Page

Author admin

Atento é nomeada entre os líderes do Quadrante Mágico do Gartner

A Atento S.A. (NYSE: ATTO), maior empresa de serviços de gestão de relacionamento com clientes e terceirização de processos de negócio (CRM BPO) na América Latina e um dos três maiores provedores mundiais, foi nomeada entre os líderes do Quadrante Mágico do Gartner em serviços de gestão de clientes e terceirização de processos de negócio1. Os pareceres do Gartner são a principal referência para as empresas ao redor do mundo no momento de selecionar e considerar fornecedores na categoria acima mencionada.

Foco na estratégia, compromisso com a experiência do cliente e capacidade de execução fazem da Atento uma referência mundial em seu setor.

Alejandro Reynal, CEO da Atento, afirmou que em um mundo cada vez mais digital, a Atento ajuda as empresas a se tornarem mais competitivas e a impulsionar a eficiência nos negócios, por meio de soluções ponta a ponta, que garantem a satisfação do cliente em todas as fases da sua jornada. “Oferecemos uma proposta de valor única, com base em nossa posição de liderança no mercado, no profundo entendimento das necessidades dos consumidores em todos os segmentos econômicos e numa combinação robusta de experiência do cliente e capacidades digitais”, acrescentou o executivo.

De acordo com o relatório, “os Líderes demonstram ter visão e definição de mercado e capacidade para executá-las entre os serviços de BPO e contact center, um market share superior (entre os 10 melhores fornecedores nas regiões onde atuam), e sólidas referências em serviços de gestão de clientes e terceirização de processos de negócios em contact centers, incluindo uma variedade de indústrias verticais.

Os líderes contam, ainda, com investimentos superiores em ofertas de serviços, modelos inovadores de negócios, de preços e de entrega de serviços. Mostram capacidade superior de compreender as necessidades dos clientes e as condições atuais de mercado e desenvolvem competências para manter suas posições de liderança em diversas regiões. As empresas do quadrante dos Líderes têm, geralmente, sólida atuação global e regional e contam com uma profunda tecnologia de alavancagem de suas operações, além de oferecer a seus clientes uma experiência acima da média”.

1 Gartner, Magic Quadrant for Customer Management Contact Center BPO, Worldwide, TJ Singh, Brian Manusama, Misako Sawai, março de 2017.

Tags, , , , , ,

Como lidar com o estresse e ser mais produtivo? – Por Christian Barbosa

O estresse é um problema muito comum nos dias atuais, além de ser um dos maiores inimigos da produtividade. Quando tratamos do assunto, a primeira coisa que precisamos entender é que é não existe uma maneira de eliminar o estresse; afinal, ele é uma reação natural do organismo a qualquer situação que causa tensão e esgotamento.

O acúmulo de estresse traz consequências ruins para a mente e para o corpo, e isso afeta diretamente os seus resultados. O que podemos fazer, diante disso, é criar algumas estratégias.

Para começar, precisamos nos empenhar para tirar da nossa rotina os elementos que desencadeiam essa sensação. Se você sabe que ver notícias ruins, por exemplo, te deixa estressado, elimine esse hábito.

Quando o problema relaciona-se a outra pessoa, a estratégia muda. Se o seu cônjuge está te deixando estressado, é claro que você não vai dispensá-lo por isso. Sente-se, converse, exponha o que está te incomodando e as consequências que esse incômodo vem trazendo para você. Conclua essa conversa com uma solução.

Aprender a gerenciar o seu tempo é outra prática importante e que não pode ser dissociada da busca por equilíbrio e bem-estar. Isso é um processo, não acontece do dia para a noite. A gente aprende a ter mais tempo, tomar melhores decisões e ter uma vida mais plena colocando o nosso tempo dentro da nossa agenda depois de definir prioridades e cortar hábitos improdutivos.

Muitos estudos associam a prática de meditação à melhora do humor e ganho de qualidade de vida. Por que não tentar? Você não precisa passar horas meditando, mas pode baixar um aplicativo que te guie sobre meditação e reservar algum momento para isso. Um simples exercício pode ajudar muito. Se você não se identificar com a prática, procure algo que te faça se sentir mais tranquilo. Pode ser um hobbie, um filme, uma música ou a prática de um esporte.

O estresse está intimamente ligado à ansiedade. Passamos muito tempo nos estressando com coisas que ainda vão acontcer, e com problemas que não cabe a nós resolver. Concentre sua atenção nas suas atividades mais importantes Essa é uma tarefa diária e complexa, mas com dedicação é totalmente possível. Vamos começar?

Christian Barbosa é o maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade e CEO da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo.

