Page

Author admin

Em tempo de recessão no Brasil, APDATA dá um salto com expansão nos países da América do Sul

Quando o assunto é tecnologia em outsourcing para gestão de pessoas, o Brasil possui grandes avanços na comparação com outros países da América Latina. Portanto, com o objetivo de aumentar sua atuação internacional e atender as necessidades do mercado externo, a Apdata do Brasil (www.apdata.com), empresa especializada no desenvolvimento de softwares de alta tecnologia e serviços de outsourcing para gestão de pessoas, acaba de firmar grandes parcerias e está atuando nos países Equador, Bolívia, Chile, Colômbia, Venezuela e Peru.

Segundo Roberto Bertolo, Diretor de Negócios Internacionais, software GA – Global Antares da Apdata foi criado para ser um produto de Gestão Global de Recursos Humanos que visa atender as diferentes legislações dos países no conceito de Multilegislação e multilinguas, pois, possui, alta flexibilidade para ser configurado e suportar as diferentes características culturais e legais de cada país. Fortalecido pelo conceito de desenvolvimento em ‘três camadas’ tem sua performance e segurança garantida por esta tecnologia.. “Sua flexibilidade é um dos pontos fortes para que as empresas tenham independência na execução das atividades diárias, bem como agilidade para atender qualquer mudança. Ainda, possibilita uma gestão mais efetiva, por meio da descentralização de processos e informações de forma segura”, destaca ele.

Expectativa de crescimento no mercado externo – Devido à carência em tecnologia para a gestão de pessoas em diversos países da América Latina, a Apdata do Brasil pretende conquistar mais 200 clientes até o final de 2017, com o apoio de empresas e organização parceiras que vão oferecer suporte para o atendimento das empresas durante a utilização do software GA. Para 2015, a previsão de faturamento com os negócios no mercado externo deve ter um giro de R$ 6 milhões, ou seja, crescimento de 10% na comparação com o ano anterior.

Expectativa de crescimento no mercado interno – Muitas empresas no Brasil, por causa da dificuldade econômica estão enxugando equipes e a expertise da Apdata é considerada como uma ferramenta capaz de otimizar os serviços de RH, explica Bertolo. Mesmo com um cenário de desaceleração econômica brasileira, a Apdata faturou R$ 40 milhões no ano passado e a expectativa para 2015 é ter um aumento de 30% no faturamento. Hoje, a Apdata conta com 400 funcionários distribuídos em São Paulo na capital Paulista, Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP).

Desde o início de 2014, a Apdata está investindo em sua expansão nacional e internacional. Em Orlando (EUA), mantém uma unidade desde 2008 que facilitou a aplicação de seus serviços em outros países da África e América Latina. Na Europa, houve a internacionalização dos serviços após firmar parceria com a britânica CloudPay.

Tags, , ,

Return Path apresenta soluções inovadoras de proteção contra fraudes por email no fórum Mind The Sec

Com painel e palestras, a empresa espera munir o mercado com informações sobre autenticações e sua plataforma de dados, além da visão de clientes e provedores de e-mail sobre os desafios da segurança da informação

Provedora global de soluções de dados, a Return Path é uma das patrocinadoras do Fórum Mind The Sec, criado com o objetivo de discutir pilares da segurança da informação, como gestão, tecnologia e soluções. O evento acontece nos dias 26 e 27 de agosto, no Grand Hyatt São Paulo, com a presença de Bruce Schneier, especialista no assunto.

Três executivos da Return Path participam com destaque nas atividades do Fórum Mind The Sec. Pablo Dewes, consultor técnico sênior de Email Fraud Protection da empresa, ministra a palestra intitulada “protocolos de autenticação para garantir a segurança dos e-mails contra spoofing e phishing”, enquanto Brandon Dingae, diretor de Email Fraud Protection, abordará o tema “evitando manchetes negativas e custos de recuperação de fraudes por e-mail e abusos de marca”.

Em um terceiro momento, a Return Path, promove o painel “proteção contra fraudes por e-mail – os desafios e tendências de todas as partes que compõe o ecossistema de e-mail e seus papéis no combate à fraude”, reunindo os executivos Fabio Nascimento Mello, profissional de uma grande instituição financeira, representando as marcas que são muito respeitadas e mais propensas ao abuso ou fraudes, e Leandro Bennaton, Global Security & Compliance Manager do Terra e Chief Security Ambassador da 11Paths, representando as entidades responsáveis por filtrar emails fraudulentos e evitar que cheguem aos consumidores. A atividade será mediada por Celso Gonzalez Hummel, diretor de vendas de Email Fraud Protection da Return Path.

O Fórum Mind The Sec reúne tomadores de decisão técnicos e gerenciais de importantes companhias. Como patrocinadora, a Return Path oferece a seus convidados desconto de 50% na inscrição do evento, além da possibilidade de pré-agendamento de uma reunião com seus especialistas e produção de um relatório personalizado, buscando evidências de emails suspeitos. Mais informações: rpinfo-brazil@returnpath.com.

FÓRUM MIND THE SEC 2015
Período – dias 26 e 27 de agosto de 2015
Local – Grand Hyatt São Paulo
Desconto de 50% a convidados da Return Path – informações por meio do rpinfo-brazil@returnpath.com
Mais informações sobre o evento – http://mindthesec.com.br/

PARTICIPAÇÕES DA RETURN PATH

Dia 26/08 às 14h50
Palestra – “Protocolos de autenticação para garantir a segurança dos e-mails contra spoofing e phishing” / Palestrante: Pablo Dewes (Senior Technical Consultant/Email Fraud Protection – Return Path)

Dia 26/08 às 16h40
Painel – “Proteção contra fraudes por e-mail: os desafios e tendências de todas as partes que compõe o ecossistema de e-mail e seus papéis no combate à fraude” / Painelistas – Fabio Nascimento Mello e Leandro Bennaton/ Mediador – Celso Gonzalez Hummel

Dia 27/08 às 11h30
Palestra – “Evitando manchetes negativas e custos de recuperação de fraudes por e-mail e abusos de marca” / Palestrante – Brandon Dingae (Director/Email Fraud Protection – Return Path)

Tags, , , , ,

Ascenty destaca serviços gerenciados em evento para executivos de TI

As soluções em serviços gerenciados da Ascenty serão o destaque da participação da empresa no IT Fórum + 2015, que se realiza nesta semana (entre 19 e 23 de agosto), no Hotel Iberostar Bahia, na Praia do Forte. No evento, que deverá reunir os executivos de TI das maiores empresas do Brasil, a Ascenty terá uma business suíte em parceria com a Akcela Software, onde os CIOs poderão conhecer os serviços e soluções oferecidos pelas duas empresas.

Entre as novidades da Ascenty, destacam-se o portal Ascenty Cloud e a solução para virtualização de infraestrutura de desktop (VDI). Lançado neste ano, o portal Ascenty Cloud foi criado para facilitar o gerenciamento de ambientes de TI hospedados nos data centers da empresa. Por meio desse portal, o cliente pode monitorar seu ambiente em tempo real, fazer alterações (por exemplo, aumentar recursos do cloud, configurar regras de firewall e de balanceamento de carga) a, ainda, contratar recursos e serviços gerenciados, como mais capacidade, backup e monitoramento, administração de sistemas operacionais, banco de dados e serviços internet.

