Page

Author admin

Atos abre 500 vagas CLT para os Jogos Olímpicos Rio 2016

A Atos, líder internacional em serviços digitais e parceira mundial de TI do Comitê Olímpico Internacional (COI), abre 500 vagas para atuação em suporte de TI nos Jogos Olímpicos Rio 2016 em venues de competição e não competição.

O processo seletivo irá de março a agosto, quando começa a competição. As vagas disponíveis são para suporte, especialista em servidores, líder de projetos e coordenador de infraestrutura.

As oportunidades técnicas não exigem experiência profissional. O único requisito é ter iniciado um curso técnico ou uma Faculdade de Tecnologia da Informação. Já para as vagas de suporte, é necessário ter experiência na função e graduação em TI. Inglês é um diferencial no processo seletivo para todas as posições.

“Nós, da Atos, estamos muito felizes e orgulhosos em fazer parte do maior evento de esporte do mundo, que são os Jogos Olímpicos. Gerar oportunidades de emprego é sempre extremamente gratificante e buscamos talentos de todo país”, afirma Francisco Fay, diretor de Recursos Humanos, Marketing e Comunicação da Atos América do Sul.

As contratações são CLT e por prazo determinado, porém há oportunidade de efetivação após o término do contrato, que será válido durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Os benefícios oferecidos pela Atos são: plano de saúde, plano odontológico, previdência privada, seguro de vida, vale-refeição, convênio com farmácias cadastradas e curso de idiomas e Universidade Global corporativa com mais de 2.000 opções de treinamentos.

Para efetuar a inscrição, basta o interessado acessar o site vagas.com/atos.

Tags, ,

Dilma confirma Lula na Casa Civil e Jaques Wagner no gabinete da Presidência

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff informou, há pouco, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumirá a chefia da Casa Civil no lugar do ministro Jaques Wagner, que passará a comandar o Gabinete Pessoal da Presidência da República.

Em nota, Dilma informou ainda que o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC) será ocupado pelo deputado federal Mauro Ribeiro Lopes (PMDB-MG).

A presidenta da República agradeceu ao ministro interino, Guilherme Ramalho, “pela sua dedicação” à frente da SAC.

De acordo com o site do Partido dos Trabalhadores, a posse de Lula será na próxima terça-feira (22).

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC

Tags, , , , ,

Empresário cria rede de assistência técnica para smartphone e fatura mais de 2 milhões de reais

A Conserta Smart, maior rede de assistência técnica para smartphones e tablets é líder em seu segmento. A rede atualmente realiza mais de 800 ordens de serviço por dia, em mais de 60 unidades espalhadas por todo o Brasil e fatura mais de R$ 2 milhões. A empresa oferece atendimento ágil ao cliente e proporciona ao seu franqueado uma estrutura sólida de negócio e com baixo investimento.

Criada pelo empresário Felipe Marchese, que atuou na área de varejo e telecom por 10 anos, após seis meses da criação de sua primeira loja, a Conserta Smart se tornou uma rede de franquias. O empresário notou há 3 anos atrás a dificuldade que os consumidores tinham em encontrar uma assistência técnica para seu smartphone, principalmente com valor de acessível e que o conserto fosse realizado rapidamente. “Identificamos a grande lacuna que o setor tinha e criamos uma rede onde o consumidor encontra-se assistência rápida e com baixo custo”, afirma Felipe Marchese, CEO da Conserta Smart.

A rede oferece para os consumidores mais de 50 tipos de serviços para smartphones e tablets, entre eles consertos em geral, limpeza, venda de acessórios, entre outros serviços, onde em alguns casos, o cliente pode fazer acompanhamento online da sua ordem de serviço através do site. Todos os funcionários e franqueados da rede recebem treinamentos constantes com especialistas e engenheiros do setor para oferecer o melhor serviço ao consumidor. Segundo Felipe, “a Conserta Smart criou um centro de treinamento na cidade de Campinas, em São Paulo, para treinar todos os funcionários e franqueados da rede e assim habilitá-los para trabalharem com todas as marcas e modelos de smartphones e tablets do mercado.”

O número de brasileiros que utilizam smartphone chegou a 76,1 milhões no terceiro trimestre de 2015, onde mais de 51% dos usuários já possuem seu aparelho há mais de um ano, segundo pesquisa da Nielsen IBOPE. Assim como o aumento no número de smartphones e tablets, a situação econômica do país também contribuiu para o crescimento da rede. Felipe comenta que “com a crise, aumentou o interesse na aquisição da franquia e aumentou o número de clientes que preferiam consertar seu aparelho ao invés de adquirir um novo.”

Para adquirir uma franquia da rede, é necessário o investimento de R$ 14,900 e obter um local com no mínimo 25m². A média de retorno do investimento é de seis meses e a empresa oferece todo o suporte ao franquiado, além de treinamento com profissionais especializados.

Tags, , ,

GFT abre inscrições para o concurso de startups GFT CODE n16: Desvendando a Disrupção Digital

A quinta edição do concurso internacional GFT CODE_n irá abordar na edição deste ano o tema “Desvendando a Disrupção Digital’. Pioneiros digitais têm até 31 de maio de 2016 para se candidatarem. Os finalistas irão competir pelo GFT CODE_n Award e um prêmio no valor de 30 mil euros em um dos quatro temas centrais: Applied FinTechs, Connected Mobility, HealthTech e Fotônica 4.0.

Um júri de especialistas irá selecionar as 50 startups finalistas que irão apresentar seus modelos de negócios de vanguarda no new.New Festival, no Centro de Arte e Mídia (ZKM – Zentrum für Kunst und Medientechnologie), localizado em Karlsruhe, na Alemanha. O evento ocorre de 20 a 22 de setembro de 2016 e será aberto ao público, o que representa uma oportunidade ideal para gerar publicidade e formar redes de negócios.

Outro objetivo do evento é discutir como a transformação digital tem influenciado a indústria e também incentivar a troca de insights sobre as tendências digitais do futuro entre os participantes. Em outras palavras, o novo vai se fundir com o tradicional e startups inovadoras vão se reunir com empresas estabelecidas no mercado.

Startups interessadas em participar do concurso podem candidatar-se no connect.code-n.org/, desde que tenham sido fundadas até 2011. As 50 finalistas, além de contarem com bastante espaço para mostrarem o seu negócio, poderão participar de conferências, pitch sessions e workshops, que serão organizados pela GFT Technologies SE, iniciadora do GFT CODE_n, e seus parceiros: Accenture, Ministério Federal de Educação e Pesquisa (BMBF), Hewlett Packard Enterprise(HPE), e TRUMPF. Um dos objetivos do new.New Festival é dar às startups uma oportunidade de conquistar o júri com as suas ideias visionárias e seus modelos de negócios sustentáveis inovadores.

