Page

Author admin

Cipher anuncia novo diretor comercial

A CIPHER, empresa brasileira com atuação global, especializada em serviços gerenciados, serviços profissionais, consultoria e soluções de cibersegurança, anuncia a contratação do diretor comercial da companhia, Acy Rodrigues, com o objetivo de seguir com suas estratégias internas para consolidar o crescimento da companhia. Rodrigues assume o cargo com o desafio de ampliar a presença da marca em todo o território nacional.

Acy possui mais de 25 anos de experiência no mercado de segurança da informação, com sólido histórico de relacionamento e desempenho em integradores e empresas de serviços e tecnologia. É graduado em Gestão de Negócios pela Universidade Estácio de Sá e pós-graduado em Gestão de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas.

Na CIPHER, o executivo comandará uma equipe formada por 18 profissionais especializados nas áreas de pré-vendas, comercial e pós-vendas. “O mercado brasileiro de segurança da informação está em expansão. Empresas de todos os setores não só investem mais, mas demandam atendimento consultivo e soluções sob medida para suas necessidades”, explica Rodrigues.

“Temos uma oferta única no mercado brasileiro, com soluções, consultoria e serviços gerenciados que atendem todas as necessidades das empresas em relação à segurança da informação. Podemos oferecer desde serviços de consultoria para determinar o estado atual de segurança nas companhias até gerenciar continuamente os ambientes de TI de nossos clientes por meio do Managed Security Services o que gera uma vantagem competitiva para a CIPHER e, consequentemente, para nossos clientes”, explica Paulo Bonucci, vice-presidente da companhia.

A CIPHER é reconhecida no mercado pela oferta de soluções que viabilizam os projetos estratégicos de digitalização e segurança da informação. São três os principais pilares da oferta da empresa, o MSS (Managed Security Services) que monitora e gerencia todo o ambiente de segurança dos clientes, por meio tde SOCs (Security Operation Centers) 24×7, os serviços profissionais de segurança, responsável por consultoria, certificações e integração de sistemas, além do Laboratório de Inteligência, que está a cargo de toda a pesquisa e desenvolvimento, feed de inteligência de ameaças, análises forenses, testes de penetração e outros. “A experiência de Acy contribuirá para agregar nossas relações comerciais que são baseadas em consultoria e na definição clara de requerimentos”, completa Bonucci.

De acordo com o novo diretor comercial, a CIPHER está pronta para consolidar sua liderança no mercado de segurança da informação trazendo inovações e melhores práticas ao mercado. “A equipe de vendas tem o direcionamento de atuar consultivamente com os clientes. Já reorganizamos a carteira e segmentação de mercado para entender cada projeto e visão de negócio dos nossos clientes individualmente, oferecendo as soluções que eles necessitam com a melhor relação de custo/benefício,” finaliza.

Tags, ,

O que é OverCapture? – Por Por Daniel Sherer

unnamed

Todo vídeo tem a sua história. Sua montagem, ação e assuntos. Como um criador de conteúdo, é o meu trabalho coreografar a experiência de quem está assistindo, guiá-los para verem o que eu quero que vejam, escutar o que eu quero que escutem e fazê-los se sentirem emocionalmente conectados à história. Vídeos imersivos são a nova fronteira no processo de criação de conteúdo. Assim, o time do GoPro Studio (ou o time de mídia da GoPro) que usa nossos equipamentos para contar histórias únicas, está muito animado com a Fusion, câmera esférica top de linha que o time de produtos criou. Somos nossos próprios clientes e não vemos a hora de colocarmos nossas mãos nesse produto. Nosso preview recente tocou em um ponto que acreditamos ser o próximo passo nessa tecnologia: o OverCapture.

Qualquer criador de conteúdo vai dizer que existem muitos componentes que contribuem para se contar uma boa história, mas o mais importante é conseguir a tomada certa. Pense em um momento perfeito para se filmar, mas você deixou a câmera apontando para a direção errada. Com a habilidade da Fusion de capturar tudo em sua volta, podemos capturar o momento em todas as direções de um único ponto. Por isso nos referimos ao “OverCapture”.

É mais do que apenas a habilidade de capturar conteúdo de todos os ângulos, a solução também apresenta mais possibilidades do que se fazer com o conteúdo uma vez filmado. Usuários têm a flexibilidade na pós-produção de usar todo o arquivo esférico e encontrar a tomada perfeita e extraí-la em 1080p “tradicional”. Chamamos esse processo de re-framing e a resolução 5.2K da Fusion é o que torna possível essa extração em HD da realidade capturada. Imagine nunca mais se preocupar em apontar a câmera para o lugar certo… nunca mais. O OverCapture não apenas garante que você sempre consiga a imagem, mas também traz o poder da escolha de qual enquadramento é mais importante depois da captura.

Com a Fusion, não precisamos mais utilizar várias câmeras para conseguir exatamente o que esperamos, temos mais eficiência e flexibilidade no nosso storytelling. Não estamos mais limitados à nossa habilidade de antecipar onde a ação central acontecerá.

Nosso time está realmente animado com todas essas possibilidades e todas as ideias que serão criadas a partir da experiência dos nossos parceiros no programa piloto e toda a comunidade GoPro quando a Fusion chegar até eles – essas serão as pessoas que desencadearão todo o potencial da GoPro e seu ecossistema.

Ele e as técnicas de captura 360 ainda estão sendo definidas. O mais legal disso é que a Fusion não só tornará tudo mais acessível, mas também apresenta mais possibilidades para o conteúdo tradicional. Seja criado para dispositivos VR ou para telas planas, as possibilidades são infinitas… e estou animado demais em fazer parte disso.

A GoPro planeja levar algumas unidades ao mercado no final de 2017. Informações como preço e outras especificações serão providenciadas no lançamento.

Àqueles interessados em participar do programa piloto podem se inscrever agora em GoPro.com/Fusion.