“Tanto o portal como a solução VDI fazem parte do nosso portfólio na área de serviços gerenciados, que tem como diferenciais a flexibilidade e a disponibilidade de soluções híbridas, que combinam cloud, hosting e colocation”, afirma Marcos Siqueira, gerente executivo de Serviços Gerenciados da Ascenty. Durante o IT Fórum +, os executivos terão a oportunidade de conhecer em detalhes – e até experimentar – alguns desses serviços.

Já a Akcela apresentará seu portfólio de soluções nas áreas de networking, entrega de aplicações, segurança e gerenciamento de dispositivos móveis, construído a partir de parcerias estratégicas com diversos fornecedores.

Tags, ,

Solução da ASC melhora o atendimento ao cliente para contact centers

A ASC, fornecedora de soluções para gravar, analisar e avaliar comunicações baseadas em multimídia, apresenta otimização da força de trabalho (WFO) de última geração neo para atender ao mercado brasileiro e potencializar os resultados do serviço ao cliente e criar uma vantagem competitiva para seus usuários. As soluções do WFO englobam gravação de comunicações, monitoramento da qualidade (QM), aprendizado eletrônico (eLearning) e o gerenciamento da força de trabalho (WFM).

Segundo Marco Mueller, diretor executivo de operações da ASC, “o neo fornece as mais recentes características de Workforce Optimization e melhora as interações com clientes, o que gera impacto em toda a empresa. As empresas otimizam processos, reconhecem tendências e transformam dados brutos em informações valiosas, permitindo a tomada de decisões em tempo real. Como resultado, o contact center é transformado em uma mina de ouro para toda a organização.”

Ao invés de usar KPIs como o tempo médio de atendimento, tempo para resposta e taxa de abandono, a solução de otimização da força de trabalho permite que o contact center avalie toda a interação com o cliente através de recursos como Speech Analytics. “Contact centers de alto volume e com um número incontrolável de interações com o cliente podem encontrar e usar as interações reais dos agentes como exemplos de boas práticas para melhorar a qualidade do serviço”, reforça Mueller.

Além disso, muitos contact centers superestimam a qualidade de seu serviço ao cliente, deixando muito espaço para melhorias. Enquanto outros estimam a satisfação do cliente em torno de 80%, pesquisas com os mesmos clientes mostram um nível real de satisfação muito mais próximo de 8%.

O neo 4.1 também oferece muitos recursos de última geração, tornando-se um líder entre soluções Workforce Optimization. O componente Speech Analytics oferece indexação fonética integrada com recursos de pesquisa mais flexíveis, além de ajudar os contact centers a atender aos requisitos de conformidade mais rigorosos. A ASC tem expandido as integrações do portfólio neo incluindo Airbus Tetra, Skype for Business (anteriormente Microsoft Lync) e Speakerbus.

Tags, ,

CNI implanta nova tecnologia para gerenciar informações dos SENAIs

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) está implantando um novo sistema para capturar informações geradas pelas atividades de ensino do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de todo o país. O InnFluit, da Procenge, passou a gerir dados de pessoas físicas, cursos, turmas, matrículas, metas, certificações profissionais, assessoria e consultoria em educação, permitindo o cadastro, consulta, edição e emissão de relatórios, com regras de hierarquia e totalmente integrado a outros sistemas internos. A solução está rodando em fase piloto no Distrito Federal e no Paraná, mas será ampliada, em breve, para os demais estados.

O desenvolvimento e a homologação do novo sistema foram realizados em 30 dias e a plataforma proporcionará ao SENAI condições de ajustes permanentes de acordo com as novas necessidades que forem surgindo. Também foram implantados recursos que o sistema anterior não contemplava, como a gestão de documentos (GED) e de processos de negócios (BPM). “A área de Tecnologia da Informação da CNI gerencia mais de 120 sistemas. O InnFluit é uma plataforma sobre a qual podemos configurar e substituir os mais antigos e que não condizem mais com as demandas do SENAI e do Sistema Indústria”, comentou José Luna, diretor regional da Procenge. Para ele, a implantação do InnFluit na CNI comprova a eficiência da plataforma na integração de processos. “Ela promove a melhoria do desempenho da organização, reduz custos, duplicidades de informação e conflitos entre os sistemas. Também permite a realização de uma análise mais crítica das informações geradas e a melhoria da comunicação entre os setores da empresa, colaborando para gerar os resultados estabelecidos no planejamento estratégico do cliente”, explica.

A expectativa é que a utilização do InnFluit seja ampliada gradativamente para todo o Sistema Indústria (CNI, SESI e IEL, além do SENAI). A previsão é que o número de usuários no SENAI ultrapasse a casa dos 300 ainda este semestre.

SOBRE O SISTEMA – Grande parte das empresas ainda gerencia informações de seus procedimentos táticos e operacionais em planilhas ou por meio de softwares específicos que não se comunicam entre si. O InnFluit resolve, sob medida, problemas de automação e integração dos processos de gestão de forma mais rápida e a partir de uma metodologia ágil de concepção. Ele consegue unificar todas as operações, desde o backoffice (retaguarda) ao core business que, normalmente, não são cobertos por um ERP ou que são cobertos por vários sistemas e planilhas sem qualquer tipo de integração.

A plataforma desenha fluxos de trabalho com regras de negócio, formulários parametrizados, consultas, gráficos, relatórios e aplicar recursos multimídia. Estão disponíveis, ainda, aplicações de gestão de processos, documentos, projetos, contratos, equipes, auditorias, marketing e vendas e ocorrências. Também é possível implantar soluções personalizadas para processos específicos como gestão da qualidade (EQM), geração de relatórios, integração com sistemas legados, automação departamental, gestão de projetos (EPM), controle financeiro, indexação e busca de documentos (GED), gestão de relacionamento com o cliente (CRM), entre outras personalizadas que o cliente imaginar e precisar.

O conceito do InnFluit é baseado no desenvolvimento de fluxos ponta a ponta, mais intuitivo, atraente e aderente aos usuários que participam de toda a prototipação e implementação (co-criação). Os desenvolvedores só entram em ação quando há necessidade de integrar regras avançadas de negócios, com cálculos mais complexos. Sua implantação varia de acordo com a necessidade do cliente, responsável por apontar quais processos mais impactam na sua operação e que ele gostaria de automatizar e integrar.

A solução pode partir de sistemas especialistas já existentes ou de algum problema/falta de automatização no gerenciamento de informação (planilhas estáticas). A partir da definição destas prioridades, a plataforma evolui até atingir 100% de cobertura das áreas, departamentos e processos demandados. A plataforma também tem a capacidade de se expandir, incorporando as novas necessidades do negócio do cliente, na medida em que ele for se desenvolvendo. Entre os ganhos permitidos estão eficiência e produtividade através da resolução de problemas operacionais e redução de erros, retrabalhos e riscos.

