Page

Category startup

Startups industriais movimentam Expomafe

84ef5361-3a4e-4f80-a9fa-89ebab52f8dc

As startups AutomatSmart, Birmind Automação Industrial, ForSee, IndWise, Peerdustry, VirtualCAE e Virturian tiveram impacto expressivo na EXPOMAFE 2017 – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial. O evento foi uma iniciativa da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), com organização e promoção da Informa Exhibitions. As startups realizaram cerca de 600 contatos com tomadores de decisão representativos de grande parte do parque industrial brasileiro, criando as bases para escalar suas soluções de Manufatura Avançada.

No terceiro dia de feira, 11 de maio, elas atraíram a atenção do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que dedicou uma hora de sua agenda para conhecer os projetos que estavam em exposição. Também esteve presente o economista Ricardo Amorim, que apresentou uma palestra sobre o cenário econômico brasileiro na cerimônia de lançamento da Feimec 2018 (Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos). Em sua palestra, Ricardo Amorim afirmou que acredita que a recuperação da economia em 2017 e 2018 será ainda mais robusta do que indicam as previsões. Para ele, não será surpresa se o Produto Interno Bruto brasileiro registrar alta de 5% a 6% no próximo ano, muito acima dos 2,5% previstos. “Houve uma virada na confiança. Confiança gera expectativa, que historicamente é sempre superada pelos resultados reais”, afirmou.

As startups fizeram parte da linha conceito da Demonstração da Manufatura Avançada, uma iniciativa em parceria com Abimaq, SENAI São Paulo, ABDI, empresas, instituições de ensino e agências de fomento. O objetivo foi mostrar na prática como transformar uma fábrica tradicional em fábrica inteligente, capaz de utilizar a tecnologia para aumentar a produtividade, a eficiência, o poder de customização e gerar retornos crescentes em escala e melhoria de processos em diversos setores do segmento industrial, além de reduzir o prazo para lançamento de novos produtos no mercado.

Veja abaixo como cada startup transforma a manufatura que conhecemos em algo completamente novo:

AUTOMATSMART TECH: sua Plataforma MTQuest monitora produtividade industrial com Mobilidade, Cloud e Inteligência Artificial, fornece índices de manutenção e integra os dados com fornecedores de solução;

BirminD Otimização Industrial: empresa de otimização industrial, utiliza soluções integradas para mapear processos, adequá-los a padrões e normas internacionais, melhorar performance e elevar a cybersegurança da operação;

ForSee: completa plataforma que transforma qualquer empresa numa indústria 4.0, usando dispositivos IoT e inteligência artificial que operam como um consultor em tempo real, analisando os dados da empresa e sugerindo ações de melhoria que já aumentaram a produtividade em até 900% e cortaram custos em até 88%.

IndWise: plataforma de gestão da produtividade de linhas produtivas, que coleta dados diretamente de máquinas e gera análises em tempo real para minimizar paradas e desperdícios produtivos;

Peerdustry: primeira plataforma de economia compartilhada para máquinas industriais do mundo;

VirtualCAE: Sistemas de engenharia de produto em ambiente virtual que analisam componentes e proporcionam otimização de material e design, objetivando a redução de custo e a melhoria do desempenho estrutural;

Virturian: solução digital de monitoramento e análise preditiva da condição de equipamentos industriais a partir da análise dos dados de operação dos motores elétricos, reduzindo número de paradas de produção e o custo de manutenção em até 30%.

Tags, , , , , , , , , ,

Samsung e Anprotec anunciam nova rodada de investimentos e aceleração para startups do Brasil

A Samsung e a Anprotec anunciam neste sábado, durante o Sebrae Startup Day, a chamada pública para selecionar novos empreendedores e projetos para a terceira rodada do Programa de Promoção da Economia Criativa, resultado da colaboração entre a empresa, a Associação e o Centro Sul-Coreano de Economia Criativa e Inovação (CCEI), com o apoio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC).