Daniel Sherer, Diretor Criativo Associado da GoPro

Tags, , , , ,

LegalNote permite que advogados levem o escritório no bolso

As plataformas de tecnologia para o setor jurídico, LegalTechs, têm conquistado espaço pela automatização de procedimentos que tomam um dos principais ativos de advogados: tempo. Aumentar a produtividade do advogado significa promover maior acesso à justiça, na medida em que os custos podem ser reduzidos e a oferta de serviços advocatícios ampliada. Com ferramentas genéricas ou voltadas para grandes empresas, o mercado pedia algo feito sob medida e que atendesse tanto aos profissionais estabelecidos, em escritórios ou empresas com grandes volumes de processos, quanto àqueles advogados independentes ou em início de carreira. Justamente a ideia do LegalNote, o assistente pessoal para advogados, criado pela Tikal Tech, empresa de tecnologia para a área jurídica

A premissa é tão simples quanto o uso. Com o LegalNote, o acompanhamento e gerenciamento de processos se torna uma tarefa muito fácil e possível de ser feita diretamente do celular, tablet ou computador. Basta acessar www.legalnote.com.br e incluir o número da ação que deseja acompanhar para o sistema criar um cadastro completo, organizado e atualizado com as informações dos tribunais e diários oficiais. Se preferir, o advogado pode entrar com o número da OAB e ter um mapeamento instantâneo de todos as causas em que está relacionado, criando seu portfólio no LegalNote.

O LegalNote monitora os processos e avisa sempre que encontrar novas atualizações, mantendo seus registros sempre atualizados e disponíveis para consulta mesmo na eventualidade dos sistemas oficiais firarem indisponíveis. “Para quem trabalha com os vários sistemas dos diversos tribunais, ter as informações centralizadas e facilmente acessíveis é um enorme benefício”, conta Derek Oedenkoven, CEO da Tikal Tech. “Todas as informações que o LegalNote manipula são originadas de fontes públicas e oficiais. Estas informações trafegam e são armazenadas utilizando padrões internacionais de segurança (criptografia) e alinhadas às melhores práticas de mercado”, complementa.

O sistema permite também a conexão do usuário com as principais ferramentas de armazenamento de documentos da atualidade, tais como: Google Drive, OneDrive, Dropbox e Evernote. Desta forma, o cliente pode ter as informações de seus processos replicada e organizada na plataforma que preferir. No caso do Evernote, por exemplo, o advogado pode adicionar suas anotações, documentos, digitalizações, e compartilhar com equipe e clientes, dispensando o uso de outros sistemas e gerando economia para o profissional. E mesmo que o advogado já possua algum sistema de gestão em seu escritório ou empresa, o LegalNote é uma opção bem acessível para funcionar como um assistente pessoal, oferecendo planos de assinatura a partir de apenas R$ 19,90 ao mês.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=OtL40c3gOvw[/embedyt]

Tags, , , ,

Startup ajuda mais de mil empresas a reduzir gastos com hotel

A plataforma brasileira HotelQuando.com, que permite fazer reservas de 3h, 6h, 9h e 12h, pagando um preço justo pelo período da hospedagem, comemora a marca de mais de mil empresas cadastradas na plataforma. Entre as empresas clientes estão grandes corporações como Philips e Globo.com.

Diante do cenário de crise no País, empresas buscam soluções inteligentes oferecidas por startups para reduzir despesas. Segundo dados da ALAGEV (Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas), a receita das empresas que compõem as Atividades Características do Turismo de Negócios caiu pelo segundo ano consecutivo. Em 2015, a queda foi de 12,1% e em 2016, de 8,7%. Geralmente, consumo com viagens é a terceira despesa mais significativa para uma média ou grande empresa, perdendo somente para consumação com pessoal e tecnologia. De olho nesse mercado, a startup HotelQuando.com criou um sistema que permite a grandes corporações reservar um quarto de hotel somente por algumas horas, sendo, no máximo, por 12h.

“Estima-se que cerca de 40% das viagens a negócios no Brasil demandam só uma noite de hospedagem. E esse percentual tende a crescer, uma vez que as empresas estão encurtando as agendas e se adaptando às viagens express. Esse viajante passa o dia todo na rua e chega ao hotel somente para dormir, não necessitando de uma diária completa. Foi a partir desse levantamento que passamos a entender que a solução oferecida pela HotelQuando tinha um modelo de negócios ideal para o público corporativo”, comenta Max Campos, co-fundador e CEO da HotelQuando.

As empresas que utilizam a plataforma conseguem ter redução de 25% em despesas de hospedagens que demandam apenas uma noite. Para períodos menores de estadia, como 3 ou 6 horas, os viajantes corporativos conseguem economizar 50% do valor que pagariam na diária do hotel. Todas as reservas são realizadas pela própria plataforma do HotelQuando.com, disponível para web ou nos aplicativos para iOS e Android.

“Queremos que a HotelQuando se torne a maior provedora de hotéis para pequenas e médias empresas até o final de 2017. Com isso, e sem se esquecer das grandes corporações, pretendemos atingir a marca de 1.800 empresas até o final do ano”, destaca Campos.

Atualmente, a HotelQuando, conta mais de 700 hotéis parceiros em todo o Brasil, dentre eles grandes redes como Accor, Transamérica, Atlantica, Vert Hotéis, Blue Tree, Allia, Nobile e Deville. Já as principais empresas parceiras da HotelQuando são Philips, Globo.com, Stylux, Midhaus, dentre outras. Os destinos mais procurados pelos usuários corporativos são as grandes capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Brasília e Porto Alegre, tendo como interesse hotéis próximos a grandes centros comerciais, aeroportos e centros de convenções.

