Page

Author admin

CVM e Dynasty integram debate internacional sobre regularização de criptomoedas

Com o objetivo de se tornar uma das primeiras criptomoedas regularizadas no mundo, a Dynasty foi convidada a participar de debate internacional sobre os avanços das fintechs e das moedas digitais. Integrando mesa com Walter Maeda, da Comissão de Valores Mobiliários, e Marlene Amsted, vice-presidente da Finma, órgão regulador do mercado econômico suíço, a empresa foi a única representante do cenário de cifras digitais, reforçando o potencial desta tecnologia.

“Quando as criptomoedas surgiram, elas vieram de períodos de crescimento, mas com instabilidade. Ao idealizarmos uma moeda digital com lastro, no nosso caso, o mercado imobiliário, e atrelarmos seu lançamento em contato com bancos e órgãos reguladores, estamos dizendo que é possível sim revolucionar a estrutura financeira mundial de modo tecnológico e, principalmente, seguro”, afirma Eduardo Carvalho, co-fundador da Dynasty.

Atualmente, a empresa, criada por brasileiros, aguarda aprovação da Finma para iniciar as ofertas de sua moeda, o D¥N. “Por sermos uma das primeiras a encabeçarem este processo de regularização das criptomoedas, tudo é novo e, portanto, mais demorado. Os bancos e entidades financeiras estão adaptando suas políticas para esta tecnologia. Assim como tantas moedas já presentes no mercado, podíamos lançar o D¥N sem uma legislação específica para tal, mas optamos em realizar um processo mais sólido e transparente”, explica Fabio Asdurian, sócio-fundador da Dynasty.

Brasil analisa regularização de moedas digitais

Realizado pela Embaixada da Suíça no Brasil, o fórum Digitisation and Fintech, Challenges and Opportunities (Digitalização e Fintechs – Desafios e Oportunidades) reuniu representantes de entidades nacionais e internacionais que dialogam com tecnologias financeiras, como estudiosos, órgãos governamentais e empresas do setor.

No debate sobre a regularização das criptomoedas no Brasil, o representante da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Walter Maeda, afirmou que o órgão analisa a possibilidade de legalizar as transações digitais no país. “Nós estamos verificando o potencial das moedas digitais. Entretanto, assim como toda inovação digital, nossas decisões devem ser pautadas com cautela”, justifica.

Para os profissionais da Dynasty, o país tem grande potencial tecnológico, mas a ausência de legislação faz com que mercados internacionais se tornem mais atrativos. “Optamos em lançarmos nossa moeda na Suíça por conta dos avanços digitais que o país possui. São políticas de debate, de incentivo ao desenvolvimento econômico e tecnológico. A cidade de Zug, por exemplo, é um Vale do Silício para criptomoedas, um cenário ideal para o lançamento do D¥N”, conclui Carvalho.

Tags, , , , , ,

Executiva do mercado financeiro implementa proximidade entre colaboradores e diretoria no RH da Panalpina Brasil

Contratada para assumir a diretoria nacional de recursos humanos da Panalpina Brasil, Ana Cláudia Diamantino chegou a uma das principais operadoras logísticas do País, em dezembro de 2017, com um desafio: coordenar um reposicionamento da área de gestão de pessoas da empresa.

Após mais de 20 anos de atuação no mercado financeiro – com passagens por renomadas instituições, como Banco Fiat e Banco Itaú, somadas às diversas especializações que possui na área de RH, pela Fundação Getúlio Vargas, London Business School e Fundação Dom Cabral – a executiva fez sua estreia no setor logístico disposta a inovar na política de Recursos Humanos da empresa (que atualmente conta com mais de 630 colaboradores em todo o Brasil), enriquecer a experiência dos profissionais e aprimorar a relação entre eles e os demais níveis hierárquicos da companhia.

Hoje, seis meses após o início, Ana Cláudia lembra da apreensão por ingressar em um novo mercado. “O novo, ao mesmo tempo que assusta e gera uma apreensão, também cria um estímulo, pois você percebe que ainda tem muitas coisas para aprender e para conhecer. Claro que há diferenças entre o setor financeiro e o logístico, mas em alguns pontos também há similaridades, como a necessidade da alta eficiência e da entrega de resultados. Além disso, apesar de serem segmentos distintos, os seres humanos, em sua essência, são os mesmos em todos os lugares”, diz.

