Page

Author admin

Primeiro robô colaborativo do mundo será destaque na Fispal Tecnologia

903229_1 A ABB será destaque na Fispal deste ano com o primeiro robô colaborativo do mundo, o YuMi, no final da linha de produção e em contato direto com os visitantes no demonstrador da Indústria 4.0, principal projeto desta edição da feira.

Os visitantes com a credencial de acesso terão a experiência inédita de acompanhar a preparação de um sorvete totalmente customizado em uma linha de produção com as tecnologias da indústria do futuro e conferir um histórico interativo das últimas revoluções industriais.

Outros robôs e inversores industriais da multinacional suíço-sueca estarão presentes ao longo da linha de produção que estará em um espaço de 300 m² na feira, além do estande da companhia.

Para Marcelo Palavani, Gerente Geral da unidade de negócios de Inversores de Frequência da ABB Brasil, a participação na Fispal Tecnologia é estratégica para a companhia. “Apostamos no potencial de crescimento do segmento de alimentos e bebidas e estar na feira reforça nosso comprometimento com esse mercado, além de possibilitar estarmos mais pertos de clientes e parceiros.” Na opinião do executivo, a presença de robôs e equipamentos da ABB no demonstrador da Indústria 4.0 da Fispal deve atrair a atenção do público: “Além de outros robôs ao longo do demonstrador, teremos o YuMi no contato direto com as pessoas por ser um robô colaborativo, entregando o produto final e mostrando a robótica no nosso dia a dia.”

As soluções e produtos em robótica, automação de processos industriais e em eletrificação voltados para o segmento de alimentos e bebidas da ABB também poderão ser vistos no estande E-11. Lá será possível conversar com os especialistas da ABB e conferir as principais novidades e tendências em manipulação de alimentos e bebidas, encaixotamento, paletização, segurança e higiene.

Fornecedora líder em robôs industriais, a ABB já instalou mais de 250 mil robôs ao redor do mundo, além de fornecer softwares robóticos, equipamentos periféricos, células modulares de fabricação e serviços para soldagem, manuseio, montagem, pintura e acabamento, separação e preparação de pedidos, embalagem, paletização e alimentação de máquinas.

Fispal Tecnologia – Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e Bebidas

Data: 27 a 30 de junho
Horários: das 13h às 20h
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes – km 1,5)
Estande: E-11
Entrada franca

Tags, , , , , , ,

O2O: o futuro para os negócios? – Por Alex Tabor

O conceito chinês do O2O (online to offline) nada mais é do que a oferta de produtos ou serviços que o consumidor usa no mundo físico, mas que são comprados pela internet. Esse é um termo relativamente novo, mas que está crescendo rapidamente. De acordo com dados da Associação Brasileira de O2O, as empresas desse setor cresceram mais de 30% em 2016 em relação a 2015. Na China, o aumento chegou a 200% três anos atrás, o que mostra que o modelo de negócios está em grande ascensão e tem um enorme potencial.

Os aplicativos de serviços O2O, além de facilitar pagamentos, têm o objetivo de gerar uma experiência cada vez mais completa para os clientes, com foco em conveniência e rapidez. Quem imaginaria há alguns anos que seria possível chamar um táxi pelo celular ou comprar uma oferta de restaurante na hora do almoço e utilizá-la imediatamente, além de pagar a conta pelo próprio aplicativo? Hoje, estamos cada vez mais conectados e isso já se tornou realidade. Os smartphones viraram itens indispensáveis no nosso dia a dia e quem investe pesado em tecnologia tem um terreno fértil de negócios para explorar.

No Brasil, o Peixe Urbano foi uma das primeiras empresas a apostar nesse conceito quando, em 2010, lançou um serviço que divulgava pela internet uma oferta do mundo offline por dia. Em 2014, mudou seu modelo de negócios de compras coletivas para uma Plataforma de Ofertas Locais, aumentando o número de ofertas disponíveis para milhares, unindo ainda mais o mundo online ao offline. Outra ferramenta que a empresa adotou para disseminar o conceito O2O foi a geolocalização, que permite que a plataforma identifique a localização do usuário por meio do GPS do smartphone e o conecte com as empresas parceiras mais próximas. Atualmente, as compras realizadas via aplicativo representam mais de 50% dos cupons que são utilizados no mesmo dia.