Tags, ,

WhatsApp perde espaço na tela inicial do smartphone dos brasileiros

A nova edição do Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre uso de apps no Brasil, que entrevistou 1.904 internautas que possuem smartphone, aponta os 20 aplicativos mais comuns na primeira tela dos smartphones brasileiros e registra uma acentuada queda do WhatsApp ao longo de dois anos. Em contrapartida, nos últimos seis meses, sobem o Facebook, Facebook Messenger, Instagram e Uber, acompanhados na lista por aplicativos das principais instituições financeiras brasileiras: Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e Itaú. O app de compra e venda do OLX também garantiu sua presença entre os apps preferidos.

Mesmo se mantendo como o app mais comum na homescreen do brasileiro, presente na primeira tela de 66% dos entrevistados, o WhatsApp vem tendo queda constante nas últimas pesquisas: dois anos atrás seu percentual era de 83,2%; em abril de 2016 era 78,3% dos smartphones; em novembro de 2016, caiu para 72,9%.

O Panorama Mobile Time/Opinion Box também apontou outras preferências dos usuários móveis brasileiros: entre os games, Candy Crush Saga lidera entre no público feminino e o Clash of Clans no público masculino. O Netflix é líder para entretenimento móvel pago, seguido pelo Spotify, enquanto o brasileiro GloboPlay ganha pontos e entra na lista. Entre os antivírus, o Avast se mantém na liderança, mas perde espaço para o brasileiro PSafe. No ranking dos serviços pagos de backup mais populares, o brasileiro TIM Backup acompanha os estrangeiros Google Drive, OneDrive e iCloud em suas posições entre os preferidos.

A pesquisa conclui também que nove dos dez apps mais presentes na homescreen do brasileiro diminuíram a sua participação ao longo de dois anos – o único que cresceu continuamente foi o Uber. A ocupação da primeira tela está mais fragmentada, o que pode ser interpretado – segundo os analistas do Panorama Mobile Time/Opinion Box – como um sinal de maturidade do usuário brasileiro de smartphone. Conforme se acostuma com o uso do aparelho e explora as lojas de aplicativos, o consumidor descobre novos apps favoritos e troca os ícones que ocupam o centímetro quadrado mais valioso do seu telefone.

Outras descobertas do Panorama Mobile Time/Opinion Box:

– Apenas 13,3% dos internautas brasileiros com smartphone já pagaram pelo download de um aplicativo móvel;

– 46,2% dos internautas brasileiros com smartphone já fizeram compras in-app;

– Cerca de um terço dos internautas brasileiros com smartphone instalam e desinstalam apps diariamente;

– É mais comum encontrar apps de redes sociais na tela principal dos smartphones de mulheres do que de homens.

O Panorama Mobile Time/Opinion Box – Uso de Apps no Brasil é uma pesquisa independente realizada por uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e a empresa de soluções em pesquisas Opinion Box. O questionário foi elaborado por Mobile Time e aplicado on-line por Opinion Box junto a 1.904 brasileiros que acessam a Internet e possuem smartphone, respeitando as proporções de gênero, idade, faixa de renda e distribuição geográfica desse grupo. As entrevistas foram feitas ao longo de abril de 2017. A margem de erro é de 2.2 pontos percentuais. O grau de confiança é de 95%. Os dados completos da pesquisa estão presentes em um relatório que pode ser baixado de graça no site www.panoramamobiletime.com.br

Tags,

Certisign lança serviço de assinatura eletrônica

A Certisign, empresa líder em Certificação Digital na América Latina e especialista em Identificação Digital, lança ao mercado o serviço de assinatura eletrônica, modalidade que viabiliza a formalização de transações no meio digital, sem caneta e papel, mas com validade legal.

“Somos especialista em identificação digital e, por isso, ampliamos o nosso portfólio de serviços ofertando mais essa possibilidade aos nossos clientes e futuros clientes”, explica Maria Teresa Aarão, diretora de Inovação em Produtos e Mercados da Certisign.

A assinatura eletrônica é gerada a partir da grafia de uma assinatura na tela de um dispositivo (computador, celular e tablet) e tem eficácia probatória de acordo com as evidências colhidas, como a geolocalização, voz, imagem, entre outros critérios. Segundo Maria Teresa, ela é indicada para formalizar transações com baixo risco financeiro e de curto prazo.

O novo serviço está disponível em duas modalidades: por meio do portal de assinaturas, onde o cliente pode submeter o arquivo e realizar a transação, ou via API (Application Programming Interface), indicado para empresas que desejam integrar a tecnologia em seus sistemas.

Benefícios

A assinatura eletrônica permite migrar processos realizados no meio físico para o digital, como o de assinatura de recibos de entrega, aceite de propostas, contratos de serviços e financiamentos, entre outros.

“Todo documento que implique o consentimento e que formalize uma situação a qual já tenha sido registrada por sistema, telefone, SMS, e-mail, ou qualquer outro meio eletrônico, pode ser assinado eletronicamente. Como consequência, há redução de custos e melhora a eficiência operacional, pois não é preciso imprimir vias e mais vias de papel, transportar documentos, ter espaço para o armazenamento físico, entre outros”.

Tags, ,

O sociopata nas empresas – Por Antonio Augusto Beraldo

a90530938f505274026a4bb21ac6fa87
Quem dentro de qualquer corpo funcional de uma empresa não passou pelo desprazer em conviver com um “chefe” e/ou “dirigente” grosseiro, mal-educado e egoísta?

Não é absolutamente incomum encontrarmos pessoas em cargo de chefia gerência ou direção que não possui cultura de desenvolvimento. Elas apresentam uma configuração da mente (mindset) negativa, deteriorando a confiança dos funcionários no seu grupo e por extensão na empresa. Elas ainda se concentram mais em seu poder do que no bem-estar dos outros, podendo inclusive promover um forte turn-over, aliás do qual sempre se exime de culpa.

Isso, todavia, não é privilégio de “chefes”. Encontramos muitas vezes esse tipo de personalidade em cargos da mais alta relevância. Mas o que fazer quando temos um ou mais indivíduos com esse comportamento?

