Category geolocalização

Plataforma digital une paciente e médico por geolocalização

O Brasil atualmente abriga cerca de 160 milhões de pessoas que não possuem convênio médico e dependem 100% da saúde pública. Este cenário tornou possível o nascimento da plataforma Vida Class, que está no mercado para unir o paciente e o médico por geolocalização.

Com a proposta de oferecer acesso a serviços de saúde a preços competitivos para essa população que não possui convênio médico, a Vida Class disponibiliza serviços das mais diversas especialidades, bem como exames de imagens e laboratoriais, sem que o usuário tenha que pagar qualquer mensalidade ou uma taxa de adesão. O cliente só paga uma taxa administrativa quando efetivamente adquirir uma consulta ou um procedimento.

Para Vitor Moura, CEO da startup, a criação da Vida Class também ajuda a diminuir as filas do Sistema Único de Saúde (SUS), onde a população chega a esperar até seis meses para agendar uma consulta ou exame. “Você passa de meses a anos para ser atendido e enquanto isso acontece, as doenças estão se agravando e esses brasileiros são esquecidos e morrem nas filas. Portanto, dar acesso rápido a um exame e uma consulta acelera diagnóstico”, alerta o CEO, dando ênfase ao impacto social que a Vida Class gera.

Por oferecer serviços médicos a preços acessíveis para o paciente, a Vida Class torna a saúde democrática, popular, no qual o indivíduo é cada vez mais empoderado e decisor de suas próprias escolhas. É uma relação win-win em que paciente e médicos são beneficiado pela velocidade no serviço, agendamentos em tempo real, diminuição da usual burocracia brasileira, antecipação de diagnóstico e facilidade no pagamento/recebimento.

A plataforma funciona pelo site ou por meio de um aplicativo. “O usuário realiza o cadastro de forma gratuita, e pode fazer a busca pelo serviço que precisar: consultas médicas ou exames à sua escolha e ainda com filtro por preço ou proximidade”, diz Vitor. São, ao todo, três diferentes serviços: agendamento de consultas, agendamento de exames e descontos em farmácias por intermédio do Vida Class Farma, (atualmente em mais de 22 mil farmácias em todo o país, com descontos de até 60% em 95% dos medicamentos comercializados no Brasil). Para este serviço, é necessário aderir a uma mensalidade de R$ 7,99, que tem como contrapartida um bônus mensal de R$ 8,00 nos celulares pré-pagos.

Com mais de 10 mil parceiros cadastrados, para consultas e exames, a expectativa da startup é aumentar para 50 mil o número de prestadores e 500 mil usuários cadastrados até o final de 2018. A Vida Class realiza todas as suas transações a partir do site (www.vidaclass.com.br/) ou pelo próprio aplicativo disponível gratuitamente na Apple Store e no Google Play. “A nossa ideia é fazer com que toda a população brasileira se beneficie de ótimos serviços, como os oferecidos em clínicas particulares, com o diferencial do preço acessível”, finaliza Vitor.

Tags, ,

HERE Technologies lança aplicativo mobile para edição de mapas

view (1)

A grande vantagem de um mapa digital é que ele pode ser atualizado regularmente para refletir as mudanças constantes que acontecem no mundo. Tendo essa perspectiva em mente, a HERE Technologies, referência em localização em nuvem, está lançando na América Latina e em outros locais o aplicativo Map Creator, ferramenta que pode ser utilizada por usuários dos sistemas iOS e Android, gratuitamente. Agora, milhões de pessoas na região podem fazer parte de uma comunidade global que contribui para que os mapas da HERE Technologies estejam sempre atualizados e precisos.

“A rede mundial de colaboradores, aliada à expertise da HERE no mapeamento e verificação dos espaços, torna nossos produtos ainda mais precisos, para atender a um mercado cada vez mais digital e em constante transformação”, afirma Vinícius Ferreira, gerente sênior de produtos da HERE Technologies no Brasil.

