Page

Author admin

Funcionários da Celepar podem entrar em greve

Os funcionários da Companhia de Informática do Paraná (Celepar) podem parar e junto com eles vários sites do governo. Eles são os responsáveis pela manutenção da maioria dos serviços “online” prestados pelo Estado, como o Detran e de todas as secretarias, como Fazenda, Educação e Segurança. O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Informática e Tecnologia da Informação do Paraná, Fábio Roberto Auache explica que sites e sistemas utilizados pelos funcionários do governo também serão afetados. Saiba mais no site da BandNews FM

.

Câmara vota hoje alterações no programa Tecnoparque

A Câmara de Vereadores de Curitiba começa a votar nesta quarta-feira o projeto que altera dispositivos da legislação referente ao programa do Tecnoparque de Curitiba. Esse programa gera benefícios para empresas de base tecnológica instaladas na capital paranaense.A iniciativa inovadora da prefeitura serviu para alavancar as atividades do setor de tecnologia da informação, um dos principais geradores de empregos qualificados na cidade. Foram definidas quatro áreas estratégicas de instalação das empresas que aderiram ao programa em busca dos benefícios concedidos pela lei. Mas o que transformou o programa em sucesso também o inviabilizou. Hoje, as áreas compreendidas pelo Tecnoparque não seriam suficientes para abrigar as empresas que já aderiram ao programa e as inúmeras que gostariam de aderir, mas não encontram espaço físico para transferência.
Preocupados com o problema e com a perda de competitividade em relação a empresas de dezenas de cidades que estendem benefícios a empresasde tecnologia, independente da região em que estão instaladas, empresários ligados ao Arranjo Produtivo Local de Software de Curitiba reivindicaram , junto `a prefeitura de Curitiba, a abertura dos benefícios do Tecnoparque `a toda cidade e não só as quatro regiões previamente autorizadas por lei. Atendendo a uma carta de reivindicação do setor, a prefeitura de Curitiba enviou para a Câmara Municipal o projeto que moderniza o Tecnoparque ao deixar as empresas de TI da cidade em condições de competir com os concorrentes instalados em outros pólos tecnológicos do Brasil. O projeto foi aprovado em três comissões, mas ainda enfrenta questionamento da oposição ao prefeito Luciano Ducci.
Vereadores que já declaram apoio a Gustavo Fruet nas eleições municipais alegam que o projeto é meramente de interesse eleitoral de Luciano Ducci. Desconhecem as necessidades de todo um setor por condições de competitividade nos mercados nacional e internacional e que esse setor gera milhares de empregos na capital do Paraná.

Tags, , , , ,

Empresariado pede urgência em projeto do Tecnoparque em andamento da Câmara de Curitiba

Tramita na Câmara de Vereadores de Curitiba uma mensagem do prefeito que altera dispositivos das leis complementares 64, de 18 de dezembro de 2007, e 73, de 10 de dezembro de 2009, que instituiu o Programa Curitiba Tecnoparque. O programa oferece uma série de benefícios a empresas de base tecnológica instaladas na cidade, mas limita a adesão a empresas instaladas em poucas regiões da cidade. O sucesso do projeto despertou o interesse de um grande número de empresas, mas a maioria encontra dificuldade em se instalar nas regiões delimitadas do Tecnoparque por diversas razões como zoneamento, alto custo de aquisição e aluguel de imóveis e falta de espaço físico para todos os participantes do programa. No entendimento do empresariado local, a abertura do programa para toda a extensão territorial de Curitiba fortaleceria ainda mais o setor, hoje, um dos principais responsáveis por geração de empregos qualificados na capital paranaense.

Atendendo a reivindicação dos empresários, a prefeitura enviou mensagem alterando a legislação que trata do Tecnoparque. O projeto já teria recebido pareceres favoráveis em três comissões e só teria ido para aprovação em plenário ainda porque a vereadora Professora Josete , do PT, pediu vistas e exigiu informações complementares. A preocupação no setor de tecnologia da informação é de que um simples entrave da oposição em ano eleitoral impeça as empresas de ganhar poder de competição nos mercados nacional e internacional em um ano importante de enfrentamento da grande crise econômica mundial. A expectativa é de que as alterações possam ser aprovadas antes das eleições para que o setor não seja punido pela disputa política local.

Vale ressaltar que o projeto que tramita na Câmara de Curitiba foi proposto pelo próprio setor de TI de Curitba em busca de maior competitividade. Desde o início do ano, o blog Curitiba IT acompanha as reivindicações do empresariado. Veja como nasceu o projeto de alteração do Tecnoparque em uma reportagem exibida pelo programa de tv Valor Agregado.