A executiva recorda também o quanto suas experiências anteriores a ajudaram em seu começo na empresa. “Quando se está dentro do setor financeiro você tem acesso a algumas particularidades, como em questões de inovações, em que se aprende muito e pode levar seu conhecimento para outros setores tranquilamente”. E relembra os primeiros passos no novo cargo. “Assim que cheguei me reuni com o time de recursos humanos e com os gestores e diretores da Panalpina para entender quais eram as necessidades da empresa em termos de RH e construímos juntos um planejamento de ações dedicadas a atender as expectativas, com soluções voltadas aos colaboradores e aos negócios”, afirma.

Inovações – Entre as novas iniciativas implementadas na Panalpina, visando propiciar mais facilidade no cumprimento da jornada de trabalho e maior qualidade de vida aos profissionais, está a adoção de um programa que permite a flexibilização da carga horária. “Em uma cidade como São Paulo, por exemplo, sempre há imprevistos que podem fazer o colaborador se atrasar. Ou, de repente, ele tem um compromisso particular que faz com que precise chegar mais tarde ou sair mais cedo. A flexibilidade no horário ajudará a harmonizar demandas da empresa e da vida particular de cada um”, destaca.

Flexibilidade, inclusive, é uma das novas regras na Panalpina. “Outra ação implantada que busca dar mais liberdade aos colaboradores é a que possibilita dividir o período de férias ao longo do ano, conforme nova lei trabalhista estabelecida em 2017”, acrescenta. Agora, os profissionais da Panalpina têm a possibilidade de saírem de recesso até três vezes ao ano, desde que respeitados os períodos estabelecidos na legislação trabalhista.

Foram adotados também programas que incentivam o crescimento profissional na companhia. “Estamos elaborando um projeto de desenvolvimento de lideranças, com o intuito de formar novos gestores para os negócios da corporação. Além dele, preparamos uma ação para dar maior visibilidade à estrutura de cargos da empresa e aos planos de carreira que ela oferece”, complementa a executiva.

Outra iniciativa pioneira na operadora logística é a que permite uma maior aproximação entre os colaboradores e o presidente da Panalpina Brasil, Marcelo Caio, por meio de um bate-papo mais informal e descontraído, o Café com o Presidente. “Demos início a essa ação neste ano e vem sendo um sucesso. Este encontro, a princípio, ocorre todos os meses em São Paulo e muitas coisas legais estão surgindo nesse bate-papo, em que os colaboradores podem dar as sugestões e opiniões a respeito de tudo que acontece na empresa. No segundo semestre, levaremos essa iniciativa para outras filiais da companhia ao redor do País”, pontua.

Ana Cláudia salienta ainda que tudo isso só foi possível graças ao empenho de toda a equipe de recursos humanos da empresa, que a recebeu muito bem e que se dedica diariamente para tornar o dia a dia dos colaboradores ainda melhor. “Ter um departamento de RH comprometido com a empresa pode fazer a diferença na rotina de todos, tornando o trabalho ainda melhor e mais confortável para aqueles que fazem o negócio acontecer, os colaboradores”.

“Estes são grandes passos para a Panalpina, que busca aprimorar-se a cada dia mais e oferecer condições de trabalho cada vez melhores aos colaboradores. Todos temos muito a ganhar com isso. Em breve, teremos mais novidades”, completa a diretora de recursos humanos da Panalpina Brasil.

Tags, , ,

Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,2 bi no Dia dos Pais, estima ABComm

O comércio eletrônico deve movimentar R$ 2,2 bilhões no Dia dos Pais, de acordo com previsão da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Segundo a entidade, a data, que é considerada uma das mais importante para o varejo, deve ter um crescimento de 8% quando comparado com o mesmo evento do ano passado.

A ABComm estima que cerca de 6,8 milhões de pedidos sejam realizados no período de 16 de julho a 4 de agosto, com um tíquete médio de R$ 329. As principais categorias de produtos a serem buscados na data são Informática, Celulares, Eletrônicos, Materiais esportivos, Moda e Acessórios

De acordo com Mauricio Salvador, Presidente da ABComm, a data inicia o calendário de eventos importantes para o varejo no segundo semestre, e deve servir como preparação para os lojistas até o fim do ano. “Seguindo as demais datas sazonais, o Dia dos Pais deve movimentar o faturamento do setor, mesmo que num ritmo menor do que o observado no ano passado”, afirma.