Tags, ,

Startup 99 recebe investimento de US$ 100 milhões da SoftBank

A 99, principal startup de mobilidade urbana do Brasil, anuncia hoje a assinatura de um acordo de investimento da ordem de US$ 100 milhões com a SoftBank. Este montante, somado aos mais de US$ 100 milhões captados no início do ano junto à Didi Chuxing e à Riverwood, fecha a rodada de investimentos com mais de US$ 200 milhões. Este é a maior rodada de investimento já realizada por uma startup brasileira de acordo com a FactSet (companhia multinacional especializada em dados do mercado financeiro). Outros fundos e empresas como Monashees, Qualcomm Ventures e Tiger Global também investiram na startup, que foi aconselhada pela Lazard nessa nova transação.

Fundado por Masayoshi Son em 1981, a SoftBank é o maior investidor global em aplicativos de mobilidade, com investimentos significativos na DiDi, Ola e Grab, as maiores empresas do setor na China, Índia e Sudeste Asiático, respectivamente.

Apenas seis meses após o aporte liderado pela DiDi e pela Riverwood, a 99 atrai outro importante investidor internacional. Com este novo capital, a 99 vai fortalecer ainda mais o rápido crescimento do serviço de carros particulares 99 POP, o que levará a marca a consolidar sua liderança neste segmento no Brasil, bem como expandir por toda a América Latina.

“Vemos um grande crescimento e uma ótima perspectiva para o setor de soluções de mobilidade na América Latina. O time da 99 tem feito um progresso impressionante no Brasil, operando em mais de 400 cidades e realizando mudanças positivas na vida de milhões de usuários. Nós estamos comprometidos em apoiar líderes locais, como a 99, e esperamos ansiosamente para participar do sucesso deles a longo prazo”, afirma David Thevenon, diretor executivo da Softbank.

Para Peter Fernandez, CEO da 99, com todos os investimentos recebidos ao longo deste ano, a 99 tem todas as condições de atingir a meta de consolidar a liderança no mercado de transporte por aplicativos de mobilidade no Brasil e, no futuro, na América Latina. “Desde o primeiro aporte da Didi,o serviço 99POP vem crescendo muito em número de corridas semanais. Fica claro que nossa estratégia trouxe bons resultados, e agora estamos animados em ter a Softbank na nossa carteira de investidores. Isso mostra que estamos no caminho certo, como uma forte indicação da nossa posição de liderança no crescente mercado de mobilidade urbana da região”.

Operando desde 2012, a 99 é o maior aplicativo de mobilidade do Brasil, conectando mais de 200 mil motoristas a mais de 14 milhões de usuários registrados. “Quando fundamos a empresa, éramos apenas três empreendedores. Hoje, temos um time de mais de 350 profissionais trabalhando juntos e em colaboração com motoristas e usuários. Nosso objetivo é oferecer serviços que ajudem a resolver questões de mobilidade urbana na região”, completa o executivo.

Esta transação passará por avaliação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e demais autoridades relevantes.

Tags, , ,

Ciab Fintech Day divulga 21 finalistas selecionados

A FEBRABAN anunciou hoje os 21 finalistas do Ciab Fintech Day. Os projetos dos finalistas incluem desde soluções de segurança com reconhecimento facial, plataformas para autonegociação de dívidas, atendimento digital humanizado, até formas para oferecer produtos e serviços financeiros para o microempreendedor desbancarizado.

As empresas selecionadas terão a oportunidade de apresentar suas soluções durante os três dias do Ciab FEBRABAN, no espaço Fintech Lounge. Na ocasião, uma comissão julgadora analisará os projetos com base em critérios como experiência do cliente, audácia, inovação, simplicidade e escalabilidade. Depois de avaliadas pela comissão, três fintechs serão selecionadas para se reunirem com representantes dos grandes bancos para estudarem possibilidades de negócios e parcerias.

Esse ano, a 27ª edição do Ciab FEBRABAN acontecerá entre os dias 06 e 08 de junho. Além dessa competição, haverá um auditório exclusivo para as fintechs, onde serão realizados painéis e debates que falarão sobre as principais estratégias de inovação adotadas por instituições financeiras e startups para revolucionar o mercado financeiro.

Confira lista completa dos finalistas e suas soluções:

Dataholics

www.dataholics.io

Plataforma que capta e estrutura milhões de dados de pessoas que estão nas redes sociais e fontes públicas da web.

Flowsense

www.flowsense.com.br

App de localização dinâmica para aprimoramento de engajamento de consumidores.

FolhaCerta

www.folhacerta.com

Gestão de horas trabalhadas, redução de horas extras e demais rotinas trabalhistas pelo celular.