“Estamos à procura de aplicações pioneiras e modelos de negócios baseados em TI que permitam a transformação digital de indústrias inteiras e que melhorem de forma permanente a qualidade de vida das pessoas”, afirma Ulrich Dietz, iniciador do GFT CODE_n e CEO do Grupo GFT.

Para a GFT Brasil, existe muito espírito empreendedor, mas que ainda estão na superfície, fora do alcance de todos. “Contudo, há uma forte demanda por diferentes tipos de ideias de negócios e tecnologias – ideias inovadoras que melhorem a qualidade de vida, que conectem pessoas em todo o mundo e que garantam o crescimento do negócio a longo prazo”, comenta o managing director Latam do Grupo GFT, Marco Santos.

Tags

Internexa assina acordo para usar novo cabo submarino BRUSA da Telefónica

A Telefónica acaba de anunciar acordo com a Internexa, empresa do Grupo colombiano ISA que oferece serviços de infraestrutura de telecomunicações, acesso à Internet e soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação no continente americano. O acordo de longo prazo contempla a compra de direitos de uso de frações de fibra apagada do cabo submarino BRUSA da Telefónica, novo cabo que conectará o Brasil aos Estados Unidos, além do SAM-1 e Pacific Caribbean Cable System (PCCS), cabo implantado em consórcio com outras empresas ano passado. O acordo foi possível graças à relação histórica que uniu Internexa a Telefónica, tornando ambas parceiras no desenvolvimento de grandes projetos.

Esta nova infraestrutura permitirá à Internexa conectar Brasil e Colômbia com os Estados Unidos, ampliar sua rede de fibra ótica de 30 mil para 60 mil quilômetros e promover o desenvolvimento da banda larga na região, reforçando sua posição como empresa de telecomunicações Tier-1 no continente.

O acordo surge pouco depois da Telefónica anunciar a implantação de seu maior investimento em um ativo de infraestrutura na última década, o BRUSA, novo cabo submarino de 11 mil quilômetros que conectará Rio de Janeiro e Fortaleza, no Brasil, com San Juan em Porto Rico e Virginia Beach nos Estados Unidos e começará a operar no início de 2018.

BRUSA fará parte da Telxius, a nova empresa global criada pela Telefónica para otimizar seus ativos de infraestrutura e que, gradualmente, irá incorporar alguns deles, inclusive parte de sua rede de torres de telefonia móvel e de cabos submarinos de fibra ótica.

Tags, , , , ,

CERT.br aponta aumento de notificações de ataques a servidores Web

O Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) recebeu, em 2015, 722.205 notificações de incidentes de segurança envolvendo redes conectadas à Internet no País, número 31% menor que o total de 2014. Reportados ao CERT.br voluntariamente por administradores de redes e usuários de Internet, os incidentes de segurança são divulgados, desde 1999, por meio de gráficos e dados estatísticos.

No ano passado, as notificações de ataques a servidores Web destacaram-se com aumento de 128% em relação a 2014, totalizando 65.647 notificações. Os atacantes exploram vulnerabilidades em aplicações Web para, então, hospedar nesses sítios páginas falsas de instituições financeiras, Cavalos de Troia (usados para furtar informações e credenciais), ferramentas utilizadas em ataques a outros servidores Web e scripts para envio de spam ou scam.

“A segurança deve ser pensada e implementada logo no início do desenvolvimento Web, no processo de especificação de requisitos de um software, na concepção inicial de um sítio. Os números só evidenciam essa necessidade”, considera Cristine Hoepers, gerente do CERT.br. Boas práticas para que administradores e desenvolvedores invistam na mitigação dos riscos de segurança em aplicações Web e recomendações sobre programação segura para Web foram tratadas em apresentações recentes da equipe do CERT.br.

Pelo terceiro ano seguido, observou-se uma grande quantidade de notificações de ataques de força bruta contra sistemas de gerenciamento de conteúdo (Content Management System – CMS), tais como WordPress e Joomla. Esse tipo de ataque, que consiste em adivinhar, por tentativa e erro, o nome de usuário e senha de administração destes sistemas, pode ser prevenido com a elaboração de senhas fortes, assim como a implementação de verificação em duas etapas, que adiciona uma camada extra de proteção ao acesso de uma conta.

Varreduras e propagação de códigos maliciosos

Também cresceram as notificações referentes às varreduras, técnica que tem o objetivo de identificar computadores ativos e coletar informações sobre eles. O aumento foi de 48% em comparação a 2014, totalizando 391.223 notificações em 2015. As varreduras do protocolo de rede TELNET (23/TCP) chamaram atenção, correspondendo a 22% do total de notificações desta categoria de incidentes – em 2014, representavam apenas 10% do total. E parecem visar equipamentos de rede alocados às residências de usuários finais, tais como roteadores Wi-Fi, modems ADSL e cabo. “Cuidados como atualização de firmware e alteração da senha de administração são essenciais para proteger seus equipamentos de rede”, destaca Hoepers. Mais detalhes estão disponíveis no fascículo Redes da Cartilha de Segurança para Internet.

As varreduras de SMTP (25/TCP) que, quando abusadas, servem para o envio de spam, por outro lado, perderam o destaque, caindo de 24% do total, em 2014, para menos de 7% de todas as varreduras reportadas em 2015. Vídeo e publicação do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) analisam o trabalho de combate ao spam e a implementação da gerência da porta 25. O CERT.br verificou ainda que os serviços que podem sofrer ataques de força bruta continuam sendo visados: SSH (22/TCP) corresponde a 28% das notificações de varreduras de 2015, FTP (21/TCP) a 7% e RDP (3389/TCP) a 3%.

Ataques de Negação de Serviço

No ano passado, 25.360 incidentes sobre computadores que participaram de ataques de negação de serviço (DoS, do inglês Denial of Service) foram informados ao CERT.br. Este número foi 89% menor que os dados de 2014, ano que as notificações de DoS chegaram a 223.935. Esse tipo de ataque, no entanto, continua a envolver protocolos de rede que podem ser utilizados como amplificadores de tráfego, tais como: CHARGEN (19/UDP), DNS (53/UDP), NTP (123/UDP), SNMP (161/UDP) e SSDP (1900/UDP).

Os ataques de negação de serviço são aqueles em que o atacante utiliza um computador ou um conjunto deles para tirar de operação um serviço, computador ou rede.

Tentativas de Fraude

No que diz respeito às tentativas de fraude, em 2015 o CERT.br recebeu 168.775 notificações – uma queda de 64% em relação a 2014. Os casos de páginas falsas que não envolvem bancos e sítios de comércio eletrônico – e incluem, por exemplo, os serviços de webmail e redes sociais – tiveram um aumento de 19%. Já as notificações de casos de páginas falsas de bancos e sítios de comércio eletrônico (phishing clássico) diminuíram 32%, enquanto aquelas sobre Cavalos de Troia tiveram uma queda de 59% em relação a 2014.