“Nesta rodada, o número de vagas foi ampliado para até 20 startups e o investimento pode chegar a R$ 250 mil por empreendimento”, destaca Antonio Marcon, gerente de Pesquisa & Desenvolvimento da Samsung e coordenador nacional do programa. “Outra grande novidade é a expansão institucional do programa, que agora conta com a parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), estimulando projetos inovadores também em Agricultura Digital, além de preservar outras áreas tecnológicas já fomentadas pelo programa, como Mobilidade, Realidade Virtual, Saúde Digital e Educação Digital. Estamos muito otimistas com possibilidades tecnológicas e potenciais negócios que podem surgir a partir desta nova aliança.”

“A agricultura digital visa empregar tecnologias da informação e da comunicação, além de métodos computacionais de alto desempenho, rede de sensores, comunicação e conectividade entre máquinas e dispositivos móveis, computação em nuvem e soluções analíticas para processar grandes volumes de dados, construir sistemas de suporte à tomada de decisões de planejamento e manejo em toda cadeia de valor da agricultura”, afirma Silvia Massruhá, chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária. “Nossa expectativa é estimular a inovação, com a introdução de novas soluções tecnológicas para apoiar a produção e o consumo sustentável, de forma a garantir a segurança alimentar para as futuras gerações”, complementa.

Ao ingressarem no programa, as empresas selecionadas recebem apoio financeiro e um amplo pacote de conveniências que visam o aprimoramento tecnológico e mercadológico de seus produtos e serviços. Entre as atividades destacam-se o acesso a tecnologias e laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, treinamentos, assessorias, mentorias, networking e redes de investidores.

“Os participantes desta etapa também irão se beneficiar de uma rede ampliada de incubadoras de empresas distribuídas em todo o território nacional. Outro fator a destacar é que, nesta edição, as aceleradoras de empresas também podem se integrar ao programa, ou seja, as startups contarão simultaneamente com o apoio integrado de incubadoras e aceleradoras de negócios”, afirma Sheila Oliveira Pires, diretora Executiva da Anprotec.

Os candidatos de todo o Brasil interessados em participar do programa podem realizar suas inscrições até 20 de agosto no portal http://anprotec.org.br/samsung. Para se cadastrarem, as startups devem apresentar seus projetos de produtos ou serviços em umas ou mais áreas de interesse. As propostas submetidas serão avaliadas por uma banca especializada, formada por comitês de executivos da Samsung, Anprotec, Embrapa e da rede de incubadoras credenciadas.

Incubadoras e Aceleradoras integradas

As empresas selecionadas nesta rodada serão convidadas a incubar seus projetos durante a vigência do programa em uma das incubadoras e aceleradoras credenciadas em todo o território nacional. Os empreendimentos oriundos de regiões e municípios diferentes das regiões das incubadoras e aceleradoras também podem concorrer e, caso sejam selecionados, serão transferidos para uma unidade recomendada pelo comitê gestor do programa durante o período de incubação.

Tags, , , , ,

Nova Plataforma de Prospecção utiliza Big Data para trazer clientes

Muitos consultores e executivos de mercado dizem que “Big Data é como sexo na adolescência: todo mundo está falando que faz, mas poucos realmente o fazem.”

Pois bem: a Econodata, startup gaúcha investida pela Wayra do Grupo Telefonica, está realmente tirando o máximo proveito do grande volume de dados existente na internet.

Hoje a startup lançou a nova versão do Prospector, plataforma que utiliza as tecnologias envolvidas com Big Data para permitir aos seus clientes prospectarem em uma base de dados com 20 milhões de empresas brasileiras.

“A Plataforma permite ao cliente aumentar suas receitas por meio de uma prospecção mais eficiente, mirando no alvo certo, como um sniper”, afima Paulo Krieser, CEO e fundador da Econodata.”Além disto, diminuímos os custos com o setor comercial, pois não é mais necessário os vendedores ficaram gastando horas e horas pesquisando empresas no Google.”

A startup aposta forte na inovação. Foram criados sofisticados algoritmos que extraem dados em uma grande quantidade de fontes, e posteriormente fazem o cruzamento dessas informações, trazendo grande valor ao cliente no momento da pesquisa.