Tags, , , ,

Vendas de eletroeletrônicos crescem 15% no primeiro semestre de 2018

O setor de eletroeletrônicos acompanhou o ritmo de gradual crescimento da economia brasileira no primeiro semestre de 2018, com alta nas vendas em todos os segmentos. No período, o destaque ficou por conta da Linha Marrom, com o impulso da Copa do Mundo para a venda de televisores.

Segundo levantamento da ELETROS – Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos, o volume de encomendas do mercado aumentou 14,6% na primeira metade deste ano na comparação com os mesmos meses de 2017, passando de 45,5 milhões de unidades para 52,1 milhões. Mesmo diante das dificuldades impostas pela paralisação dos caminhoneiros, a Indústria manteve os bons resultados.

A comercialização de TVs cresceu cerca de 30%, de 5,1 milhões para 6,59 milhões de aparelhos. A linha de Portáteis registrou alta de 13% na mesma base de comparação, com a venda de 30 milhões de equipamentos neste ano. Já a Linha Branca teve uma expansão de 2,75%, para 6,72 milhões de produtos.

“Notamos uma melhoria gradativa do cenário para o consumo e, junto ao desejo do brasileiro de assistir à Copa em altíssima resolução, estava formado o ambiente necessário para o crescimento do setor”, explica José Jorge do Nascimento Junior, presidente da ELETROS. “Também temos uma expectativa de elevar as vendas com a mudança do sinal de TV que migra do analógico para o digital.”

Para o ano, a expectativa da entidade é de vendas 10% a 15% maiores do que as apresentadas em 2017. A associação vai atuar proativamente para apoiar o crescimento, operando para a garantia de segurança jurídica para os investimentos, tanto brasileiros como estrangeiros, e o fortalecimento da indústria eletroeletrônica e da sua importância no desenvolvimento econômico do País.

“As fabricantes querem ser ouvidas e a ELETROS pretende colaborar cada vez mais para a construção das políticas econômicas brasileiros. Sabemos da importância do nosso setor, que representa 3,34% do PIB industrial”, afirma o presidente.

Tags, , , , ,

DJI fortalece presença no mercado brasileiro com participação na Eletrolar Show 2018

A DJI, empresa líder mundial em drones para uso civil e em tecnologia de imagens aéreas, marcará presença na Eletrolar Show em parceria com sua distribuidora oficial no Brasil, a Golden Distribuidora, entre os dias 23 e 26 de julho. O evento é reconhecido como um dos maiores da América Latina, voltado ao público B2B e apresenta as maiores novidades de eletroeletrônicos, eletrodomésticos, móveis, celulares e TI.

A empresa estará presente expondo o seu portfólio, incluindo seus principais produtos e recentes lançamentos, como o drone o Mavic Air. O estande da Golden Distribuidora está localizado na Avenida E, Esquina com a Rua 16. Confira abaixo os produtos da DJI:

Tello
Criado pela Ryze Tech, e com tecnologia de voo da DJI e processador Intel, este é o drone perfeito para os iniciantes na pilotagem de veículos aéreos não tripulados. O drone pode ser programado por meio da função Scratch (código visual de linguagem criado pelo MIT), criando padrões de voo e oito modos de acrobacia. O aplicativo Tello também está disponível na versão em português para iOS e Android.

Spark
O Spark é um drone portátil para uso casual. Ele consegue decolar facilmente e com segurança da palma da mão, apenas pressionando um botão. Com uma câmera que filma em Full HD (30 quadros por segundo) e tira fotos de até 12 megapixels, o Spark conta com sensores para detectar pessoas e objetos, permitindo que o drone desvie e impeça colisão frontal, detectando objetos que estão até 5 metros de distância.

Mavic Air
Desenvolvido com foco em viajantes e entusiastas da vida ao ar livre e considerado o melhor drone de uso pessoal presente no mercado, o Mavic Air é equipado com uma câmera 4K que proporciona imagem de altíssima qualidade e conta com os modos QuickShot e SmartCapture, para captura mais inteligente de fotos e vídeos.