Foxbit

www.foxbit.com.br

Emissão de ativos em Blockchain.

Fullface Biometric Soutions

www.fullface.com.br

Solução de biometria facial para identificação de pessoas de forma transparente e rápida para garantir segurança em processos físicos e digitais.

Moneto

www.moneto.com.br

Viabilizar produtos e serviços financeiros, sob medida, para o microempreendedor desbancarizado.

Mutual

www.mutualr.com

A Mutual legalizou os empréstimos informais, agregando diversos serviços financeiros.

Nexoos

www.nexoos.com.br

O problema que a Nexoos resolve é a dificuldade encontrada por pequenas empresas em obter crédito, principalmente devido à taxa de juros.

OriginalMy

www.originalmy.com

Redução de burocracia e custos excessivos na assinatura e gestão de contratos através de protocolo Blockchain.

Overmedia Cast

www.thechatbotkiller.com

Atendimento digital humanizado, próxima geração de Chatbots, com interatividade, interfaces ricas e apelo áudio visual.

Paypaxx

www.paypaxx.com.br

Solução para gastos corporativos e pagamento de recebíveis, o PayPaxx traz o futuro da gestão de pagamentos para empresas de pequeno a grande porte.

Paysmart

www.paysmart.com.br

Solução de personalização remota de cartões físicos, pulseiras contactless e cartões virtuais que otimiza prazos de entrega, custo dos cartões e reduz fraudes no e-commerce.

Phdrisk

www.phdrisk.com.br

Análise e avaliação de risco de crédito.

Portfy

www.portfy.com.br

Solução de portabilidade de crédito.

Quanto gastei

www.quantogastei.com

Plataforma de integração de tecnologias que visa facilitar o processo de controle financeiro pessoal, gerando ganhos em termos de economia financeira ao adquirir bens e serviços.

Quartilho

www.quartilho.com

Plataforma web que concilia os diferentes interesses entre grandes empresas compradoras, sua cadeia de fornecedores e investidores interessados em adquirir títulos destes fornecedores.

QueroQuitar

www.queroquitar.com.br

Plataforma de negociação e quitação de dívidas.

Simply

www.simply.com.br

Fortalecer a estratégia digital nos processos de Onboarding do cliente, ou seja, captura e formalização de propostas.

Tasken Debt

debt.tasken.com

Plataforma de autonegociação baseada em robôs que oferece ao devedor a conveniência de negociar sua dívida a hora que quiser, no canal que escolher.

TEM

www.meutem.com.br

Acesso à saúde para populações com menor renda e educação do consumidor para prevenção e uso consciente dos serviços.

Wizfee

www.wizfee.com

Ambiente online que conecta Bancos e empresas que buscam alta performance, ajudando a melhorar a saúde financeira de pequenas e médias empresas e criar novas oportunidades junto a bancos e investidores

Ciab FEBRABAN

Data: 06 a 08 de junho de 2017

Local: Transamérica Expo Center (Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro)

Site:http://www.ciab.org.br

Tags, ,

SONDA anuncia novo vice-presidente da unidade de Plataformas

c7f1835ca13fa856e73dd5c0efe0dede

Reginaldo Ladvig assume o comando da vice-presidência da unidade de Plataformas da SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de Tecnologia da Informação. Dentre as atribuições, o executivo ficará responsável por promover atuações conjuntas com as outras linhas de negócio da integradora para elevar o volume de ofertas unificadas da companhia.

No que tange aos desafios neste primeiro momento, Ladvig tem a missão de ampliar o market share da SONDA no mercado de rede e comunicação, estreitando ainda mais o relacionamento com a sua base de clientes e sem esquecer de garantir o cumprimento dos objetivos junto aos parceiros e fabricantes da companhia. “As mudanças previstas na unidade já foram iniciadas por meio da criação de novas ofertas e de treinamentos do time de força de vendas. Assim como a intensificação das vendas cross com as outras áreas de negócios da SONDA”, conta Ladvig.

Reginaldo tem 24 anos de experiência na área de TI e teve passagens pela CPqD e PromonLogicais. É formado em Ciência da Computação pela Unicamp, em Gerenciamento de Projeto pela George Washington University, além de possuir MBA executivo pelo Insper.

Tags, ,

Furukawa apresenta soluções para smart cities em evento em Curitiba

A Furukawa participa, como patrocinadora, do evento Smart City Business America Congress & Expo 2017, que acontece nesta semana – entre os dias 22 e 24 de maio -, em Curitiba (PR). Promovido pelo Instituto SmartCity Business America, o evento é um dos mais importantes da América Latina na área de cidades inteligentes, com foco voltado principalmente para oportunidades de negócios.