Dentre as novidades da versão recém-lançada, tem-se uma base de dados com quase todas as empresas do Brasil e uma busca por dados mais atualizados.

A empresa apresenta cases como o da Città Telecom, onde se conseguiu aumentar em 10 vezes o número de oportunidades geradas utilizando a Plataforma da Econodata.

Atualmente a Econodata conta com mais de 70 clientes, como ProJuris, Viasoft e Nutricash.

Tags, , , ,

TIVIT firma parceria com Liga Ventures para se aproximar de startups

A TIVIT, líder em serviços integrados de tecnologia – agora faz parte da Liga IoT, projeto liderado pela Liga Ventures – aceleradora especializada em gerar negócios entre startups e grandes corporações. O objetivo da parceria é buscar sinergias e promover a inovação.

A TIVIT sempre estimulou o avanço e adoção de novas soluções tecnológicas, recentemente inclusive a companhia reestruturou o portfólio e criou uma nova diretoria para estimular os serviços digitais. “Apoiar a Liga Ventures faz parte do movimento de incentivo ao digital. Aos nos aproximarmos de startups, temos a oportunidade de trocar cultura e aprendizado com essas empresas, e com isso fomentar a inovação e novas soluções para nossos clientes”, afirma Norberto Tomasini, Diretor de Digital & Business Solutions Sales da TIVIT.

“É uma conexão onde todos ganham. As startups têm inovação no seu DNA e precisam criar novos negócios de forma ágil e eficaz; enquanto as grandes empresas têm acesso a mercado, expertise e uma marca consolidada”, diz Rogério Tamassia, sócio-diretor da Liga Ventures, que também tem programas com a Porto Seguro, AES Brasil, EMBRAER e Mercedes-Benz, entre outras.

“A Liga IoT integra um importante ecossistema que com certeza contribuirá para o avanço da Internet das Coisas no Brasil. Esperamos com essa parceria criar novas tecnologias e gerar novos negócios juntos. Essa troca facilita a transformação digital, e com certeza irá beneficiar a TIVIT e seus clientes”, ressalta Tomasini.

O programa de inovação aberta criado para prospectar, selecionar e acelerar startups ligadas à Internet das Coisas trará soluções de negócio para diversos setores como agricultura, varejo, indústria, automação de casas e edifícios e cidades inteligentes.

As startups selecionadas passarão por um programa de aceleração de quatro meses em São Paulo. Durante esse período, elas terão acesso a tecnologias e mentorias com executivos da TIVIT e de outras empresas, com quem poderão explorar sinergias e oportunidades de negócio, além da rede de mentores da Liga Ventures e a amplo networking com potenciais parceiros e investidores. O primeiro ciclo do programa começará em 22 de maio.

Tags, , ,

Acelera MGTI abre inscrições para seleção de startups

O programa irá selecionar e desenvolver até 15 startups de base tecnológica que já possuam produtos ou serviços que estejam, no mínimo, em fase de descoberta ou validação do cliente. O objetivo é levá-las a atingir um estágio de validação do problema, da solução e do início da escalabilidade de vendas.

Tendo como destaque sua metodologia de evolução das startups, o programa propicia conexões internacionais com Silicon Valley e Europa. Uma das novidades nesse novo ciclo é a oferta de uma vaga (para a startup com melhor desempenho no programa) para o programa de Inovação e Empreendedorismo com a Universidade de Stanford, previsto para 2018, e uma visita à ecossistemas internacionais de empreendedorismo participantes da rede BIN@ – Business and Innovation (fundada pela Universidade do Porto – Portugal, Universidade de Sheffield – Inglaterra e USP – São Paulo).