Primeiro uma análise permanente dos líderes da empresa. E do RH uma vigilância constante, especialmente na contratação. A avaliação pode ser necessária para muitas empresas porque a soberba de alguns líderes pode, até mesmo, levar a uma perda significativa de dinheiro. Ressalto que é uma missão difícil, pois eles se escondem em atitudes dissimuladas. Todavia, não é improvável conseguir-se bons resultados em uma análise preliminar.

Hoje estudos e pesquisas recentes remetem essas pessoas a uma condição de portadores de um transtorno que na Classificação Internacional de Doenças é chamado Transtorno de Personalidade Dissocial. Pessoas com esse diagnóstico são usualmente chamadas de sociopatas. O termo descreve indivíduos com marcado egocentrismo que não têm deferência normal pelas outras pessoas, manipulando-as, como quer seja necessário, para atingir seus objetivos. Suas armas são o charme, a sedução, a intimidação e a violência, usadas, assim, progressivamente, de modo cada vez menos sutil, no caso de as outras pessoas não se comportarem da maneira como o sociopata deseja.

Outro estudo da Industrial-Organizational Psychologist, os pesquisadores Silverman, Russel E. Johnson, Nicole McConnell e Alison Carr identificaram que a empáfia dos superiores atingiu o descontrole. Segundo eles, a pesquisa mostra que os funcionários arrogantes, em geral, apresentam desempenho pobre, além de criarem situações de estresse para os outros colaboradores da empresa. Os pesquisadores acrescentam, ainda, que pessoas com esse tipo de comportamento são mais propensas a criar um “ambiente venenoso”.

O problema se torna ainda pior quando se trata de cargos mais altos. Por exemplo, um gerente arrogante está menos disposto a ouvir ou oferecer feedback. Ou ainda está mais propenso a manter seus subordinados em uma posição desagradável, impossibilitando promoções ou mesmo novas oportunidades.

E embora muitas pessoas acreditem que a arrogância é um traço de personalidade, os pesquisadores caracterizam o comportamento como uma série de comportamentos voltados ao exagero do senso de superioridade de uma pessoa, levando ao ponto de menosprezar os outros. Para os cientistas, esse tipo de comportamento trata-se, na verdade, de um processo defensivo que ocorre parcialmente em resposta à baixa autoconfiança.

Enfim, o que se apresenta como quadro quase insolúvel, a rigor dá os caminhos para o conhecimento do caráter desses seres. Por exemplo: adoram o poder; adoram se fazer de vítima; são pessoas sedutoras; manipuladoras e cínicas; não sentem remorso pelo que fazem e jamais sentem culpa.

Portanto, estar atento a essa conduta se presume de grande importância ao bom desempenho dos corpos operantes das corporações.

Antonio Augusto Beraldo atuou na área de comunicação por 46 anos.Foi professor da ESPM, especialista em comunicação pela New York University e em criatividade pela Buffalo State University é certificado como Practitioner ( terapeuta) em EFT, e Personal e Executive Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching. Palestrante em Desenvolvimento Humano.

Tags

Robótica se inspira em animais para automatizar a indústria

A Festo, multinacional líder em automação industrial, estará no 7º Congresso Brasileiro de Inovação e contará com a presença de quatro robôs inspirados em animais: AirJelly, Smart Bird, Air Penguin, além de um display com a formiga BionicAnt. As tecnologias fazem parte do projeto interdisciplinar da Festo, com o apoio de universidades, institutos e empresas globais de desenvolvimento.

“A ideia é aplicar o aprendizado biônico em linhas de automação no futuro. Esta é uma das nossas estratégias para desenvolver tecnologias para a Indústria 4.0, trazendo uma nova abordagem em automação industrial”, revela Flávio Rodrigues, Gerente de Marketing da Festo.

Além dos bionics, o Vice-Presidente de Pesquisa e desenvolvimento mundial da Festo, Dr. Peter Post, estará no evento para ministrar palestra sobre a Digitalização na manufatura e automação – Indústria 4.0. Peter Post é doutor em engenharia pela Universidade de Siegen, na Alemanha. Em 2010, recebeu o German Future Prize por seu trabalho no desenvolvimento de sistema de manipulação biônico e, recentemente, foi nomeado membro para o Conselho Alemão de Ciência e Humanidades.
Conheça os robôs que estarão em solo brasileiro:

AirJelly

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=divLsTtA5vk[/embedyt]

Inspirado no movimento das águas-vivas, a inovação desliza pelo ar com a ajuda de seu atuador elétrico central e de um sistema mecânico inteligente e versátil. Este bionic é controlado remotamente e mantido no ar por um balão cheio de gás hélio. Sua única fonte de energia são duas baterias de polímero de íon-lítio conectadas ao atuador elétrico central.

Smart Bird

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=nnR8fDW3Ilo[/embedyt]

Inspirado no movimento das gaivotas, o famoso pássaro inteligente foi todo produzido com fibra de carbono, possui uma envergadura de dois metros e seu peso total não passa de 485 gramas. O Smart Bird é capaz de decolar, voar e aterrissar sozinho, sem o auxílio de outros dispositivos de elevação.

Air Penguin

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=jPGgl5VH5go[/embedyt] Este robô foi inspirado nos movimentos dos pinguins. Com nadadeiras de torção passiva, a tecnologia faz com que os pinguins voem para frente e para trás. Os Air Penguins são ultraleves por conta de um balão cheio de hélio. O robô simula com precisão os movimentos de suas contrapartes naturais graças à sua estrutura 3D com o efeito Fin Ray Effect® na frente e nas costas.