Dicas para os usuários aumentarem a segurança na Internet estão disponíveis na Cartilha de Segurança, composta por quatorze capítulos e um glossário. O CERT.br também fornece recomendações para os interessados em notificar incidentes de segurança, entre outros documentos.

Tags,

Internet das Coisas chega ao agronegócio

A Stara, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas do País, com atuação internacional, e a SAP, se uniram para desenvolver um protótipo de tecnologia de IoT – Internet das Coisas – voltada para o agronegócio. Com o apoio do SAP Labs Latin America, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da SAP, localizado na cidade de Sâo Leopolno (RS), a Stara, que já utilizava sensores em seus tratores, desenvolveu uma solução de telemetria que utiliza todo o potencial da plataforma SAP HANA Cloud e permite a integração dos dados obtidos com os sistemas de gestão da SAP.

Com o protótipo de IoT, o agricultor pode monitorar online e em tempo real os processos de plantios (como quantidade de sementes), de preparo, adubação e correção do solo, pulverização e colheita. Os dados podem ser integrados ao sistema de gestão da fazenda, o que permite análise em tempo real. “Os agricultores podem acompanhar e tomar decisões imediatas sobre os processos críticos de seu negócio, garantindo controle mais eficiente dos custos e das compras de insumos”, destaca Cristiano Paim Buss, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Stara.

Entre os benefícios desse protótipo estão ainda a possibilidade de acompanhar as metas de trabalho definidas no planejamento da safra; reduzir perdas com o transpasse – plantio de áreas que já foram semeadas – e aprimorar o gerenciamento de performance dos operadores de máquinas. “Testes feitos com o protótipo revelam que há um aumento de 100% na confiabilidade dos dados e de 100% na velocidade da informação para a tomada de decisão”, destaca Roberto Kuplich, gerente de Desenvolvimento e Soluções Customizadas da SAP Labs América Latina.

A equipe de engenharia e TI da Stara, em parceria com o time de experts do SAP Labs, foram os responsáveis pelo desenvolvimento desse que é o primeiro trator capaz de transformar dados do campo em informação relevante para o agricultor.

Com o poder da solução de processamento de dados em tempo real SAP HANA, a parceria criou o protótipo que é capaz de monitorar as atividades da fazenda em tempo real, de qualquer lugar. Com os dados de telemetria transmitidos pelos sensores para o SAP HANA Cloud Platform, tornou-se possível monitorar cada uma das atividades previstas para cada parte da plantação, usando uma interface simples.

Conforme o agricultor vai plantando a lavoura, ele vai sincronizando as bases e baixando online seus estoques. Com isso, o SAP HANA Cloud Platform vai fazendo todo o controle, o trator manda as informações e vai provocando baixas automáticas na solução de gestão da SAP ou compartilhando com qualquer outra aplicação da SAP.

“Dados precisos como o custo total planejado por tarefa e o status de sua realização permitem ao usuário tomar decisões mais precisas nas atividades de plantio e desenvolvimento das culturas”, explica Buss, lembrando que este acompanhamento garante melhor alocação de recursos e melhores resultados.

Esse protótipo desenvolvido pela Stara e SAP comprova o sucesso da aplicação de IoT no campo, onde nasce 22% do PIB brasileiro. “A tecnologia desempenha um papel fundamental, já que algumas fazendas possuem mais de 400 máquinas – tratores pulverizadores plantadoras, entre outras -, o que torna impossível o gerenciamento dessa quantidade de dados em planilhas ou papeizinhos”, afirma Buss.

“A longo prazo, haverá certamente um centro de comando nas fazendas, onde serão controladas as máquinas em tempo real”, prevê Kuplich.

Tags, ,

Transformação do mundo pela economia digital é destaque da abertura do SAP Forum Brasil 2016

Claudio Muruzabal, presidente da SAP na América Latina

Claudio Muruzabal, presidente da SAP na América Latina

Você está pronto para a economia digital? Essa é a grande pergunta para empresas de qualquer porte no mundo. E o SAP Forum Brasil 2016 abriu tratando da questão que, mesmo complexa, desperta a atenção das pessoas , transforma , reinventa e promete simplificar negócios e mercados inteiros.

Na abertura do evento, Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, destacou que “simplificar a tecnologia é vital em um cenário digital”. Ela falou sobre o momento de grandes transformações que o mundo vive e anunciou a participação de líderes internacionais da gigante de TI para explicar como a economia digital revoluciona o mundo dos negócios.

Claudio Muruzabal, presidente da SAP na América Latina, lembra que , hoje em dia, uma pessoa consegue sair de casa sem levar a carteira com documentos e dinheiro, mas não consegue viver sem um smartphone. Em um mundo conectado, diz Muruzabal, “é vital ir do “real time” para o o “running live”, usar o imenso volume de informação disponível para guiar empresas e mercados para o futuro”. Ele também destaca a importância de se interconectar todos elementos da cadeia de valor nas empresas e de se usar a tecnologia para simplificar operações e tornar nossas vidas mais fáceis.

Chackib Bohdary, Chief Transformation Officer da SAP, falou sobre geração de valor em uma economia digital. Para ele, predição, personalizar a experiência do cliente, operar em tempo real e otimizar a cadeia de valor, conectando fornecedores, são coisas que mudam as empresas. Criar valor digital vem da inovação no modelo de negócio. No futuro, “toda companhia se tornará uma companhia de software”, afirma. E diz, ainda, que “Uma empresa inteligente nasce de decisões inteligentes e processos inteligentes.”

Pat Bakey, presidente da indústria de cloud da SAP, tratou da aceleração da transformação digital nas empresas. Ele diz que “a principal estratégia é ficar cada vez mais próximo de cada cliente”. Também ressalta que a velocidade das mudanças está acima da capacidade de aprendizado e que inovar é trabalhar a distância entre esses pontos sem deixar que o ótimo seja inimigo do bom. Pat Bakey afirma que um tsunami digital atinge todos os setores e empresas de todos os portes. O importante é que “um pensamento digital esteja na agenda dos líderes empresariais para criação de estratégias que garantam sucesso nesse novo cenário”.

Comércio eletrônico brasileiro deve faturar R$ 236 milhões na 3ª edição do Dia do Consumidor Brasil

O Buscapé Company, plataforma completa de digital commerce, promove, no dia 16 de março, a terceira edição do Dia do Consumidor Brasil. A ação anual tem como objetivo incentivar as compras no comércio eletrônico, num período carente de datas sazonais fortes em vendas. Para isso, as lojas virtuais oferecem grandes descontos nos mais diversos produtos. Este ano, mais de 650 sites irão participar, entre eles, Americanas.com, Extra, Magazine Luiza, Netshoes, Pontofrio.com, Ricardo Eletro, Saraiva, Submarino e Walmart.com.