As empresas que já adotaram essa tendência certamente saíram na frente. Para as que ainda pretendem trazer o O2O para o seu negócio, é necessário que possuam um aplicativo que suporte todas as suas demandas, para que os seus usuários tenham uma ótima experiência e para que o aplicativo seja lembrado, acima de tudo, como uma ferramenta útil para o dia a dia. Se o aplicativo não for robusto e não possuir boa interface e funcionalidade, os usuários irão baixá-lo e imediatamente deletá-lo, para dar espaço ao próximo app e não ocupar o armazenamento de seus smartphones. Pode soar clichê, mas em tempos efêmeros e dinâmicos, a primeira impressão é a que fica…

Alex Tabor, CEO e cofundador do Peixe Urbano, maior plataforma de e-commerce local do Brasil

Tags, , , ,

Fintech lança tecnologia integrada para emissão de cartão de crédito em pulseiras contactless e também no celular

A paySmart, uma Fintech B2B que atua na área de pagamentos eletrônicos, lança no CIAB Febraban 2017 uma solução para a emissão de cartões virtuais no celular e em pulseiras contactless via NFC. O cliente final também pode solicitar a impressão do cartão em caixas eletrônicos (ATMs) equipados com impressoras de cartões. A tecnologia elimina prazos de entrega, reduz custos de produção e combate fraudes no e-commerce, uma demanda crescente de emissores de cartões no Brasil e no mundo. Nos grandes centros os cartões e pulseiras demoram mais de 10 dias para serem entregues aos clientes. Em pequenas cidades, este prazo é maior.

A empresa é uma das finalistas do Fintech Day, uma competição realizada durante o CIAB Febraban para incentivar e apoiar negócios entre instituições financeiras e as empresas criadoras de soluções inovadoras e disruptivas. A paySmart também terá encontros durante o evento com as principais lideranças de TI do mercado financeiro e de cartões para apresentar a novidade.{

A seleção da paySmart para o Fintech Day foi baseada na inovação proposta pela empresa, que visa atacar o problema de três maneiras, segundo conta Daniel Nunes de Oliveira, CEO da companhia: “é uma solução que engloba tokenização, preparação remota de dados e emissão Instantânea. A preparação de dados remota e a emissão instantânea reduzem custos e prazos de entrega e tokenização ajuda a eliminar a fraude no e-commerce.

A integração com o serviço de preparação remota de dados é realizada por meio de APIs e permite personalizar cartões e pulseiras de crédito, débito e benefícios nas bandeiras Visa, MasterCard, Elo, Cabal, além de cartões de benefícios e frotas de dezenas de bandeiras independentes. O emissor envia para a paySmart os dados principais do portador do cartão (nome, data de validade, código de produto etc.) e a empresa gera as chaves, prepara todos os dados de acordo com o padrão internacional EMV (Europay, MasterCard, Visa) e entrega os dados para o celular personalizar o chip na pulseira, ou para um PC para a personalização o chip no cartão via impressora.

Personalização de pulseiras via celulares NFC – A solução permite que o cliente final possa comprar uma pulseira contactless sem dados (“ao portador”) em uma banca de jornais ou supermercado e utilize o seu próprio celular – ou o celular do lojista – como a impressora virtual para emissão instantânea, sendo que a transmissão dos dados para a pulseira acontece pela interface NFC do telefone. Toda a complexidade de proteger o tráfego entre o emissor e a pulseira, trabalhar com chips de diferentes sistemas operacionais e de diferentes fabricantes etc., é tratada transparentemente pela paySmart.

Tokenização e cartões virtuais – Permite que emissores gerem um cartão virtual tokenizado válido para uma única compra, ou um cartão virtual tokenizado para uso recorrente. Pode ser usado em pagamentos usando aplicativos móveis ou sites de e commerce. Disponível para iOS e Android.

Personalização através de impressoras de pequeno porte, incluindo impressoras dentro de ATMs – A personalização dos cartões físicos é feita em estações de personalização conectadas a impressoras de pequeno porte que fazem impressão térmica dos dados do portador do cartão e o carregamento dos dados no chip. A tecnologia de emissão instantânea em ATMs será mostrada no CIAB em terminais de autoatendimento da Saque e Pague, que está integrada com a paySmart e já tem diversos caixas eletrônicos capazes de emitir cartões na hora, com validação biométrica, impressão frente e verso do cartão, gravação da tarja magnética e carregamento dos dados do chip.