O tempo de implementação do InnFluit varia de acordo com a complexidade dos processos do cliente. Um processo simples pode ser automatizado em duas horas e outros processos mais complexos poderão levar alguns dias.

Tags, , , , , , ,

Marisa celebra operação no e-commerce e antecipa meta para 2015

A Marisa, maior rede de moda feminina do Brasil, celebra este mês 16 anos de e-commerce no ar com bons motivos para comemorar. Considerada a maior loja da companhia em número de vendas, o comércio eletrônico da Marisa alcançará seu equilíbrio financeiro ainda este ano. “Antecipamos a meta do break even de 2017 para este ano, resultado de muito trabalho e bom desempenho em vendas. Neste último trimestre, por exemplo, tivemos crescimento de dois dígitos para o canal”, comemora Thiago Pereira, gerente da divisão e-commerce da Marisa.

Pereira comenta os desafios de operar a loja virtual. “Atualmente, trabalhamos com o mix completo da rede e itens que são comercializados somente no online, como a linha de cama, mesa e banho, chegando ao manuseio de mais de 19 mil itens dentro do canal. Com um centro de distribuição próprio em Santa Catarina, conseguimos realizar entregas em todo o território nacional. Integramos também o processo logístico, para que as compras realizadas na loja virtual possam ser trocadas nas mais de 400 unidades físicas da Marisa”.

Durante esses anos, o perfil do consumidor online mudou muito e a Marisa acompanhou todas essas transformações para seguir seus passos e antecipar tendências. Adaptou-se às mudanças, criou novas ferramentas, efetuou melhorias na navegação, investiu em Atendimento, entre outros desafios.

“No ano passado, implementamos um formato mais moderno e interativo, que possibilita identificar as preferências do consumidor e oferecer uma navegação mais personalizada ao cliente. Transformamos nossa central de atendimento em uma fábrica de encantos, focada no encantamento do cliente seja por telefone, e-mail ou rede social; criamos também o “Compre por Look” – seção especial onde a cliente pode comprar looks completos com peças chave”, finaliza Pereira.

Em 2010, por exemplo, a rede criou um serviço patenteado e inédito naquela época em sites brasileiros: o Sua Medida, onde a cliente pode medir seu corpo, inserir os dados no site e receber sugestões sobre o tamanho de peças mais indicadas para si, além de sinalizar por meio de um selo na foto do produto as peças que possui no seu tamanho em estoque.

Perfil de compra – A maioria dos consumidores do site é do público feminino, mas os homens representam 10% do total de compradores. A faixa etária que mais consome os produtos Marisa do E-commerce tem entre 18 a 34 anos.

Tags, , ,

Intel traz novas oportunidades para os desenvolvedores expandirem os limites da computação pessoal

No keynote de abertura do Intel Developer Forum (IDF), o CEO Brian Krzanich destacou novos produtos, ferramentas e programas que oferecem suporte ao crescimento da personalização da computação e descreveu as tendências que geram novas oportunidades aos desenvolvedores para toda uma série de tecnologias.

Krzanich afirmou que a computação se tornou cada vez mais pessoal, melhorando praticamente todos os aspectos da vida. “Os computadores estão nas nossas mesas, nas nossas bolsas, em nossas casas e em nossos corpos. Eles não estão ficando apenas mais inteligentes e conectados, mas sim ganhando sentidos e tornando-se extensões de nós mesmos”.

Um ecossistema está surgindo em torno da Intel para atender essas crescentes oportunidades para a computação. Krzanich detalhou muitos produtos e tecnologias da empresa que são essenciais e ajudarão os desenvolvedores a tornarem possíveis diferentes experiências. .
Ele revelou diversas atualizações da tecnologia Intel® RealSense™ que levarão maior capacidade de percepção a mais dispositivos e aplicativos e anunciou novas colaborações para melhorar a segurança da Internet das Coisas (IoT), além de programas e kits de ferramentas para ajudar a acelerar a comercialização de soluções IoT industriais. Para o mundo altamente personalizado da computação vestível (wearables), Krzanich forneceu atualizações sobre o módulo Intel® Curie™ e revelou um novo programa de competição em formato de reality show chamado “America’s Greatest Makers”, produzido pelo CEO da United Artists Media Group*, Mark Burnett e aparecendo em todas as principais redes e propriedades da Turner Broadcasting*.

Todos os anos no IDF, a Intel compartilha sua visão sobre o futuro da inovação tecnológica com os desenvolvedores e parceiros que criarão produtos, projetarão sistemas, renderizarão filmes e criarão os brinquedos e dispositivos capazes de fornecerem experiências maravilhosas. Abaixo estão os principais anúncios destacados no fórum deste ano.

Conheça algumas novidades do IDF 2015:

• A tecnologia Intel RealSense estará disponível para diversas plataformas, gerando mais oportunidades para que os desenvolvedores criem novos hardwares e softwares.. Além do Windows* e do Android*, os desenvolvedores poderão usar a tecnologia Intel RealSense com o Mac OS X*, ROS*, Linux*, Scratch*¹, Unity*, XSplit*, OBS*, Structure SDK*, OSVR*, Unreal Engine 4* e o Projeto Tango do Google. Além disso, inúmeros desenvolvedores, incluindo Razer*, XSplit e Savioke* anunciaram novas plataformas, periféricos e outras soluções baseadas na tecnologia Intel RealSense.

• Em colaboração com o Google*, a Intel está estimulando a inovação em sensores de profundidade ao combinar o Projeto Tango do Google com as tecnologias Intel RealSense em um Kit para Desenvolvedores para smartphones Android. O Kit para Desenvolvedores Intel RealSense Smartphone com o Projeto Tango do Google habilita novas experiências, incluindo navegação em ambientes fechados e aprendizado da área, realidade virtual, digitalização 3D e mais. O kit para desenvolvedores deverá ser lançado para alguns desenvolvedores Android até o fim deste ano.

• A Intel está colaborando com o United Artists Media Group de Mark Burnett e a Turner Broadcasting para criar a primeira competição em formato de reality chamada “America’s Greatest Maker” que estreará no primeiro semestre de 2016, exibindo os criadores competindo por um prêmio de US$ 1 milhão ao inventarem dispositivos de consumo com tecnologia vestível e inteligente conectada, equipados com o módulo Intel Curie.

• A Intel apresentou a tecnologia Intel® Optane™, que é baseada na revolucionária memória não volátil de mídia 3D XPoint™ e que, combinada com o controlador de memória avançada do sistema, interface de hardware e PI de software, liberará um amplo potencial de desempenho em uma série de produtos a serem lançados. A tecnologia Intel Optane chegará primeiro ao mercado em uma nova linha de Intel SSDs de alta resistência e alto desempenho, em 2016. A nova classe de tecnologia de memória também equipará uma nova linha de Intel DIMMs projetada para a próxima geração de plataformas para data centers.

• O Fossil Group* apresentou três produtos baseados na tecnologia Intel, resultado de suas colaborações em vestíveis (wearables) com a Intel anunciadas em setembro de 2014, incluindo um relógio conectado rodando o Android Wear. Os produtos estarão disponíveis no quarto trimestre deste ano.