BionicANTs

https://www.festo.com/group/en/repo/assets/media/bionicants-en-SD.mp4

Pela primeira vez, o comportamento cooperativo das criaturas também foi transferido para o mundo da tecnologia de controle por meio de algoritmos complexos.
Cada formiga toma as suas decisões de forma autônoma, mas ao fazê-lo é sempre subordinado ao objetivo comum e, assim, desempenha o seu papel no sentido de resolver a tarefa em questão. De uma forma abstrata, este comportamento cooperativo fornece abordagens interessantes para a fábrica de amanhã. Sistemas de produção futura serão fundamentados em componentes inteligentes, que se adaptam de forma flexível a diferentes cenários de produção e, assim, assumem tarefas a partir de um nível de controle mais elevado.

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria

Data: 27/06 e 28/06
Local: Transamérica Expo Center SP

Tags, , , , , , , , , ,

BB atinge meio bilhão de reais em crédito veículo por mobile

O desembolso de crédito para aquisição de veículos pelo aplicativo do BB chegou a meio bilhão de reais nesta semana, em mais de 15 mil contratos, sendo que 83% das propostas contam com resposta automática para a aprovação do crédito. Hoje, mais de uma em cada três operações de financiamento de veículos no BB já é realizada pelo canal. No último mês, a participação nas liberações foi de 36%.

O BB foi pioneiro ao lançar o crédito veículo por mobile, em 2015, e espera atingir, ao final deste ano, a inédita marca de R$ 1 bilhão em crédito para financiamento de veículos liberados pelo aplicativo do BB para dispositivos móveis.

Hoje, cerca de 12 milhões de clientes do BB são usuários do aplicativo do Banco, que está entre os cinco app preferidos pelos brasileiros, segundo pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, divulgada pelo site Mobile Time. O BB ficou atrás apenas de grandes empresas de tecnologia ou redes sociais. A pesquisa é feita semestralmente e se encontra no seu terceiro ano de realização.

Tags

CargoX contrata ex-CTO da Abril Digital para liderar mudança tecnológica no mercado de transportes

A CargoX (www.cargox.com.br) – primeira transportadora brasileira baseada integralmente em tecnologia e inovação – anuncia a contratação de Eduardo Nicola Ferraz Zagari para o cargo de CTO da companhia. A contratação tem como foco intensificar as mudanças tecnológicas promovidas pela empresa perante o mercado, aumentando as possibilidades para caminhoneiros e empresas dentro da plataforma, além de agregar novas funcionalidades aos sistemas da empresa.

O novo executivo tem como principais experiências ter liderado as áreas de produtos digitais e tecnologia de companhias como: Editora Abril e YouFind Solutions, além de unidades de negócio do Grupo Abril e Minuto Seguros, entre outras empresas do setor de tecnologia. Além disso, Nicola possui uma extensa história no mundo acadêmico, somente na PUC, de Campinas, lecionou por mais de 14 anos. Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Mestre em Automação pela Unicamp, ele também possui passagens pela FIA e Fundação Dom Cabral, onde realizou especializações com foco em gestão.

Para Eduardo, essa é uma oportunidade muito importante em sua longa carreira, pois é um mercado com grandes oportunidades para inovar em tecnologia. “A empresa fez com que me sentisse motivado, observei que o mercado de transportes é um mar a ser desbravado e isso é importante para um profissional” declara.

Essa nova contratação reforça a perspectiva de crescimento rápido da CargoX e de forte investimento em soluções tecnológicas. Federico Vega, CEO e fundador da companhia, acredita que a empresa está no caminho correto para revolucionar o mercado. “Quando falamos de tecnologia, temos que pensar em evolução constante e isso significa modificar e aprender sempre.” conclui.

Tags, , ,

Empresas portuguesas de tecnologia apresentam soluções inovadoras na FISPAL

De acordo com o boletim econômico de junho deste ano do Banco de Portugal, as expectativas para o país são positivas, especialmente no que diz respeito a investimentos empresariais. O relatório prevê crescimento na economia de 2,5%, o maior em 17 anos, e bem acima dos 1,8% previsto há três meses.

São esses bons ventos e a aposta no mercado brasileiro que trazem seis empresas portuguesas de tecnologia para a 33ª edição da FISPAL – Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e Bebidas. BSP Consulting, FTP Soluções Informáticas, Coimfor, Winprovit, SevWays e Ubiquity apresentarão soluções inovadoras para o setor.

A BSP Consulting oferece Serviços de Informática (software, hardware e assistência técnica) que se aplicam a todo back office das empresas, controle e gestão de dados e informação; e Serviços de Consultoria, com foco em marketing digital. Presente no mercado brasileiro há três anos, a consultoria vem à procura de novos parceiros comerciais.

Fundada em 1987, a Coimfor acompanhou toda a evolução do mercado ao longo dos anos e está na vanguarda de novas tecnologias em software. Um dos destaques da companhia – que tem cliente no Brasil e pretende expandir sua atuação por aqui – é um ERP para gestão comercial e de contabilidade desenvolvido especialmente para hotelaria, que melhora processos e reduz custos operacionais. Outro produto diferenciado da Coimfor é um quiosque multimídia – o Sell Point – que simplifica a aquisição e venda de produtos alimentares e/ou bebidas, reduzindo custos e quebras, sem ajuda de terceiros.

A FTP Soluções Informáticas se destaca pela ampla experiência em Tecnologias de Informação e Comunicação, com uma equipe técnica especializada em hardware, software, programadores, design e marketing. Como parceiro enterprise da PHC, a FTP fornece um conjunto de soluções de facturação e gestão de acordo com a necessidade de cada negócio.

Vocacionada para a gestão proativa de todos os recursos de TI, a Winprovit dedica-se a outsourcing, mobilidade, engineering, printing, retail, gestão e venda. A empresa apresenta na FISPAL soluções inovadoras para pontos de venda interligados por meio de servidores multi-lojas, possibilitando uma gestão de cliente mais eficiente.