Daniel Blanco, responsável por Vendas de Smart Solutions na Furukawa, será um dos debatedores do painel IoT e Redes, programado para quarta-feira (24), às 9 horas, que discutirá o tema Casos de Sucesso de IoT nas Smart Cities. “A tendência, em uma cidade inteligente, é a convergência das redes de comunicação em uma só, sendo que a automação dos serviços públicos deve estar em uma rede privada, separada da rede mundial”, afirma Blanco. “Nossa proposta é que essa rede de fibra óptica seja em topologia Mesh, seguindo a arquitetura em malha das cidades, e com capacidade para segmentação e criação de rotas redundantes, de modo a garantir segurança e alta disponibilidade aos serviços”, acrescenta.

Com base nessa visão, a Furukawa apresenta no Smart City Business America sua solução FiberMesh, que permite criar até quatro rotas redundantes, com roteamento automático do tráfego, no caso de rompimento da fibra óptica, em tempo de latência (comutação) inferior a 3 milissegundos. Além disso, a Furukawa oferece toda a infraestrutura de rede convergente para atender às necessidades das smart cities.

Mais informações sobre o Smart City Business America Congress & Expo 2017 estão disponíveis no site http://smartcitybusiness.com.br/2017.

Tags, ,

Positivo Tecnologia lança Inove Positivo, programa de inovação aberta voltado a empresas

view

Unir o ecossistema de inovação e investir para fomentar o uso da tecnologia com foco em melhorar o presente e o futuro das pessoas. É com essa premissa que a Positivo Tecnologia lança o programa Inove Positivo e abre suas portas para empresas que tenham produtos ou serviços sinérgicos aos da companhia e estejam interessadas em acelerar o desenvolvimento e a difusão da tecnologia. Basicamente, o Inove Positivo serve para fazer, a partir de agora, prospecção e seleção para possíveis investimentos em empresas que atuem preferencialmente com negócios adjacentes ao portfólio atual da Positivo Tecnologia, como, por exemplo, nas áreas de Tecnologia Educacional ou em campos de aplicação da Internet das Coisas. A companhia, que nasceu no Paraná e hoje atua na América Latina e na África, pode agregar valor às empresas selecionadas no programa com suas competências e estrutura, além do vasto conhecimento e presença de mercado no Brasil e exterior.

O programa Inove Positivo vai buscar empresas já constituídas, que estejam em fase de crescimento ou que tenham tecnologia inovadora, selecionadas a partir de inscrições efetivas pelo site www.inovepositivo.com.br. O processo prevê uma etapa de pré-seleção de oportunidades, seguida de entrevista para avaliação detalhada do projeto e que, sucessivamente, deve passar pelo crivo da Positivo Tecnologia. Caso aprovado, seguirá para negociação dos termos e condições. Para realizar os contatos e intermediação com as empresas, a Positivo Tecnologia conta com o apoio da Altivia Ventures, empresa de consultoria e investimentos focada em startups.

A busca por inovação é constante na companhia. O lançamento do programa Inove Positivo, o primeiro neste formato, reflete a sintonia com a transformação do mercado de tecnologia e o perfil da própria Positivo, criada a partir da visão pioneira de Hélio Bruck Rotemberg, que, em 1989, percebeu a janela de oportunidades representada pela demanda por computadores pessoais no Brasil. Do desenvolvimento de um software e da montagem de PCs para escolas, a companhia se transformou na maior fabricante brasileira de computadores e uma das grandes fomentadoras do processo de inclusão digital no Brasil, antes de iniciar o processo de internacionalização. “A Positivo Tecnologia é hoje uma companhia multimarca, que trabalha com a complementaridade de portfólio para atender a todos os perfis de públicos, e que acredita que apoiar novos empreendedores é uma oportunidade para ambos poderem crescer de forma acelerada e sustentável. Com o Inove Positivo, nossa proposta é ir muito além de apenas aportar capital, disponibilizando nossa experiência, estrutura e canais de venda para acelerar o crescimento das empresas e das marcas que passarão a integrar o nosso portfólio por meio deste programa”, diz Hélio, presidente da Positivo Tecnologia.