• A Intel anunciou uma nova plataforma de software criada especificamente para o módulo Intel Curie, que inclui todo o hardware, firmware, software e SDK de aplicações necessários para habilitar diversas experiências com dispositivos. Os Kits Intel IQ Software suportarão futuras versões desta plataforma.

• A tecnologia Enhanced Privacy Identification (EPID) da Intel será implantada pelos principais fabricantes de sensores e microcontroladores IoT, incluindo Atmel* e Microchip*, para ajudar a proteger um mundo cada vez mais inteligente e conectado.
Recursos de Suporte

• Kit virtual para a imprensa do IDF 15.

Tags, , ,

A ABES lança nova edição do estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços

Jorge Sukarie, presidente da ABES, apresentou os resultados do Estudo Mercado Brasileiro de Software e Serviços 2015, produzido pela IDC (International Data Corporation) em parceria com a entidade, durante a ABES Software Conference, realizada no dia 13 de agosto em São Paulo. No estudo, a indústria brasileira de TI ficou em 7º lugar no ranking mundial, com um investimento de US$ 60 bilhões, em 2014. Se considerado somente o setor de Software e Serviços de TI, sem exportações, o montante somou US$ 25,2 bilhões no ano passado.

O estudo aponta que o Brasil está posicionado em 1º lugar no ranking de investimentos no setor de TI na América Latina, com 46% desse mercado que, em 2014, somou US$ 128 bilhões. Ao considerar isoladamente o mercado de software, o faturamento atingiu no ano passado a marca de US$ 11,2 bilhões, sem exportações. Já o de Serviços registrou valor na ordem de US$ 14 bilhões no mesmo período.

Perfil das empresas

De acordo com a pesquisa, o Mercado Brasileiro de Software e Serviços é liderado por micro e pequenos negócios. Das empresas dedicadas ao desenvolvimento e produção de software, quase 95% são micro e pequenas empresas e os empreendimentos de médio e grande porte têm representação de aproximadamente 5%.

Dados regionais

O estudo também trouxe a distribuição de gastos de TI no país. O Sudeste foi a região com maior participação total nos investimentos em hardware, software e serviços, com 60,67%. O Centro-oeste registrou 10,9% de participação; Nordeste 10,1% e o Sul 14,53%. Já o Norte do país foi o que menos investiu no setor, com um percentual de 3,7%.

Participação por segmento

O setor de aplicativos foi o mais participativo em 2014, com 44% total. Os negócios voltados para ambiente de desenvolvimento foram responsáveis por 31,3%. Já infraestrutura e segurança, e o segmento de software para exportação registraram 22,7% e 1,9% de participação, respectivamente.

Áreas de Negócios

Em relação às verticais de negócios, o estudou apontou o segmento de Finanças com 24,1% de participação; Serviços e Telecom com 26,1%; Indústria com 22,5% (um crescimento de 18,1% em relação ao ano anterior); Comércio, 10,6%; Governo 5,1%; Óleo e Gás, 4,3% e Agroindústria, 2,1%.

Mercado geral de TI

Segundo o estudo, o mercado de TI no Brasil, incluindo hardware, software e serviços, cresceu 6,7%. Em 2014, foram dispendidos, mundialmente, US$ 2,09 trilhões em TI. No ranking mundial, o Brasil se manteve na 7ª posição, com investimentos na ordem de US$ 60 bilhões, 3% do mercado mundial. Os Estados Unidos manteve a liderança com 679 bilhões de dólares. Já a China superou o Japão com 201 bilhões de dólares e se posiciona em 2º lugar no ranking.

Números atuais

A pesquisa aponta que o número de computadores instalados no Brasil chegou a praticamente 70 milhões, em 2014. O mercado Brasileiro de TI também contava com 120 milhões de usuários de Internet no ano passado.

Tendências

De acordo com as previsões citadas no estudo, a receita total com serviços de Telecom, que incluem soluções móveis e custos de profissionais para redes corporativas, alcançará US$ 104 bilhões, em 2015. O uso de ferramentas móveis chegará a 1/3 dos funcionários de empresas médias e grandes.

Já as vendas de tablets, smartphones e computadores somados representarão 45% dos investimentos em TI no Brasil, em 2015. O estudo ainda prevê uma ampliação do mercado de segurança devido ao avanço do cloud computing, chegando a US$ 117 milhões no Brasil, neste ano. Infraestrutura e serviços para nuvem terão crescimento superior a 50% do mercado de Cloud pública no Brasil, em 2015.

Nas tendências apontadas, a IOT ou Internet das Coisas ganha visibilidade com a previsão de mais de 130 milhões de produtos conectados no Brasil e, aproximadamente, metade da América Latina. Outro ponto citado está relacionado ao desenvolvimento voltado à 3ª plataforma: application development e deploymen” seguirão acelerados, em 2015, chegando a US$ 1.344 milhões. Já business intelligence e analytics devem atingir US$ 788 milhões, em 2015.

Fonte: ABES

Tags, , ,

MercadoPago e PrestaShop fazem parceria para oferta de módulo de pagamento ao varejo

O MercadoPago.com, maior facilitador de pagamentos pela internet de origem latino-americana, acaba de disponibilizar um módulo de pagamento MercadoPago na loja de Addons do PrestaShop, uma das maiores plataformas mundiais de soluções open source para comércio eletrônico.

O módulo de pagamento MercadoPago , disponível no site www.prestashop.com, pode ser baixado sem qualquer custo pelos clientes da plataforma. A parceria contribui para que os varejistas do e-commerce realizem vendas, tanto para o comércio local como internacional, e recebam o pagamento com garantia de segurança, via cartão de crédito nacional ou boleto bancário.

Com o MercadoPago, os clientes do PrestaShop podem oferecer pagamento parcelado aos compradores e receber à vista, em até 14 dias, de forma segura e garantida. No caso de usuários profissionais, classificados de acordo com os Termos e Condições do MercadoPago, o pagamento é liberado em dois dias.

O módulo oferece checkout transparente para pagamentos com as principais bandeiras de cartão de crédito (Visa, MasterCard, American Express, Diners, Elo e Hipercard). Esse checkout permite que o formulário de pagamento tenha a mesma identidade visual da loja online. “O comprador se sente mais seguro, uma vez que não precisa ir para outra página para finalizar a compra, o que melhora o fluxo de pagamento e conversão do site”, afirma Celina Ma, gerente de Marketing do MercadoPago. O módulo do MercadoPago também oferece boleto transparente, com a possibilidade de personalização.

Além de ser um parceiro oficial do PrestaShop, o MercadoPago é destaque como “PrestaShop’s Favorite”. “Este selo é um indicativo da confiança do parceiro em nossa tecnologia e serviços”, destaca Celina.

Tags, , , , ,

Desoneração da folha, terceirização e compras públicas mobilizam empresários de TI em workshop da Assespro

Luís Mário Luchetta, Adriano Krzyuy, Jeovani Salomão e Sandro Molés da Silva no Encontro da Assespro Nacional

Luís Mário Luchetta, Adriano Krzyuy, Jeovani Salomão e Sandro Molés da Silva no Encontro da Assespro Nacional

Líderes de Tecnologia da Informação de vários estados brasileiros participaram do Encontro da Assespro Nacional na cidade de Porto Alegre.