De acordo com a E-bit/Buscapé, unidade especializada em informações de comércio eletrônico do Buscapé Company, o faturamento deve chegar a R$ 236 milhões, 18% de crescimento nominal em relação à edição de 2015. A expectativa é de que 513 mil pedidos sejam realizados nas 24 horas de promoções, com tíquete médio de R$ 460. As categorias mais vendidas devem ser “Cosméticos, Perfumaria e Saúde”, “Livros”, “Eletrodomésticos”, “Moda e Acessórios”, “Casa e Decoração”, “Telefonia e Celulares”, “Informática e Eletrônicos”.

“Tanto para os lojistas quanto para os consumidores, o Dia do Consumidor representa uma grande oportunidade. Nesta edição, especificamente, essa ideia fica ainda mais forte. Estamos passando por um momento econômico que exige cautela e as pessoas estão mais receosas. Os descontos vão contribuir para viabilizar as compras, especialmente de produtos de maior valor agregado, como eletrônicos e smartphones”, comenta André Ricardo Dias, diretor executivo da E-bit.

Dados do 33º relatório WebShoppers, da E-bit/Buscapé, divulgados em fevereiro, indicam que, apesar do cenário econômico desfavorável, o comércio eletrônico deve continuar a crescer, sendo uma alternativa para os varejistas. Em 2015, o setor de compras online registrou um crescimento nominal de 15% no faturamento, movimentando R$ 41,3 bilhões. A previsão é de que, até o final de 2016, esse número alcance R$ 44,6 bilhões, o que representa um aumento de 8%.

O Dia do Consumidor Brasil acontece sempre na quarta-feira mais próxima ao dia 15 de março, quando se comemora o Dia Internacional do Consumidor. A data, celebrada pela primeira vez em 1983, tem como objetivo informar as pessoas de seus direitos e promover o consumo consciente.

A iniciativa do Buscapé Company conta com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara-e.net), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), do E-Commerce Brasil, da Digitalks e da Boa Vista.

Serviços no hotsite do Buscapé

Para o Dia do Consumidor, o Buscapé terá um hotsite, no qual serão destacadas as melhores ofertas dos lojistas que participam da ação, selecionadas pela curadoria do próprio site. Os produtos atestados com o menor preço receberão o selo identificador de Dia do Consumidor e, dessa maneira, o usuário reconhecerá, seja pela web ou aplicativo, os itens que tiverem redução de preço mais significativa.

O Buscapé também vai oferecer outros serviços nesta data, tais como envio de alertas de preços, que avisam o consumidor quando alguma loja abaixa o valor de um determinado item; além da avaliação de produtos por especialistas e usuários que já compraram.

Os consumidores já podem se inscrever no site do Buscapé (www.buscape.com.br/dia-do-consumidor) para receber e-mails sobre o Dia do Consumidor.

Tags, , , ,

Oxigênio Aceleradora abre inscrições para novo ciclo de aceleração

view.aspx

A Oxigênio Aceleradora abre as inscrições para a nova rodada de seu processo seletivo. Startups de todo o país terão de 15 de março até 24 de abril para se inscreverem para participar do 2º Ciclo de Aceleração. O objetivo é promover a interação entre a comunidade de empreendedores e os mercados onde essas startups atuam. Na primeira fase, iniciada em setembro do ano passado, foram mil projetos cadastrados para participar do programa.

“Após o grande número de inscrições e qualidade das empresas cadastradas no primeiro período, estamos otimistas para esse segundo ciclo” afirma Italo Flammia, diretor da Oxigênio Aceleradora. “O nosso objetivo é estimular o empreendedorismo, oferecendo suporte para que as startups selecionadas possam aprimorar suas soluções de forma a obter crescimento e reconhecimento no mercado” completa ele. Cada uma das empresas selecionadas receberá um investimento de US$50 mil para desenvolver seu negócio, além de R$100 mil em smart money, aplicados em investimentos indiretos, em forma de benefícios e recursos para os empreendedores.

O programa de aceleração da Oxigênio começará em julho, na sede da empresa localizada na Rua Conselheiro Nébias, no bairro de Campos Elíseos em São Paulo com duração de seis meses. Durante os três primeiros meses de aceleração, os empreendedores das selecionadas passarão por sessões de mentoria, palestras e workshops englobando diversas especialidades com executivos da Porto Seguro e profissionais renomados do mercado. Após esse período, as startups poderão completar o processo de aceleração na sede da Plug and Play Tech Center, aceleradora localizada no Vale do Silício nos Estados Unidos.

Tags, , ,

Huawei fornece infraestrutura Wi-Fi para o SAP Forum 2016

A Huawei, líder global em soluções de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), fornecerá a conectividade Wi-Fi para todas as salas de conferências, conectando os mais de 8 mil participantes do SAP Forum 2016, que ocorre entre os dias 15 e 16 de março, em São Paulo. Para isso, a Huawei, que é patrocinadora ouro do evento, implementará a solução Agile Stadium Solution, usada pelo maior estádio da Alemanha (Dortmund) e desenvolvida especificamente para locais com milhares de espectadores, oferecendo grande largura de banda de acesso Wi-Fi e alta qualidade do serviço.

“A solução Agile Stadium cria novas oportunidades de negócios e aumento dos lucros, oferecendo uma ampla variedade de serviços, tais como mensagens instantâneas, acesso às redes sociais, marketing direcionado e reprodução de vídeo em alta resolução. Além disso, fornece vantagens para facilitar a implantação”, disse Rômulo Horta, Diretor de Marketing da Huawei Enterprise no Brasil.

Segundo Ricardo Kazuo, diretor de marketing da SAP Brasil, o SAP Forum é um dos eventos que tem maior demanda de rede para conexão wi-fi no Brasil. “No evento há muitas sessões com demonstrações de soluções em tempo real e em nuvem, o que exige conexão com a Internet, além, é claro, da demanda por acesso simultâneo à Web por parte dos visitantes. Daí a necessidade de ter um parceiro especializado, como a Huawei, que consegue atender nossas necessidades para uma melhor experiência dos participantes”, comenta o executivo. “Esta é primeira vez que teremos a Huawei como parceira e estamos honrados em ter um parceiro de alcance global entregando soluções ponta a ponta no SAP Forum”, completa.

Durante o evento, a Huawei anunciará soluções desenvolvidas para empresas e indústrias do setor de TIC. Entre elas, a Flash Storm, capaz de acelerar o processo de substituição de sistemas de armazenamento baseados em disco rígido (HDD) para drives em estado sólido (SSDs), e o Huawei OceanStor 18000 V3, sistema de armazenamento corporativo que estabelece um novo marco para os sistemas de armazenamento high-end. Esta solução oferece 99,9999% de disponibilidade, desempenho superior e recursos de convergência de nuvem orientados para o futuro.

Além dos anúncios, a Huawei demonstrará sua solução de Computação em Nuvem, que fornece convergência vertical e horizontal de dados e acesso. A solução remodela a infraestrutura de TI dos Data Centers convencionais, ajudando as empresas a simplificar a gestão e criar valor para os negócios.