Para se tornar colaborador, basta fazer o cadastro neste site, criando um login e senha; pela conta do Facebook; ou através do aplicativo “HERE Map Creator”. Por meio do celular, o usuário pode inserir no mapa selecionado informações como condições das estradas, numerações de casas e edifícios e até velocidades de ruas e rodovias. Também é possível editar o mapa e adicionar novos lugares, inclusive durante o percurso, como postos de combustível, empresas e monumentos, que ainda não foram mapeados.

Os novos dados passam por um processo de validação de uma equipe de especialistas da empresa. Depois de aprovados, começam a integrar uma base global que alimenta diariamente mapas disponíveis em aplicativos, aparelhos de GPS e serviços de geolocalização.

Graças as suas edições contínuas, a comunidade do Map Creator contribui para a melhoria constante da nossa Cobertura de Mapas, que se torna cada vez mais conectada.

O aplicativo está disponível para download nas lojas PlayStore e iOS:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.here.mapcreator.mobile.newapp

https://itunes.apple.com/br/app/here-map-creator/id1179847301?mt=8

Números:
? Mais de 3,5 milhões de modificações no mapa desde 2015

? Mais de 700 mil quilômetros criados ou ajustados em 4 anos.

? 2 milhões de modificações totais no mapa através do Map Creator em 2016

? Mais de 350 mil modificações em endereços e pontos de interesse em 2016

Tags, ,

Beacons prometem melhor atendimento ao cliente e são tendência de mercado para 2017 – Por Caio Bretones

Ser reconhecido ao entrar nas lojas, receber promoções personalizadas, ganhar cupons para gastar nas suas compras usuais ou até mesmo ser direcionado a um cantinho especial da loja para encontrar itens que você possa gostar. Todas essas opções já são realidade no varejo graças a uma tecnologia específica: beacon.

Embora os beacons não sejam exatamente uma tecnologia nova, 2017 promete ser o ano em que ela começará a ganhar força no mercado. Vivemos em tempos em que os consumidores estão acostumados com uma alta taxa de interatividade, seja com pessoas, marcas ou estabelecimentos e eles também sabem exatamente o que querem comprar, usar ou frequentar. Por isso, os beacons são uma ferramenta valiosa para personalizar o atendimento ao cliente e se manter próximo a ele.

Os beacons são dispositivos de geolocalização para locais fechados. Eles permitem que os smartphones se conectem a eles via Bluetooth, estabelecendo uma comunicação por meio de um aplicativo personalizado. Os beacons geralmente ficam instalados na entrada de lojas e eventos, assim, captando a entrada do usuário no minuto que ele adentra o ambiente, dando início à interação.

A utilização dessa tecnologia traz um mar de possibilidades: fidelizar clientes, oferecer promoções, colher informações de público, entre várias outras coisas. É perceptível no mercado uma crescente demanda por beacons, geralmente em locais onde concentram-se grande quantidade de pessoas, como lojas (varejo e atacado), feiras, eventos corporativos e restaurantes.

Quando a tecnologia beacon é bem trabalhada, é possível reunir uma boa quantidade de dados, e com essas informações levantadas, o dono do estabelecimento consegue criar interações únicas e individuais para cada tipo de cliente, sabendo sua frequência de presença no local, tempo de permanência e proximidade de produtos ou serviços que são do seu interesse.

Por isso, a dica é cada vez mais manter-se atento a essa tendência de mercado, pois os clientes adoram novidades e gostam ainda mais de se sentirem únicos, duas demandas que os beacons atenderão sem dúvida alguma neste ano.

Caio Bretones, CEO da Mobile2you Tecnologia, é administrador formado pela Universidade Mackenzie, com passagens em diversas empresas de importação e exportação, como Fedex (Federal Express), onde adquiriu experiência no atendimento e tratamento personalizado dos clientes.