O conjunto de benefícios oferecidos equivale a um investimento, por startup, da ordem de R$200.000,00. Além das conexões já mencionadas, podem ser citados como benefícios: consultorias com profissionais experientes e qualificados, treinamentos, eventos, metodologia fundamentada nos conceitos do Lean Startup e Customer Development, mentorias com empresários e especialistas de mercado, network em ambiente potencializador de negócios, com acesso a mais de 300 empresas associadas à Fumsoft e Assespro-MG, acesso a investidores e infraestrutura e localização privilegiada.

A aceleradora/incubadora Acelera MGTI é gerenciada pela Fumsoft, entidade com mais de 20 anos de experiência em empreendedorismo, e conta com o apoio das demais entidades de tecnologia de Minas Gerais participantes do programa MGTI. Nesse período, gerou o maior track record em empreendedorismo no estado, e algumas histórias de sucesso são contadas aqui.

A MOIP Pagamentos, que ingressou em 2007 no programa de empreendedorismo, por exemplo, foi comprada pela alemã Wirecard por R$165 milhões e se destaca entre as grandes intermediadoras de pagamentos na internet. “Participar de um processo desses te dá, além da base de conhecimento teórico, te dá um atalho. Não só as pessoas que estão no processo, mas o que os mentores trazem, as pessoas com mais experiência que podem ajudar em diversas coisas, inclusive abrir portas ou oportunidades”, ressaltou o presidente executivo da empresa, Igor Senra.

A OneCloud, acelerada no início de 2014, foi adquirida pela TIVIT. “A aceleração no MGTI, e o programa Startup Brasil, foram fundamentais para conseguirmos chegar onde chegamos. Destaco as mentorias que nos ajudaram principalmente em desenvolvermos um produto inovador e fazermos um negócio onde todas as partes ficassem satisfeitas”, enfatizou o cofundador da startup, Cláudio Correa.

Para João Gallo da AppProva estar na Acelera MGTI é mais do que fazer parte de uma programa de aceleração, é estar inserido em um ecossistema com várias iniciativas, conexões e oportunidades. “Atualmente, fazemos parte do grupo Somos Educação. Com certeza o que despertou o interesse do grupo e o que permitiu que chegássemos no ponto de passar pelo processo de incorporação está totalmente alinhado com o que conseguimos desenvolver no período de incubação e aceleração.”

Wilson Caldeira, Diretor de Empreendedorismo da Fumsoft, considera que “o aprendizado contínuo que tivemos com as edições anteriores do programa, inspirados no próprio modelo Lean Startup, nos faz acreditar que teremos o que há de melhor para as startups nesse ciclo 2017/2018, com destaque para as conexões internacionais, que trarão para os participantes uma visão de negócios já inseridos no mercado global”.

O Presidente da Fumsoft, Leonardo Fares, destaca que “temos uma preocupação significativa com a consistência do negócio e das tecnologias que suportam seu modelo, de forma que possamos apoiar startups que consigam desenvolver diferenciais competitivos sustentáveis em relação aos seus concorrentes de mercado”.

Ficou interessado em ingressar no programa Acelera MGTI, que está sediado no coração de Belo Horizonte, num espaço de 1.300m², situado à Av. Afonso Pena 4.000, 3º andar, no bairro Cruzeiro? Baixe aqui o edital e efetue aqui sua inscrição, até o dia 30 de junho de 2017.

Tags, , , , ,

Nexxera e ACATE inauguram espaço para fomento de startups

Um dos polos de tecnologia que mais se destacam no país, Florianópolis acaba de ganhar mais uma iniciativa que pretende estimular a inovação pela aproximação de grandes e médias empresas com o universo das startups. Com a proposta de promover a inovação aberta e o compartilhamento de experiências nasce o Link Lab. A iniciativa é da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), que tem o Grupo Nexxera – líder nacional em transações eletrônicas – como co-fundador e patrocinador.

Para receber o projeto, um novo espaço de 640m² com escritório compartilhado e oito salas privativas está sendo preparado no Centro de Inovação ACATE – Primavera, em Florianópolis, um dos ambientes mais inovadores da capital catarinense e premiado em 2016 como o melhor projeto de arquitetura corporativa da América Latina.