“Ambientes corporativos de TI estão se tornando mais complexos para alcançar novos desafios da computação em nuvem, big data, redes móveis e utilidades sociais. Produtos e soluções precisam enfrentar estes cenários e atender às necessidades das empresas”, disse Rômulo Horta.

A Huawei apresentará cinco tópicos, com cinco especialistas locais e globais compartilhando suas experiências com executivos de parceiros, clientes e associações ligadas à área de infraestrutura de rede e telecomunicações.

O SAP Fórum será realizado no Transamérica Expo Center, em São Paulo, com o tema central Transformação Digital e como empresas podem lidar com novos cenários e negócios.

Tags,

SAP Brasil tem forte foco em Cloud e transformação digital dos clientes em 2016

A SAP Brasil anuncia que vai priorizar em sua estratégia de negócios para 2016 os segmentos de nuvem e SAP S/4HANA. Segundo Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, há uma grande oportunidade nestas áreas porque as empresas buscam maior simplificação de processos para elevar rapidamente a produtividade e a análise em tempo real. “A nuvem permite aos clientes corporativos das mais variadas indústrias e linhas de negócios a adotar mais rapidamente soluções como o S/4HANA, que proveem informações em tempo real para análise e tomada de decisão”, aponta Cristina.

A presidente da SAP Brasil ressalta que o uso da tecnologia da informação é fundamental para que as empresas encarem os desafios da transformação digital. “A nova economia já responde por 4,3% do PIB latino-americano*”, destaca Cristina. “As empresas não têm mais escolha: ou abraçam a transformação digital, ou somem”.

Segundo ela, a transformação digital exige a conexão de todos pontos da cadeia de valor – clientes, funcionários, big data, fornecedores e parceiros –, o que gera um grande volume de informações importantes para a tomada de decisão. “A SAP tem expertise para apoiar os clientes a superar diversos desafios, incluindo os de gestão de mão-de-obra, de fornecedores, e-commerce e fiscal”, complementa.

Cristina Palmaka adianta que em 2016, para expandir os negócios em cloud, a SAP seguirá a abordagem adotada em 2015, que conferiu à subsidiária destaque internacional. “O time de vendas se alinhou com equipes especialistas, que trocam oportunidades de negócio. Como resultado, bons trabalhos existentes abriram portas para resolver desafios de nossos clientes em áreas onde a SAP ainda não tinha presença”, destaca.

Segundo a executiva, ao longo de 2015, a SAP contribuiu para a transformação digital de companhias de todos os portes, entre elas:

· DPaschoal – Com 66 anos de atuação no mercado nacional, a empresa passa por uma transformação digital. Investiu na reformulação de sua estratégia comercial para lançar uma operação de e-commerce totalmente integrada às suas 180 lojas físicas no país. Para se transformar na primeira loja de pneus omnichannel do mercado, a empresa optou pela implementação da plataforma hybris da SAP, permitindo a compra, contratação, agendamento e pagamento de serviços como instalação, alinhamento e balanceamento on-line. Também disponibilizou um fácil acesso a vídeos e infográficos sobre a hora certa de trocar pneus, e informações sobre os produtos mais adequados a cada caso. O objetivo da DPaschoal é o de proporcionar aos clientes uma experiência de consumo que vai além do que apenas comprar pneus e recebê-los em casa. O site www.dpaschoal.com.br, hoje, cuida do cliente desde o momento em que ele desconfia de que há algo errado com o carro, fornecendo um rico conteúdo para esclarecimento de dúvidas, e guiando até a finalização de seu processo de compra;

· PADO – Maior indústria de cadeados do Brasil, a PADO adotou soluções de IoT (Internet das Coisas) da SAP para otimizar sua linha de produção, reduzir o tempo na tomada de decisões e ampliar a autonomia e eficiência de suas equipes de vendas. As soluções SAP permitem que a empresa conecte qualquer objeto a qualquer aplicação ou processo de negócio na sua empresa ou rede. Todos os dados de funcionamento das máquinas do chão de fábrica, como temperatura do óleo, número de batidas, ciclos e consumo de energia, serão processados na plataforma SAP HANA, que permite acompanhamento, análise, gerenciamento e visualização em tempo real das informações em uma central de controle ou em outro ponto pré-determinado, como totens ou telões.

· 1900 Pizzeria – Para transformar seus processos de gestão, tradicional pizzaria da capital paulista que serve cerca de 25 mil pizzas por mês, adotou uma versão totalmente customizada (pelo parceiro Ramos Sistemas) para o setor de alimentação da solução de gestão de negócio para pequenas empresas SAP Business One. O objetivo é melhorar a eficiência da gestão e, por consequência, a tomada de decisões, além de procurar entender melhor os seus clientes.

Tags

Desenvolvedora de aplicativos de beleza chega a 200 milhões de downloads em menos de 2 anos

Perfect Corp. tem enorme prazer em anunciar que seu kit de aplicativos de beleza, compostos de YouCam Makeup, YouCam Perfect, YouCam Nails, e Beauty Circle, chegou ao marco de 200 milhões de downloads em menos de 2 anos do lançamento. Todos os dias mais de 30 milhões de fotos1 são tiradas e maquiadas usando-se o kit do aplicativo, tornando a Perfect Corp uma das 10 desenvolvedoras de aplicativos no mundo.

NR_200M_0309

Os usuários do aplicativo da Perfect Corp são basicamente as jovem mulheres (81% usuárias do sexo feminino menos de 34 anos)3, um grupo de consumidoras cobiçado que ainda é a geração mais transformadora e conectada. Os aplicativos da empresa permitem que os amantes de beleza tenham uma interação única, emocionante e íntima com tendências e produtos de beleza. Os aplicativos capacitam os usuários a criar seu próprio estilo como nunca. O rápido sucesso dos aplicativos de beleza da Perfect Corp. pode ser atribuído à Realidade Aumentada que oferece experiência única de beleza personalizada para qualquer um com um smartphone.

“Pessoalmente, estou feliz em anunciar que chegamos ao marco de 200 milhão de downloads para a nossa família de aplicativos de beleza em um curto espaço de tempo”, disse Alice H. Chang, CEO da Perfect Corp. “Nossa equipe dedica-se à construção de uma plataforma de beleza realmente revolucionária e interativa que permite que as mulheres em todos os lugares possam descobrir, refinar e compartilhar seu estilo pessoal e, acima de tudo, para se sentir bem sobre si mesmas. Queremos estender um enorme obrigado a nossa comunidade entusiástica de usuários, cujo apoio e feedback nos impulsionam, pois objetivamos desenvolver a tecnologia mais pioneira e, em conjunto com os amantes da beleza, transformar o mundo da beleza.”

