Page admin, Autor em Valor Agregado - Página 325 de 15505

Author admin

3M desenvolve no Brasil sua primeira embalagem com 100% de plástico reciclado da América Latina

A 3M do Brasil acaba de lançar sua primeira embalagem com 100% de plástico reciclado, criada a partir de polietileno reciclado com resina pós-consumo (PCR), dispensando o uso de plástico virgem derivado do petróleo, principal componente na produção de embalagens. Atualmente, os frascos são utilizados para embalagem da linha de polimento da área automotiva da companhia no país.
 

Em busca de sempre inovar e criar produtos cada vez mais sustentáveis que ampliem o compromisso com a economia circular, um de seus pilares, a 3M acaba de desenvolver no Brasil sua primeira embalagem de plástico rígido 100% reciclado. O frasco, criado e produzido no País, é o primeiro da 3M na América Latina. Sua produção ocorre por meio de uma triagem automática de sucata de garrafas em fardos e flocos para obter resinas pós-consumo granuladas, utilizando embalagens recicláveis com registro de procedência e rastreabilidade, que validam a autenticidade das matérias primas. Normalmente, as embalagens plásticas rígidas têm uma vida útil pequena e a maioria delas é de uso único. Além disso, 63,7% dos materiais consumíveis de polietileno são utilizados apenas uma vez.
 

A iniciativa ganhou ainda mais forma e impulso a partir do 1º Hackathon de Sustentabilidade na América Latina, evento interno promovido pela 3M no final de 2020. “Antes mesmo do concurso, nossa equipe já vinha pensando nessa ideia. A nossa participação e boa classificação do projeto na competição foram os incentivos que precisávamos para tirá-lo do papel e desenvolvê-lo dentro da companhia, especialmente em uma área que demanda um número expoente de embalagens”, comenta Alessandra Bassotelli, engenheira de embalagens da 3M e líder do projeto “Embalagens 3M Moldadas por Sopro com Resina Reciclada Pós Consumo”, apresentado no Hackathon.
 

A embalagem teve ótimo desempenho mecânico e a performance validada por meio de testes de confiabilidade, como o de envelhecimento acelerado a quente, de acordo com a exigência da ANVISA de avaliação da vida útil na prateleira, testes de compatibilidade química, adesão do rótulo ao novo frasco e à logística da fábrica, até os pontos de venda. A produção da embalagem contou com o engajamento da Plimax Indústria de Embalagens, que já era fornecedora da 3M e da Wise Plásticos S.A., produtora de resinas termoplásticas e perfis poliméricos fabricados a partir de materiais plásticos recicláveis.
 

“Nosso principal objetivo com a transformação da embalagem comum para a de 100% de plástico reciclado foi ampliar o máximo possível o uso de plásticos reciclados na 3M, promovendo a economia circular. Estamos felizes em poder comunicar esse passo importante e inédito em nossa empresa, pois reforça o compromisso 3M com a economia circular e a ciência, além da colaboração e engajamento de toda a equipe no projeto pioneiro na empresa”, completa Alessandra Bassotelli.
 

Compromisso Sustentável

A criação da nova embalagem vai ao encontro do compromisso assumido pela 3M no mundo, que a tornou um dos membros fundadores da Aliança Global para Energia Sustentável (Global Alliance for Sustainable Energy). A iniciativa busca alavancar a contribuição das empresas para a descarbonização do sistema energético, alinhado à Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 26). Para fazer isso, as empresas-membro se concentram em quatro áreas-chave: emissões líquidas zero e pegadas de CO2; economia circular e design, direitos humanos e pegada hídrica.

Entre os compromissos da 3M estão:

  • Mudar suas operações globais para 100% de fontes renováveis até 2050;
  • Ultrapassar em 50% o uso de energia renovável em 2021 – quatro anos antes do previsto;
  • Impulsionar a eficiência energética, visando uma melhoria de 30% para vendas líquidas até 2025.

Os produtos com as embalagens 100% de plástico reciclado já estão disponíveis para o mercado de reparação automotiva, nas lojas parceiras da 3M em todo o Brasil.