Antes do lançamento do Inove, a Positivo Tecnologia realizou investimentos em startups, como no caso da Hi Technologies, que deu seus primeiros passos em 2004, ao desenvolver um sistema de telemedicina, e hoje leva ao mercado produtos inovadores como oxímetros de pulso capazes de monitorar partos e detectar apneia do sono. Em busca de investidores, os sócios da HiT procuraram a Positivo, no fim de 2014, para apresentar a empresa e seus produtos. Com a proposta de valor de reinventar e humanizar a tecnologia médica compreendida e a sinergia na visão sobre inovação, a negociação evoluiu rapidamente e, em janeiro de 2016, a Positivo concluiu a compra de 50% da HiT. Em março deste ano, a Hi Technologies passou a integrar o time de Empreendedores Endeavor, lista restrita a empresas com alto potencial de impacto ao redor do globo.

Tags, , , ,

Delta usa big data para aprimorar atendimento ao cliente durante o voo

unnamed (29)

Se você atingiu um milhão de milhas voando pela Delta ou se, infelizmente, enfrentou um atraso recentemente, a Delta está comprometida em identificar a sua experiência. Por isso, pela primeira vez, a companhia aérea está utilizando big data para apoiar o atendimento na linha de frente aos clientes e diferenciar ainda mais a experiência oferecida pela Delta.

A companhia aérea está fornecendo aos comissários de bordo uma lista de clientes prioritários para que sejam identificados em cada voo doméstico com base em detalhes como status Medallion, marcos alcançados, atrasos recentes e status de passageiro corporativo. Isso proporciona a rápida identificação do cliente e permite que os funcionários personalizem a interação.

“Nossos comissários de bordo dedicam mais tempo aos nossos clientes, fornecendo oportunidades para aprimorar a experiência de viagem”, disse Allison Ausband, vice-presidente sênior de Serviços de Bordo. “O feedback contínuo de nossos passageiros Medallion mostra que eles valorizam muito o fato de serem reconhecidos a bordo e agora estamos facilitando a personalização e identificação dos passageiros com informações direcionadas no toque dos dedos”.
Este não é um programa pequeno. Se cada tripulação identificar 20 clientes em cada voo, a Delta pode aprimorar a experiência de viagem de 50 mil clientes por dia.

Em abril, a companhia aérea lançou esta tecnologia com a última atualização da Guest Service Tool, que já fornecia informações de clientes, como nome, status e portão de conexão para os comissários em seus dispositivos manuais SkyPro. Os comentários dos clientes e dados de pesquisas provam que um pequeno gesto de identificação pode gerar uma grande impressão.

“Na Delta, estamos gratos pela oportunidade de servir a milhões de clientes”, disse Sandeep Dube, vice-presidente de Engajamento e Fidelidade de Clientes. “Nós acordamos todos os dias com uma grande vontade de melhorar os serviços para os clientes e nos esforçamos para criar fãs da Delta. O uso de big data para melhorar a capacidade dos nossos funcionários de identificar os clientes de forma personalizada é um passo significativo na nossa jornada de otimização da experiência do cliente”.

E a coleta de dados não para após a interação. Os funcionários anotarão a resposta do cliente após cada acesso, criando uma ferramenta com informações contínuas e integradas.

“Queremos saber o que influencia nossos clientes e adaptar o programa com o tempo para oferecer uma experiência ainda melhor”, disse Dube.

A Delta implementou um piloto do programa em 75 voos, incluindo rotas como de Nova York para Los Angeles e de Atlanta para San Francisco. Os comissários de bordo relataram que menos de 1% dos “casos de identificação” resultaram em uma reação negativa do cliente. Um cliente satisfeito observou:

“Fiquei muito surpreso no meu voo de volta para casa… quando o comissário de bordo me ofereceu um pedido de desculpas pela inconveniência… Devo admitir, eu fiquei impressionado com o progresso do banco de dados dos clientes que vocês desenvolveram… para entregar a informação certa para que um comissário de bordo me oferecesse um pedido de desculpas por uma falha de serviço quatro dias após o ocorrido. Bom trabalho!”

O recurso de reconhecimento direcionado é o aprimoramento mais recente de uma série de soluções inovadoras da companhia aérea, incluindo o desenvolvimento de um moderno aplicativo que ajuda os pilotos a evitar turbulência, contribuindo para um voo mais confortável, lançando os mapas de localização em aeroportos mais interativos da indústria no aplicativo FlyDelta e aprimorando estrategicamente o processo de embarque.

“Nossos comissários de bordo agora têm as ferramentas na mão para agradecer e reconhecer pessoalmente nossos valiosos passageiros corporativos”, explicou Bob Somers, vice-presidente sênior de Vendas Globais. “Todas os 80 mil funcionários da Delta estão dispostos a oferecer uma experiência líder do setor ao cliente. Isto, associado a programas dedicados, ajudam a colocar a Delta na posição de líder no segmento de viagens de negócios; e nossas inovações não param por aí”.

