Desenvolve SP capta US$ 90 milhões com Banco dos Brics para financiar infraestrutura sustentável

Desenvolve SP capta US$ 90 milhões com Banco dos Brics para financiar infraestrutura sustentável

Recursos serão destinados para projetos em áreas como energia renovável, eficiência energética e saneamento

O Desenvolve SP segue trabalhando para captar recursos com instituições financeiras multilaterais e ampliar a oferta de crédito para empreendedores e municípios paulistas. Nesta direção, a entidade fechou a captação de recursos de US$ 90 milhões, equivalente a R$ 441, milhões junto ao New Development Bank (NDB), o Banco dos Brics. Os recursos serão destinados a projetos sustentáveis dos setores público e privado em áreas como água, resíduos sólidos, reciclagem, energia renovável, eficiência energética e infraestrutura urbana.

Serão três desembolsos de US$ 25 milhões e um de US$ 15 milhões, com o primeiro repasse previsto para setembro de 2022. O prazo total para o pagamento dos recursos captados ao NDB é de 10 anos, com 5,5 anos de carência.

Para o presidente do Desenvolve SP, Sergio Gusmão Suchodolski, a parceria com o NDB reforça a estratégia de ampliação dos fundos em carteira, com captação no Brasil e no exterior para aplicação em projetos sustentáveis e alinhados às agendas globais de desenvolvimento.

“A captação desses recursos vai ao encontro da nossa política de ampliar o investimento em projetos sustentáveis. Os recursos serão utilizados ​​para financiamento em infraestrutura local chave, como desenvolvimento urbano e econômico”.

Em comunicado divulgado em seu site oficial, o NDB destacou que “por meio da parceria com a Desenvolve SP, o NDB poderá alcançar municípios menores e empresas do setor privado que atualmente não são elegíveis para acessar financiamentos de bancos multilaterais de desenvolvimento, apoiando a recuperação econômica sustentável pós-pandemia”.

Parcerias internacionais

No início do mês o Desenvolve SP fechou parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que irá destinar cerca de R$ 1 bilhão para financiamento a tecnologia e inovação de micro e pequenas empresas do estado de São Paulo.

Também está em negociação a captação de recursos com o Banco Europeu de Investimento (BEI) para aplicação em projetos sustentáveis e de financiamento climático. O vice-presidente do BEI, Ricardo Mourinho Félix esteve na sede do Desenvolve SP no último dia 17 para dar início às tratativas.

Com sede em Luxemburgo e carteira de crédito com centenas de bilhões de euros, a instituição financeira concede financiamentos a longo prazo e garantias, dentro e fora da União Europeia, além de atuar na estruturação de projetos.

Comments are closed