“Esta é uma ação que já faz parte do DNA do Grupo e que vem sido desenvolvida há algum tempo; já investimos e temos startups investidas. Entendemos que também é nosso papel fomentar e apoiar novas ideias no mercado, sejam elas independentes ou complementares ao nosso negócio”, explica o vice-presidente do Grupo Nexxera, Edenir Silva. Esta não é a única iniciativa da holding para fomento de ideias; o Instituto Nexxera recentemente também iniciou um projeto para desenvolver o empreendedorismo social.

Com relação às startups que serão investidas, há também a possibilidade de que elas sejam incorporadas ao Grupo Nexxera. “Um dos principais interesses é buscar sinergia com iniciativas empreendedoras do ramo fintech, fazer com que estas ideias sejam efetivamente levadas adiante e provermos plataformas para para acelerá-las, afim de que elas possam ir mais rapidamente ao mercado”, complementa o vice-presidente.

O projeto tem abrangência nacional, ou seja, qualquer ideia, startup do País pode se inscrever. “Este é um projeto que já nasce com potencial de grande sucesso e já integra um plano de expansão nacional e internacional”, finaliza Edenir Silva.

As startups participantes serão associadas à ACATE, tendo acesso a dezenas de benefícios ofertados pela entidade. Durante o programa no Link Lab, participarão de iniciativas de acesso à mercado via empresas patrocinadoras, assim como as Verticais de Negócios da ACATE, bem como workshops com parceiros selecionados em áreas como jurídica, contábil, marketing digital, comunicação, estratégia, além de receberem créditos e descontos no acesso a soluções empresariais, infraestrutura em computação na nuvem, entre outros.

Como as startups podem se inscrever

As startups podem se inscrever de 16 de maio a 16 de junho por meio do site http://linklab.acate.com.br para participarem do processo de seleção. Após esse período, as empresas patrocinadoras, com o apoio da ACATE, irão selecionar as startups que possuem melhor sinergia e alinhamento com seus negócios e programas de inovação. As startups selecionadas iniciarão o programa em julho.

As empresas patrocinadoras buscam startups que atuem e desenvolvam soluções em áreas de Realidade Virtual e Aumentada, Machine Learning e Inteligência Artificial, Big Data, Governança e Sustentabilidade Corporativa, Fintech, Edutech, Segurança Cibernética, Internet das Coisas, Saúde e Bem-Estar, Fintech, Biotecnologia, Supply Chain e Logística, Blockchain, entre outras.

Tags, , , , ,

Startup mobLee recebe investimento da Bzplan

457791d6-5ba6-49a9-b368-25abd45fad43

A gestora de fundos de investimento Bzplan anuncia aporte de R$ 3 milhões na mobLee, desenvolvedora de uma plataforma de software as a service (software como serviço) que tem como objetivo diminuir a lacuna existente entre o marketing digital e o mercado de eventos corporativos.

A plataforma da mobLee permite que organizadores de eventos se comuniquem com os participantes, entreguem mais valor aos patrocinadores e potencializem as oportunidades de networking. A empresa, fundada em 2011 e com sede em Florianópolis (SC), tem como premissa centralizar todas as informações de eventos que antes eram distribuídas de maneira manual, como por meio de flyers e catálogos, em aplicativos para dispositivos móveis. A startup tem na carteira clientes como a Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), Endeavor Brasil, BM&FBovespa e Sebrae.

Com 16 funcionários, a mobLee registrou um crescimento de 121% no número de eventos que utilizou sua plataforma em 2016. Para o CEO, André Rodrigues, o aporte permitirá que a empresa invista no crescimento do time, na área de Customer Success e em processos de marketing e vendas. “O aporte vem no momento ideal de maturidade da empresa e do produto, já estávamos sentindo há algum tempo que estava na hora de acelerar. Só chegamos até aqui graças ao foco em produto, pesquisa e desenvolvimento. Então, não poderíamos deixar de fortalecer também as áreas de design e engenharia, para agregar mais valor aos clientes atuais e potenciais negócios”, explica Rodrigues.