A solução paySmart é compatível com cartões das principais personalizadoras do mercado, entre elas Valid, Gemalto, G&D, Oberthur, Morpho, Thomas Greg & Sons, Intelcav, Alterosa e Jallcard.

“Além de tecnologia de ponta, ambientes redundantes nos principais datacenters financeiros do país e APIs intuitivas, nós temos uma obsessão por atendimento. Temos entregado um atendimento com suporte 24×7 por telefone, internet e aplicativos móveis para Android e iOS”, explica o CEO.

Tags, , , ,

Hitachi Data Systems é a vencedora do Prêmio efinance 2017

A Hitachi Data Systems(HDS), uma subsidiária da Hitachi, Ltd. (TSE:6501) é eleita a vencedora do Prêmio efinance 2017, na categoria “Infra de Apoio ao Negócio” como resultado da parceria junto ao Banco de Brasília. O case “Alta Disponibilidade Ambiental Virtual com Storage Metro Cluster” foi contemplado como vencedor em meio a 300 projetos apresentados e reconhecido como responsável por efeitos positivos nos negócios da instituição financeira.

A ideia da premiação é destacar e contemplar os melhores projetos na área de TIC implantados em organizações financeiras do Brasil. A Comissão Julgadora reconheceu a concepção, construção e implementação do projeto da Hitachi Data Systems como um exemplo de tecnologia voltada para a área financeira que trouxe grandes impactos para a instituição no mercado brasileiro.

O Prêmio efinance já está em sua 17ª edição, e esta é a 4ª vez que a HDS é escolhida como vencedora, sendo outras 3 vezes com outros clientes. A premiação acontece no dia 7 de junho, a partir das 20h, no Espaço Villa Blue Tree, em São Paulo.

Tags, ,

Cisco destaca a transformação digital no setor financeiro durante o Ciab Febrabran 2017

A Cisco, líder mundial em Tecnologia, participa do Ciab 2017, congresso referência na América Latina em tecnologia da informação para o setor financeiro. A companhia, que é uma das patrocinadoras do evento, apresentará as principais soluções tecnológicas voltadas ao mercado financeiro, em prol da continuidade da digitalização dos bancos e da segurança cibernética. O evento acontece entre os dias 06 e 08 de junho, no Expo Transamérica, em São Paulo.

“Adaptar-se às transformações digitais que o mundo está passando é um ponto crucial para as empresas se destacarem em seus segmentos. A digitalização é um processo de evolução contínua que oferece às instituições financeiras a oportunidade de reinventarem modelos de negócios para que inovem e melhorem a oferta de seus serviços. Este é o momento certo para essas empresas ganharem competitividade e liderança no mercado“, afirma Marcus Luz, diretor de vendas, do segmento de Enterprise, da Cisco do Brasil.

Entre os resultados que podem ser alcançados com a adoção de processos cada vez mais automatizados estão: o aprimoramento para lidar com os desafios regulatórios do setor financeiro; retenção da força de trabalho qualificada e maior personalização no relacionamento com o cliente. “A proteção de dados e sistemas no mercado financeiro é um ponto fundamental, já que ataques cibernéticos podem causar prejuízos significativos”, acrescenta Luz.

Demonstrações no stand

No estande (B31), além de vídeos, a Cisco fará demonstrações de produtos que contribuem para acelerar o processo de “Transformação Digital”, destacando sua plataforma de analytics, data centers, UCS e Hyperflex, além de soluções de segurança e a Digital Network Architecture (DNA), arquitetura que congrega virtualização, automação, análise, gerenciamento de serviços em nuvem e uma programação aberta e extensível, garantindo alta capacidade de automação de seus serviços, proteção dos dados e agilidade de resposta, com a melhor eficiência em seu consumo de banda. “Esta arquitetura ajuda as empresas em sua jornada de transformação digital por oferecer análises de dados em tempo real, além de possibilitar a redução de custos e ampliar a segurança”, completa o executivo.

As demonstrações abordarão tópicos como: experiência do cliente, sobre a jornada do atendimento no agência; transformação do espaço de trabalho, por meio da ferramenta de colaboração e segurança digital, com foco em fraudes e ciberataques, além da agilidade de TI na infraestrutura de data center (cloud e analytics).

Palestras e painel

Com o tema “Ser Digital”, os especialistas da Cisco também participarão de uma série de palestras durante o evento. Para encerrar o Ciab, Laercio Albuquerque, presidente da Cisco do Brasil, participará do painel “Reinvenção Digital em Serviços Financeiros”. Veja a programação completa abaixo.