Tags, , , , ,

Infobip destaca o potencial da geolocalização e a força do mobile marketing no Brasil

Com a popularização dos smartphones, os serviços baseados em geolocalização têm dado um impulso significativo em diferentes ramos de negócio. Para a Infobip, empresa que opera uma das maiores plataformas próprias de mensageria e comunicação do mundo, especificamente para a área de marketing, trata-se de uma importante ferramenta de suporte para as marcas e suas respectivas estratégias.

Segundo Yuri Fiaschi, country manager da Infobip no Brasil, algumas empresas já usam a geolocalização para divulgar suas marcas e produtos. Na sua avaliação, essas iniciativas ainda são tímidas, mas em breve será comum chegar em um shopping center, por exemplo, e receber uma mensagem no celular informando sobre a promoção de uma loja, junto com um código que dará direito a um desconto. Ou ainda um convite para o cliente tomar um sorvete ou um café.

Hoje a quantidade de smartphones no País alcança 168 milhões de aparelhos, segundo dados levantados pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo em 2016. “Grande parte desse potencial depende, e muito, das operadoras, que precisam desenvolver tecnologias que permitam que a comunicação por geolocalização também alcance os usuários dos celulares comuns – os chamados feature phones –, e não fique restrita apenas aos smartphones”, destaca o executivo.

Segundo Fiaschi, o mercado de feature phones no Brasil cresceu 35,1% em um ano. Enquanto isso, o de smartphones encolheu 4,8%, de acordo com os dados divulgados pela consultoria Teleco. “Assim, entendemos claramente que esse é um segmento que não pode ser ignorado.”

Apesar dos desafios a ser superados, sob o ponto de vista tecnológico e de negócios, para a Infobip, a demanda é grande, vinda, na maioria das vezes, de lojas, bancos e restaurantes. “Cada um desses segmentos atua a seu modo, montando uma estratégia própria, e com muita vontade de fazer as coisas acontecerem”, revela Fiaschi.

O executivo diz ainda que, por ser uma tecnologia relativamente nova, o retorno dessa estratégia é medido com base na relação direta entre o investimento e o aumento de clientes ou vendas. “Um restaurante que tenha investido um valor x no uso dessa tecnologia, por exemplo, consegue facilmente medir o ganho obtido ao comparar com outros períodos”, explica.

Tags, , ,

Maplink compra Optilogistic, empresa francesa de software para logística

A Maplink, empresa brasileira de tecnologia líder em soluções de geolocalização e logística, anuncia a aquisição da empresa francesa Optilogistic, especialista no desenvolvimento de soluções de logística para o mercado Europeu. Com acordo liderado pela Movile – líder global em mobile commerce -, o investimento, além de complementar o portfólio da Maplink, transfere para a carteira da companhia mais de 60 clientes na Europa, América Latina, Estados Unidos e África.

A aquisição dá continuidade à estratégia de expansão global da Maplink – que já atua na América Latina desde 2014 – e promete trazer benefícios para os clientes nos países que as empresas atuam, como a possibilidade de oferecer sua tecnologia e serviços com suporte e pagamento em moeda local, além da oferta de serviços de geolocalização e nuvem mobile.

A expansão dos negócios acontece em um momento propício, já que o mercado de SaaS deverá superar a marca de US$ 112,8 bilhões até 2019, atingindo uma taxa anual de crescimento médio de 18,3%, quase cinco vezes mais do que o mercado tradicional de softwares. Isso significa que para cada US$ 4,59 investidos em softwares, US$ 1 será direcionado ao SaaS. Segundo o IDC (International Data Corporation), o mercado mundial de área movimentou receitas de US$ 48,8 bilhões em 2014, representando um crescimento de 24,4% em relação ao ano anterior.