De acordo com Marcelo Wolowski, sócio da Bzplan, um dos motivos que levou a gestora a investir na mobLee é o fato de a startup estar caminhando para tornar-se também uma geradora de oportunidades no marketing offline. “Nós enxergamos que o mercado dos investimentos no marketing offline vem decrescendo porque não é possível saber qual é o seu retorno real. A mobLee pretende mensurar esses investimentos e o retorno de cada um deles”.

Ser uma gestora de empreendedores para empreendedores é um dos grandes diferenciais da Bzplan em relação aos demais fundos de venture capital do Brasil. Sua equipe de sócios e profissionais conta experiência comprovada em criar, crescer e vender negócios de tecnologia. Para ela, além do potencial do negócio, o que garantiu o aporte na mobLee foi a sinergia entre os empreendedores e os investidores.

A Bzplan tem sede em Florianópolis (SC) e foi criada em 2002 a partir da experiência de seus sócios na gestão de pequenos empreendimentos inovadores e na captação de recursos financeiros – ao todo, já avaliou mais de mil projetos. No ano passado, ganhou destaque com a operação de saída de uma das empresas em que investiu: a Axado, startup líder nacional em gestão de fretes, foi vendida ao Mercado Livre por R$ 26 milhões, o que rendeu um retorno de 426% ao fundo.

Tags, , , , ,

Startup Superlist anuncia parceria com a Sodexo para compras de mercado online

A Superlist, startup que permite ao usuário realizar compras de mercado programadas e com desconto, anunciou parceria, pioneira no mercado de benefícios, com a Sodexo Benefícios e Incentivos para oferecer mais uma opção de pagamento à sua base de clientes. Com isso, quem realizar compras de mercado online pela Superlist usando o Sodexo Alimentação Pass, o vale-alimentação da Sodexo, terá frete grátis até o fim do mês de junho.

Além do Vale Alimentação, a startup, que iniciou operação em novembro de 2016, já oferece as opções de pagamento via cartão de crédito (Visa, Mastercard, ELO e Dinner Express).

“A parceria entre a Sodexo Benefícios e Incentivos e a Superlist é um grande ganho para todos os clientes Sodexo que agora, pela primeira vez no Brasil, passam a contar com a comodidade de fazer suas compras online em nosso supermercado, evitando trânsito, filas e contando com os melhores preços do mercado. É comodidade e economia juntos em um só lugar”, diz Alceu Passos, diretor de Marketing e Vendas da Superlist.

“Hoje em dia, quem quer organizar seu orçamento e não tem tempo a perder, vê no site Superlist um aliado em seu projeto de economia familiar”, afirma Alberto Parra, CEO da empresa.

“Fomos a primeira empresa do segmento a habilitar o vale-refeição para compras online, e agora iniciamos mais uma parceria inédita no mercado com a Superlist, que proporciona uma nova jornada de consumo, economia de tempo e dinheiro aos usuários do Sodexo Alimentação Pass através das compras programadas. Essas inovações são pautadas por nosso Espírito de Progresso, que estimula diariamente a melhoria dos processos a fim de construir uma relação eficiente e sólida com nossos consumidores”, afirma o diretor de Estabelecimentos e Consumidores da Sodexo Benefícios e Incentivos, Alberto Weisser.

A Superlist compra diretamente com a indústria, repassa os ganhos para o consumidor e oferece mais de 1.700 itens da chamada cesta de itens essenciais de abastecimento de uma casa e de um escritório. A entrega acontece em até quatro dias úteis.

Tags, , , , , ,

Startups mostram na Expomafe que a Manufatura Avançada já é realidade

1be07e8c-2002-4e42-afaf-56ece90c2e4a

As startups AutomatSmart, Birmind Automação Industrial, ForSee, IndWise, Peerdustry, VirtualCAE e Virturian mostrarão junto ao Demonstrador da Linha Conceito a transformação digital da manufatura na EXPOMAFE 2017 – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial. O evento, uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, com organização e promoção da Informa Exhibitions, acontece de 9 a 13 de maio, no São Paulo Expo.