Cisco no Ciab 2017

Painel: O Futuro das Agências e as Agências do Futuro

Palestrante: Andrea Fodor, Gerente Regional de Vendas da Cisco

6/6/2017 – 15h30 às 16h45
Auditório: G3

Painel: Plataformas Digitais: a conversão de serviços para Cloud Computing

Palestrante: Marcelo Moreira, Gerente Sênior de Engenharia para Cloud e Manager Services da Cisco América Latina

6/6/2017 – 17h15 às 18h30
Auditório: G1

Painel: Micro serviço – desacoplamento de arquitetura

Palestrante: Rodrigo Espinha, Consultor de DC para mercado financeiro

8/6/2017 – 11h30 às 12h45
Auditório: G1

Painel: IoT – A Inteligência dos Dispositivos

Palestrante: Ghassan Dreibi, Gerente de Desenvolvimento de Negócios de Segurança para LatAm.

8/6/2017 – 14h às 15h15
Auditório: G2

Painel: Reinvenção Digital em Serviços Financeiros

Palestrante: Laercio Albuquerque, Presidente da Cisco do Brasil

8/6/2017– 14h às 15:15
Auditório FEBRABAN

Tags, , ,

eBay Launches New Brand Platform “Fill Your Cart With Color”

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=ZBcl7oqKtvE[/embedyt]

Today’s shoppers are yearning to be themselves in the sea of sameness that is traditional retail. A new study conducted by eBay found that 9 in 10 Americans (93%) want the things they buy to reflect the “real them,”1 and eBay is echoing this growing sentiment with the launch of “Fill Your Cart With Color.” The rallying cry, developed with eBay’s new global creative agency 72andSunny Los Angeles, reflects the essence of the eBay brand – celebrating individuality and self-expression – and highlights all the ways eBay enables anyone to shop vibrantly, break away from the “beige” conformity of traditional commerce, and live colorfully.

“Fill Your Cart with Color” is a new brand platform for eBay, kicking off with a new TV spot followed by an approach that will live across TV, cinema, OOH, display and social. It integrates the introduction of an enhanced and more personalized eBay shopping experience, which now includes a reimagined homepage that’s responsive to each user’s interests. Leveraging Artificial Intelligence and Machine Learning technology, shoppers receive tailored recommendations across all categories with each new site visit, and an inventory mix that’s truly unique to them.

“Individuality and self-expression are at the heart of the eBay brand, delivered through an extraordinary breadth of inventory from around the world,” said Karl Isaac, Vice President of Global Brand at eBay. “As consumers pursue their passions and reject conformity, both in commerce and culture, ‘Fill Your Cart With Color’ celebrates the things that truly make people unique, and connects to what people love about eBay, from new and unique items to personalized experiences. Now, more than ever, eBay empowers people to find exactly what they love and express who they are.”

To create eBay’s new brand platform, 72andSunny Los Angeles commissioned three directors to capture what makes eBay different. The directors, whose resumes include feature films, music videos and creative work for top global brands, are Bridget Savage Cole, Josh Nussbaum and Director X. These esteemed creators each shot their component of the spot separately, in Chicago, Los Angeles and New York, respectively.

“eBay is built on the diversity of the buyers and sellers that make up our marketplace – they create a rich and dynamic environment for commerce that is unmatched in possibilities,” said Suzy Deering, Chief Marketing Officer for eBay North America. “Our priority as a business is to marry our streamlined, personalized shopping experience with our unparalleled selection of inventory to meet the evolving needs of millions of shoppers – uniquely enabling them to shop the products that they love.”

The new creative also captures real, vibrant people – from a celebrated artist, to a sneaker aficionado, to one of the country’s most sought-after fly fishing guides – sharing their real passions, personality, and perspectives. Each highlights selections from eBay’s cross-category merchandise and just a few of the ways shoppers can use eBay to find what’s perfect for them.

“Real people curate their lives with a spectrum of things, and it’s impossible to script that, it has to be captured in the moment,” said 72andSunny Executive Creative Director and Partner Matt Murphy. “We took a completely different production approach, collaborating with multiple directors to show real people, their passions, interests and hobbies, and how they express themselves with what they shop for.”

With more than 1.1 billion listings and 80% of all items sold brand new, eBay enables any shopper to find the perfect item and fill their cart with color.