“O custo de logística representa 12% do PIB mundial. No Brasil, esse valor é de 17%. Isto mostra o quanto é preciso ser feito para que o país evolua em competitividade. A aquisição trará benefícios para os nossos clientes em termos de eficiência nos processos e produtividade, pois estaremos ainda mais preparados para atender o mercado crescente de on demand logistic. A partir de agora nossos esforços serão somados ao objetivo de oferecer soluções eficientes e sofisticadas”, afirma Frederico Hohagen, diretor geral da Maplink.

No mercado desde 1992, a Optilogistic é líder mundial em logística no segmento de laticínios e especialista em agronegócios, com clientes pela Europa, África, América do Norte e América Latina. Suas tecnologias são dedicadas ao desenvolvimento de soluções para atender as complexidades dos processos logísticos das empresas, que vão desde o planejamento de distribuições complexas e consultoria logística até a implementação e treinamento para uso dos serviços. A companhia possui um time de 34 profissionais baseados na Europa, entre eles doutores e especialistas, que serão incorporados ao quadro da Maplink.

“Termos um time especializado em soluções de logística é um grande diferencial, visto que existem poucos desses profissionais no mercado. Por isso, iremos promover um intercâmbio entre as equipes, inicialmente com foco no time de tecnologia, mas com certeza daremos oportunidade de rotação dentro das outras áreas”, continua Frederico Hohagen.

Nos últimos dois anos, a Maplink dobrou de tamanho em receita e já tem 30% do seu faturamento fora do Brasil. Com a aquisição, espera-se que o faturamento da empresa dobre novamente este ano e que mais de 50% da receita venha do exterior. A aquisição possibilitará um intercâmbio de produtos, tecnologias e expertise que tornarão as operações dos clientes mais eficientes, além de trazer para o Brasil uma tecnologia superior ao que existe atualmente em nosso mercado.

Tags, , ,

Sonda IT lança tecnologia focada em Inteligência Geográfica

Norteada pela grande expectativa da utilização de sistemas de inteligência geográfica por todos os setores da economia, a Sonda IT, maior integradora latino-americana de soluções em Tecnologia da Informação, lança o Viewer Solution (VS). A solução de georreferência GIS foi desenvolvida para ser utilizada em qualquer atividade econômica que necessite de análise de informações em contexto geográfico.

A ferramenta é capaz de armazenar não só elementos espaciais, como também associá-los às bases de dados de informações alfanuméricas. Permitindo, dessa forma, utilizar subsídios provenientes de diversas fontes, como informações estáticas armazenadas em bancos de dados, planilhas eletrônicas, insumo recolhido através do GPS ou obtido por métodos tradicionais de topografia.

O Viewer Solution possui funcionalidades de visualização de mapas, intersecção de camadas, ferramentas para buscas, captura, manipulação, análises e visualização de informações geográficas. Sua interface é intuitiva e proporciona acesso a um grande volume de dados com utilização mínima de recursos de hardware, garantindo assim, o alto desempenho, além do compartilhamento simultâneo a um grande número de usuários.

Um dos diferencias do VS é a sua caraterística in memory, que utiliza o serviço de cache na memória do servidor para a pesquisa dos dados geográficos e provedores de dados, estes especificados como serviços que podem ser desenvolvidos e integrados de forma transparente.

“Na prática, estes provedores de dados podem ser configurados para proporcionar atualizações em tempo real como, por exemplo, no caso das mudanças ocorridas nas diversas fontes de dados”, explica Maykel Darme, responsável pelo Viewe Solution e gerente de produto da Divisão de Utilities da Sonda IT.

Toda a configuração das informações dos mapas é feita por meio de um editor, que possibilita a parametrização das camadas, ou seja, sua origem de dados, aparência e comportamento, assim como, a criação de mapeamento temático, consultas e filtros. Para facilitar a localização e o acesso, essas camadas são organizadas em uma árvore hierárquica, podendo ser personalizada para cada usuário.

