Page Arquivos Vagas - Página 120 de 376 - Valor Agregado

Category Vagas

Catho e Let’s Code oferecem bolsas de programação só para mulheres

Após a formação, Catho vai contratar 15 profissionais. Inscrições vão até o dia 06 de fevereiro

De acordo com a Pesquisa Salarial realizada pela Catho, marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos de forma gratuita, as mulheres representam apenas 19% dos profissionais de tecnologia. Com o intuito de melhorar esse cenário, a Catho e a Let’s Code, escola que forma desenvolvedores em conjunto com as maiores empresas do país, firmaram uma parceria com o intuito de profissionalizar e contratar cada vez mais mulheres para atuarem no setor de tecnologia. Para isso, serão disponibilizadas 25 vagas para um curso 100% gratuito e totalmente destinado a mulheres. As inscrições para o processo seletivo vão do dia 18 de janeiro até 06 de fevereiro.

“O setor de tecnologia infelizmente ainda é dominado pelos homens, e na Catho, não é diferente. Prezamos pela igualdade e queremos mudar esse cenário. Por isso, acreditamos que proporcionar uma qualificação para mulheres entrarem nesse mercado é o começo de um movimento necessário. Também vamos contratar 15 dessas mulheres que finalizarem o curso para não somente capacitá-las, mas abrir as portas do mercado de trabalho para elas”, declara Patricia Suzuki, CHRO da Catho.

“Nosso foco é a educação para empregabilidade, e desde sempre estamos trabalhando para suprir as lacunas com a formação de profissionais qualificados em todo o setor. Nossa intenção é capacitar essas profissionais e promover o empoderamento feminino no mercado de trabalho e na sociedade. Afinal, o setor de tecnologia é um dos que mais cresce no Brasil e ter mulheres que saibam programar de verdade é essencial para o mercado”, comenta Felipe Paiva, CEO da Let’s Code.

Para preencher as 25 vagas do curso, as inscritas passarão por um processo de seleção com duração de cerca de 15 dias que envolverá testes de lógica, avaliação de vídeos e dinâmicas. As finalistas serão divulgadas no dia 28 de março e o curso terá início no dia 04 de abril com um tempo de duração de 8 meses. Nesse período, as alunas aprenderão a programar na prática com aulas ao vivo e online, contando com professores que possuem ampla experiência de mercado e atuam em grandes empresas desenvolvendo também as soft skills necessárias para a área.

Oportunidade de emprego

As colaboradoras da Catho – de outros setores que não o de tecnologia – também terão a oportunidade de se inscrever. Tanto as candidatas externas quanto internas da empresa, após a finalização do curso, terão a oportunidade, mediante processo seletivo, de integrar o time de tecnologia da empresa. Serão 15 vagas exclusivas para essas 25 alunas. Ou seja, as chances de terminar o curso empregada são de 66%.

As interessadas no curso, disponível para mulheres de todo o País, devem se cadastrar aqui. O prazo das inscrições vai até o dia 06 de fevereiro.

Mulheres no mercado de trabalho

Essa não é a primeira iniciativa da Catho em prol das mulheres no mercado de trabalho. Em 2020 a empresa criou o projeto “Essa Cadeira É Minha”, implantado com o intuito de acender o debate sobre a equidade de gênero no mercado de trabalho. A ação se posiciona em favor das mulheres e busca promover o diálogo em relação ao assunto. Dentro desse movimento, a companhia já realizou várias ações, como o lançamento da ferramenta “Vagas Femininas”, uma extensão no navegador Google Chrome que adapta a descrição de cargos profissionais do masculino para o feminino. A empresa também promoveu a campanha “Dia da Chefe” nas redes sociais, a fim de chamar a atenção para outra problemática trazida pela desigualdade de gênero no mercado de trabalho: o tratamento dado às mulheres que ocupam cargos de liderança. No “Essa Cadeira é Minha”, a Catho deu foco à inserção de mulheres em tecnologia com a missão de impulsionar o protagonismo feminino na área de TI, por meio da capacitação, mentoria e empregabilidade. A empresa também é signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs), estabelecidos pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global na luta pela igualdade de gênero.


Além disso, a Catho conta com 66% do quadro geral de colaboradores formado por mulheres e foi reconhecida no prêmio GPTW Mulher 2021, realizado pela consultoria Great Place to Work (GPTW), que tem como objetivo reconhecer as organizações que disponibilizam as melhores práticas do mercado no incentivo à liderança e carreira femininas.

Tags,