Page admin, Autor em Valor Agregado - Página 331 de 15483

Author admin

Futurecom retoma evento presencial este ano como principal conexão do ecossistema das TICs

Este é o ano que marca a retomada do Futurecom na versão presencial para o encontro de toda comunidade das TICs no São Paulo Expo, entre 18 e 20 de outubro. A promotora Informa Markets aposta fortemente no evento, composto do congresso e da grande exposição de fabricantes, desenvolvedores de soluções e acadêmicos, que reuniu 250 expositores, 30 mil visitantes e 4.800 congressistas na edição de 2019.


Futurecom é hoje a maior plataforma de conexão com o mercado durante todo o ano, fomentando oportunidades de negócios, desenvolvimento socioeconômico e sustentável, proporcionando conteúdo relevante e favorecendo o networking. Para Hermano Pinto, diretor do Portfólio de Tecnologia e Infraestrutura da Informa Markets, “o maior objetivo da plataforma Futurecom é trazer para o debate temas e pautas propositivas para o desenvolvimento econômico do País por meio das possibilidades da tecnologia e, agora, da rede 5G”.


Hermano complementa que o objetivo da plataforma híbrida Futurecom, além de gerar oportunidades, “é prover conteúdo, discutir legislação com participação do governo e levantar as tendências que impulsionam o ecossistema de tecnologias, conectem pessoas, negócios e indústrias”. Ou seja, identificar as conquistas e desafios de hoje e orientar até onde podemos chegar amanhã.

Evento Físico

O encontro presencial terá espaços para a disseminação do conhecimento e o networking dos participantes e congressistas. Um desses espaços é a área destinada ao Future Congress, agora remodelada unindo as diferentes trilhas e também os palestrantes e congressistas em um só local. Já o Espaço Provedores será dedicado às pequenas e médias operadoras e desenvolvedoras de produtos e soluções para demonstração de seus portfólios a mais de 29 mil profissionais qualificados que visitam o evento.


O Cloud Xperience será onde as empresas de tecnologia com foco em Cloud, Virtualização, IA, Machine Learning, Cibersegurança ganharão destaque em localização próxima aos auditórios do congresso. O Startup Futuretech é a área projetada para relacionamento entre as diversas empresas dos mais variados segmentos do Ecossistema da Transformação Digital, com rodadas de negócios das startups com o público presente.


Na Ilha Connectivity & Beyond, as operadoras vão apresentar soluções para além da conectividade, traçadas para diversas indústrias, com novas receitas e novos mercados. Por fim, e para cumprir um dos principais objetivos do encontro, o Lounge 4 CORP é a materialização do Programa de Relacionamento do Futurecom.


Reunião Temática

Para apresentar as novidades e provocar os temas a serem debatidos no Futurecom, Hermano Pinto comandou a primeira Reunião Temática deste ano com a participação de empresas e associações representativas dos segmentos de tecnologia e telecomunicações. O objetivo foi levantar tendências e possibilidades de inovação, tendo como um dos principais personagens a rede 5G.


Realizado na sede da KPMG Brasil, em São Paulo, o evento promoveu o debate entre profissionais e especialistas, que reafirmaram a necessidade de expansão da conectividade, as possibilidades de novos negócios proporcionados pela rede 5G e a integração de todo o ecossistema do setor. A soma desses fatores tem como objetivo promover o desenvolvimento socioeconômico do País e melhorar a qualidade de vida.


O público contribuiu muito em torno dos temas propostos como a expansão da conectividade e a integração das cadeias dos ecossistemas e verticais de negócios. Foram levantados assuntos sobre compartilhamento de infraestrutura, possibilidades de evolução das aplicações e benefícios trazidos pela nova rede 5G, valor agregado, segurança — tema sensível — e legislação, tudo isso para os mais diversos setores.


Marcio Kanamaru, sócio-líder de Tech, Media e Telecom da KPMG no Brasil e na América do Sul, compartilha da mesma opinião. “As oportunidades geradas pela rede 5G são praticamente infinitas porque as características como baixa latência, altíssima velocidade, fatiamento das funções de rede e uma série de outras capacidades são diferenciais determinantes para habilitar a inovação. Do ponto de vista dos benefícios à sociedade, temos a expectativa de que o 5G vá fechar um gap tecnológico e democratizar a comunicação. Hoje, temos 3,7 bilhões de pessoas que não têm acesso à internet, sendo que 600 milhões são por falta de cobertura e o restante por falta de recursos financeiros.” O executivo enfatiza que o leilão do 5G “tem um impacto social importante para ampliar o acesso, por exemplo, nas escolas e diversos outros segmentos que vão levar a comunicação para todas as pessoas”. “Esses são o legado e a missão importantes que temos de trazer.”


Nesse contexto, a Reunião Temática estimulou a discussão em torno da adequação das soluções e tecnologias para maior eficiência energética. Também abordou demandas como a de casas conectadas e a necessidade de dispositivos específicos de Internet das Coisas (IoT). São questões lembradas pela urgência causada não só pela pandemia, mas, principalmente, pelo envelhecimento da população. São pontos abordados como benefícios da tecnologia para a sociedade, entre eles tornar mais sustentável o descarte de resíduos e o consumo de utilities como água, gás e energia. Alguns dos casos citados foram o de lixeiras inteligentes, identificação de vazamento de água e esgoto por meio de fibras ópticas e bueiros inteligentes.