Mavic Pro
O Mavic Pro usa a tecnologia FlightAutonomy para detectar obstáculos até 49 pés (15 metros) de distância. Ele pode contornar esses obstáculos ou pairar no ar, prevenindo acidentes mesmo quando está voando além do alcance visual. O drone grava imagens em resolução 4K, a 30 quadros por segundo e é capaz de atingir um tempo máximo de voo de até 27 minutos e uma distância máxima de 7 quilômetros, devido aos seus poderosos motores e eficiência elevada.

Phantom 4 Pro
A câmera do Phantom 4 Pro é equipada com um sensor de 1 polegada e 20 megapixels capaz de fotografar vídeo em 4K. Possui sensores infravermelhos em 5 direções para detecção de obstáculos e 4 direções de prevenção. No modo “Return to Home”, este drone pode escolher automaticamente a melhor rota para voltar para casa dependendo das condições ambientais – ele registra sua rota à medida que voa, permitindo que volte ao longo da mesma rota evitando obstáculos se o sinal de controle é desconectado.

Inspire 2
Este drone grava com qualidade de cinema. Seu trem de pouso sobe durante o voo para permitir que a câmera principal gire em 360° sem interferências. Para ser controlado por 2 operadores, conta com duas câmeras estabilizadas, uma para gravar e outra para orientar o voo. Também tem sensores frontais e inferiores garantem o desvio automático de obstáculos, inclusive no voo automático.

OSMO Mobile 2
O estabilizador portátil para câmera de smartphone da DJI possui design leve e auxilia na hora de fazer fotos no formato retrato. Com controles simples e zoom cinematográfico, o aparelho possui bateria de longa duração e recursos inteligentes como o SmoothTrack, que detecta e compensa os movimentos da câmera, garantindo imagens com qualidade cinematográfica.

Ronin 2
Construído com fibra de carbono, o que o torna mais leve e durável, o Ronin 2 é compatível com câmeras DSLRs e outros equipamentos profissionais. Possui braços flexíveis de 50 mm, sistema de desencaixe rápido e GPS integrado e funções que oferecem grande estabilidade em todas as cenas, especialmente em movimento. Além disso, conta com sistema embutido de bateria dupla, o que ajuda a maximizar o tempo de fotografia.

Ronin-S
Este estabilizador de câmera suporta até os movimentos mais bruscos e pode ser utilizado em carros em movimento ou durante uma ventania, com foco em câmeras DSLR e em câmeras sem espelho. O aparelho é fácil de usar, possui forma compacta e botões dedicados aos ajustes da câmera e ao posicionamento preciso, além de modos de captura avançados. O produto ainda não está disponível para compra no Brasil.

Goggles RE (Racing Edition)
Estes óculos de realidade virtual com telas para FPV com alta qualidade (2K) e sem atrasos de imagem. Confortável e ergonômico, é possível controlar o voo e a câmera do drone apenas com movimentos da cabeça. O dispositivo é compatível com os drones das séries Phantom, Inspire e Mavic, bem como de outras marcas.

A DJI possui duas lojas autorizadas no Brasil: uma no BarraShopping (Rio de Janeiro) e outra no Shopping Pátio Batel (Curitiba). A marca vende seus produtos já homologados pela Anatel e trabalha com diversos revendedores no país como Kalunga, Magazine Luiza e iPlace.

Eletrolar Show 2018

Data: 23 a 26 de julho
Horário: 13h às 21h
Local: Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro, São Paulo – SP, 04757-020
Stand E30 – Avenida E, esquina com a rua 16

Tags, , , ,

ADAM Robô se prepara para representar o Brasil na final da Imagine Cup 2018

Por Beatriz Fontes //

Começa a contagem regressiva para a final mundial da Imagine Cup 2018! Se nós já estamos ansiosos, imagine a equipe do ADAM Robô, vencedora do primeiro lugar da etapa latino-americana e única representante do Brasil na competição. E representar a camisa canarinho na Copa da Imaginação é muita responsabilidade: em 2015, trouxemos a taça para casa com o projeto Clothes for me. Mesmo assim, Gustavo Leonato e Juliano Santos, as mentes por trás do robô amigo da visão, estão confiantes.