Alem da reunião do Conselho da entidade que representa as empresas de TI, eles participaram de um workshop de articulação política para alinhar ações em defesa dos principais interesses do setor. O encontro foi coordenado por Luís Mário Luchetta, vice-presidente de Articulação Política da Assespro Nacional.

“Estamos todos dedicados a esse trabalho coletivo, que mostra, exatamente, a prática de que dois fazem melhor que um, três fazem melhor que dois e, assim, sucessivamente. O trabalho de representação da Assespro envolve muito a articulação política e, hoje, tivemos um grande evento, uma grande evolução com todos presidentes de regionais participando e várias regionais também com o vice-presidente de articulação política”, ressalta Luís Mário.

Uma empresa especializada em assessoria política apresentou os principais projetos que impactam sobre a TI nacional. “A intenção é trazer um conjunto de informações do que está em discussão no Congresso Nacional. Na medida em que haja a difusão dessas informações, perante as regionais, isso permite que a Assespro realize o trabalho de defesa dos interesses do setor”, explica Luís Henrique Cidade, da Foco Assessoria e Consultoria.

Jeovani Salomão,presidente da Assespro Nacional,destacou a importância da união das regionais da entidade: “A Assespro de cada estado tem uma grande facilidade de acesso à bancada que elegeu. Portanto, para fazer um trabalho em conjunto, a gente tem a força das regionais atuando junto às suas bancadas. Nós definimos qual é a estratégia da Federação, quais os melhores caminhos para o setor e ,aí, dividimos nossa atuação entre Brasília e as regionais”.

O Encontro Nacional da Assespro, em Porto Alegre, foi promovido pela Assespro Rio Grande do Sul. A presidente Letícia Batistela ressaltou “a honra de receber os presidentes das regionais e o Conselho de Administração da entidade. Estamos unindo forças. Todas as regionais juntas têm uma grande força, que é traduzida pela ação da Assespro nacionalmente”.
Como exemplo de troca de informações, empresários paranaenses participaram de um levantamento para direcionar as principais reivindicações. “ Recentemente, a gente fez uma pesquisa para conhecer mais a situação das empresas e o direcionamento que precisa dar. Em contrapartida, agora, a gente vai abrir a participação do empresariado, de uma forma mais detalhada, sobre o que vai se defender, diz Adriano Krzyuy, vice-presidente de Articulação Política da Assespro-Paraná. O presidente da regional, Sandro Molés da Silva, completa: “ perguntamos ao associado qual é a “dor” que ele tem hoje, além de perguntas que mostram o perfil do empresariado, desde faturamento, regime de tributação, se está preocupado com a terceirização… O que estamos fazendo no Paraná é mapear as necessidades, trazendo números para a Assespro Nacional”.

Jeovani Salomão ainda detalha as principais bandeiras do setor de TI: “Neste momento, nós temos, no Congresso, a questão da desoneração, que nos afeta frontalmente. Temos o posicionamento de que não deveríamoster alíquota maior. A desoneração do setor gerou empregos, gerou renda e,agora, reonerar significa uma restrição ao emprego, coisa de que o país não precisa. O Congresso deve ter consciência de que, no nosso setor, a desoneração funcionou e deve continuar. Também defendemos a terceirização. É muito importante que a gente tenha uma cadeia produtiva bem articulada. E ter a terceirização regulamentada significa uma segurança jurídica para os nossos empresários. E temos a lei das licitações, que interfere muito na atuação de empresas que fornecem para governos. O Brasil precisa entender que a compra pública é um instrumento não só de prover a administração com os bens e serviços de que ela precisa. A compra pública é uma forma de promover a economia e as empresas nacionais.

Fomte: Assespro-Paraná

Tags, , , , , , , , , , , ,

Verint recebe prêmios de Customer Analytics

A Verint® Systems Inc., uma das maiores empresas de software do mundo, anuncia o recebimento de novos prêmios por suas soluções de análise de clientes. Este reconhecimento por parte da grande mídia e das associações industriais reforçam o foco da empresa em inovação, excelência e compromisso, ajudando as organizações a alcançarem seus principais objetivos comerciais ao enriquecer as interações com os clientes, melhorar os processos de negócio e otimizar a mão de obra.

Prêmio do International Customer Management Institute

O Global Contact Center Awards, do International Customer Management Institute (ICMI), premiou a Verint, junto a um de seus clientes de seguros, como finalista de 2015 na categoria “melhor uso de Tecnologia”, baseado na implementação do Verint Customer Analytics™. O fornecedor adotou a solução da Verint para alavancar a eficiência da análise de dados, melhorando o comprometimento e a satisfação do cliente, e se destacando no mercado. Os prêmios do ICMI reconhecem as empresas, Contact Centers e profissionais que fornecem uma plataforma que garante liderança, visão, inovação e realizações estratégicas para a Indústria. O Verint Customer Analytics é composto por soluções que incluem análise de discurso, análise de texto, análise de relacionamento e gerenciamento de feedback da empresa, e são projetadas para aumentar a experiência do cliente.

Prêmio de Serviços e Vendas ao Cliente

A Verint recebeu o prêmio ouro na categoria “novos produtos, atualizações, soluções e inovações” do Customer Service and Sales Award (CSS) 2015 pelo Verint Engagement Analytics™. Esta solução de softwaree serviços baseados em Nuvem reúne e correlaciona dados sobre as interações, jornadas e perfis dos clientes, melhorando o comprometimento do consumidor e do funcionário. Os prêmios CSS reconhecem profissionais, programas e empresas pela satisfação dos clientes, gerada por meio da excelência de vendas e serviços, e seu impacto em ajudar as organizações a ganhar uma visão única da experiência do cliente e das áreas de oportunidade e melhoria. O Verint Engagement Analytics ajuda a simplificar a complexidade do big data com análises mais inteligentes e comprometimento.

Prêmio de Excelência em Tecnologia de Discurso da CUSTOMER

O Verint Speech Analytics™ foi reconhecido pela revista CUSTOMER com o Speech Technology Excellence Award. Este prêmio reconhece a inovação em soluções tecnológicas de discurso que ajudam a melhorar o balanço final dos clientes. Mais especificamente, a Verint foi selecionada por sua capacidade de ajudar empresas a analisar a valiosa inteligência obtida por meio das interações diárias dos consumidores. As melhorias recentes da solução incluem um novo motor de discurso avançado, inteligência semântica sofisticada e aprendizado por máquina para descoberta automática de temas, e uma interface de usuário redesenhada.

Tags, , ,

Aplicativo direciona clique em foto do Instagram para e-commerce

Marcas de sucesso e renome como Valisere, Hotel Urbano, UZA Shoes, Polishop, Sephora e Shoulder já usam a plataforma para converter

Na lista das redes sociais mais usadas no mundo todo, o Instagram, que em outubro de 2015 completa 5 anos, já superou o Twitter e hoje conta com mais de 300 milhões de usuários. Após perceberem isso, o desenvolvimento em ritmo acelerado do e¬commerce no Brasil e a demanda crescente de seguidores à procura dos produtos postados no Instagram, Rafael Bluvol e Fellipe Guimarães decidiram criar a Instaby.

