Einstein anuncia a construção de Centro Avançado de Oncologia e Hematologia no complexo do Parque Global, em São Paulo

Einstein anuncia a construção de Centro Avançado de Oncologia e Hematologia no complexo do Parque Global, em São Paulo

A Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein anuncia o projeto para desenvolver um centro acadêmico de pesquisa em oncologia e hematologia de classe mundial e um complexo assistencial que atuará com foco na prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e survivorship (programa que dá suporte aos pacientes após o tratamento sob aspectos físico, psicossocial, emocional, espiritual, entre outros). O novo Centro de Cuidados e Terapias Avançadas em Oncologia e Hematologia tem previsão de inauguração em 2025 e estará localizado no Parque Global, bairro planejado que está sendo construído entre o Cidade Jardim e o Parque Burle Marx, e vai liderar a adoção da medicina de precisão por meio de planejamento de cuidados personalizados, inovação, big data, terapia celular, ciência e tecnologia. Além disso, reunirá uma equipe multidisciplinar especializada, que inclui os mais renomados médicos especialistas do País, que atuará dentro de uma cultura de aprendizado e educação contínuos em benefício dos pacientes e seus familiares.
 

O Brasil passa por uma importante mudança epidemiológica, uma vez que a carga de doenças não transmissíveis, como o câncer, está superando, de maneira acelerada, as infecciosas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) relatou mais de 590 mil novos casos de câncer no Brasil em 2020, e este volume deve dobrar em 2025. Soma-se a isso o fato de que o número de pessoas no país vivendo com câncer e/ou reabilitadas da doença também está crescendo, exigindo mais foco na gestão das suas necessidades de saúde e de qualidade de vida.
 

“O cenário coloca a enfermidade entre as principais causas de morte da população nos próximos anos, ao lado de doenças cardiovasculares, devido, principalmente, à maior longevidade”, afirma Dr. Sidney Klajner, presidente do Einstein. No entanto, segundo ele, a evolução tecnológica e do conhecimento tornou a maioria dos cânceres ou doenças hematológicas curável, se detectada precocemente e tratada adequadamente. “Os enormes avanços ao conhecimento da biologia humana nos níveis molecular e genético abriram as portas para uma nova era no tratamento do câncer. Cada tumor tem uma assinatura única e terapias personalizadas agora podem ser criadas de forma individualizada, com uso de medicamentos que usam marcadores específicos nas células cancerígenas ou até mesmo reeducam o sistema imunológico. O novo Centro mudará drasticamente o paradigma do tratamento do câncer, de imunoterapias direcionadas à diversificação de ensaios clínicos para o que há de mais moderno em tecnologia terapêutica”, diz.
 

Desde 2013, com a inauguração do seu Centro de Oncologia e Hematologia Einstein Família Dayan — Daycoval, o Einstein tem focado na integração e no cuidado individualizado para melhorar os desfechos do tratamento e a qualidade de vida. Além disso, o Einstein aumentou significativamente seu programa de oncologia, educação e colaborações internacionais – com organizações como MD Anderson, City of Hope e John Hopkins, que possibilitaram o intercâmbio de tecnologia, conhecimento e pesquisas -, se tornando referência global para o tratamento de câncer, sendo hoje, em oncologia, o 16º melhor hospital do mundo e o primeiro da América Latina, segundo o World’s Best Specialized Hospitals 2023, ranking da revista norte americana Newsweek.
 

“Toda essa estrutura construída ao longo dos anos, que já nos diferencia na América Latina, somada ao novo Centro, certamente nos deixará preparados para atuar de forma ainda mais efetiva para um dos grandes desafios dos sistemas de saúde no Brasil e no mundo, que é contribuir para erradicar o câncer e as doenças hematológicas. Seguimos buscando a excelência e o melhor cuidado para o paciente e a sua família, e essa jornada, que integra a assistência, a pesquisa, a educação e inovação, nos fará ser um dos melhores sistemas especializados em oncologia e hematologia do mundo nos próximos anos”, afirma Klajner.
 

Atualmente, são realizados mais de 25 mil atendimentos no Einstein – no Centro de Oncologia e Hematologia Einstein Família Dayan — Daycoval, no Morumbi, na Unidade Avançada Perdizes (São Paulo), no Hospital em Goiânia, e no Hospital Municipal Vila Santa Catarina – Dr. Gilson de C. Marques de Carvalho. Na especialidade são mais de 650 profissionais que operam na organização – entre médicos que são referências nacionais e internacionais na especialidade, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas, nutricionistas, além de equipes de medicina integrativa e pós-doença.
 

Além disso, a atuação tanto na assistência suplementar quanto no sistema público traz um importante diferencial e faz do Einstein uma das poucas organizações da América Latina a gerar conhecimento amplo com a possibilidade de desenvolvimento de novas práticas, diretrizes assistenciais, protocolos clínicos e pesquisas com base em perfis populacionais diversos.
 

O empreendimento estará localizado em uma área de 38 mil metros quadrados dentro do Parque Global, dedicados ao atendimento de pacientes e pesquisa, incluindo 10 salas cirúrgicas, sendo uma sala híbrida e duas salas de cirurgia robótica, 160 leitos automatizados, 20 UTIs, 20 semi-intensivas, 120 clínicas médicas cirúrgicas, 84 consultórios, 36 salas de quimioterapia e 15 postos de laboratório. Também terá sistema de intervenção guiada por imagem, ressonância magnética, tomografia computadorizada, PETs CT (um dos exames mais precisos para a detecção do câncer), aceleradores lineares, banco de sangue e pronto atendimento oncológico para aproximadamente 12 mil atendimentos ao ano.

“A chegada do Einstein ao Parque Global reflete a grandiosidade deste projeto. Sem dúvidas, a junção de nossas estruturas criará algo inovador, que terá um impacto positivo para o desenvolvimento da cidade, do Estado e do Brasil”, afirma Adalberto Bueno Netto, presidente do Grupo Bueno Netto, responsável pela construção do Parque Global em parceria com a Related Group.

Comments are closed