A confiança não veio em excesso. Mesmo faltando menos de um mês para o evento, a dupla está fazendo os últimos ajustes no robô que vai para Seattle com eles identificar problemas visuais, como miopia e astigmatismo, mais rápido e mais barato do quem em processos tradicionais. “Nos antecipamos muito, essa versão estava prevista para 2019. A gente fez um esforço extra para [ficar pronto para] a Imagine Cup, mas sabemos que podemos sempre apresentar algo melhor”, explica Juliano. Também vai ser preciso quebrar a barreira linguística, e eles estão treinando o inglês para valer.

Mas, mesmo com a Imagine Cup no horizonte, o ADAM robô e seus criadores não param! Além de continuar trabalhando normalmente, a equipe formada no Paraná está bastante empenhada em ações para sua missão: evitar a cegueira no mundo. No último dia 12, começaram uma campanha de engajamento para que as pessoas mandem vídeos de apoio à causa. “A prefeitura de Curitiba também está engajada em passar para a população essa preocupação”, afirmou Juliano.

Na semana anterior, o amigo da visão participou das Olimpíadas do Conhecimento. Gustavo contou que “foram nove dias com o ADAM. Muitas crianças passaram por lá, quase 50 mil visitantes”. Não muito antes, fizeram outra ação em Curitiba: no atendimento a 144 crianças, encontraram um índice de problemas visuais de 45%. Agora, elas já estão passando pelos tratamentos e os óculos estão sendo produzidos.

Haja força de vontade para fazer tudo isso! E, ao explicar de onde vem tanta motivação para tocar esse projeto, por enquanto, sem grande apoio, Juliano conta: “quando fazemos um teste, descobrimos muitas histórias que nos emocionam, principalmente casos de crianças. Às vezes, um mau desenvolvimento na escola, outros problemas… E a gente consegue mudar a trajetória de vida da pessoa. É o que nos motiva a trabalhar todo dia.”

E é para mudar essas trajetórias que Gustavo e Juliano têm o desejo de tornar o ADAM mais conhecido no Brasil. O robô surgiu para combater e evitar a cegueira no planeta e, agora que ele existe, falta levá-lo mundo afora.

“A Copa do Mundo já acabou, mas a da Imaginação está rolando e a final é logo mais. A gente quer que as pessoas se engajem conosco para que possamos levar saúde visual para o mundo”, conclui Gustavo.

A etapa final da competição acontecerá entre os dias 23 e 25 de julho e você poderá acompanhar ao vivo no dia 25 pelo site da Imagine Cup, a partir das 13h (horário de Brasília).

No alto, da direita para a esquerda, os integrantes da equipe do ADAM Robô ao vencer a etapa latino-americana da Imagine Cup 2018.

Fonte: Blog Microsoft Brasil

Tags, , ,

Transamerica Expo Center sediará feiras de negócios, congressos e seminários para diversos setores no segundo semestre

O Transamerica Expo Center apresenta sua agenda de eventos abertos ao público para o segundo semestre. De feiras de negócios à congressos e fóruns, o mais tradicional e versátil centro de convenções e exposições da capital paulista tem programação abrangente e diversificada, servindo de palco para eventos que aquecem o mercado e propiciam a realização de negócios, networking e qualificação profissional.

Julho reserva eventos em suas últimas semanas. A Eletrolar Show, maior feira B2B do segmento de eletroeletrônicos da América Latina, vai acontecer entre os dias 23 a 26 de julho. Já a Brazil Promotion terá sua 16ª edição entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, reunindo empresas de diversos segmentos do marketing promocional. Por fim, a Transpúblico 2018, direcionada ao setor de transporte público, contará com seminários e área de exposição e será realizada entre os dias 31 de julho e 02 de agosto.