As startups farão parte da linha conceito da Demonstração da Manufatura Avançada, uma iniciativa em parceria com Abimaq, SENAI São Paulo, ABDI, empresas, instituições de ensino e agências de fomento. O objetivo é mostrar na prática como transformar uma fábrica tradicional em fábrica inteligente, capaz de utilizar a tecnologia para aumentar a produtividade, a eficiência, o poder de customização e gerar retornos crescentes em escala e melhoria de processos em diversos setores do segmento industrial, além de reduzir o prazo para lançamento de novos produtos no mercado.

Veja abaixo como cada startup transforma a manufatura que conhecemos em algo completamente novo:

* AUTOMATSMART TECH: sua Plataforma MTQuest monitora produtividade industrial com Mobilidade, Cloud e Inteligência Artificial, fornece índices de manutenção e integra os dados com fornecedores de solução;

* BirminD Otimização Industrial: empresa de otimização industrial, utiliza soluções integradas para mapear processos, adequá-los a padrões e normas internacionais, melhorar performance e elevar a cybersegurança da operação;

* ForSee: completa plataforma que transforma qualquer empresa numa indústria 4.0, usando dispositivos IoT e inteligência artificial que operam como um consultor em tempo real, analisando os dados da empresa e sugerindo ações de melhoria que já aumentaram a produtividade em até 900% e cortaram custos em até 88%.

* IndWise: plataforma de gestão da produtividade de linhas produtivas, que coleta dados diretamente de máquinas e gera análises em tempo real para minimizar paradas e desperdícios produtivos;

* Peerdustry: primeira plataforma de economia compartilhada para máquinas industriais do mundo;

* VirtualCAE: Sistemas de engenharia de produto em ambiente virtual que analisam componentes e proporcionam otimização de material e design, objetivando a redução de custo e a melhoria do desempenho estrutural;

* Virturian: solução digital de monitoramento e análise preditiva da condição de equipamentos industriais a partir da análise dos dados de operação dos motores elétricos, reduzindo número de paradas de produção e o custo de manutenção em até 30%.

EXPOMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial

Data: 9 a 13 de maio de 2017
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

https://www.expomafe.com.br

Tags, , , , , , , , , , , ,

Conheça os principais erros jurídicos que empreendedores cometem nas startups

Algo muito comum no universo de empreendedores ao fundarem uma startup é a falta de atenção e/ou conhecimento relacionados à parte jurídica do negócio. Pensando nisso, especialistas no assunto do escritório de advocacia Schroeder&Valverde, que possui uma área focada no atendimento de startups, selecionaram e explicaram os principais erros. Confira:

1. Não fazem um acordo de sócios

Normalmente, ao ter uma ideia, o empreendedor convida amigos ou conhecidos para começar o negócio e, na maioria dos casos, deixam a parte burocrática em segundo plano. Segundo o advogado Rodrigo Valverde, sócio diretor do Schroeder&Valverde, 60% dos casos de sociedade não passam dos primeiros anos de atividade. Um dos principais motivos está relacionado ao desalinhamento de interesses entre os sócios com o decorrer do tempo, sem que a os deveres de cada sócio, bem como a forma de solução de eventuais conflitos estejam acordados previamente. Nestes casos, as pessoas costumam usar um senso comum de justiça, mas esquecem que o conceito do que é justo pode variar de pessoa para pessoa – prato cheio para uma disputa societária.

2. Não entender a carga tributária do seu modelo de negócio

O Brasil é um País extremamente burocrático e entender o funcionamento das cargas tributárias de cada negócio não é uma tarefa simples, porém extremamente necessária. Entendendo como o seu modelo de negócio está enquadrado evita que pagamentos de tributos não devidos sejam feitos. Deve-se entender se vale a pena segregar várias linhas de negócio por tipo de atividade, se a receita toda alcançada em um Market Place é tributável ou qual melhor planejamento tributário faz sentido para os próximos 5 anos da empresa.