“A solução Viewer Solution proporciona, ainda, a utilização do modelo de visualização multimapas e multipainéis, possibilitando a visualização de determinada região em um ou mais mapas simultaneamente, com diferentes perspectivas de zoom e camadas, ou mais mapas em regiões completamente distintas, em conjunto com painéis de informações tabulares ou gráficos”, pontua Rivaldo Ferreira, diretor executivo da Divisão de Utilities da Sonda IT.

Tags, , ,

Uso de geolocalização traz qualidade de vida e reduz custos de contratação

Aos poucos as empresas brasileiras começam a se dar conta de que um dos custos mais elevados têm sido o de contratar pessoas que precisam ser trocadas em pouco tempo. Isso acontece em função de equívocos no processo de recrutamento e seleção de funcionários. Com um turnover médio de 40% ao ano, as empresas brasileiras precisam trocar 4 em cada 10 funcionários a cada 12 meses, dispendendo grandes valores, inclusive os de treinar sucessivamente pessoas novas que podem deixar o posto a qualquer momento.

Segundo Cezar Tegon, presidente da Elancers, empresa especializada em sistema de gestão de recrutamento e seleção, um dos problemas mais frequentes, com impacto direto no turnover, têm sido a contratação de pessoas que moram longe da empresa. Este cenário leva o empregado a buscar alternativas mais próximas de sua casa e a trocar de emprego assim que possível, inclusive com salário um pouco menor.

“Para ajudar as empresas e os candidatos, nosso sistema tem diversos filtros de busca incluindo a geolocalização que compara, em quilômetros, o endereço dos candidatos com o da vaga. Isso ajuda a empresa a recrutar pessoas dentro de um raio específico de quilômetros, reduzindo assim a possibilidade do empregado trocar de emprego em função de uma oportunidade mais próxima de sua casa e ao mesmo tempo gera economia para a empresa, considerando fatores como vale transporte, cumprimento de horário, maior motivação e disposição do funcionário”, explica Tegon.

unnamed-21

Um exemplo da utilização desse sistema pode ser visto no grupo GRSA, que administra restaurantes de empresas em praticamente todo o Brasil. Segundo Rosi Ciasi, Gerente Nacional de Recrutamento e Seleção do GRSA, a empresa busca profissionais como ajudantes de cozinha, cozinheiros, nutricionista e outros que vão atuar em restaurantes localizados em clientes:

“Para nós, saber que o empregado mora nas proximidades de onde vai trabalhar é muito importante, pois isso permite que ele chegue pontualmente, trabalhe com mais energia, disposição e, mais importante, se mantenha interessado em continuar na empresa por muito tempo, principalmente em função da proximidade do trabalho e dos ganhos que essa condição gera”, explica Rosi.

Segundo Rosi, o sistema de geolocalização da Elancers trouxe ganhos substanciais para empresa, considerando os três primeiros meses de 2016:

“Contratamos 100 profissionais que não precisaram de vale-transporte para chegar aos seus postos de trabalho, o que gerou uma economia de mais de R$150.000,00 ao ano. Para incentivar a contratação de pessoas próximas do trabalho, criei um prêmio para a equipe de selecionadores, nada sofisticado, estimulando a contratação de pessoas que não precisassem de vale transporte. A selecionadora campeã fez 35 contratações. Com a geolocalização conseguimos beneficiar a empresa, os funcionários e minha equipe. O processo fez tanto sucesso, que virou case em nossa matriz na França”, conta Rosi.

De acordo com Tegon, a contratação de profissionais que moram perto de seu posto de trabalho é um fator de retenção de talentos, uma vez que o profissional chega menos estressado ao trabalho, pode ter mais horas de sono e, assim, ter mais disposição no dia a dia.

“Os benefícios da geolocalização não se restringem apenas as contratações externas. A tecnologia vem mudando a mentalidade de nossos clientes que passaram a utilizar o recurso de geolocalização para transferir funcionários para unidades da empresa mais próximas de suas residências. É muito gratificante quando desenvolvemos um recurso no sistema que traz um diferencial competitivo para nossos clientes” completa Tegon.