Parceira SAGE, Google Cloud, Microsoft e Atlassian, a SevWays desenvolve sistemas de logística exclusivos para a necessidade de cada cliente, melhorando a performance, simplificando os processos e ganhando eficiência. Atuando em Portugal e Angola, o foco da companhia é o Brasil, com suas proporções continentais e malha logística ímpar.

Já a Ubiquity atua em três segmentos: Estratégia Digital (Digital Strategy), que comporta planejamento, design, desenvolvimento e monitoramento; Soluções de Negócios (Business Solutions), no qual estão disponíveis serviços de análise, design, desenvolvimento e suporte; e Capital Humano (Human capital), com serviços de seleção, treino e aprendizagem, técnicas e tecnologias ligadas à gestão de competências, consultoria e auditoria, transferência de conhecimento, suporte técnico, entre outros.

“Acreditamos que o bom desempenho da economia portuguesa será sustentada, sobretudo, pelo dinamismo das exportações de bens e serviços em 2017. Por isso a participação das empresas na FISPAL; trata-se de uma importante oportunidade de estreitar o relacionamento com o setor de alimentos e bebidas do Brasil e expandir nossos negócios”, afirma Guilherme Filipe Marques, empresário português que estará na feira.

Tags, , , , , , , , ,

Entidades de TI manifestam apoio ao relatório do Senador Airton Sandoval que reinsere o setor na Desoneração da Folha

A Comissão Mista do Senado vota na próxima terça-feira (27) o relatório do senador Airton Sandoval (PMDB), no qual o setor de TI é reinserido na desoneração da folha de pagamento. A proposta altera o conteúdo da Medida Provisória 774/1, pedindo também a prorrogação da aplicação do Projeto de Lei para janeiro de 2018. A ABES, juntamente com ACATE, Assespro e Fenainfo apoiam esse entendimento, uma vez que a alteração no modelo atual coloca em risco milhares de empregos e mesmo a manutenção das empresas do setor.

Os números demonstram que essa modalidade de contribuição previdenciária se traduz em um importante mecanismo de redução dos custos dos fatores de produção, estruturante para o setor de TI.

“A continuidade do modelo vigente é vital para seguir no fortalecimento deste setor inovador, jovem e competitivo, que cresce anualmente em faturamento e empregos, com influência direta em todos os setores econômicos”, afirma Francisco Camargo, presidente da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software).

Sendo assim, as entidades signatárias manifestam-se pela aprovação total do parecer e do PLC do relator visando não comprometer o futuro do Brasil em matéria de inovação e tecnologia de informação e comunicação.

Tags, , , ,

Estudo mostra as startups brasileiras que estão mudando o varejo

O mercado brasileiro já conta com 216 startups focadas em trazer soluções para o setor do varejo e consumo no Brasil. É o que mostra o Liga Insights Retail, mapeamento inédito realizado pela Liga Ventures (http://liga.ventures/), aceleradora especializada em gerar negócios entre startups e grandes empresas, em parceria com o OasisLab (https://www.oasislab.com.br), primeiro espaço brasileiro de inovação especializado em varejo.

O levantamento foi realizado com base em diversas fontes, como inscrições para os programas de aceleração e eventos da Liga Ventures, informações do Laboratório de Varejo da Universidade Positivo, recomendações, notícias em portais de negócios e busca ativa de startups. Ao todo, foram avaliadas 4.163 startups em todo o país e as 216 enquadradas em varejo foram distribuídas em 11 categorias que cobrem toda a cadeia do setor, com soluções que trazem inovações para gestão de lojas (31 startups), pagamentos (26 startups), logística (18 startups), IoT, Big Data e novas tecnologias (21 startups), entre outros.

De acordo com Rogério Tamassia, sócio-diretor da Liga Ventures, há uma ebulição de novidades surgindo para o segmento do Varejo capitaneadas pelas startups e esse é o primeiro estudo completo feito sobre esse tema no Brasil. “O relatório permite que os varejistas tenham uma visão abrangente do panorama de inovação que impacta diretamente seus negócios, bem como nos ajuda a gerar inteligência e traçar tendências desse mercado”, explica Tamassia.

Loja 4.0

Das 216 startups mapeadas, 115 foram classificadas como soluções da chamada “Loja 4.0”, conceito cunhado por Fabíola Paes, fundadora da Neomode e head of retail lab no OasisLab, e aprofundado no estudo. Graças ao smartphone, o cliente do varejo acessa uma série de ferramentas que influenciam sua experiência. Essa mudança representa uma oportunidade para aplicar na loja tecnologias como internet das coisas, realidade virtual e realidade aumentada, robótica, inteligência artificial, aplicativos, entre outras. “Essa “inteligência digital” aprimora a experiência de compra e permite ao consumidor, por exemplo, realizar suas compras de casa e ir à loja só para retirar o produto, evitando filas, ou receber ofertas daquilo que realmente interessa à sua necessidade”, afirma Fabíola.

O relatório vem pouco depois de a Liga Ventures anunciar a Liga Retail (http://liga.ventures/retail), novo programa de aceleração focado em conectar startups com grandes empresas do setor de Varejo e que também conta com parceria do OasisLab, espaço de inovação do setor com inauguração prevista para julho, em São Paulo.

As empresas e startups interessadas podem ter acesso gratuito ao estudo completo com todas as startups e categorias no endereço: https://liga.ventures/insights-varejo/

Tags, , ,

Abranet quer aumentar 10 vezes a capacidade de banda larga dos provedores

Entidade lançou o projeto Brasil Conectado a 100Gbits, que possibilitará aos provedores terem acesso a equipamentos de 100Gb por um custo menor.

Em busca da melhoria da competitividade dos seus associados, a Associação Brasileira de Internet (Abranet) acaba de lançar o projeto “Brasil Conectado a 100 Gigabits” por meio de uma parceriacom as empresasJuniper e Wztech. O objetivo é oferecer condições e preços especiais na aquisição de equipamentos de 100 Gb, com tecnologia de ponta, para alavancar a qualidade da infraestrutura brasileira da rede de internet.