Tags

Amanhã tem WordCamp em Curitiba

O WordCamp Curitiba 2012 — conferência que acontece no mundo todo sobre o software WordPress — acontece dias 15 e 16 de junho na FESP/PR e vai contar com atividades diversificadas sobre desenvolvimento, cases e produção de conteúdo com WordPress. Confira a grade de atividades! http://2012.curitiba.wordcamp.org/

Tags, ,

UTFPR sedia evento em Curitiba sobre desenvolvimento Front-end

Nos dias 23 e 24 de junho, Curitiba sediará pela primeira vez o Front In Curitiba, evento com foco em desenvolvimento Front-end que acontece na UTFPR.

Realizado pelo grupo AVADORA, que organizou o Front In Londrina em 2011, o evento reunirá especialistas de todo o Brasil em Front-end, Web, Marketing Digital, entre outras áreas. O ciclo de palestras e minicursos aborda temas como HTML5, CSS3, mobile, usabilidade e acessibilidade.

O evento terá entre os palestrantes nomes como Reinaldo Ferraz (@reinaldoferraz) da W3C, Talita Pagani ( @talitapagani) da MStech e editora do Tableless, Zeno Rocha do Globoesporte.com, entre outros.

E no domingo (24) tem “Mobile First” com o professor Horácio Soares (@horaciosoares),”Meta Webdesign” com Alysson Franklin (@alyssonfranklin) da IBM, entre outros.

Mais informações: www.frontincuritiba.com.br

Tags, ,

Carlos Drechmer, da Acom Sistemas, fala sobre a grandiosidade de Feira de Cantão na China

O empresário Carlos Drechmer, da empresa de tecnologia Acom Sistemas, esteve na edição 2012 da gigantesca Feira de Cantão na China. Ele viajou acompanhado de outros empresários brasileiros para entender melhor o modelo chinês de produção e de fazer negócios. Ele conta que os chineses conseguem realizar um evento empresarial muito grande e também muito organizado. Mas alerta que o empresariado brasileiro não pode enxergar os produtos chineses apenas como oportunidades para simples aumento de margens de lucro no Brasil. Acompanhe a entrevista em vídeo.

Tags, ,

Paraná e região italiana assinam acordo de cooperação científica

O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, assinou acordo de cooperação científica, tecnológica e industrial com o Ministério da Economia e Desenvolvimento da região italiana da Emilia-Romagna. A convite do ministro Gian Carlo Muzzarelli, a secretaria e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) montaram estandes no 7.º Salão Internacional de Pesquisa Industrial, realizado quarta e quinta-feira (6 e 7), em Bolonha, na Itália.

“Universidades, empresas e órgãos governamentais da Itália participaram do evento, permitindo contatos importantes para a internacionalização das nossas universidades e do setor produtivo do Paraná”, explicou o secretário Alípio Leal. Na opinião do diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, o salão foi o ambiente ideal para fomentar o relacionamento dos centros de pesquisa e universidades com empresas interessadas em parcerias e cooperação.

Entre as parcerias discutidas e a realização de pesquisas em conjunto, Alípio aponta a possibilidade de transferência de tecnologia da plataforma desenvolvida na Emilia-Romagna. “Além de softwares, inclui a metodologia e o modelo do arranjo produtivo desenvolvido por eles para estimular a produção, pesquisa e desenvolvimento tecnológico”, explicou Felix.

A plataforma italiana se assemelha ao conceito do Parque Tecnológico Virtual do Paraná, uma iniciativa da Secretaria de Ciência e Tecnologia, em desenvolvimento para formar ambientes atrativos para empresas de base tecnológica, com o uso de leis de incentivo e mecanismos de troca de informações e conhecimento on-line entre parques tecnológicos, incubadoras, instituições de pesquisa e empresas. Leia mais…

Empresários do Curitiba Offshore Center conhecem oportunidades de negócios na América Latina

Representantes de empresas participantes do Curitiba Offshore Center conheceram as oportunidades do mercado de tecnologia da informação em países da América Latina. A apresentação foi do grupo CDN, empresa aceleradora de negócios em TI, sediada na Argentina. No encontro realizado no Centro Internacional de Tecnologia de Software, também houve apresentação do case de internacionalização da empresa paranaense DB1 Informática, que faz parte do Curitiba Offshore, movimento criado por empresas do setor de TI do Paraná. Acompanhe reportagem em vídeo:

Tags, , , , , ,

Regime Especial de Incentivo a Computadores para Uso Educacional

Por meio do Decreto nº 7.750 de 2012 foram regulamentados o Programa Um Computador por Aluno – PROUCA, que tem o objetivo de promover a inclusão digital nas escolas das redes públicas de ensino federal, estadual, distrital, municipal e nas escolas sem fins lucrativos de atendimento a pessoas com deficiência, mediante a aquisição e a utilização de soluções de informática, constituídas de equipamentos de informática, de programas de computador – software – neles instalados e de suporte e assistência técnica necessários ao seu funcionamento, e o Regime Especial de Incentivo a Computadores para Uso Educacional – REICOMP, destinado a pessoa jurídica habilitada que: a) fabrique os equipamentos mencionados relacionados no PROUCA; b) vença o processo de licitação para fornecimento destes bens; c) exerça a atividade de manufatura terceirizada para a vencedora do processo de licitação. Para usufruir dos benefícios previstos no REICOMP as operações de importação efetuadas dependem de anuência prévia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

As pessoas jurídicas tributadas pelo lucro presumido, arbitrado e Simples Nacional não poderão aderir ao REICOMP.

O REICOMP suspende, conforme o caso, a exigência do PIS/PASEP e da COFINS, no mercado interno e na importação, do II e da CIDE, nas operações beneficiadas pelo Regime Especial. Relativamente à tributação do IPI, é prevista a suspensão de sua exigência nas operações internas e importação com os insumos destinados à fabricação dos equipamentos de informática, bem como a isenção nas operações com os próprios equipamentos promovidas pela pessoa jurídica beneficiária do REICOMP diretamente para as escolas abrangidas pelo regime.

Os benefícios do REICOMP poderão ser utilizados até 31 de dezembro de 2015.

Para mais informações veja a íntegra do Decreto nº 7.750, de 8 de junho de 2012.

Fonte: www.fiscosoft.com.br

Tags, , ,

Empresas do APL de Software de Curitiba realizam Escambotec em busca de novas oportunidades

Inciativa reuniu empresários no Sebrae Paraná e é o primeiro do que promete ser uma série de encontros para apresentação de serviços e produtos, prospecção de negócios e busca de alianças entre participantes do Arranjo Produtivo Local de Software de Curitiba. Acompanhe a reportagem em vídeo:

Tags, , ,

Setor de TI do Paraná trabalha em acordo de cooperação com região italiana da Toscana

Missão Brasil-Itália visitou várias capitais brasileiras e em Curitiba reforçou parceria do setor de tecnologia da informação do Paraná com a região da Toscana. Depois da vinda dos italianos ao Brasil, nos próximos dias uma comitiva paranaense visita a Itália para fechar um acordo de cooperação com o Polo Tecnológico de Navacchio. Acompanhe vídeo que mostra como foi a visita dos italianos em Curitiba.

Tags, , , , ,

Palestra – Inovação e os benefícios fiscais às empresas

Empresas que promovem inovação em produtos ou processos produtivos podem acessar benefícios fiscais conferidos pela Receita Federal.
Esse é o tema da palestra que o advogado da área tributária do escritório Peixoto e Cury Advogados, Glaucio Pellegrino Grottoli, ministrará na Fundação Fritz Muller, em Blumenau (SC), no próximo dia 31 de maio. O especialista alerta que muitas organizações desconhecem como pleitear os benefícios. O evento, que terá como público os empresários da região, falará sobre a Lei nº 11.196/05 que instituiu o benefício, bem como analisará a Instrução Normativa da Receita Federal 1.187/2011 que, recentemente, regulamentou o aproveitamento. Os incentivos vão desde a redução da base de cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) para as empresas que investem em inovação tecnológica de seus produtos e processos produtivos até a compra de ativos com desconto de IPI, desde que destinados à pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

Serviço
Data: 31 de maio
Horário: das 8h às 10h30
Local: Fundação Fritz Muller – Blumenau (SC)
Inscrições gratuitas: ili@furb.br ou (47) 9103-1732

Curitiba Offshore Center promove Encontro de Empresas dia 31 de maio

Evento que acontece no CITS- Centro Internacional de Tecnologia de Software- vai reunir grupo criado para incentivar a internacionalização de empresas de tecnologia do Paraná. O Curitiba Offshore busca novos participantes entre empresas ligadas aos Arranjos Produtivos Locais de Software.

Tags, , ,

Gizmodo: INPI não dará patentes para software no Brasil, diz diretor do instituto

O INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) abriu uma consulta pública sobre patentes que envolvem programas de computador. A medida atraiu diversas críticas, por supostamente abrir espaço para criar patentes de software no Brasil. Veremos por aqui disputas de patente de software, como nos EUA? Não segundo Julio Castelo Branco, diretor de patentes do INPI.