Tags, , , , , ,

Dia do Consumidor: Suporte online aumenta faturamento das lojas virtuais, mostra pesquisa

Chat ou SAC Online é o recurso mais usado para tirar dúvidas, seguidos pelas ferramentas da Web, como as redes sociais

Atendimento ao cliente se tornou um dos grandes diferenciais competitivos das lojas virtuais, já que tem influência direta na experiência de compra do consumidor

Cerca de 40% das pessoas que fazem perguntas antes de realizar uma compra online acabam levando o produto. O resultado faz parte de uma pesquisa recente realizada pela Yourviews – empresa que oferece review de produtos para lojas virtuais – para analisar o comportamento do consumidor no e-commerce. Na Loja Integrada, maior plataforma para criação de loja virtual do Brasil, com 260 mil lojas criadas, são respondidas pela equipe de atendimento ao cliente cerca 2.550 perguntas por mês, uma média de 85 dúvidas por dia.

O atendimento ao cliente se tornou um dos grandes diferenciais competitivos das lojas virtuais, já que tem influência direta na experiência de compra do consumidor e na fidelização do pós-venda. “Ter um suporte para dúvidas é um fator extremamente decisivo para que as pessoas comprem seus produtos e continuem confiando na empresa”, afirma Carlos Júnior, responsável pelo Atendimento ao Cliente da Loja Integrada.

Segundo levantamento feito pela empresa, os canais mais utilizados para que o cliente entre em contato com a empresa são os chats ou SACS Online, representando 52%, seguido pelas ferramentas da Web nas redes sociais, com 48%.

De acordo com Adriano Caetano, especialista em comércio eletrônico e Diretor da empresa, a falta de atendimento pode diminuir o faturamento da loja ou até prejudicar a reputação. “O consumidor está cada vez mais exigente e antenado. Disponibilizar vários meios de contato e ter uma central de atendimento com artigos e vídeos de treinamento é sinônimo de agilidade”, finaliza.

O especialista traz algumas dicas para os empreendedores digitais se destacarem no suporte ao cliente, que é homenageado nesta terça, dia 15, no Dia Mundial do Consumidor.

• Treinamento e Qualificação: é essencial para um atendimento perfeito. Palestras sobre a cultura da empresa, cursos, debates sobre cases de sucesso e reuniões que simulem as situações em que o atendente deverá agir são ótimas estratégias.

• Se possível, coloque no atendimento profissionais da área. Sua loja vende artigos para esteticista, por exemplo, tenha pelo menos uma profissional no atendimento ou dando consultoria aos outros atendentes.

• Suporte Interno: para quando os atendentes não souberem passar alguma informação para os clientes, assim poderão recorrer a essa ajuda e não correrão o risco de passar um dado errado.

• Motivação da equipe: O bem-estar da sua equipe influencia no relacionamento direto com o seu cliente. Desenvolva programas de metas, entregue prêmios e brindes para os melhores atendimentos. Sua equipe se sentirá motivada e valorizada.

Tags, , , , , ,

Ações preventivas reduzem em 66% reclamações de consumidores no comércio eletrônico

Investir em treinamento do SAC, fazer a checagem e a avaliação das lojas, e promover acordos extrajudiciais. Com essa receita, o escritório Cruz, Gregolin, Almeida, Louzada & Titelbaum (neolaw.) conseguiu reduzir em 66% o número de ações judiciais contra um cliente de pagamento eletrônico. “Com a implementaçãodo projeto de conciliação e respeito ao consumidor, geramos numa tacada só economia ao nosso cliente, melhora na relação e na percepção do consumidor sobre a empresa, além de alívio para o Judiciário”, conta Vanessa Vilarino Louzada, sócia do escritório e responsável pela área do consumidor.

Vanessa conta que em seis meses a empresa de pagamento eletrônico teve uma economia significativa de contingência e não viu mais aumentar a quantidade de ações judiciais. “Depois da redução e planejamento preventivo, permanecemos com um número estável de processos”.

A estratégia consistiu em algumas etapas. A primeira foi bloquear as lojas de e-commerceque não estavam atendendo às expectativas das partes envolvidas, apresentando falhas reiteradas e soluções atrasadas ou inexistentes, evitando o aumento de questionamentos.

Em seguida, foram colocadas no site da empresa de pagamento eletrônico, numa medida de proteção ao consumidor, o apontamento de “quem eram” essas lojas.

Paralelamente, o SAC foi treinado para que os atendentes compreendessem quando havia falhas em serviços e produtos oferecidos por lojas de comércio eletrônico, além de possuírem uma alçada para que o problema fosse resolvido rapidamente. “O consumidor quer ser ouvido. Ele precisa falar sobre o que está acontecendo e o atendente tem que ouvir. Isso é fundamental para o acordo”, esclarece Vanessa.

Por último,quando era constatada a ocorrência real de falha pela venda do produto,ocasionada pelo lojista, foram realizados acordos com os consumidores prejudicados.

A ideia do escritório foi de propor alternativas para aproximação do fornecedor e o consumidor. Considerando o reconhecimento da responsabilidade solidária pelo o CDC (Código de Defesa do Consumidor) e jurisprudência brasileira, de que lojas de comércio eletrônico, causadoras de problemas com entregas de produtos e serviços, que possuem intermediação de pagamento de outras empresas, são responsáveis pela relação de consumo estabelecida, ações poderiam ser tomadas.

O projeto do escritório Cruz, Gregolin, Almeida, Louzada & Titelbaum (neolaw.)participou do PrêmioInnovare de 2015. “Quisemos, além de reduzir os conflitos e os litígios, promover educação e informação para nosso cliente, o fornecedor, e para o consumidor sobre seus direitos e deveres. Viabilizar a harmonia das relações de consumo entre fornecedores e consumidores foi nosso meta e conseguimos realizá-la”, completa.

Tags, , , , , , , ,

Carros conectados e a cibersegurança: um risco crescente – Por Tom Srail

Os fabricantes de automóveis estão preocupados em garantir uma maior segurança aos passageiros e prevenir o potencial de ataques cibernéticos dos carros “conectados”.

Segundo um relatório divulgado em maio pelo BI Inteligence, em 2020, 75% dos carros lançados mundialmente irão permitir que as pessoas compartilhem músicas, procurem por filmes, acompanhem em tempo real o trânsito e as condições climáticas, e ofereçam ao motorista diversas opções de suporte como, por exemplo, o auto estacionamento.

Os pesquisadores americanos dizem que o mercado de carros conectados irá crescer anualmente cerca de 45% pelos próximos cinco anos, um incremento 10% maior que o do próprio mercado de automóveis. Segundo o BI Intelligence, dos 92 milhões de carros previstos para serem entregues em 2020, três quartos devem oferecer hardwares de conexão com a Internet.

No entanto, conforme a conexão com a Internet tornar-se mais comum nos módulos de controle dos veículos e do lançamento de um número maior de dispositivos usados em automóveis, o risco com a segurança e privacidade das informações também aumentará.