3. Ficar refém de um prestador de serviços

Um dos grandes desafios do empreendedor que está começando um negócio de tecnologia, por exemplo, é contratar programadores e desenvolvedores. Ficar refém de um profissional com este perfil é muito comum, já que ele é o responsável por desenvolver o projeto. Por isso, é necessário que o acordo de partes seja muito bem definido e acordado por ambos os lados. O ideal é que este tipo de profissional seja sócio do negócio.

4. Não ter um alinhamento de expectativas com seus investidores

O assunto investimento é algo sempre muito delicado. Muitos empreendedores não sabem, mas existem formas para adequar o momento de captação de recursos e a relação com investidores. Cláusulas de recomposição de participação societária, earn-out e anti-diluição podem ser formas inteligentes de acomodar interesses, na medida em que os fundadores não precisam ter medo das diluições, basta entregar resultado! Outro ponto comum – e que preocupa bastante – são fundadores convidados a se retirar das próprias empresas. Prevenir este tipo de situação ANTES dela acontecer pode ser decisivo entre o sucesso ou o fracasso de um projeto.

Tags

TruckPad promove evento Frotas Conectadas

unnamed (62)

O TruckPad, primeira e maior plataforma que conecta caminhoneiros a cargas, promove o Frotas Conectadas, um dos maiores eventos da indústria automobilística, logística e mobilidade. Produzido pela Revista Transporte Moderno, a edição do ano passado reuniu mais de 250 participantes, promovendo diálogo e networking entre profissionais do setor e empresas de tecnologia.

Os participantes serão recebidos na Oxigênio Aceleradora, aceleradora de startups criada pela Porto Seguro, e terá como tema central “Colocando tecnologias nas rodas ou rodas na tecnologia?”. Com a curadoria técnica da Lunica Consultoria e Netz Engenharia, os palestrantes discutirão a evolução de plataformas e serviços de inteligência do segmento logístico do Brasil.

“A maior proposta do evento é mostrar que antes a tecnologia era um item considerado apenas como suporte para os negócios. Mas agora, ela se tornou essencial para promover transformações em diferentes setores em todo o mundo, como é o caso da logística”, comenta Carlos Mira, CEO do Truckpad.

Tags, , , , , ,

OLX cria iniciativa de mentoria e estímulo para startups brasileiras

Com o objetivo de estimular o ecossistema brasileiro de startups e trocar experiências e conhecimentos, a OLX lança o OLX Start, uma iniciativa de consultoria e apoio voltada a jovens empresas de todo o país. A empresa vai selecionar startups que tenham sinergia com os negócios da OLX para compartilhar ideias e orientá-las a superar desafios e evoluir, oferecendo mentoria em áreas como tecnologia, produto, marketing digital e operações, de acordo com o escopo e a necessidade de cada participante.

“Essa iniciativa é uma forma da OLX retribuir ao mercado um pouco do sucesso que a marca vem obtendo ao longo dos anos como líder no segmento de compra e venda online no Brasil”, afirma Bernardo de Barros Franco, líder desta iniciativa na OLX. “A OLX iniciou no Brasil em 2010 com um time de 10 pessoas e cerca de 5 mil anúncios por dia. Foi um grande desafio, pois ninguém acreditava que esse mercado de venda online de produtos usados daria certo. Hoje, com 500 funcionários e quase meio milhão de anúncios por dia, vemos como foi importante ter persistência e resiliência”, completa.

A iniciativa é aberta a startups de qualquer região do país, podendo ser realizada de forma presencial ou remota. Algumas empresas poderão, inclusive, visitar a sede da OLX, que fica no Rio de Janeiro – um escritório de 2.600m2 que foi desenvolvido exatamente para motivar a inovação e criatividade.

As startups interessadas podem entrar em contato pelo e-mail start@olxbr.com. Nesse primeiro momento, a seleção será feita pelo time OLX levando em consideração a sinergia com os negócios da empresa. “Nossa intenção é contribuir para que elas ganhem conhecimento e experiência”, finaliza Barros Franco.

Tags, ,