O projeto surgiu quando os atuais sócios da empresa viram uma plataforma no exterior que realizava um trabalho semelhante. “Nós resolvemos adaptar a ideia, trazê-la para o Brasil, e adicionar algumas funcionalidades que nós do mercado de e-commerce brasileiro precisamos”, conta Guimarães.

Na plataforma, as fotos do Instagram são clicáveis e redirecionam para a página de compra. Uma oportunidade boa, já que, 40% do tráfego de um e-commerce vem de acessos feitos por dispositivos móveis.

O Instaby gera uma página semelhante à do Instagram, somente com imagens, e cada uma já direciona o cliente direto ao site para finalizar a transação daquele produto. Para isso, o usuário deve apenas disponibilizar o link personalizado do sistema do Instaby em seu perfil.

“Antes do Instaby, os clientes eram redirecionados para um site, para de lá ter que pesquisar os produtos, o que causa certa frustração. Com a plataforma, o cliente acha de forma mais fácil o produto que está procurando”, esclarece Guimarães.

Case
A Cia. Marítima aumentou em 150% a taxa de conversão com a plataforma que foi testada por três meses antes de entrar para o mercado. Logo no primeiro mês de experimentação, investindo somente na funcionalidade de posts, a Instaby tornou se 10% do faturamento do e-¬commerce da marca.

Cobrança
O Instaby trabalha com um sistema de cobrança no qual o usuário (loja ou empreendedor) só paga quando realiza vendas por meio da plataforma.

Sobre a Instaby
Pioneira no país, a companhia que visa aumentar as vendas através do Instagram inspirou-se em uma plataforma que realiza trabalho semelhante no exterior e, é a única que faz isso hoje no Brasil. Entre seus clientes, estão marcas de sucesso e renome como Cia. Marítima, Valisere, Hotel Urbano, UZA Shoes, Polishop, Sephora e Shoulder.

Tags, , , , , ,

PagSeguro lança Cartão Pré-Pago

Líder do mercado brasileiro em soluções para pagamentos online, o PagSeguro amplia seu portfólio e apresenta mais uma forma do cliente movimentar sua conta PagSeguro: o Cartão Pré-Pago PagSeguro. A solução beneficiará todos os empreendedores que utilizam ou desejam utilizar o PagSeguro para movimentar seus ganhos.

A partir de agora, o cliente pode transferir o valor desejado diretamente para o Cartão Pré-Pago, sem precisar pagar a mais por isso, dispensando a necessidade de contratar um banco e todas as tarifas que envolvem a manutenção de uma conta corrente para receber o valor das suas vendas.

“Este é o segundo produto que lançamos em menos de seis meses que vem facilitar e proporcionar maior acessibilidade para os atuais e futuros clientes PagSeguro: primeiro foi a Moderninha, que é a maquininha de cartões sem mensalidade do PagSeguro, agora é o Cartão Pré-Pago, produto sem anuidade e nem mensalidade e que dispensa a necessidade de conta em banco”, afirma Juan Fuentes, diretor do PagSeguro.

O Cartão Pré-Pago PagSeguro proporciona versatilidade para o usuário realizar compras à vista em toda a rede credenciada MasterCard, tanto em pontos físicos como em lojas virtuais e e-commerce, e ainda realizar saques em milhares de caixas eletrônicos no Brasil e no exterior.

“A MasterCard emprega sua tecnologia para promover o acesso de mais pessoas ao sistema financeiro e ajudá-las a construir um futuro melhor e mais promissor. O Cartão Pré-Pago PagSeguro é mais uma solução que incluirá vendedores que não possuem conta bancária em nosso sistema de pagamentos. Além do mais, os usuários do novo cartão poderão desfrutar de benefícios e vantagens exclusivas do Programa MasterCard Surpreenda”, diz Alexandre Brito, vice-presidente de desenvolvimento de aceitação e negócios da MasterCard Brasil e Cone Sul.

A aquisição do Cartão Pré-Pago PagSeguro é fácil, rápida e acessível, pois o usuário não precisa passar pela análise de crédito, tornando a solução disponível, inclusive, para negativados. Também não tem taxa mensal de manutenção de conta, o que favorece quem quer se livrar das taxas bancárias.

Para o cliente que já tem a Moderninha, a maquininha de cartões sem mensalidade do PagSeguro, ou qualquer outra solução do PagSeguro, ficou ainda mais fácil. Lojistas, taxistas, cabeleireiros, profissionais autônomos, artesãos e comerciantes dos mais variados setores têm mais facilidade no momento de receber seus valores vendidos por meio do PagSeguro e podem realizar compras com seu novo cartão sem pagar taxa bancária.

O controle de quanto gastar funciona da mesma forma que um celular pré-pago. O cliente só usa a quantia que ele decidir transferir para o Cartão Pré-Pago PagSeguro. Ou seja, além da facilidade de fazer a transferência eletronicamente do saldo PagSeguro e sem pagar taxa, o cartão Pré-Pago PagSeguro proporciona ainda maior controle financeiro.

É possível fazer a recarga do Cartão Pré-Pago por transferência do saldo PagSeguro gerado a partir das vendas, débito em conta corrente, pagamento de boleto e também transferência bancária. O usuário do PagSeguro ainda conta com a facilidade der fazer a consulta de seus extratos pela internet.

Para o lançamento do novo produto, o PagSeguro criou uma condição especial. O cliente que comprar a Moderninha receberá gratuitamente o Cartão Pré-Pago PagSeguro. Ou seja, ele receberá o Cartão Pré-Pago sem custo adicional. Para os vendedores que já utilizam a Moderninha e outros produtos PagSeguro, o Cartão Pré-Pago será comercializado por apenas R$ 12,90.

O PagSeguro é uma empresa do UOL e vem contribuindo para a inclusão digital de empreendedores e colaborando com o fomento da economia brasileira, democratizando as mais variadas formas de pagamento para todos os tamanhos e tipos de negócios, sejam eles presenciais ou eletrônicos, e oferecendo serviço com acesso seguro à transações financeiras para quem deseja alavancar seus negócios.

Tags, , , ,

Inmarsat confirma a data de lançamento de seu terceiro satélite Global Xpress

A Inmarsat (LSE: ISAT.L), fornecedora líder de serviços de comunicações móveis globais por satélite, confirmou hoje que o terceiro satélite do programa de transformação Global Xpress (GX) – o Inmarsat-5 F3 (I-5 F3) – foi programado para ser lançado do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 09h44 (Brasília) da sexta-feira dia 28 de agosto.

O I-5 F3, o terceiro satélite Global Xpress a ser lançado, cobrirá a região do Oceano Pacífico e, juntamente com o Inmarsat-5 F1 e o Inmarsat-5 F2, cria o primeiro serviço de banda larga de alta velocidade globalmente disponível do mundo entregue por uma única operadora.