Agosto reserva o maior número de eventos acontecendo no Transamerica Expo Center. Nos dias 07, 08 e 09, o espaço sediará o 28º Congresso e Expo Fenabrave, voltado à distribuição de veículos. No dia 08, também ocorre o ABFintechs, voltado às empresas da área. Entre os dias 13 e 15 irá acontecer o VIII Congresso Andav, direcionado aos insumos agrícolas e veterinários. Entre os dias 21 e 23, ocorre a Innovapack, do setor de embalagens. Também entre os dias 21 e 23, será realizada a Food Ingredients South America e logo a seguir, entre 23 e 25, a Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo realizará seu congresso, o SOGESP 2018. Nos dias 29 e 30, ocorre o 2º Congresso Brasileiro e Latino Americano de IoT, destacando o debate da tecnologia que promete revolucionar o mercado nos próximos anos. Finalizando, nos dias 30 de agosto e 1º de setembro, será a vez da Fitness Brasil, um dos mais tradicionais eventos de negócios para saúde e bem-estar.

Em setembro, o centro de convenções e exibições recebe cinco eventos. Entre os dias 04 e 05 06, o setor farmacêutico estará reunido no ABRAFARMA – Future Trends. Já nos dias 12 e 13, será realizado o Transpoquip 2018, voltado à infraestrutura de transportes. No dia 15, a Socesp complementa seu congresso realizado em junho com o Treinamento de Massagem Cardíaca, voltado aos profissionais da cardiologia. No período de 17 a 19 de setembro, o 14º Salão Latino Americano de Veículos Híbridos e Elétricos ocupa o Transamerica Expo Center, e no fim do mês, entre os dias 27 e 29, acontecerá o XVII Conec, evento do setor de seguros.

Outubro reserva quatro eventos. O Congresso Brasileiro de Neurologia 2018, por sua vez, ocorrerá entre os dias 11 e 14. A ABTCP realizará seu evento, voltada aos fabricantes de papel e celulose, entre 23 e 25 de outubro. Nos dias 23 e 24, o 3º Congresso Nacional das Mulheres no Agronegócio e, para fechar o mês, no dia 31 inicia o Hemo 2018, com final marcado para o dia 03 de novembro.

Em novembro, último mês com agenda de eventos abertos ao público, o Transamerica Expo Center receberá o HSM Expo 2018, entre os dias 05 e 07, trazendo educação executiva como pauta. Entre os dias 17 e 20 é a vez da XVII Semana Brasileira do Aparelho Digestivo. Por fim, entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro, o Transamérica Expo Center irá receber o Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva.

Tags, , , , ,

20 coisas e serviços que os smartphones estão substituindo

Os atuais celulares em nada lembram aqueles aparelhos que chegaram ao Brasil nos anos 90. Além de serem um artigo de luxo naquela época, os modelos eram grandes, pesados e apenas faziam ligações.

Os atuais aparelhos possuem tantas funcionalidades que fica difícil lembrar-se de todas enquanto estamos os utilizando.

Mas uma coisa é certa. Os atuais aparelhos já decretaram o “fim” de alguns itens que eram indispensáveis no passado, como agenda telefônica e despertadores, por exemplo.

O pessoal do BiPTT, plataforma de comunicação instantânea de voz, elaborou um infográfico que mostra 20 coisas ou serviços que o celular está substituindo. Confira abaixo:

Tags, ,

Innovation Awards Latam premia as startups mais promissoras de vários países

A busca por novos e rentáveis modelos de negócios tem crescido nos últimos anos. Um exemplo disso é a aposta de empreendedores em ideias e soluções mais inovadoras e práticas. E setores como segurança, educação, saúde, mobilidade urbana, entre outros, ganham cada vez mais destaque no desenvolvimento de produtos e serviços. Nesse cenário, as startups saem na frente e viram um grande celeiro de inovação.

É o que comprova o Innovation Awards Latam, competição para Startups da América Latina, organizada pela Cantarino Brasileiro. Este ano, a cerimônia de premiação e reconhecimento das melhores startups da América Latina acontece no dia 30 de julho, em São Paulo. O prêmio teve mais de 800 startups inscritas entre 8 de fevereiro e 4 de maio deste ano, com 326 cases válidos, incluindo especialistas em inovação do mundo inteiro e grandes empresas focadas no desenvolvimento de startups empreendedores de 11 países.

A avaliação foi realizada por mais de 60 jurados de 13 diferentes países, entre eles, Don Tapscott, maior referência em blockchain no mundo; Guga Stocco, responsável pela inovação do Banco Digital; e Lisa Besserman, eleita uma das 100 mulheres mais influentes em Tecnologia pela revista Business Insider.