Já argumentamos que software não deveria ser patenteado, e lembramos como isto é basicamente restrito aos EUA – a União Europeia, assim como o Brasil, proíbe a concessão de patentes de software.

Contra a consulta pública do INPI, se manifestaram entidades como a Software Livre Brasil, o CCSL-USP (Centro de Competência em Software Livre da Universidade de São Paulo), e até mesmo o PT (Partido dos Trabalhadores) e o político José Dirceu. Uma análise recente da USP e FGV/RJ condena a consulta pública, e entende que as diretrizes do INPI pretendem introduzir a patente de software no Brasil.

Nesta entrevista, Julio Castelo Branco deixa claro que o INPI não vai criar patentes de software no Brasil: “nem passa por discussão hoje esse tipo de problema no INPI”. A reação inicial negativa foi, segundo ele, “de forma precipitada e desinformada”. A consulta pública se trata apenas de inovações implementadas por programas de computador, onde o equipamento com software inovador recebe a patente – o software, não. O objetivo, diz Julio, “é legitimar uma ação que antes era de conhecimento exclusivo do INPI”, e é a primeira de várias: até mesmo as diretrizes gerais do INPI serão colocadas para discussão.

Leia a seguir para saber por que o INPI pode guardar código-fonte de software, qual o impacto da consulta pública e como serão os próximos passos da análise de patentes no Brasil. Veja a página com a entrevista…

Gartner anuncia que mercado mundial de outsourcing de TI cresceu 7,8% em 2011

De acordo com o Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, o faturamento mundial de outsourcing de TI (ITO) totalizou US$ 246,6 bilhões em 2011, o que representa um aumento de 7,8% com relação a 2010, quando o faturamento foi de US$ 228,7 bilhões. Os provedores de serviços sediados na Índia e os de serviços baseados na nuvem apresentaram as maiores taxas de crescimento em 2011. Mais detalhes sobre a pesquisa serão apresentados na Conferência Gartner Outsourcing & Parcerias Estratégicas, que acontece dias 5 e 6 de junho, em São Paulo.

“A canibalização do faturamento resultante da adoção de serviços industrializados e, frequentemente, dos baseados na nuvem pelos clientes traz, como risco, ofuscar as oportunidades de crescimento para os fornecedores de ITO que estão sobrecarregados com o outsourcing de infraestrutura”, diz Bryan Britz, diretor de pesquisas do Gartner. “As estratégias vão variar, pois os clientes tendem a buscar estratégias de nuvens híbridas, exigindo que os provedores forneçam algumas ofertas que pesem mais ou menos nos ativos – e que resultarão na variação das trajetórias de crescimento entre os concorrentes nos próximos anos”, afirma.

A IBM manteve a primeira posição, com um crescimento de 7,8%, sendo que seu faturamento correspondeu a 10,9% do total do mercado de ITO (veja a tabela abaixo). A IBM foi classificada em primeiro lugar em todas as regiões. A HP cresceu abaixo da concorrência, mas manteve a segunda posição mundial em participação no segmento, com 6,1%. A Fujitsu, auxiliada por ganhos cambiais, ultrapassou a CSC e se posicionou em terceiro lugar em participação no mercado mundial.

Quarenta e três fornecedores registraram faturamento de US$ 1 bilhão ou mais em 2011. Juntos, cresceram 9,5% durante 2011, excluindo os fornecedores sediados na Índia, os centrados na nuvem e aqueles que realizaram aquisições significativas durante o ano. O grupo restante de grandes fornecedores de ITO cresceu apenas 6,5% durante 2011.
“Para muitos dos principais provedores do mercado de ITO, o resultado do faturamento de 2011 mostra como se tornou desafiador simplesmente manter uma posição no mercado, quanto mais ganhar participação. Este desafio se tornará mais intenso nos próximos anos para os fornecedores que não se adequarem a essas forças”, afirma Britz. “Os desafios deverão estimular a consolidação para aumentar o crescimento, trazendo riscos para os consolidadores, pois as aquisições têm sido um desafio para o mercado de serviços de TI”, diz

Mais informações podem ser encontradas no relatório “Market Share Analysis: IT Outsourcing Services Worldwide, 2011”: http://www.gartner.com/resId=2000015

EURO IT Tecnologia comemora sucesso do Blog das Locadoras

Especializada em sistemas de gestão para locadoras de veículos , a Euro IT amplia o alcance no setor depois de criar o Blog das Locadoras. Acompanhe depoimento de Julian Gritsch, da Euro IT.