Tags, , , , ,

Drone Show Curitiba: Drones e geomática são destaques de evento que acontece em março

A MundoGEO, empresa que organiza e promove as feiras DroneShow e MundoGEO#Connect, tem o prazer de informar que a capital paranaense será a cidade sede da primeira versão local dos dois eventos. O DroneShow e o MundoGEO#Connect Curitiba serão realizados nos dias 9 e 10 de março, com seminários e cursos sobre Drones e Geotecnologias.

Os dois eventos serão realizados simultaneamente, na sede do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP) em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PR), e contarão com cursos, palestras e também espaço para uma exposição de Drones, produtos e serviços de geotecnologias. Nas versões nacionais dos eventos, realizados em São Paulo (SP) durante o mês de maio, serão três dias e mais de 20 atividades, além de uma grande feira com mais 70 marcas. Nesta versão local, em Curitiba, o evento terá oito atividades e uma exposição com 10 empresas de Drones e Geotecnologias.

Os temas abordados nas palestras, debates e cursos na área de Drones, serão: regulamentação, pilotagem, inteligência embarcada e aplicações nas áreas de engenharia, mapeamento, agricultura, florestal e meio ambiente.

Na área de Geomática, os temas serão: análise geográfica para gestão de municípios e grandes empresas, novas tendências na agrimensura e cartografia, Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Programa de Regularização Ambiental (PRA).

Dois debates com especialistas, gestores e empresários estão previstos para os dois dias do evento, com dicas e orientações de como empreender no setor de drones e sobre os desafios ao se implantar com sucesso os sistemas de análise espacial nas corporações. O evento conta com o apoio da Associação Brasileira de Multirrotores (ABM).

Segundo Emerson Granemann, fundador da MundoGEO e idealizador dos eventos DroneShow e MundoGEO#Connect, esta é uma dupla oportunidade para os profissionais de Curitiba e região se atualizarem e também uma preparação para aqueles que decidirem ir ao evento maior em São Paulo em maio. “Este evento em Curitiba é uma grande chance para mensurar o tamanho das comunidades locais de geomática e drones, e todos poderão se conhecer, trocar experiências e fomentar seus projetos e negócios”.

Veja a programação completa do evento em http://www.droneshowla.com/curitiba. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 41 3338-7789, WhatsApp 41 9919-1357 ou pelo email atendimento@mundogeo.com.

Fonte: Drone Show

Tags, , , ,

GuardeAqui lança primeiro aplicativo do setor de self storage no País

Em busca de inovação no mercado de autoarmazenagem, empresa investe em tecnologia mobile
Notando a propulsão que o self storage tomou no Brasil, o GuardeAqui, maior empresa de autoarmazenagem em boxes no País, começou 2016 com novos desafios para o setor, investindo na tecnologia que mais cresce na atualidade: a dos aplicativos.

Com a responsabilidade de ser a primeira empresa do setor no País a investir nesse mercado, as metas são ainda mais desafiadoras. Segundo os idealizadores do projeto, o objetivo é oferecer, além de interação tecnológica, mais comodidade e praticidade aos consumidores e futuros consumidores.

Como funciona: na plataforma, o usuário conta com informações sobre o GuardeAqui; sobre as unidades disponíveis e em fase de construção; informações como telefones e endereços. Além desses dados, o diferencial do aplicativo está em oferecer acesso ao conteúdo do blog, com inúmeras dicas de uso; dicas de mudanças e reformas planejadas; e também explicar as diversas outras funcionalidades dos boxes.

Outro ponto importante também presente no aplicativo é a “geolocalização”, que permite mostrar ao usuário as unidades realmente próximas de sua localidade.

Para quem quer conhecer, o aplicativo já se encontra nas lojas Apple Store e Google Play para download. Ou baixe em http://campanhas.guardeaqui.com/app-mobile/

Tags,