Embora qualquer cliente possa ser selecionado para o reconhecimento pessoal com base em alguma experiência anterior em voos da Delta, a companhia aérea vai além para atender os membros Medallion e passageiros corporativos, priorizando-os durante toda a viagem. Este aprimoramento significa mais oportunidades para agradecer-lhes pela sua fidelidade à Delta.

Tags, ,

A Inteligência Artificial substituirá o ser humano ou criará novos postos de trabalho? – Por Mateus Azevedo

Mateus2_web170523_170153

Considerada a 4ª Revolução Industrial, a Inteligência Artificial (AI em inglês) traz uma disruptura social e tecnológica ao mesmo tempo que possibilita diversas oportunidades.

De acordo com relatório do Information Services Group (IS), a RPA Robótica de Processos (RPA) tem permitido que empresas executem processos de negócios de 5 a 10 vezes mais rápido e 37% menos recursos, em média. Este impacto positivo impulsiona o setor e a estimativa é que até 2050, 80% das atividades realizadas por humanos serão automatizadas. De acordo com a McKinsey, com a tecnologia disponível atualmente, 45% das tarefas já podem ser realizadas por robôs. Os dados remetem a uma das questões mais discutidas em torno do assunto: a AI vai eliminar vagas de emprego?

Como toda revolução, muitas mudanças devem ocorrer, mas não significa que este cenário caótico que está sendo pintando. Afinal, o debate sobre a substituição do homem pela máquina e de tecnologias que se sucedem e impactam grandes mercados vem acontecendo desde a 1ª Revolução Industrial. Quem se lembra da máquina de datilografar que foi substituída pelo computador? Ou os automóveis que acabaram com as carruagens, mas criaram outros mercados e outras profissões? E a internet em relação a locadoras de vídeo? Do smartphone que executa uma série de tarefas que antes necessitavam de interação pessoal? Esses e outros itens facilitaram muito o dia a dia, mas também formaram movimentos de ruptura.

A relação com a AI não é diferente, embora ela promova modificações mais complexas devido a sua alta capacidade tecnológica, principalmente quando integrada com outras tendências disruptivas como impressão 3D, realidade virtual, internet das coisas, entre outras.

Em 1990, quando surgiu a Inteligência Artificial, o principal objetivo era criar sistemas que respondessem a diversos tipos de perguntas. Hoje, os robôs são capazes de compreender a linguagem humana e correlacionar informações, o que pode otimizar uma série de processos, tornando mais ágeis e sem erros, e é daí que surge a discussão sobre AI x humanos. Mas, se por um lado tarefas que são tidas como operacionais podem, de fato, sumirem do mapa, a AI abre um leque de possibilidades profissionais, pois toda ruptura gera novas necessidades. Além disso, a amplitude de aplicação em diferentes tipos de negócios e setores, tais como: call center, jurídico, RH, educação, financeiro, medicina, hotelaria, militar e etc permitirá elevar a capacidade de análise destas áreas – fator que requer a interação humana – e otimizar o trabalho das equipes, o que pode até resultar em melhor qualidade de vida para os funcionários.

Um estudo realizado pela Tata Consultancy Services em quatro regiões do mundo, incluindo o Brasil, apurou que os entrevistados estimam redução líquida de 4% a 7 % em cada função até 2020. Entretanto, empresas com maiores receitas e eficiência de custos gerados pela AI enxergam que a demanda de novos postos de trabalho deve triplicar devido a esta tecnologia. 7% das empresas destinaram, no mínimo, US$ 250 milhões para a AI em 2016 e 2% pretende investir mais de US$ 1 bilhões. O relatório também aponta que 84% das empresas consideram a AI essencial para a competitividade. 67% dos departamentos de TI já utilizam a AI para detectar invasões, problemas de usuários e automação. 32% acreditam que até 2020 os setores mais impactados serão vendas, marketing e atendimento ao cliente e 20% creem que finanças, RH, planejamento e desenvolvimento empresarial serão os setores mais impactados.

O antropólogo Benjamim Shestakofsky realizou uma pesquisa durante 19 meses em uma empresa de tecnologias digitais na Califórnia com o objetivo de provar que as máquinas estavam substituindo trabalhadores humanos. Porém, ao analisar os dados, Shestakofsky percebeu que a empresa cresceu rapidamente e que contratava mais pessoas e não robôs para monitorar, interpretar e gerenciar os dados. No final, ele descobriu que a automação de software realmente pode substituir o trabalho humano, mas cria novas necessidades na relação homem-máquina e, consequentemente, novos postos e funções de trabalho. Funções como analista estatístico, gestor de qualidade, de conteúdo, de sistemas de dados, gerenciamento de máquinas de Gestão RPA, engenharia de processos, estratégia da informação, entre tantas outras, passarão a ser cada vez mais necessárias, uma ver que o ser humano deverá complementar e interagir com este novo tipo de “maquinaria” e avaliar ou executar funções que esta não faz. Cargos voltados para estratégia, conhecimentos multifuncionais, relacionamento de negócios, desenvolvimento e suporte certamente serão bastante procurados.