Segundo o presidente da Abranet, Eduardo Parajo, hoje a maioria dos provedores trabalha com conexões de 10 Gb. “O passo mais natural seria migrar para conexões de 40 Gb, mas a relação de custo benefício, no médio prazo, é superior com os equipamentos de 100 Gb”, ressalta. “Apostamos nessa parceria para promover um salto tecnológico entre os provedores”, acrescenta.

Segundo ele, os provedores estão investindo cada vez mais em backbones para atender o aumento da demanda por banda larga. “Há uma necessidade premente de dar maior fluidez ao volume de dados cada vez maior que trafega pela internet”, afirma. Além disso, com 100 Gb, os provedores poderão começar a oferecer e explorar serviços que hoje os usuários de internet não têm, como manager service e IPTV de qualidade.

A Abranet também vem trabalhando para aliviar outros gargalos do setor, como a questão dos meios de pagamento dos serviços de internet, que geram custossignificativos e muita burocracia aos provedores. “Acabamos de fechar uma parceria com a PagSeguro com taxas reduzidas e condições melhores aos nossos associados”, conta Parajo.

O Brasil conta hoje com mais de 100 mil empresas (acesso, conectividade, serviços de TI, aplicativos e conteúdo) no setor. Em 2016, o faturamento delas foi de cerca de R$ 139 bilhões. Em 2015, essa receita correspondeu a 1,51% do faturamento total das empresas brasileiras. Em termos do Produto Interno Bruto, foram gerados R$ 160 bilhões em 2015, o que representou 2,7% do PIB nacional.

Tags, , , ,

Mercado Livre bate recorde e registra 1 milhão de itens vendidos em 24h

Marketplace atingiu dias de picos de vendas nos meses de maio e junho, registrando 12 transações por segundo na América Latina; 80% desse resultado foram gerados pelos países Brasil, Argentina e México

O Mercado Livre (Nasdaq: MELI) (http://www.mercadolivre.com.br), companhia de tecnologia líder em e-commerce da América Latina, alcançou mais de 1 milhão de itens vendidos em 24 horas em três dias de maio e junho. Esse recorde significa a venda de 12 itens por segundo (ou mais de 1,03 milhão de produtos por dia). Brasil, Argentina e México foram responsáveis por 80% desse resultado. As categorias que mais venderam nesses períodos foram:

Casa, Móveis e Decoração
Acessórios para Veículos
Moda, Beleza e Fitness: calçados, camisas e blusas
Celulares
Informática e acessórios para notebooks e impressoras

Entre os fatores para a companhia alcançar esses picos de vendas está o investimento em oferecer frete grátis para compras a partir de R$ 120 junto com o programa de benefícios e fidelização Mercado Pontos, anunciado há poucos dias. “Com quase 18 anos de história e foco em inovação, desenvolvimento tecnológico e atenção aos clientes, estamos no caminho certo para repetir esses recordes muitas outras vezes”, afirma Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre.

Esses números também acontecem na mesma época em que a companhia passou a ser listada entre as 100 maiores empresas da Nasdaq, entrando no índice Nasdaq-100.

Tags, ,

Michael Kors lança seu primeiro smartwatch no Brasil

view (4)

Michael Kors entrou no mercado de wearables com uma nova linha de acessórios tecnológios, que inclui o smartwatch full display MICHAEL KORS ACCESS. A coleção apresenta versões das plataformas best sellers Bradshaw e Dylan ( este último ainda não disponível no Brasil), o diferencial do lançamento é o viés de moda, novidade na categoria.

O MK ACCESS full display é uma combinação de glamour e desing inovador de uma marca que lidera o mercado de luxo. Com infinidades de combinações possíveis que transformam o seu smartwatch a cada toque o MICHAELACCESS ainda permite que você esteja conectado a tudo que é realmente importante para você

A cada coleção, Michael Kors introduz novidades, novas versões de pulseiras para você personalizar ainda mais o seu MK ACCESS e novas combinações de mostradores e cores para você escolher.
Os modelos chegam à 10 das 40 lojas da Monte Carlo espalhadas entre os estados de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, além do e-commerce da joalheria em quatro versões e banhos, por R$2.990 cada.
http://www.montecarlo.com.br
A seguir, um pouco mais sobre a tecnologia presente no gadget.

CONECTIVIDADE
Com o Android Wear™o smartwath é compatível com os sistemas Android™ e iPhone® e se conecta com seus aplicativos favoritos, como Instagram e até mesmo Uber (a funcionalidade varia de acordo com o sistema operacional do telefone)

CUSTOMIZE SEU FULL DISPLAY
Personalize seu mostrador de acordo com o seu estilo. Você ainda consegue ativar modos (combinações) automaticamente para que as transições aconteçam do dia para a noite.

CARREGAMENTO SEM FIO
TO pequeno e elegante carregador magnético facilita a viagem.

NOTIFICAÇÕES
Receba suas notificações diretamente no seu pulso. Visualize suas chamadas, textos e outros alertas do seu smartphone

TROCA PULSEIRAS
Com pulseiras adicionais em silicone e couro genuíno, os relógios podem variar ainda mais suas combinações.

ATIVAÇÃO DE VOZ/CHAMADA DE VOZ
Pesquise na Internet e na sua lista de contatos falando através do seu smartwatch (a funcionalidade varia de acordo com o sistema operacional do seu telefone).

MONITORAMENTO DE ATIVIDADES
O monitoramento das atividades é integrado ao Google Fit.
Você consegue visualizar calorias perdidas, distâncias e passos.

Tags, , ,

Verint anuncia os vencedores do Engage Americas Partner Awards 2017

A Verint® Systems Inc., uma das mais importantes empresas de software do mundo, anuncia os vencedores do seu Engage™ Americas Partner Awards 2017 pelos resultados atingidos ao auxiliar os clientes a alcançarem os objetivos de negócios, metas de receita e crescimento. As premiações são concedidas durante o evento anual Partner Summit, na conferência global de clientes da companhia Engage.