Tags,

Catho tem economia de custos de TI com gerenciamento de ativos e consultoria da Brasoftware

S2Publicom_strip_91284_1_full

Com a pluralidade da internet, plataformas tecnológicas voltadas ao mercado de empregos, carreira e empregabilidade têm ganhado cada vez mais destaque. A Catho, por exemplo, faz a intermediação do contato entre trabalhadores em busca de uma vaga e empresas à procura de profissionais, e oferece serviços e recursos que podem auxiliar o profissional em diversas fases de sua carreira. Além disso, o site permite que novos assinantes façam um teste gratuito por sete dias.

Com aproximadamente oito milhões de currículos cadastrados, o “classificado online de empregos”, como definiu Eber Duarte, Diretor de TI da Catho, tem no escritório de Barueri, na Grande São Paulo, cerca de 830 funcionários. A empresa buscou a Brasoftware, uma das maiores e mais tradicionais parceiras da Microsoft no Brasil, para ajudá-los em um projeto de gestão de seus ativos, uma vez que a Catho fazia aquisições individualizadas de licenças de softwares.

Após a execução do SAM, realizado no final de 2016, a Catho passou a ter um painel de controle, onde pode identificar oportunidades de otimização de hardware e licenciamento de software. “Com nosso projeto, o cliente tem uma fotografia dinâmica dos seus ativos, e através de metodologia de uso e instalação, conseguimos apresentar à Catho a otimização do licenciamento em servidores que estavam, por exemplo, duplicados. Isso trouxe uma nova gestão e ampliação das políticas internas com maior conformidade”, ressaltou Fernando Brito, Gerente de SAM na Brasoftware.

A Brasoftware também esteve envolvida na migração da versão do Microsoft System Center, solução destinada para a gestão de TI, infraestrutura de servidores, estações de trabalho e dispositivos móveis. “Com o System Center, você gerencia com flexibilidade seus datacenters tradicionais, nuvens privadas e públicas”, continuou Fernando.

Outro projeto em andamento é a consolidação de servidores através da virtualização, otimizando os investimentos da Catho em licenciamento, manutenção e energia através da consolidação do datacenter atrelados ao ganho em Flexibilidade, Disponibilidade e Segurança.

“Além de garantir a padronização com o gerenciamento de templates, instalação de máquinas e desktops, a virtualização traz recursos suficientes para condensar mais máquinas em um único hardware; com a sobra (economia em licenciamento), atendemos várias demandas sem prejuízos de consumo, ganhamos agilidade e economizamos com os servidores”, destaca Eber.

Hoje o resultado do projeto de SAM permite à Catho não só estar compliance com as leis, mas também validar anualmente se a gestão de ativos tem evoluído e se mantido eficiente para o controle do parque de software.

Tags, , , , ,

Infobip participa do CIAB FEBRABAN 2017 e reforça sua presença no segmento bancário e financeiro

A Infobip, empresa que opera uma das maiores plataformas próprias de mensageria e comunicação do mundo, participa da 27ª edição do CIAB FEBRABAN, onde apresentará sua solução omni-channel de mensageria corporativa. Com a sua plataforma, as empresas têm acesso aos principais canais de comunicação, como SMS, e-mail, aplicativos de chat (Viber, Facebook e Line), voz e notificações push, em um único local. O evento, que acontece nos dias 6,7 e 8 de junho, será realizado no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Para sua implantação no Brasil, a solução omni-channel da Infobip recebeu, no ínicio de 2017, um investimento de mais de R$ 10 milhões. A plataforma processa cerca de 7 bilhões de transações por mês e está presente em cerca de 60% dos aparelhos celulares em todo o mundo.

No CIAB, o diretor de vendas Latam da Infobip, Yuri Fiaschi, participará de duas palestras: uma no dia 6 de junho, às 15h30, sobre Open API, e outra, no dia 8 de junho, sobre DevOps. A Infobip também promoverá um roundtable sobre international banking use cases, no dia 07 de junho às 14h, no qual trará cases internacionais de sucesso.

“A participação no CIAB que, atualmente, é o principal evento de inovação disruptiva, é uma oportunidade para reforçar a importância da Infobip no mercado e seu compromisso em oferecer soluções de acordo com as necessiades de cada segmento. Na ocasião, além de abordar temas referentes à indústria financeira, daremos enfoque na grande novidade da empresa: a solução Omni, meio responsável por integrar todos os canais de comunicação coorporativa, trazendo cada vez mais agilidade e interação nos processos de trabalho de nossos clientes”, comenta Yuri Fiaschi, diretor de vendas Latam da Infobip.

