Page admin, Autor em Valor Agregado - Notícias sobre o mundo corporativo - Página 718 de 15917

Author admin

Olga Ri levanta R$ 30 milhões em rodada e anuncia expansão geográfica nacional e restaurantes físicos

A Olga Ri, foodtech de alimentos que entrega saladas, bowls e sopas para clientes residenciais e corporativos em São Paulo, levantou R$ 30 milhões em rodada de investimentos liderada pela Kaszek. O aporte contou com a participação de investidores antigos, como Fernando Meirelles, cineasta e ativista ambiental, e Gabriel Cherubini, ex-Vice Presidente da Yoki, e de investidores novos, como a gestora Chromo Invest e o fundo Endeavor Scale-Up Ventures.

Também participaram da rodada a Calila, family office da família Jereissati, a Aram Capital, gestora de patrimônio de São Paulo, e investidores-anjos como Guilherme Bonifácio, cofundador do iFood, Diego Libânio, cofundador do Zé Delivery e Flavia Buchmann, CMO da NotCo.

Desde que foi fundada, em 2016, a Olga Ri tem revolucionado a indústria de restaurantes, um mercado de mais de R$ 400 bilhões ao ano, ao unir tecnologia e comida saudável, em um modelo de negócios que privilegia a experiência do consumidor e a sustentabilidade social e ambiental.

Com um portfólio de produtos com saladas, bowls e sopas, a Olga Ri conquistou mais de 30 mil clientes em seu aplicativo e site próprios e faturou cerca de R$ 21 milhões no ano passado. A startup conta com 5 dark kitchens em São Paulo e quase 200 funcionários.

“Da construção de uma cadeia de fornecimento mais sustentável à criação de uma experiência de consumo moderna e tecnológica, estamos reinventando o que significa ser uma empresa de alimentos no país”, afirmou Bruno Sindicic, fundador e CEO da Olga Ri. “O Series A vai nos permitir explorar novos formatos de varejo, chegar em novas cidades e reforçar o nosso compromisso com uma comida gostosa, que faça bem para nossos clientes, para as comunidades em que estamos inseridos e para o meio ambiente”, complementa.

Entre os planos da startup para os próximos dois anos estão abrir as portas no mercado carioca, triplicar o número de dark kitchens na grande São Paulo e no Rio de Janeiro e abrir pelo menos cinco restaurantes físicos nas duas cidades. Além disso, a Olga Ri pretende continuar a expandir o número de empresas parceiras em seu programa de Estações, que oferece entrega grátis em escritórios de grande porte.

“A abertura de restaurantes físicos reforça nossa estratégia de construir uma comunidade de clientes engajados, que compartilham de nossos valores. As lojas têm o potencial de tangibilizar nossa marca e são bastante complementares à nossa presença digital”, afirmou Cristina Sindicic, fundadora e CMO da companhia.

Além da expansão, a Olga Ri vai usar os recursos da rodada para desenvolver novas tecnologias, reforçar o time e investir em crescimento, com campanhas de marketing para construção de brand awareness e divulgação do produto.

Santiago Fossati, sócio da Kaszek, afirmou que o investimento reforça a confiança do fundo nos planos de crescimento da Olga Ri e na capacidade de execução do time: “Desde que investimos na companhia pela primeira vez, em 2019, vimos o seu faturamento multiplicar por cinco. Ao longo desse tempo, a captação de clientes sempre teve um componente orgânico muito forte e o NPS se manteve em mais de 80 pontos”.

“A abertura em novas cidades e de novos formatos traz desafios”, declarou Beatriz Samara, fundadora e CPO da Olga Ri. “Queremos continuar desenvolvendo uma cadeia de fornecimento sustentável e adaptar nosso cardápio a cada cidade em que operamos. O McDonald’s sempre se orgulhou em ter o mesmo sanduíche em cada cidade. Nós queremos quase o oposto: que cada cidade tenha ingredientes e criações específicas que valorizem os ingredientes e os sabores locais.”

Com a expansão, a Olga Ri espera terminar 2022 com 10 unidades e continuar uma trajetória de crescimento sustentável e robusto nos próximos anos.