Definindo o problema

Recentes estudos da Universidade da Califórnia e da Universidade de Washington revelam que quase todos os sistemas de controle em um carro moderno podem ser comprometidos e controlados remotamente. Isso porque a maioria dos sistemas de segurança foi desenvolvida antes do surgimento das opções de conectividade existentes atualmente.

Hoje, um mercado diversificado de aplicativos de “entretenimento tecnológico” está sendo projetado especificamente para carros como, por exemplo, diagnósticos digitais, serviço de monitoramento para novos motoristas, sistemas de navegação e outros serviços pensados para toda essa nova linha de carros conectados.

Segundo a consultoria McKinsey, as vendas desses automóveis devem crescer para $220 bilhões em 2020, bem acima dos $39 bilhões gerados em 2014.

Os carros novos já sairão das fábricas com pontos de acesso wireless, sistemas de telemática, conectividade via Wi-Fi e Bluetooth, além de sistemas de scanner. À medida que os aplicativos de smartphones forem integrados aos carros, como, por exemplo, o CarPlay da Apple, oportunidades para as ações dos hackers também crescerão exponencialmente.

No entanto, poucos questionam que a rápida expansão da tecnologia de conecção dos carros já ultrapassou a capacidade dos fabricantes de automóveis em proteger os consumidores contra os ciberataques.

Em fevereiro de 2015, o senador americano Edward Markey escreveu um artigo sobre o tema. No texto, o senador detalha que encontrou montadoras que não tinham conhecimento e não conseguiam identificar a escala atual do problema, simplesmente porque não mantinham ou compartilhavam registros de possíveis invasões.

Além disso, verificou-se que quase todos os fabricantes de equipamentos originais (OEM), fornecedores de componentes para carros conectados, eram incapazes de responder aos ataques em tempo real, embora alguns tivessem sistemas de bordo que possibilitavam o registro das informações sobre as violações para uma recuperação posterior.

A conclusão do artigo foi que todas as empresas envolvidas com a indústria automobilística terão que desenvolver, rapidamente, a capacidade de se defender contra-ataques cibernéticos.

Definindo os riscos

A maioria dos especialistas em segurança acredita que a dimensão dos riscos emergentes só será plenamente compreendida quando descobrirmos a motivação dos ciberterroristas. O que os criminosos têm a ganhar?

Infelizmente, parece haver muitas razões para se conectar a um carro ligado, algumas das quais se estendem além da motivação financeira usual para ataques a computadores e smartphones pessoais. Entre as razões já levantadas estão:

Lucro ou ganho financeiro

• Roubo de propriedade, incluindo do próprio automóvel

• Conquistar uma vantagem comercial, como, por exemplo, desativar o modelo auto-maker da empresa rival para causar dano de marca

• Espionagem industrial, ou roubo de propriedade intelectual dos softwares

Crime organizado, terrorismo e vingança pessoal

• Engano ou neutralização do software e/ou hardware de restrições

• Violação de privacidade, como rastreamento ou perseguição de pessoas

• Causar danos a um motorista, passageiro, pedestre ou pessoas que estão na estrada

• Danos de infraestrutura: desabilitar e/ou controlar uma frota de carros como forma de interromper ou mesmo parar o transporte de uma cidade inteira

Qualquer incidente pode afetar as metas financeiras de empresas, o aumento de indenizações por responsabilidade civil, ou ainda impactar negativamente o valor da marca de uma montadora ou de fornecedores de componentes eletrônicos. Por estas razões, alguns setores da indústria automobilística dos Estados Unidos estão considerando os recursos possíveis para medir o risco e construir estratégias adequadas de defesa à ciberataques.

Resposta da Engenharia

Uma extensa reengenharia de arquitetura de sistemas para o suporte cibersegurança – incluindo o desenvolvimento de hardwares e softwares específicos – serão exigidos de diversos controles automotivos. Será necessário também um trabalho adicional para melhorar a proteção dos dados e a integridade dos controles que protegem o acesso a esses sistemas.

A teoria mais abrangente da indústria de design de sistemas de segurança tem que assumir que violações de segurança cibernética irão ocorrer e soluções operacionais de forma padrão devem fornecer proteção contra a intrusão, além de um monitoramento constante de comportamentos suspeitos, enquanto o carro estiver em operação.

A implantação de tal extensa tecnologia terá custos significativos para a indústria automobilística e pode levar uma década para que seja implementada integralmente. Mas os custos de não se construir sistemas de cibersegurança robustos para a nova era carros conectados serão mesuradas em despesas legais, responsabilidades civis para com os clientes, além, é claro, de perda de reputação corporativa das empresas envolvidas.

Claramente, carros conectados irão requerer soluções inteligentes.

* Tom Srail é líder regional paras as indústrias de Tecnologia, Media e Telecomunicações da Willis Towers Watson. O executivo tem mais de 20 anos de experiência nos setores de seguros e tecnologia. É responsável também por supervisionar o Centros de Excelência em Tecnologia, Media e Telecomunicações da empresa em São Francisco, Nova York e Dallas.

Tags, ,

Aumento do limite do financiamento de imóvel: o que muda?

Por falta de verba, a Caixa Econômica Federal havia decidido que só poderia ser financiado no máximo 50% do imóvel usado, no primeiro semestre do ano passado. Com a volta de recursos para a habitação, a instituição aumentou para 70% aos trabalhadores do setor privado e para 80% aos do setor público. A mudança entra em vigor a partir do final de março.

A medida vale para imóveis usados financiados dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). O real objetivo é aquecer o mercado imobiliário, que está em uma crise grande já há algum tempo. O próprio presidente do Secovi-SP, Flavio Amary, informou recentemente que os lançamentos e as vendas de imóveis devem cair para patamar ainda menor ao longo deste ano.

Para o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, Reinaldo Domingos, a notícia é positiva, porém não tira a obrigação de um bom planejamento. “Antes de qualquer coisa, a pessoa que pensa em comprar sua casa própria precisa ter total ciência da sua vida financeira. É ótimo poder financiar a maior parte, mas é de extrema importância que não se deixe levar pela ansiedade e impulsividade. É preciso analisar minuciosamente as finanças, fazer simulações, etc.”.

Pode parecer óbvio, mas muita gente não tem o controle dos seus ganhos e gastos e não se programa para ver se realmente consegue honrar com um compromisso de alto valor e longo prazo como esse. Somente com esses números em mãos é que é possível avaliar se dá ou não para realizar essa aquisição.

Domingos ressalta que outro ponto que deve ser levado em consideração é a atual instabilidade política e econômica do país. “Estamos passando por um momento complicado; é preciso ter confiança extra nas finanças pessoais, estar bem estruturado, ter dinheiro poupado e segurança de que não perderá a renda – ou que, caso venha a perder, tenha reserva financeira para suportar esse contratempo e não comprometer seriamente o orçamento e os planos”.