Tags, , , , ,

TI lidera o ranking de fusões e aquisições no Brasil

Com um crescimento de 22,75% em relação ao mesmo período em 2011, o segmento de Tecnologia da Informação foi o que mais realizou fusões e aquisições no primeiro trimestre deste ano no Brasil. Entre janeiro e março de 2012, foram anotadas 27 transações, contra 22 no mesmo período do ano passado. Os dados constam da Pesquisa de Fusões e Aquisições realizada trimestralmente pela KPMG e que identifica as 42 áreas que mais realizaram transações no país.

O setor de TI vem registrando um movimento crescente no número de transações relativas a fusões e aquisições e, desde 2008 se mantém na posição de líder. O segmento representou 13% de todos os 204 negócios apresentados no relatório recente da KPMG.

Para o coordenador da pesquisa, sócio da KPMG no Brasil, Luis Motta, a área esteve aquecida tanto interna quanto externamente. “Foram 10 transações domésticas e 15 envolvendo empresas estrangeiras comprando no Brasil. Isso mostra que esse é um setor que permanece bastante aquecido e tem sido objeto de diversos investimentos por empresas locais e estrangeiras”.

Segundo Frank Meylan, também sócio da KPMG do setor de TI, o mercado brasileiro, tanto de empresas quanto de consumidores finais, tem mantido o segmento aquecido. “As empresas brasileiras têm aumentado anecessidade de equipamentos, softwares e serviços de TI em função do crescimento da economia e do poder aquisitivo dos consumidores que se mostram cada vez mais demandadores de dispositivos móveis para conexão com Internet. A proliferação de lojas virtuais, redes sociais e disponibilidade de serviços por meio da Web, como o e-Gov, entretenimento, notícias, etc demonstra que a quantidade de usuários e o tempo médio de conexão tem aumentado e volume denegócios crescido significativamente no país. Esse bom momentoincentiva toda a cadeia em torno do desenvolvimento e operação desses serviços como fábricas de software, provedores de datacenters, empresas de Telecom, fornecedores de equipamentos, despertando o interesse de estrangeiros de investir no país”.

Sobre a Pesquisa
A Pesquisa de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil é realizada trimestralmente e apura as operações de fusões e aquisições efetivamente concluídas e divulgadas envolvendo empresas no presente no país.

Sobre a KPMG
A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory presente em 152 países, com 145.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. As firmas-membro darede KPMG são independentes entre si e afiliadas à KPMG International Cooperative (“KPMG International”), uma entidade suíça. Cada
firma-membro é uma entidade legal independente e separada e descreve-se como tal.
No Brasil, a empresa tem aproximadamente 4 mil profissionais distribuídos em 21 cidades de 12 Estados e Distrito Federal.

Tags, ,

Detran Fácil reduz pela metade atendimentos presenciais

O sistema Detran Fácil, do Departamento de Trânsito do Paraná, completa um ano nesta sexta-feira (18), com mais de 93 mil processos recebidos e concluídos pela internet. A ferramenta reduziu pela metade o número de atendimentos realizados de forma presencial, diminuindo em até duas horas o tempo médio de espera nas unidades da autarquia em cidades como Curitiba, Londrina e Maringá.

Quem utiliza a internet, além de ganhar tempo, evita deslocamentos desnecessários. Pelo Detran Fácil é possível fazer, sem sair de casa, a segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, CNH definitiva, segunda via do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e emitir a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Por mês, desde maio de 2011, foram solicitados pelo Detran Fácil mais de 1,2 mil emissões da segunda via da CNH, 3,8 mil pedidos de CNH definitiva, 400 permissões internacionais para dirigir e 500 requisições para segunda via do CRLV.

“Este tipo de ferramenta digital aumenta a capacidade de prestação de serviços ao cidadão. Um dos principais objetivos neste processo de modernização do Detran é oferecer atendimento de qualidade, sem filas e sem incômodos desnecessários aos paranaenses”, destaca o diretor-geral do Departamento, Marcos Traad.

Segundo ele, a meta para os próximos anos é permitir que um número cada vez maior de pessoas deixe de ir aos balcões para usar o Detran Fácil, via internet. “Além da facilidade para quem usa o sistema online, amplia-se a capacidade de atendimento nas unidades e postos. Usuários que antes aguardavam até uma hora para fazer serviços simples agora são atendidos em cerca de 20 minutos”, completa. Leia mais…

Tags, ,