CIAB FEBRABAN 2017

Data: 06 a 08 de junho de 2017.

Local: Transamerica Expo Center

Endereço: Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro, São Paulo -SP

Mais Informações: http://www.ciab.org.br/

Tags, ,

Startups brasileiras podem ser escolhidas parceiras de uma das maiores siderúrgicas do mundo

A Vallourec Soluções Tubulares do Brasil, preocupada em desenvolver a cultura da inovação, está em busca de startups e empreendedores capazes de desenvolver soluções na área de data science, focadas em melhorar ou desenvolver novos serviços para os clientes do grupo. Denominado Vallourec Open Brasil, o programa vai selecionar startups que terão a oportunidade de desenvolver um projeto em conjunto com a Vallourec, recebendo a mentoria de profissionais, imersão e treinamento na empresa, além de acesso exclusivo à rede de fornecedores e clientes Vallourec. Poderão participar startups de base tecnológica do Brasil ou empreendedores individuais.

Para realizar a inscrição, as startups deverão realizar o download do formulário disponível no site www.vallourec.com/br. Uma vez preenchido o formulário, ele deverá ser encaminhado para vallourecopenbrasil@vallourec.com no período de 1º a 30 de junho. A lista das startups selecionadas será divulgada no dia 14 de julho.

Na segunda etapa da seleção, as startups selecionadas na Fase 1 deverão enviar um vídeo pitch de no máximo 5 minutos no formato MP4 com uma apresentação da empresa e uma proposta de projeto na área de Data Science voltada para a Vallourec. Os vídeos devem ser enviados no período de 14 de julho a 4 de agosto e não deverão exceder o tamanho de 2GB.

No máximo 10 startups serão selecionadas, com base na adequação às atividades da empresa e ao tema proposto, capacidade técnica para desenvolvimento do projeto, criação de soluções inovadoras e currículo dos integrantes (Lattes ou Linkedin). O resultado da seleção será divulgado no site no dia 18 de agosto.

Imersão e prática – Em setembro, as startups selecionadas participarão de uma etapa de imersão no Centro de Competências da Vallourec, no Rio de Janeiro, onde terão acesso a informações relacionadas ao negócio e aos processos da empresa para construir uma proposta de trabalho em conjunto com a Vallourec. As selecionadas terão ajuda de custo para essa atividade, que terá duração de cinco dias.

As propostas desenvolvidas serão apresentadas no dia 18 de setembro, para gestores nacionais e internacionais da empresa, que vão avaliar e selecionar até duas das melhores propostas. Os vencedores terão a oportunidade de implantar a sua proposta com a orientação dos profissionais da Vallourec. Mais informações podem ser obtidas no edital disponível em www.vallourec.com/br.

Sobre a Vallourec – A Vallourec é líder mundial em soluções tubulares Premium, fornecendo principalmente para os mercados de energia (Óleo & Gás, Geração de Energia). Sua experiência estende-se também ao setor industrial (incluindo Mecânico, Automotivo e Construção). Com usinas integradas em mais de 20 países e um avançado setor de Pesquisa e Desenvolvimento, a Vallourec oferece aos seus clientes soluções inovadoras em todo o mundo para responder aos desafios energéticos do século 21.

Tags, , ,

Falta de comunicação é a principal causa de problemas no ambiente corporativo

O desenvolvimento de competências e atividades numa empresa é sempre filtrado pela comunicação entre as pessoas. Por isso, não surpreende que uma pesquisa da Harvard Business School tenha constatado que 70% dos problemas das empresas estão ligados, direta ou indiretamente, a problemas de comunicação. Afinal, a comunicação está embebida em liderança, planejamento, finanças, treinamento, cooperação, compras, vendas, em tudo que fazemos. Pensando nessa dificuldade crescente nas corporações, a Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística (SBPNL) – pioneira em programação neurolinguística (PNL) no Brasil – desenvolve programas de treinamento customizados, diagnosticando e criando soluções caso a caso.