Ao todo, foram escolhidas 27 startups finalistas, com 180 melhores cases, sendo 35% do Brasil, 13,5% do México e 11,2% da Argentina, divididos em seis categorias: Big Data, Blockchain, IoT, Inteligência Artificial, APIs e Cyber Security.
“O prêmio consagra as melhores startups e gera oportunidades para parcerias internacionais e comerciais entre as muitas empresas que vislumbram negócios com bons resultados em inúmeros setores da economia”, destaca Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro.

O Innovation Awards Latam conta com o apoio de 32 entidades de diferentes países. Entre eles, Crunchbase, principal base de dados de startups e investimentos do Vale do Silício; Latam Startups, entidade canadense de fomento de negócios, F10, incubadora e aceleradora da Suíça; e Invest Hong-Kong.

Como próximas ações do projeto, estão programados Innovation Day em São Paulo, dia 1º de agosto, e em Guadalara (México), dia 15 de agosto.

Confira abaixo os finalistas por categoria:

Inteligência Artificial

Emotion Research Lab (México)
Entelai (Argentina)
Kiwi Campus (Colômbia)
TNH Health (Brasil)
Thermy (México)

APIs

Clinch Logistics (México)
Digibee (Brasil)
Doopla (México)
Rombus Global (Argentina)
Übank (México)

Big Data

Biva (Brasil)
Feedz (Brasil)
Ibbi (Argentina)
Save Sarah (Chile)
Schoolastic (Brasil)

Blockchain

Artis International (Argentina)
CoinWise (Brasil)
DreamJobs (Colômbia)
Moeda (Uruguai)
PrestaGente (Colômbia)

CyberSecurity

guardSI Cybersecurity (Brasil)
Hack&Secure (Colômbia)

IoT

Byond (Brasil)
Nearbee (Brasil)
Phygitall (Brasil)
Sii Smart Buildings (Brasil)
Unicorn Games (Uruguai)

Tags, , , ,

ABRINT debate linhas de crédito e compartilhamento de postes no 8º Congresso RTI de Provedores de Internet

A ABRINT, Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações, participará do 8° Congresso RTI de Provedores de Internet, que acontece nos dias 8 e 9 de agosto no Centro de Eventos – Ribeirão Shopping, em Ribeirão Preto (SP). O evento mostrará as últimas novidades do setor e abordará temas como 4G LTE, Fibra Óptica, GPON, Segurança, Infraestrutura, Gestão para Provedores, Regulamentação, Internet das Coisas (IoT), Wireless, Cabeamento, entre outros, em seu congresso e palestras. A feira é gratuita e a inscrição pode ser realizada pelo link.

Basílio Perez, presidente da associação, mediará dois painéis. O primeiro deles, “Linhas de Crédito”, mostrará como captar linhas de crédito para compra de equipamentos e fibra óptica com os recursos do BNDES e Finep. Na apresentação “Compartilhamento de Postes”, Basílio estará acompanhado de representantes da CPFL Paulista, Anatel, Aneel e Coinfra de Bauru, e discutirá sobre a ocupação das redes urbanas e os preços dos postes, além de esclarecer dúvidas dos provedores.

“Os provedores precisam de recursos para investirem em suas redes. Conseguir crédito no mercado em condições competitivas é essencial para o desenvolvimento deles. Outro ponto importante para discussão é a ocupação dos postes nos centros urbanos. Com a rápida expansão dos provedores regionais, é importante estar informado sobre as regras, fiscalização e os resultados dos despachos recentes da Comissão de Arbitragem da Anatel e Aneel para mediar os conflitos”, comenta Basílio.

8º Congresso RTI de Provedores de Internet

Data: dias 8 e 9 de agosto
Local: Centro de Eventos – Ribeirão Shopping
Endereço: Av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1540, Jardim Nova Alianca, Ribeirão Preto – SP
Inscrição: Pelo link

Tags, , , ,

Fabrício Vaz é novo diretor de negócios da GFT

A GFT, referência em tecnologias exponenciais para a transformação digital e projetos ágeis, anuncia a contratação de um novo diretor de Negócios, Fabricio Vaz. Com mais de 25 anos de experiência em tecnologia, atuando em ofertas de Integração de Sistemas, Outsourcing de Sistemas e Ofertas Digitais para a transformação de Negócios, o profissional chega para fortalecer e ampliar a presença da GFT no mercado de financial Services e Retail.