As empresas a seguir foram reconhecidas pelo seu desempenho exemplar em projetos vencedores, consultoria, marketing e serviço ao cliente: ConvergeOne como Parceiro do Ano na América do Norte, Digitex como Parceiro do Ano na América Latina e América Central, Advantel como Parceiro do Ano de Mercado Intermediário, Teletech como Rising Star na América do Norte e Wittel como Rising Star na América Latina e América Central.

O evento de pré-conferência deu as boas-vindas aos representantes das empresas da Américas do Norte, Central e Latina e apresentou uma combinação de networking, palestras especiais e uma sessão de analistas centrada em tópicos de engajamento de clientes, que incluem assuntos abordando a voz do cliente, a otimização da força de trabalho, o registro de conformidade e engajamento de funcionários, juntamente com estratégias de Cloud e back-office.

“O programa Verint Americas Partners Awards proporciona uma oportunidade de reconhecer nossa rede de parceiros globais pelas contribuições excepcionais em auxiliar as empresas a aumentarem o engajamento dos clientes e dos funcionários, otimizar a força de trabalho e atingir seus principais objetivos comerciais estratégicos”, afirma John Bourne, Vice-Presidente Sênior de Canais e Alianças Globais da Verint. “Nossos parceiros são uma parte estratégica do nosso negócio e estamos contentes em parabenizar os vencedores deste ano e os rising stars pelas suas incríveis conquistas.”

Tags, , , , , , , , ,

Recursos humanos e TI: união entre as áreas favorece a segurança da informação

O número de invasões relacionadas a dados continua a crescer ano após ano. No intuito de reforçar as estratégias voltadas à segurança da informação as empresas passam a buscar uma aliança entre os departamentos de Recursos Humanos e Tecnologia da Informação. O trabalho conjunto dessas equipes, que existe na maioria das organizações, é de grande importância, uma vez que suas atividades afetam todos os colaboradores.

Você conhece as três principais áreas em que essa parceria se torna indispensável para impedir brechas na segurança? Confira!

Acesso à informação

Problema: um dos principais focos da entrada de um novo funcionário é o acesso aos sistemas e plataformas. Segundo estudo da Wynhurst Group, tanto a retenção quanto o engajamento do colaborador aumentam quando seu processo de admissão e integração à companhia se completa, o que inclui o ingresso a essas ferramentas. Do ponto de vista da segurança, a cessão dela é tão importante quanto. Quando um funcionário é desligado da companhia, a equipe de TI deve ter certeza da completa remoção de todo e qualquer acesso à informação corporativa. Esse processo se tornou mais delicado nos últimos anos, com o aumento do uso de tecnologias e sistemas próprios.

Solução: fluxos de trabalho e processos automatizados podem estar programados para mandar notificações e avisar a entrada e saída de colaboradores. Essa medida, atrelada com ferramentas como Single Sign On (único ponto de entrada, em inglês) que demanda apenas uma autenticação para acessar determinada plataforma ou programa, facilita permitir ou cancelar o ingresso a sistemas de forma mais eficiente e segura.

Treinamento e educação

Problema: seja com intenção maliciosa ou falta de cuidado, os funcionários continuam a ser a principal causa de violação de dados. Apesar de estarem conscientes disso, apenas pouco mais de 50% de colaborados acreditam que treinamentos realmente aprimoram a proteção da informação, segundo estudo da instituição ISACA (Systems Audit and Control Association, Inc.). O principal problema desse tipo de programa é que usam uma abordagem fraca, com treinamentos que acontecem apenas uma vez ao ano e sem uma reciclagem ou reforço.

Solução: personalizar o treinamento e educação para que os funcionários entendam como os assuntos abordados os afetam. Utilize exemplos de situações que podem ocorrer em suas vidas pessoais com a falta de segurança da informação, foque no que importa para os indivíduos e, em seguida, direcione esse sentimento para suas responsabilidades perante à empresa. Reforce esses conhecimentos com repetição, testes e pesquisas. Estudos mostram que em média, uma pessoa deve ouvir ou ler a mesma informação no mínimo três vezes para lembrá-la. Atualize periodicamente o material de treinamento fazendo com que fique mais relevante aos acontecimentos na companhia e novas áreas de interesse para ataque de hackers.

Recrutamento e retenção

Problema: esses momentos são desafiadores tanto para TI quanto para RH, afinal quando um vazamento de informação ou brecha na segurança se torna público fica mais difícil para atrair e reter talentos. Segundo estudo da empresa de tecnologia Cisco, apenas em 2016 já existiam mais de um milhão de vagas relacionadas à cibersegurança disponíveis em todo o mundo, e esse número tem grande chance de aumentar. Enquanto isso pode ser benéfico para pessoas que buscam ingressar nesse ramo de trabalho, também representa um problema real para companhias que buscam profissionais de segurança para contratar.

Solução: contratos temporários e outsourcing são uma saída para complementar equipes e suprir gaps em determinados setores. Outra abordagem é a contratação de indivíduos recém-formados com a oferta de programas com foco no ganho de experiência profissional em paralelo com a finalização dos estudos.

Cada departamento da organização deve ser consciente de seu papel e responsabilidade em aprimorar a integridade dos dados. Recursos Humanos e Tecnologia da Informação são áreas que devem tornar-se exemplo para o restante da empresa, lembrando que uma estratégia efetiva em prol da segurança envolve tecnologia e pessoas. O comportamento do funcionário, assim como objetivos e indicadores, devem estar alinhados para que a integridade do sistema seja parte da maneira como a empresa pensa e trabalha.

Fonte: Access, segunda maior empresa do mundo no segmento de gestão de documentos e informações.

Tags