Entre os pontos mais afetados por essa má gestão da comunicação, estãoa capacidade de gerenciar pessoas (entendendo e respeitando cada indivíduo); o bom relacionamento entre os interlocutores; saber expressar posicionamentos com clareza (o que gera credibilidade na equipe), criatividade na solução de problemas, entre outros. “Esses são alguns aspectos que quando desenvolvidos, adequadamente, evitam retrabalho, acomodação dos membros da equipe, melhor distribuição de tarefas e um ambiente de diálogo aberto entre colegas e, entre a equipe e seu líder”, afirma Gilberto Cury, presidente da SBPNL.

A programação neurolinguística é um conjunto de ferramentas e técnicas de comunicação, por meio do qual se levam muito em consideração fatores que determinam a inteligência emocional de um indivíduo, sua sensibilidade, capacidade de percepção, intuição e flexibilidade, permitindo que possamos aprender e modificar modelos de comunicação interpessoal e intrapessoal em pouco tempo e de maneira eficaz. Permite, também, o autoconhecimento, que gera maior inteligência.

A qualidade do sucesso na liderança, por exemplo, depende da qualidade das habilidades pessoais de se comunicar e da qualidade da relação durante o processo comunicativo. É importante expressar nossos posicionamentos e objetivos com clareza, gerando uma atmosfera de confiança, com habilidade para influenciar nosso interlocutor.

Saber reconhecer sinais verbais e não verbais, distinguir qualidades de voz e entonação, conhecer estratégias e modelos de negociação, utilizar a criatividade para a solução de problemas, são alguns dos caminhos que a PNL oferece.

Assim, é preciso aproveitar as diferentes formas de pensamento para fortalecer a equipe e isso só se consegue por meio de uma gestão adequada, ou seja, por meio da comunicação efetiva. Para tanto, é preciso desenvolver essa capacidade, tanto na gerência, quanto nos colaboradores, fazer com que todos assimilem essa necessidade. Mas, não basta simplesmente falar, é preciso, realmente, se fazer entender. “É justamente oferecendo as ferramentas certas para cada indivíduo que a PNL auxilia o grupo e, consequentemente, a empresa a prosperar”, finaliza Cury.

Tags, , , , , , , ,

Escolha certa da plataforma de IoT é crucial para sucesso de um projeto – Por Luiz Carlos Faray

Oi_Luiz Carlos Faray

A Internet das Coisas promete ser a nova revolução do mercado nos mais variados setores, transformando os negócios em proporções ainda desconhecidas. Mesmo os mais céticos admitem que os sensores irão transformar nosso cotidiano e a forma como as empresas fazem negócios em modelos que ainda não foram vislumbrados. Agora, conectar bilhões de dispositivos, (as previsões falam em 50 bilhões até 2020) vai exigir maior performance das plataformas para que permitam tirar o máximo dos “smart objects”, tendo em vista que esses devices serão muito simples, baratos e terão poucos recursos. A plataforma de IoT é o elemento chave desse jogo e escolher a plataforma certa pode fazer muita diferença no futuro. Nesse artigo, será apresentada uma visão sobre alguns aspectos que devem ser considerados na escolha de uma plataforma de IoT.

Embora algumas arquiteturas considerem um modelo de conexão local com a plataforma usando servidores dedicados, os modelos em Cloud devem prevalecer, pois economicamente são mais viáveis, além de oferecer toda a elasticidade e flexibilidade que a nuvem proporciona na conexão das coisas. Assim, a nuvem pública (ou híbrida) deve ser o local apropriado para a coleta dos dados, processamento, armazenamento, análise e interface das pessoas com as coisas, de modo a maximizar o retorno. Ainda assim, o volume de conexões será tão elevado que seria tecnicamente impossível enviar todos os dados gerados nos sensores diretamente para o processamento na nuvem. Portanto, deve existir um processamento distribuído com filtros e análise dos dados realizada localmente antes do envio para nuvem, otimizando assim o consumo e custos da conectividade. A este tipo de processamento local chamamos de FOG (neblina) Computing. Como em IoT a maioria das aplicações será de missão crítica, esta capacidade de processar rotinas localmente preserva a operação, mesmo em condições de instabilidade dos links de conexão. Dessa forma, entendo que a plataforma ideal deve suportar as duas possibilidades, com processamento em nuvem e distribuído para aproveitar os benefícios de ambos os cenários.