Para quem já compreendeu essa situação e minimamente se programou para a realização desse sonho, pode ser sim uma boa ideia buscar um imóvel nesse momento. “A chave do negócio é ter cautela e buscar o máximo de informação possível, não apenas saber sobre a própria situação financeira – respeitando ao máximo o padrão de vida –, como também entender as taxas de juros praticadas no financiamento do SFH, por exemplo. Ter conhecimento geral é o que vai levar a tomar a melhor decisão”, explica o educador financeiro.

Para aqueles que não possuem dinheiro agora ou nem sequer estavam com planos de comprar um imóvel, não adianta querer adquirir um bem desse valor somente porque a situação parece estar favorável. “Não estamos falando de uma peça de roupa em promoção. O momento exige educação financeira, para agir com consciência e sustentabilidade. A melhor alternativa sempre é poupar antes e gastar depois”, finaliza.

Tags, , , , ,

Resource IT leva transformação digital para o SAP Forum Brasil

A Resource IT, uma das principais e mais bem-sucedidas empresas de serviços de TI, anuncia a apresentação de soluções e serviços direcionados para a Era Digital na 20ª edição do SAP Forum Brasil, que ocorrerá nos dias 15 e 16 de março, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.
“Somos a maior parceira da SAP no Brasil e temos experiência comprovada na execução de projetos e entregas críticas, sempre priorizando o cliente e garantindo os melhores resultados”, afirma Gilmar Batistela, CEO Global da Resource IT.

Segundo o executivo, a Resource IT já implementou mais de 400 projetos SAP em companhias de médio e grande porte em todos os segmentos. O principal diferencial da empresa é adequar ferramentas da SAP customizadas às necessidades do cliente, desenvolvendo aplicações e fazendo a integração de outros sistemas com a plataforma.

No estande da empresa, os visitantes poderão conhecer mais sobre as soluções da Resource IT desenvolvidas para o portfólio SAP, tais como: SAP Fiori, SAP BPC, C4C, Robotic Process Automation (RPA), Design Thinking aplicado em projetos de SAP, SAP Work Manager e SAP-AFS. Além disso, será possível saber mais sobre a empresa e os projetos implantados com sucesso no Brasil e em outros países.

A companhia conta com um time especializado que oferece suporte 24 horas por dia, sete dias por semana, além de um serviço diferenciado para empresas que utilizam ou desejam implementar soluções da fornecedora alemã. “Estamos preparados para ajudar os nossos clientes na transformação digital”, diz o CEO Global da Resource IT.

O SAP Forum Brasil é maior evento da fornecedora alemã de software na América Latina. O encontro reunirá os principais executivos da indústria de TI para um debate sobre a transformação digital em mais de 500 sessões, com palestrantes nacionais e internacionais.

Os executivos da Resource IT farão oito palestras na programação oficial do evento e apresentarão como a tecnologia pode ajudar as empresas na transformação digital. Veja a seguir a relação de palestras da Resource IT no SAP Forum 2016.

Título: Como a implantação do C4C melhorou o atendimento da ACS Desenvolvimento Imobiliário

Palestrantes: Renee Marchesi e Rodolfo Henrique Marques
Descrição: A Resource IT e a ACS Desenvolvimento Imobiliário explicam como a utilização da solução em Nuvem CRM C4C (Cloud for Customer) aprimorou o relacionamento com os clientes de imóveis de médio e alto padrão
Dia: 15/3 (Terça-feira)
Horário: 12h15 a 12h45
Auditório: Plenária F – Marketing, Vendas & eCommerce

Título: Sistematizando e amadurecendo processos orçamentários por meio do SAP BPC

Palestrantes: Paulo de Lima Junior e Luís Antônio Moreira Henriques
Resumo: Abordagem sobre as melhorias implementadas pela Resource IT em Furnas
Dia: 15/3 (Terça-feira)
Horário: 14h30 às 15h
Auditório: Auditório 3B – Campus Segmentos de Mercado

Título: Como a Nokia ganhou eficiência operacional com Robotic Process Automation (RPA)

Palestrante: Luis Sposito
Resumo: Resource IT e Nokia contam como a ferramenta Bring To Automation aplicou o conceito de Robotic Process Automation, trazendo maior eficiência ao ambiente operacional da empresa, possibilitando também a redução dos custos diretos e maior controle da execução dos processos
Dia: 15/3 (Terça-feira)
Horário: 14h30 às 15h
Auditório: Miniauditório 4D – Campus Linhas de Negócio

Título: Trabalhando na concepção de um projeto Digital SAP utilizando Design Thinking

Palestrante: Roberto Aran
Resumo: Os palestrantes contam como é possível utilizar os benefícios de métodos e processos do Design Thinking de forma colaborativa para a concepção de um projeto SAP
Dia: 15/3 (Terça-feira)
Horário: 14h30 às 15h
Local: Miniauditório 5A – Campus Boardroom

Título: Case de Sucesso – Cia Hering: implementação de SAP-AFS

Palestrante: Gelásio Schlup e Guilherme Diegoli
Descrição: Resource IT e Hering contam como foi a experiência de implementação de SAP-AFS com os diferenciais que levaram a um Go Live que superou a expectativa da empresa
Dia: 15/3 (Terça-feira)
Horário: 17h30 às 18h
Auditório: Auditório 3A – Campus Segmento de Mercado

Título: Gestão da receita da Copel Geração e Transmissão via SAP

Palestrante: Luiz Felipe DallAgnol de Meira
Descritivo: Como a Copel Geração e Transmissão e a Resource IT transformaram e integraram todo o processo de gestão de receita da empresa utilizando o SAP ECC.
Dia: 16/3 (Quarta-feira)
Horário: 12h15 às 12h45
Auditório: Plenária E – Energia & Recursos Naturais

Título: SAP Work Manager – Piloto em 5 semanas

Palestrante: Roberto Aran
Descrição: Implementações não precisam ser complexas para obter sucesso. A Resource IT demostrará uma estratégia de implementação de quatro semanas por meio de um piloto efetivo
Dia: 16/3 (Quarta-feira)
Horário: 14h30 às 15h
Auditório: Miniauditório 1B – Campus Serviços e Suporte

Título: Ganhando agilidade na tomada de decisão com SAP Fiori

Palestrantes: Roberto Aran e Danilo Zimerman
Resumo: Resource IT e Alelo revelam como a solução SAP Fiori pode agilizar processos de tomadas de decisões
Dia: 16/3 (Quarta-feira)
Horário: 16h às 16h30
Auditório: Auditório 1A – Campus Serviços e Suporte

Resource IT no SAP Forum 2016

Data: 15 e 16 de março
Horário: das 9h às 20h
Local: Transamérica Expo Center
Endereço: Avenida Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, São Paulo/SP

Tags, , ,