Todos os satélites da quinta geração da Inmarsat foram construídos pela Boeing Satellite Systems International Inc. (“Boeing”), na Califórnia. O lançamento está sendo empreendido pela International Launch Services (“ILS”) para a Inmarsat, utilizando um veículo de lançamento Proton.

O Global Xpress fornecerá velocidade de banda larga cerca de 100 vezes mais rápida do que a constelação de quarta geração (I-4) da empresa. Ele oferecerá novas oportunidades para os clientes dos setores tanto público como privado, para melhorar significativamente a sua conectividade e acessar aplicativos que requerem muita largura de banda, mesmo nas regiões mais remotas e inacessíveis do mundo.

Rupert Pearce, CEO da Inmarsat, disse: “A conclusão da constelação Global Xpress será um marco significativo para a nossa organização, e é fundamental para a entrega de uma nova era nas comunicações móveis por satélite que mudará o futuro para todos nós. Acreditamos que nossa tecnologia GX impulsionará a inovação e proporcionará suporte a serviços e soluções de valor agregado para os nossos clientes governamentais e empresariais em terra, no mar e no ar; em oportunidades tão diversas como a marinha mercante, a aviação executiva e comercial, o governo, energia e recursos, e segmentos empresariais de VSAT. Estamos particularmente satisfeitos que o GX dará suporte a programas vitais, permitindo que os governos atendam às necessidades em rápida transformação do nosso mundo, incluindo a transformação das sociedades remotas que hoje estão servidas inadequadamente por redes terrestres”.

O primeiro satélite Global Xpress – o Inmarsat-5 F1 – foi lançado em dezembro de 2013 e iniciou seu serviço comercial em julho de 2014, cobrindo a Europa, o Oriente Médio, a África e a Ásia. Ele foi seguido pelo lançamento do Inmarsat-5 F2 em 1º de fevereiro de 2015, que cobre as Américas e o Oceano Atlântico e que iniciará seu serviço comercial no final deste mês.

Após o bem-sucedido lançamento do I-5 F3, a Inmarsat espera iniciar os serviços comerciais globais do GX até o final do ano.

Tags,

Abinee: Humberto Barbato acredita que exportações podem salvar indústria elétrica e eletrônica

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, apresentou, em Curitiba, as projeções do setor eletroeletrônico para 2015, com base no desempenho e dados econômicos do primeiro semestre. “A queda do consumo no mercado interno é muito grande e a repercussão disso é extremamente grave. Já tivemos uma perda de 15 mil empregos somente neste primeiro semestre de 2015. Isso é um número muito considerável, pois tínhamos 200 mil empregos no setor eletroeletrônico no país. Nós perdemos cerca de 8% de nossa força de trabalho”, afirmou Barbato.

De acordo com o levantamento, o panorama e o prognóstico não são nada otimistas: o Produto Interno Bruto (PIB) deverá permanecer em queda, haverá diminuição da produção, continuará o crescimento do desemprego, da inflação e dos juros, uma redução do crédito de pessoa física e jurídica, retração dos investimentos, ainda mais queda do índice de expectativa do consumidor, uma deterioração do índice de confiança do empresário, resultados desfavoráveis das contas públicas e aumento do Risco Brasil.

Segundo a Abinee, a produção física do setor eletroeletrônico apresentou queda de 17% no primeiro semestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado. Com isso, o faturamento real teve retração de 13%. Barbato revelou ainda que, se o mercado continuar como está, o setor eletroeletrônico deverá fechar o ano com retração de 5%, com o faturamento ficando em R$ 146,7 bilhões (R$ 153,8 bilhões em 2014). “No primeiro semestre, tivemos uma queda de 26% nas vendas de produtos de informática e 12% na de celulares. Isso é muito significativo, pois trata-se de um segmento que, normalmente, apresenta números positivos, e não será em seis meses que conseguiremos repor”.

Ao falar de perspectivas para este segundo semestre, Humberto Barbato citou o resultado da última Sondagem Abinee feita com cerca de 500 associadas da entidade em todo país. O levantamento mostrou que 40% das empresas falam em retração, 25% em estabilidade e 35% em crescimento.

Uma das orientações da Abinee para seus associados é investir nas exportações, especialmente com base no Plano Nacional de Exportações – lançado há cerca de um mês pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. “O plano de exportações do governo é uma alavanca importante para redesenhar o comércio exterior e aprofundar as ferramentas para ter uma maior inserção no mercado externo. Perdemos muito nos últimos anos e precisamos de diversos instrumentos que nos permitam chegar novamente nesses mercados, que são importantes para o Brasil”, disse.
Ele afirmou que é preciso recuperar o mercado internacional e espaço perdidos nos últimos anos. Em 2006, as exportações do setor representavam 19,2% do faturamento, hoje não chegam a 10%. “O país tem uma participação no mercado externo de manufaturados muito pequena e precisa aumentar. Nós precisamos nos aproximar novamente de grandes mercados, como dos Estados Unidos”.

No ano passado, o Brasil exportou US$ 6,5 bilhões e neste ano, considerando o mesmo período, US$ 6 bilhões, revelando uma retração de 8%. “A exportação é o único caminho hoje para desovar boa parte da produção, já que o Brasil perdeu mercados por causa da desvalorização exacerbada da moeda nos últimos anos, por causa de uma política monetária bastante irresponsável, que penalizou a indústria de uma maneira absurda e que agora está se revertendo, felizmente”, declarou. O levantamento apontou ainda que as importações terão retração de 13%, ficando em US$ 36 bilhões. Com isso, a balança comercial de produtos do setor apresentará um déficit US$ 30 bilhões.

Para Barbato, não existe mágica para o segundo semestre. “Esperamos uma melhora, já que o segundo costuma ser melhor que o primeiro, até por causa das festas de final de ano. Mas, conseguiremos reverter as perdas do setor somente no final de 2016.”

Os números foram apresentados no “Café da Manhã com o Presidente”, evento anual tradicional promovido pela regional PR/SC da entidade, no Campus da Indústria do Sistema Fiep, em Curitiba.

Veja a Apresentação de Humberto Barbato na Reunião da Regional PR/SC

Fonte: Abinee

Tags, , , , ,

Prefeituras podem ter Portal de Transparência com baixo custo e implantação rápida

unnamed

O Instituto Curitiba de Informática lançou oficialmente seu novo produto, o Portal Polis. As exigências legais para que a as prefeituras cumpram as leis de Acesso à Informação e da Transparência motivaram o ICI a criar uma solução sob medida para a gestão municipal brasileira.

“O nosso objetivo com o Portal Polis é oferecer à administração pública a melhor opção para publicar conteúdos, divulgar prestação de contas e tornar a gestão mais transparente”, afirma o diretor-presidente do ICI, Luís Mário Luchetta.

A solução atende os preceitos de arquitetura da informação, como navegabilidade, usabilidade e acessibilidade. Com layout responsivo, o Portal Polis adapta-se a diversos dispositivos: desktop, notebooks, tablets e smartphones.