O processo de mudança existe e é inevitável. E, como todas as tendências tecnológicas que surgiram desde a 1ª Revolução Industrial, é tolice lutar contra. Ao invés disso, os profissionais, independentemente de sua área de atuação devem se perguntar: o que estou fazendo para evoluir e me adequar ao novo mundo que se configura? Quais novas competências devo desenvolver? Quais ganhos posso obter com esta nova abertura de mercado? Como aliar estas tendências ao que gosto de fazer? – Questões que todo profissional deveria fazer em qualquer época, pois estagnação não deve ser confundida com estabilidade. Para os que ainda não ingressaram no mercado de trabalho ou ainda não alcançaram a solidez profissional almejada, há um imenso campo a ser explorado proveniente da AI e outras tecnologias disruptivas. Cabe a cada um explorar as suas capacidades e se lançar neste novo universo, repleto de possibilidades.

Mateus Baumer Azevedo, sócio da BlueLab e responsável pela Diretoria de MKT e Vendas

Tags

Google seleciona 4 startups brasileiras para programa de aceleração no Vale do Silício

O Google anunciou hoje as startups selecionadas para a quarta edição do Launchpad Accelerator, programa para impulsionar projetos para que se tornem uma referência de qualidade e sejam relevantes em escala global. O programa de seis meses tem início em julho de 2017, em um intensivo de duas semanas no novo espaço do Google para startups em São Francisco junto à empreendedores da América Latina, Ásia, África e Europa.

Startups brasileiras:

Arquivei: Arquivei fornece plataforma de armazenamento, organização e consulta de informações de notas fiscais.

Contabilizei: Contabilizei é uma plataforma de contabilidade para micro e pequenas empresários dos setores de serviços e comércio, que oferece um serviço ágil, eficiente e inovador que reduz a burocracia e aumenta o controle para PMEs.

Contratado.ME: A plataforma que coloca os candidatos no centro da sua procura de emprego.

Guiche Virtual: Guiche Virtual é a plataforma independente líder na venda de passagens de ônibus online.

O programa inclui mentoria intensiva de engenheiros e gerentes de produto do Google, e outros mentores das principais empresas de tecnologia e venture capital do Vale do Silício. Os participantes recebem 50 mil dólares de apoio sem contrapartida do Google, 100 mil dólares de créditos para a compra de produtos Google e acesso contínuo aos experts e recursos do Google durante os 6 meses de programa.

No total, quanto já foi investido em startups brasileiras pelo Launchpad Accelerator?

Com as quatro primeiras classes, o impacto do programa no Brasil chega a 24 startups. Isso representa um investimento total de mais de um milhão e duzentos mil dólares (1,2 mi) em capital semente. Além disso, as startups selecionadas receberam o equivalente a dois milhões e quatrocentos mil de dólares em créditos para gastar com produtos de Cloud do Google.

As três primeiras turmas do programa contaram com: AgroSmart, AppProva, BankFacil, Cuponeria, Delivery Direto, Dog Hero, Edools,Elo7, Emprego Ligado, GetNinjas, Hand Talk, Love Mondays, Mobills, Meus Pedidos, Portal Telemedicina, ProDeaf, Qranio, QuintoAndar, SuperPlayer e UpBeat Games.

A lista completa das startups selecionadas está neste blog post.

Tags, , , , ,

Columbia Business Solutions desenvolve plataforma inédita de gestão de recursos humanos na área da saúde

A Columbia Business Solutions acaba de disponibilizar ao mercado brasileiro a Mobi Saúde – Módulo de Business Intelligence, uma inovadora plataforma de gestão de recursos humanos, capaz de realizar a completa administração do recurso humano médico, auxiliando na operação das atividades do corpo clínico dentro de hospitais e centros de saúde.

“A Mobi Saúde é uma solução única, que não possui concorrência e que certamente será uma grande aliada dos hospitais, uma vez que traz segurança, controle e redução de custos”, ressalta Roberto Christiano, CEO da Columbia Business Solutions.

Fundada em 2014, a Columbia Business Solutions iniciou sua operação com o desenvolvimento do YouDoctor, uma plataforma gratuita de gestão de escala médica lançada em 2015. Atualmente, 28 hospitais e centros de saúde e mais de 40 serviços já utilizam a ferramenta no país.