As questões relativas à segurança e privacidade dos dados estão entre as maiores preocupações das empresas. Essa preocupação é natural, uma vez que muitos dados estratégicos passam a fluir pelos sensores e podem gerar muitos prejuízos se forem utilizados de forma indevida ou ilegal. Imagine se os dados de volume de clientes que passam em frente a uma determinada loja bem como os dados da fração deles que decidem entrar nesta loja caem nas mãos do concorrente. As plataformas devem prever total controle e “ownership” dos dados e é prioritário que implementem algum mecanismo robusto de criptografia.

Existem no mercado, plataformas abertas (Open Source) e proprietárias. As plataformas Open Source tendem a mais ser promissoras pelas possibilidades de integração que as aplicações “open” proporcionam e pelos requisitos que o ecossistema de IoT vão demandar. Esse é tema é ainda nebuloso na indústria com o surgimento quase que diário de muitas plataformas abertas como FIWARE, IoT-Framework entre outras.

Outro ponto relevante a ser considerado na decisão sobre uma plataforma de IoT é disponibilidade de um marketplace. Isso tornará mais fácil a vida dos desenvolvedores, de modo a integrar funcionalidades e automações já desenvolvidas em “pacotes”. O uso de “bots” e inteligência artificial através de uma simples aquisição via marketplace aumentará muito o potencial das novas aplicações. A disponibilidade de APIs (Application Programming Interface) é um elemento essencial. A oferta de bibliotecas de APIs pode aumentar muito a usabilidade e integração dos dados das plataformas e aplicações das empresas, tirando o máximo proveito da Intenet das Coisas.

Concluindo, é recomendável uma plataforma de IoT que (1) que suporte à integração de diferentes hardwares, (2) que opere em Cloud com processamento distribuído, (3) implemente eficientes mecanismos de autenticação, gestão de identidades e criptografia dos dados das coisas, (4) utilize padrão Open Source, (5) disponibilize um ecossistema de aplicações voltados para IoT no marketplace e por fim (6) possuir um conjunto generoso de API tornando a adoção de IoT muito simples e com benefícios para negócios muito mais.

Luiz Carlos Faray, diretor de TI do B2B da Oi e membro do grupo de pesquisadores do Projeto IoT do GVcia

Tags

Indústria 4.0 no setor farmacêutico: fique de olho nesta tendência

Devido a sua alta variedade de produtos, a Indústria Farmacêutica é sem dúvida uma das mais complexas. Por isso, manter um controle seguro e preciso é essencial para evitar problemas indesejados no futuro, incluindo altos custos com o gerenciamento dos processos fabris.

Com a chegada da Internet das Coisas, já é possível enxergar um mundo cada vez mais participativo por meio da integração dos mais diversos dispositivos. A Indústria 4.0 é realidade a partir da aplicação da IoT em seus mais variados segmentos industriais, automotivos, de energia e, também na área da saúde. “O nosso grande desafio é que o tema Indústria 4.0 ainda é relativamente desconhecido no Brasil, desta maneira, existe uma infinidade de oportunidades a serem exploradas”, revela Gabriel Salvate, gerente de vendas da Telit, líder global em Internet das Coisas.

O especialista explica que, em especial no setor farmacêutico, a utilização da tecnologia permite um bom monitoramento de intercâmbio de dados do processo produtivo de uma maneira que otimize o processo. Além disso, por meio da tecnologia, é possível que exista maior interação entre todos os elementos da cadeia de produção e distribuição. Devido a suas inúmeras aplicações, as diversas vantagens que a Indústria 4.0 proporciona devem ser mais exploradas por este setor.

Não à toa, a Indústria 4.0 será um dos temas de destaque no Sindusfarma, que será realizado nos dias 05 e 06 de junho, na própria sede da entidade, em São Paulo. No primeiro dia de evento, às 14h45, o executivo ministrará a palestra “A Indústria 4.0 e a integração horizontal da indústria farmacêutica” que, por sua vez, abordará os conceitos básicos sobre a atual Indústria 4.0 no setor farmacêutico, além de trazer alguns cases de sucesso ao redor do mundo.

SINDUSFARMA – WORKSHOP: A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA E A ERA DAS TECNOLOGIAS EXPONENCIAIS – INDÚSTRIA 4.0

Data: 05 e 06 de junho de 2017

Local: Rua Alvorada n°1280 – Vila Olímpia

Palestra: A Indústria 4.0 e a integração horizontal da indústria farmacêutica

Data da palestra: 05 de junho de 2017

Horário: 14h45

Para mais informações, acesse: http://www.sindusfarma.org.br/newsletter1351.html

Tags, , , ,