Para Marco Santos, managing director da GFT Latam, a contratação de Vaz reflete um dos pilares da GFT, companhia client-centric, de estar cada vez mais próxima dos seus parceiros e clientes. “Com ampla experiência no mercado de tecnologia, o Fabricio terá uma atuação muito importante no relacionamento com os nossos parceiros, pensando em soluções inovadoras e feitas sob demanda para o desafio de transformação digital de cada instituição”, explica Santos.

O profissional recém-contratado acumula entre as experiências passagens por empresas como a Resource IT Solutions, onde chegou a ocupar a vice-presidência de Vendas, entre outras. “Chego na GFT com o objetivo de trabalhar fortemente a presença da companhia nos nossos clientes. Vamos entender as dores e propor soluções que agreguem aos seus ambientes de negócio, a partir de uma visão consultiva, adaptando o modelo de parceria, quando necessário, para que construamos uma relação de longo prazo”, complementa Vaz.

Tags, , ,

Autocoaching estimula o profissional e o inspira a maximizar seu potencial

De acordo com a Confederação Internacional de Coaching (ICF), o coaching é entendido como “uma parceria entre o Coach (profissional especializado) e o Coachee (pessoa orientada), em um processo estimulante e criativo que os inspira a maximizar o seu potencial pessoal e profissional, na busca de alcançar os seus objetivos e metas através do desenvolvimento de novos e mais efetivos comportamentos”.

Esse processo é indicado para qualquer profissional que vise crescer e se desenvolver em qualquer área da vida. Estudo da ICF indica que os coachees levantam como resultado deste trabalho um aumento na autoconfiança, melhoria no desempenho profissional, melhor habilidade de comunicação, aumento da eficácia na gestão de equipes, relacionamentos melhorados, melhor capacitação em gestão de negócios, maior eficiência na administração do tempo, melhor equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, e uma melhoria no bem-estar geral.

Para Bia Nóbrega, coach, mentora e palestrante que atua há mais de 20 anos em Recursos Humanos e associada à ICF e a Associação Brasileira de Coaches (ABRACOACHES), “é possível realizar um autocoaching e o primeiro passo, assim como no processo guiado por um Coach, é o autoconhecimento”. Para ela existem algumas perguntas chaves que podem facilitar esse trabalho: Quem Sou? Onde Estou? e Onde Quero Chegar? E ressalta que mesmo nesse período mais introspectivo, é importante que “esse seja um processo guiado, afinal se trata de um trabalho de reflexão estimulante que inspire a maximização das potencialidades do profissional”.

Os questionamentos são a melhor ferramenta para que os papéis tanto da vida profissional como pessoal sejam analisados e reajustados. Para os coachees são as perguntas que os ajudam a encontrar as soluções válidas para seu crescimento. “Elas emergem do processo – uma resposta levando à outra pergunta – e no geral são perguntas abertas justamente para levar à reflexão, por exemplo: O que desejo alcançar? Como posso conseguir isso? O que pode me impedir? E assim por diante”, comenta Bia Nóbrega.

A dica para fazer o autocoaching valer a pena é criar o hábito de parar para um momento de reflexão e desenvolvimento ao início ou término do dia, criando assim uma rotina para a autoanálise. Em contrapartida, o que pode atrapalhar esse processo é a indisciplina, porque é preciso ter um forte compromisso com seu autodesenvolvimento.

Para saber se está funcionando é simples, de acordo com Bia “é só analisar se você tem alcançado seus indicadores, objetivos ou metas. Se sim, é porque o resultado está sendo alcançado!” Caso contrário, é necessário se aprofundar, voltando para outras questões, como: O que posso aprender com o processo? O que fiz e que funcionou? O que fiz e que não funcionou? O que não fiz e deveria ter feito? O que farei agora?”.

A coach afirma que “esse processo é válido para qualquer pessoa e qualquer questão a ser trabalhada pois como diria Herman Hesse: “Nada posso lhe oferecer que não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo além daquele que há em sua própria alma. Nada posso lhe dar, a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo”.

Tags, , ,