresso da companhia em sustentabilidade, já que investidores, reguladores, consumidores e stakeholders exigem cada vez mais transparência ambiental, social e de governança, seguindo os parâmetros da agenda ESG.


Para 16% dos entrevistados brasileiros, as iniciativas de sustentabilidade estão na vanguarda da estratégia de alocação de capital e dedicam recursos substanciais para apoiá-las. Já 36% priorizam iniciativas de sustentabilidade e alocam parcela significativa do capital para isso, enquanto 34% alocam capital para ações de sustentabilidade no mesmo nível que outras prioridades de negócios e 14% consideram as iniciativas de sustentabilidade, mas o tema não tem peso significativo na alocação de capital.

O estudo traz um ponto positivo sobre a relevância do tema sustentabilidade no mundo corporativo brasileiro. Enquanto 10% dos CEOs – em âmbito global – não consideram o tema prioridade para alocação de capital da companhia, no Brasil todos os entrevistados consideram que iniciativas sustentáveis estão no radar prioritário quando se trata de alocação de recursos.


Ainda na média global, 16% também afirmam que as iniciativas de sustentabilidade estão na vanguarda da estratégia de alocação de capital e dedicam recursos substanciais para apoiá-las, 22% priorizam iniciativas de sustentabilidade e alocam parcela significativa do capital para isso, 28% alocam capital para iniciativas de sustentabilidade no mesmo nível que outras prioridades de negócios e 24% consideram as iniciativas de sustentabilidade, mas o tema não tem peso significativo na alocação de capital.