“Estamos sempre em busca de novas tendências, por isso continuamos a inovar e desenvolver soluções. A plataforma Mobi Saúde trata-se de uma versão aprimorada do YouDoctor e atende de forma mais completa as necessidades de gestão de recursos humanos médicos”, ressalta Christiano.

Além das soluções de automação de escala do YouDoctor, a plataforma Mobi Saúde, conta com módulos que permitem que os hospitais tenham total domínio da gestão do corpo clinico. Integrados, os módulos – financeiro, de recursos humanos, de qualidade, de educação continuada, de gestão e supervisão -, otimizam o gerenciamento das atividades médicas, por meio de relatórios gerenciais em tempo real, controles de acesso, cadastros com gerenciamento, treinamento, localização e check-in mobile.

A ferramenta automatiza, atualiza e controla toda a escala médica, proporcionando maior segurança ao corpo clínico, uma vez que está totalmente alinhada às normas do CRM, CFM e à legislação brasileira. Além disso, do ponto de vista tecnológico, a Mobi Saúde está 100% na nuvem, portanto é de fácil e rápida implantação e possui uma interface amigável e intuitiva, facilitando a adaptação dos usuários. A nova solução da Columbia Business Solutions possui ainda módulos de comunicação entre gestores e equipe médica e cria relatórios gerenciais das atividades e folha de pagamento das horas trabalhadas.

Christiano ressalta que a plataforma traz segurança ao hospital, já que o gerente passa a ter controle de seu corpo clínico. “Além de cadastro e CVS, é possível identificar o profissional escalado e entrar em contato a qualquer hora de forma rápida e direta. Outro benefício é a transmissão de informações para um grande número de médicos. Desta maneira é possível gerenciar quem acessou essas informações e avaliar o nível de desempenho ao absorvê-las, em um contexto de educação continuada”, explica. O controle preciso da folha de pagamento aliado à gestão de desempenho fornecidos pela Mobi Saúde geram economia ao hospital, uma vez que menos funcionários conseguem coordenar um maior número de médicos. “As instituições de saúde também minimizam custos por não haver desperdício com pagamento de horas extras desnecessárias”, finaliza Christiano.

Tags, , ,

Política global e incerteza econômica criam uma nova classe de inovadores digitais

A despeito de dois terços (64 por cento) das organizações terem adaptado sua estratégia de tecnologia devido à política global e incerteza econômica sem precedentes, 89 por cento estão mantendo ou ampliando o investimento em inovação, incluindo em trabalho digital. Mais da metade (52 por cento) está investindo em mais plataformas de tecnologia para ajudar sua organização a inovar e a se adaptar.

Isso é de acordo a pesquisa 2017 Harvey Nash/KPMG CIO, a maior pesquisa sobre liderança de TI do mundo. Embora a incerteza econômica esteja tornando o planejamento de negócios mais difícil em muitas organizações, está claro que estratégias digitais têm infiltrado os negócios em todo o globo em um nível inteiramente novo. A proporção de organizações entrevistadas que possuem estratégias digitais em toda a empresa aumentou 52 por cento em apenas dois anos, e aquelas organizações com um Executivo Digital aumentaram em 39 por cento durante o último ano. Para ajudar a transmitir essas estratégias digitais complexas, as organizações também relatam uma grande demanda por Arquitetos Empresarias – a habilidade tecnológica decrescimento mais rápido este ano, com um aumento de 26 por cento em relação ao ano de 2016.

A vulnerabilidade da segurança cibernética está em alta recorde, com um terço dos líderes de TI (32 por cento) relatando que sua organização esteve sujeita a um importante ataque cibernético nos últimos 24 meses – um aumento de 45 por cento desde 2013. Somente um em cinco (21 por cento) diz “estar bem” preparado para responder a esses ataques, uma queda quando comparado com os números de 2014, de 29 por cento. A despeito dos ataques dignos de atenção das manchetes de jornais, como o recente ataque ransomware WannaCry, a maior alta de ameaças bem de ataques internos, com um aumento de 40 por cento para 47 por cento durante o último ano.

Sobre a Pesquisa

A 2017 Harvey Nash/KPMG CIO Survey é a maior pesquisa de liderança de TI do mundo em termos de números de entrevistados. A pesquisa com 4.498 diretores de informação e líderes de tecnologia foi realizada entre 19 de dezembro de 2016 e 3 de abril de 2017, em 86 países.

Para mais informações sobre a pesquisa e para solicitar uma cópia na íntegra dos resultados, acesse http://www.hnkpmgciosurvey.com

Tags,