O baixo valor de investimento para adquirir a solução é um dos principais diferenciais do produto no mercado de TI para a gestão pública, de acordo com o assessor de mercado do ICI, Amilto Francisquevis. “Por estar disponível na nuvem, não é preciso que a prefeitura ou órgão público realize investimento em desenvolvimento ou infraestrutura de hospedagem”, explica.

O desenvolvimento da solução levou cerca de três meses e foi realizado pela equipe de Portais e Tecnologias do Instituto. De acordo com o gerente de Sistemas, Wagner Morais Correia, os colaboradores do projeto adotaram práticas ágeis que fizeram a diferença no resultado. “A equipe se dedicou a elaborar um modelo de portal que aproximasse gestor público e cidadão da forma mais eficiente possível”, aponta.

Clique aqui e saiba mais sobre a nova solução do ICI.

Tags, , , , , , ,

Instrutherm lança osciloscópio digital portátil de bolso

view.aspx

Parece um celular, cabe no bolso e pode ser levado para qualquer local. Assim é o osciloscópio digital OD-300, lançamento da Instrutherm. Indicado para o setor eletroeletrônico, o aparelho pode ser utilizado sem estar ligado à rede elétrica, com bateria recarregável via USB; tem alta capacidade de armazenamento de dados e entrada para cartão Micro SD de memória, além de interface USB para baixar os dados no computador ou notebook.

O OD-300 tem design moderno, com display TFT LCD com 65K de cores, tamanho de 10,5 x 5,3 x 8 cm e pesa de 50 gramas. Vem com ponta de prova para medições, cabo USB, software e estojo tipo carteira.

Suas especificações técnicas indicam taxa de amostragem máxima de 1Msps 12bit; sensibilidade de base de tempo de 1μS/div a 10S/div (1-2-5 passos); sensibilidade vertical de 10mV/div a 10V/div (x1) e
0,5V/div a 10V/div (x10); impedância de entrada >500KΩ; tensão de entrada máxima de 80Vpp (x1); modo de acoplamento DC, e sinal de teste de 10Hz a 1MHz (1-2-5 passos).

A Instrutherm está há mais de 30 anos no mercado e conta com um portfólio que ultrapassa 500 itens para diferentes segmentos, como: segurança e medicina do trabalho, laboratório, mecânica, eletroeletrônica, agrícola e agronegócios, entre outros.

A empresa possui departamento de qualidade que testa cada item antes de sua comercialização, assistência técnica multimarcas, além de calibração de instrumentos com certificado rastreável RBC/Inmetro.

Tags,

Expo fórum de marketing digital: segmento acelerado no Brasil

view.aspx

O Mercado Digital é um segmento com projeção de crescimento de 14% em relação a 2014. O investimento em publicidade na mídia online brasileira saltou de R$ 8,3 bilhões para R$ 9,5 bilhões, somente em 2014. Ainda não foram divulgados os dados de crescimento do primeiro semestre de 2015, mas o IAB Brasil antecipa que os números acima já comprovam a importância do mercado de publicidade digital no mix de meios de comunicação.

“Se a situação econômica do país permanecer igual a 2015, a previsão para 2016 é que o digital possa crescer ainda mais, pois as oportunidades de mídias digitais tendem a aumentar e, consequentemente, o retorno sobre o investimento publicitário no meio digital também aumentam. Quanto mais profissional e consolidado estiver o setor, maior será o ROI”, declara Flávio Horta, CEO do Digitalks, e responsável pelo Expo Fórum de Marketing Digital, que acontece nos dias 25 e 26 de agosto, no Fecomercio, em São Paulo.

Considerado o maior evento do setor no país, o Expo Fórum vai reunir mais de 140 palestrantes nacionais e internacionais para discutir tendências, investimentos, a realidade e as oportunidades do setor. Para se ter uma ideia, a PwC Brasil (PricewaterhouseCoopers) divulgou recentemente uma pesquisa afirmando que a expectativa de crescimento das verbas publicitárias para a internet até 2019 é de 122%.

Nos dois dias do evento, os participantes terão acesso ao Congresso Internacional, com palestras e debates com grandes executivos de diversos países, Seminários Temáticos, que acontecem em 4 salas simultâneas com conteúdos divididos por temas, Business Room, área de exposição e negócios com empresas que oferecem soluções inovadoras no setor, Prêmio Digitalks, que destaca anualmente os principais profissionais do mercado digital, Digi Party, festa para os participantes se reunirem no final do primeiro dia, e Consultoria Especializada, formada por um time de especialistas em marketing digital com o intuito de oferecer soluções na área de acordo com a demanda de cada empresa.

O Expo Fórum de Marketing Digital acontece no Fecomercio, que fica na Rua Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, das 9h às 19h, e o valor do investimento é de R$ 299,00 (Middle Pass) e R$ 790,00 (Full Pass). A inscrição deve ser feita no site do Digitalks, através do link http://digitalks.com.br/expo/. Informações através do e-mail fórum@digitalks.com.br ou do telefone (11) 3159-1458.

Sobre o Digitalks

O Digitalks, empresa do Grupo iMasters, líder no setor de marketing digital, é especializado em difundir e promover conteúdo relacionado ao setor de marketing digital em todas as mídias. Para tanto, realiza atividades para desenvolver e fomentar o mercado digital, que possibilitam a abertura de novos mercados e a geração de negócios entre as empresas do setor em todo o país.

Com 6 anos de atuação no mercado, o Digitalks já atingiu mais de 10 mil profissionais que participaram dos treinamentos e congressos de marketing digital ao longo dos anos. Em 2015, os eventos passarão por todas as capitais do país, em formatos diferenciados. Além disso, o congresso realizado anualmente em São Paulo ganhou ainda mais corpo e vai se transformar no grande Fórum Internacional, reunindo todo o mercado digital brasileiro e da América Latina.

O Expo é um oferecimento do Baidu e do Twitter e é mantido pelas empresas 80 20 MKT, AD.Dialeto, Apiki WordPress, Beats Brasil, ChannelAdvisor, Convert.Rocks, +Digital Institute, Digitalents, Dinamize, DynAmic, Easy Easy Apps, Goobec, Goomark, Iagente, IgnitionOne, KingHost, Kwanko, LinkBrand, Linkedin, Live Target, Maple Brasil, Media Response, Performa Web, Putz Filmes, ReachLocal, Scup, Seekr, SEO Marketing, SharpSpring, ShopBack, Siegel Press, Sociomantic, Taboola, Uol Host, Venda e Cia, Video Click, Vitrio, WebStorm e Zanox.

Os Media Partners são ABComm, Abradi, Band News e Rádio Bandeirantes, Cidade Marketing, Demo Brasil, E-commerce Brasil, IAB, Imasters, Mundo do Marketing e WebCongress.

Serviço – Expo Fórum de Marketing Digital

Data: 25 e 26 de agosto (terça e quarta-feira)
Horário: das 9h às 19h
Local: Fecomercio – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista
Investimento: R$ 299,00 (Middle Pass) e R$ 790,00 (Full Pass)
Inscrições: http://digitalks.com.br/expo/
Informações: fórum@digitalks.com.br e (11) 3159-1458

Tags, ,